2021-11-17 11:51:05 -0200 2021-11-17 11:51:05 -0200

Wonderswan: O portátil japonês da Bandai

Single 3889814 featured image

 Após o fracasso do Virtual Boy, Gunpei Yokoi saiu da Nintendo e fundou sua empresa de engenharia. Foi aí que a Bandai procurou Yokoi para que ele projetasse um novo portátil para bater de frente com sua mais famosa criação, o GameBoyGunpei Yokoi faleceu antes que o portátil fosse lançado, mas a equipe conseguiu entregar o aparelho em 1999, o Wonderswan. Ele era mais barato que seus concorrentes, tinha um baixo consumo de bateria e um processador de 16-bits, mas ainda usava tela monocromática e LCD com resolução de 224x144 px. Uma grande sacada do portátil era sua disposição de botões, que permitia jogar o portátil com a tela no modo paisagem ou retrato.

 Na tentativa de superar o GameBoy Color, a Bandai lançou o Wonderswan Color em 2000 e agora trazia uma tela colorida, uma estratégia semelhante ao que a SNK fez com o Neo Geo Pocket. O novo portátil era compatível com os jogos lançados em preto e branco, tinha uma tela um pouco maior e conseguia entregar 20 horas de jogatinas com um par de pilhas AA. Ele ainda continuava sendo o portátil colorido mais barato disponível e conseguiu conquistar uma fatia de 8% do mercado dominado pela Nintendo no Japão. O portátil teve alguns acessórios curiosos, como o WonderWave, capaz de se comunicar com o Pocket Station da Sony e trocar alguns dados, e o WonderBorg, que permitia controlar um pequeno robô através do aparelho.

 Uma das coisas de grande destaque no WonderSwan era sua biblioteca de jogos. Como foi feito pela Bandai, ela criou vários jogos de suas propriedades de animes da época, como One Piece, Medabot, Dragon Ball e uma variedade de títulos baseado no Digimon. Ela também teve grande apoio das principais Third Parties e lançou jogos portados, remakes e criações originais para o portátil. Com destaque para os vários jogos clássicos da série Final Fantasy, Puyo Puyo, Rockman EXE, Kaze no Klonoa, Makaimura, Puzzle Bobble, Golden Axe, vários jogos de Gundam e muitos outros. Os jogos eram belíssimos, com ótimo desempenho e com trilha sonora na medida, mas a Nintendo já havia anunciado a sua próxima geração para portáteis.

@andre_andricopoulos, @old_gamer, @ziul92, @mardones, @porlock, @darlanfagundes, @jokenpo, @darth_gama, @armkng, @lgd, @noyluiz, @marlonildo, @volstag, @manoelnsn, @gus_sander, @willguigo, @thecriticgames, @sergiotecnico, @melkorbelegurth, @avmnetto, @spider, @denis_lisboadosreis, @fredson, @hyuga, @wcleyton, @bobramber, @carlosneto, @thiagobrugnolo, @rensan, @eduardo_wrzecionek, @christciamn, @warconnor, @romline5, @dantlast, @marcelokiss487 [Quem quiser ser marcados nas próximas postagens, é só botar nos comentários]

43
  • Micro picture
    thecriticgames · 10 days ago · 3 pontos

    Acho tão legal esse portatil, finalizei o Mega Man & Bass dele que se passa após o de SNES.

    4 replies
  • Micro picture
    lgd · 10 days ago · 2 pontos

    Queria pegar um destes nas mãos

    1 reply
  • Micro picture
    game_zone · 10 days ago · 2 pontos

    e bem legal, peguei um em leilao na epoca, do final fantasy, pena que nao ganhei as 2 ediçoes !!
    fora os titulos que comprei alguns, hoje estao uma fortuna, isso ate desanima em partes, pelo fato de nao conseguir jogos com facilidade, a 5 anos atras

    3 replies
  • Micro picture
    manoelnsn · 10 days ago · 1 ponto

    Tem muita coisa interessante pra esse cara...

    1 reply
Keep reading → Collapse ←
Loading...