thecriticgames

Autor do livro Canções de Bruxas e Rapsódias de Fadas Negras disponível na Amazon em ebook.

You aren't following thecriticgames.

Follow him to keep track of his gaming activities.

Follow

  • thecriticgames Matheus Pontes
    2021-07-25 00:30:37 -0300 Thumb picture

    {ESPECIAL} TOP 15 MELHORES JOGOS DE MASTER SYSTEM parte 2/2

    Eis senhores que continuamos aqui com a 2° e ultima parte da minha lista de TOP 15 melhores jogos do Master System. Mas antes de continuarmos essa saga de melhores tenho que falar do pior jogo que experimentei nestes 60 títulos de Master System.

    LINK DA PRIMEIRA PARTE DA LISTA AQUI

    MENÇÃO DESONROSA: Alex Kidd the Lost Stars                        NOTA 3.0

    Se eu estou largando do Master System após 60 jogos lembrando dos melhores que queria esquecer o pior deles. Lost Stars faz parte da leva de spin-offs inúteis de Alex Kidd que vieram após o primeiro jogo e que só serviram para desgastar a imagem do personagem após seu ótimo e primeiro jogo e ele é de longe o pior destes spins sendo um adventure simplesmente ridículo em tudo, do conceito ao gameplay.

    8° LUGAR: Sonic the Hedgehog                                                               NOTA: 8.8

    O port do primeiro Sonic para Master System não é bem um port, mas um jogo diferente em cima dos mesmos conceitos e que tem sua leva de diferenças e adoradores. A começar por ter um layout de estágios designado mais para a exploração do que para a corrida desenfreada dos 16-bits, o que reflete também nas Esmeraldas do Caos, aqui espalhadas pelas fases ao invés de bônus. Destaque também para as batalhas contra Robotnik diferentes da versão 16-bits tornando um novo jogo até pra quem experimentou o jogo principal.

    7° LUGAR: Wonder Boy in Monster Island                                       NOTA: 9.0

    Boas sequencias superam os originais, ótimas sequencias varrem seus predecessores pra debaixo do tapete e isso que Wonder Boy in Monster Island faz ao pegar um insosso adventure de progressão automática e transformar sua sequencia em um ótimo jogo de ação e aventura com elementos de RPG. Era um conjunto de ideias novas juntas e razoavelmente bem executadas, ah e eram BEM desafiante também.

    6° LUGAR: Lucky Dime Carper                                                                 NOTA: 9.0

    Um adventure extremamente bonito estrelado pelo Pato Donald e que tem um ótimo e variado level design prezando pela esperteza e destreza do jogador para superar alguns obstáculos. O jogo é parte de uma série de spin-offs da saga Illusion estrelados por Donald que são todos bem feitos e incríveis.

    5° LUGAR: Land of Illusion                                                                          NOTA: 9.0

    O que tem de fãs de Mickey e cia nos 8 e 16 bits que puxam saco do Castle of Illusion sem conhecer sua ótima e superior sequencia chega a ser estranho. Land of Illusion supera seu predecessor em tudo (tirando o fato de reutilizar gráficos mais datados) para fazer um episódio maior, com estágios rejogaveis que sofrem mudanças após a derrota de alguns chefes abrindo novos caminhos nestes, além de um gameplay influenciado por equipamentos coletáveis e utilizáveis nas fases.

    4° LUGAR: Asterix                                                                                            NOTA: 9.1

    O simples bem feito, isso pode resumir bem o primeiro jogo do quadrinho homônimo no Master System. Como na ja citada sequencia aqui controlamos a dupla por variadas fases que sofrem diferenças dependendo do personagem escolhido. O destaque real da coisa vai para os gráficos bonitos que remetem as HQs além das cutscenes com o humor sincero característico da obra.

    3° LUGAR: Master of Darkness                                                                NOTA: 9.1

    Um jogo que todo amante da geração 8-bits devia conhecer. Tido por muitos como o Castlevania de Master System isso é muito mais uma verdade sincera do que uma ofensa, tudo em Master of Darkness remete aos episódios da franquia no NES, o gameplay, a subidinha travada nas escadas, o combate contra forças das trevas, as barras de vida suas e dos chefes, até Dracula estava aqui. Mas o jogo é praticamente um Castlevania de Master System ultra bem feito, ultra bonito, com uma dificuldade mais humana e que troca o chicote por armas brancas como espadas e marretas e as sub-armas magicas por armas de fogo como pistolas e bombas, é um puta jogo de ação maneiro e talvez o jogo que mais atendeu as minhas expectativas do que ele poderia ser antes de encara-lo.

    2° LUGAR: Wonder Boy III: The Dragon's Trap                              NOTA: 9.1

    Se tem algo que posso apontar como fator de qualidade na saga Wonder Boy após jogar uns 4 títulos da série é a capacidade da mesma de trazer mais conteúdo de relevância a cada jogo e seu terceiro game não é um dos mais famosos a toa, trazendo consigo um sistema de formas alternativas para o protagonista que agora deve encarar um mapa gigantesco como um bom metroidvania. O jogo era incrível para sua época, só não espere facilidades, não é a toa que o mesmo é o único game de meu TOP 15 que eu não finalizei :(

    1° LUGAR: Phantasy Star                                                                             NOTA: 9.5

    O que dizer do primeiro colocado além de EI! É a porra de um game com a qualidade da geração 16-bits rodando totalmente liso num console de 8-bits. Phantasy Star era um fenômeno, o jogo era lindo, bem feito, bom de jogar e tinha uma leva de conceitos originais para a época como uma temática sci-fi magico ao invés do tradicional medieval, possuía uma heroína como protagonista (que não é nem sensualizada, nem refém de homem algum e pra graça divina nem masculinizada como as protagonistas femininas de hoje em dia), todo um elenco com personalidade e diálogos (uma raridade para sua época em tempos de jRPGs com personagens mudos) além de ser extremamente bonito e bem animado (a beleza também se encontrava nas ótimas composições sonoras). O melhor jogo de Master System que pude finalizar!

    CHECKLIST

    1° Phantasy Star

    2° Wonder Boy III: The Dragon's Trap

    3° Master of Darkness

    4° Asterix

    5° Land of Illusion

    6° Lucky Dime Carper

    7 ° Wonder Boy in Monster Island

    8° Sonic

    9° Ys: The Vanished Omens

    10° Golvellius: Valley of Doom

    11° Castle of Illusion Starring Mickey Mouse

    12° Alex Kidd in Miracle World

    13° Kenseiden

    14° Sonic the Hedgehog 2

    15° Ninja Gaiden 

    Sonic the Hedgehog (1991)

    Platform: Master System
    5280 Players
    91 Check-ins

    41
    • Micro picture
      thecriticgames · 2 days ago · 3 pontos

      Se eu deixasse inteiramente meu gosto comandar as posições certamente Master of Darkness estaria no minimo em 2° e o Lucky Dime Carper estaria na frente do Asterix.

    • Micro picture
      thecriticgames · 2 days ago · 3 pontos

      @thiagobrugnolo cá esta o restante da lista, @santz @mateusfv @andre_andricopoulos remarcando vocês pelo mesmo motivo que marquei na primeira já que não sei quem foram as pessoas que me pediram para serem marcadas.

    • Micro picture
      tassio · 2 days ago · 2 pontos

      Phantasy Star... Phantasy Star... é curioso como todo mundo fala bem desse jogo, lembro da propaganda de duas páginas na revista, criando aquela expectativa, mas eu nunca consegui gostar dele. Primeiro que eu não tive acesso a ele enquanto jogava no console e alugava fita, e mesmo depois com emulador e o jogo a disposição, me dá preguiça em dar continuidade nele.

      3 replies
  • thecriticgames Matheus Pontes
    2021-07-23 21:21:26 -0300 Thumb picture

    {ESPECIAL} TOP 15 MELHORES JOGOS DE MASTER SYSTEM parte 1/2

    Eis meus amigos que eu fiz algo que eu sonhava em fazer desde que entre no Alvanista, eliminar um console da minha lista avaliando todos os jogos relevantes do mesmo, e o Master System tendo uma das menores listas de todas me contemplou com nada menos que 60 jogos avaliados com 54 destes finalizados.

    E agora é chegada minha hora de eleger os 15 melhores títulos que eu joguei aqui, tendo como critério obvio as minhas notas e para desempate as notas dos jogos aqui no Alva, pelas limitações de imagens a lista ficara em 2 posts, links das criticas logo abaixo das imagens.

    MENÇÃO HONROSA: Asterix and the Secret Mission

    CRÍTICA

    Um jogo que empatou com colocados do 11° ao 15° mas que ficou por ultimo nas avaliações do Alva. É uma sequencia bem da horinha do ja ótimo primeiro jogo, o destaque era que cada personagem por suas diferenças encarava um caminho diferente, as vezes até uma fase inteira  diferente do outro.

    15° LUGAR: Ninja Gaiden                                                                             NOTA: 8.7

    CRITICA

    Uma surpresa curiosa é como pode ser definido esse spin-off da franquia para o Master System que sim, é um jogo oficial, não um hack não autorizado e que é tão foda quanto os de NES e tão dificil quanto eles. Apesar de ter uma trama capenga que não lembra em nada as tramas sobrenaturais do NES (ainda que traga as famosas cutscenes) ele chamava a atenção no visual, sendo uma versão mais bonita do que se via no NES com mais cores e menos pixels.

    14° LUGAR: Sonic the Hedgehog 2                                                        NOTA: 8.7 

    CRITICA

    O primeiro jogo do Sonic no Master System diferente do imaginado não era um port da versão de Mega Drive, mas um jogo próprio e sua sequencia veio antes do Sonic 2 de Mega Drive, sendo também a primeira aparição oficial tanto de Tails como de um Metal Sonic, um mês antes de Sonic 2 de Mega Drive, destaque para os ótimos chefes e para a batalha final secreta.

    13° LUGAR: Kenseiden                                                                                    NOTA 8.7

    CRITICA

    Um dos exclusivos mais famosos do sistema, Kenseiden é um game de ação sendo praticamente um Castlevania de Samurai. O detalhe é que o jogo apesar de ser difícil tinha um gameplay que tentava fazer um samurai mais "real" nada de projeteis ou poderes muito exóticos a gama de habilidades e técnicas obtidas era toda de movimentos mais ligados ao kenjutsu a arte de combate com espada como a habilidade de atacar para cima, cortes frenéticos, um corte rotacional que pega frente e trás, etc, que só tem a ajudar contra a dificuldade estressante.

    12° LUGAR Alex Kidd in Miracle World                                                NOTA 8.7

    CRITICA

    O jogo que veio pra rivalizar com sucesso de Mario no NES na época foi um jogo também de fases, plataformas e blocos, mas que era muito bem feito e claro, muito bonito pra sua época considerando tudo o que se tinha mesmo em outras plataformas com seus gráficos chegando na qualidades dos arcades da época. Apesar de legal ele ficou bem datado hoje em dia com a dificuldade mais abusiva e com os combates de jokenpo.

    11° LUGAR Castle of Illusion Starring Mickey Mouse                 NOTA 8.7

    CRITICA

    O port do famoso jogo de aventura do camundongo no Mega Drive se prova não um port, mas uma aventura original que ganhou até a preferencia de alguns jogadores no lugar da versão 16-bits. Não tem muito segredo aqui, o jogo é um adventure plataforma muito bem feito e ele não precisa de mais que isso pra conquistar essa posição na lista.

    10° LUGAR Golvellius: Valley of Doom                                                  NOTA 8.8

    CRITICA

    Praticamente um Zelda de Master System Golvellius chama a atenção fácil inicialmente pelo seu gráfico colorido cartunizado e por ter um gameplay sob 3 perspectivas distintas, um mapa a lá Zelda, fases de progressão lateral como o da imagem e fases de progressão vertical que rendiam confrontos contra chefes.  O maior porem do jogo é seu final com uma enorme ponta solta pra uma sequencia que nunca veio mesmo com o sucesso do jogo.

    9° Ys: The Vanished Omens                                                                           NOTA 8.8

    CRITICA

    O primórdio de uma das mais antigas franquias de RPG (que existe até os dias de hoje) se da na forma de um RPG de ação com combates em tempos reais com a genial sacada de não utilizar botões para atacar. O que é dureza é sua alta e desbalanceada dificuldade, quase impossível na reta final.

    ESTA POSTAGEM CONTINUA EM UMA SEGUNDA PARTE COM O RESTANTE DOS JOGOS.

    LINK DA SEGUNDA PARTE.

    Alex Kidd in Miracle World

    Platform: Master System
    3290 Players
    66 Check-ins

    38
    • Micro picture
      andre_andricopoulos · 3 days ago · 3 pontos

      Já joguei e adorei:

      ✓ ASTERIX
      ✓ NINJA GAIDEN
      ✓ KENSEIDEN
      ✓ ALEX KID
      ✓ CASTLE OF ILUSION
      ✓ GOLVELIUS...

      E que venha a segunda parte 👌🏻😘

      2 replies
    • Micro picture
      santz · 2 days ago · 3 pontos

      Sensacional. Até agora, concordo com tudo na lista. Interessante ver o consagrado Alex Kidd e Kensendei fora do top 10. Foram jogos que fizeram história em suas épocas, mas se analisar a biblioteca toda do Master, são jogo meio fracos. Fiquei bastante curioso por esse Land of Illusion, pois zerei recentemente o Castle of Illusion e não achei lá essas coisas.

      3 replies
    • Micro picture
      thecriticgames · 3 days ago · 2 pontos

      @santz @mateusfv @andre_andricopoulos duas pessoas haviam me pedido pra marca-los neste post quando eu o fizesse e acho que essas duas estão entre vocês três porque eu não lembro kkk

  • jcelove José Carlos
    2021-07-23 01:30:34 -0300 Thumb picture
    Thumb picture
    Post by jcelove: <p>Caramba, joguinho bem legal com intro em anime e

    Caramba, joguinho bem legal com intro em anime e tudo no doodle do Google!

    So reparei agora no celular, pelo que entendi tem que avançar derrotando os mestres em minigames e juntando pontos pra um dis 4 times.

    Doodle Army

    Platform: iPhone/iPad
    0 Players

    31
    • Micro picture
      raccoon · 4 days ago · 2 pontos

      Realmente muito legal. Animações muito boas tbm.

      1 reply
    • Micro picture
      shucrute · 4 days ago · 2 pontos

      Fui pesquisar outra coisa nada a ver no Google agora pouco e me deparo com esse joguinho na página inicial, cliquei nele, tô curtindo mais do que eu esperava... Agora esqueci o que ia pesquisar inicialmente!

      1 reply
    • Micro picture
      santz · 4 days ago · 2 pontos

      Esse aí tá bem completo, muito show. Depois eu vou tentar jogar um pouquinho.

      1 reply
  • thecriticgames Matheus Pontes
    2021-07-22 17:27:40 -0300 Thumb picture

    As Melhores Trilhas Sonoras do Master System.

    Acho que nós todos adoramos uma boa trilha sonora de jogos, e o Master System me apresentou uma boa leva de trilhas sonoras de jogos que eu deixarei aqui nesse post aos interessados. Todas elas são trilhas sonoras que receberam notas 10 nas minhas criticas, não estão em nenhuma ordem particular.

    Fantasy Zone.

    Golvellius: Valey of Doom

    OutRun

    Wonder Boy III: The Dragon's Trap

    Ys: The Vanished Omens

    Sonic the Hedgehog

    The Smurfs

    Kenseiden

    Land Of Illusion

    Master of Darkness

    Power Strike

    Power Strike II

    Ninja Gaiden

    Sonic the Hedgehog (1991)

    Platform: Master System
    5280 Players
    91 Check-ins

    28
    • Micro picture
      thiones · 4 days ago · 3 pontos

      Faltou a música da água do Miracle World. Não perdoarei.

      2 replies
    • Micro picture
      hyuga · 5 days ago · 2 pontos

      Eu colocaria Alex kidd, as trilhas daquele jogo são perfeitas

      1 reply
    • Micro picture
      onai_onai · 4 days ago · 2 pontos

      Eu gosto muito também da música de labirinto em Phantasy Star.

      2 replies
  • andre_andricopoulos André Zanetti Andricopoulos
    2021-07-21 11:07:50 -0300 Thumb picture
    Thumb picture

    CANÇÕES DE BRUXAS...👹

    ..E RAPSÓDIAS DE FADAS NEGRAS. É o livro do nosso brother@thecriticgames. RECOMENDO LER.

    Vamos para o oitavo e último conto: ZIRGHOROD. Sinceramente, o achei um dos mais criativos. Envolve um curioso personagem e que sentimos bastante "afeição" chamado TYBERIUS BRUTUS.

    Talvez tal empatia se dá pelo fato da família do jovem, antes mesmo de TYBERIUS BRUTUS nascer, ter sido visitado por um OVINNIK...

    Não sabe o que é um OVINNIK? Então compre o livro e descubra! E um LIKHO? Conhece? E SRKZAK? Há muitas curiosidades e mitologias a serem descobertas nesse livro...

    A história segue nos informando acerca duma maldição de azar que assola o jovem TYBERIUS BRUTUS e todos a sua volta. Uma velha vidente avisa que, no 18° aniversário do personagem, sua morte estava destinada caso não expelissse tal maldição antes de completar seus 18 anos...

    Dentre 27 de Dezembro de 1735 até 06 de Janeiro de 1736 (data de aniversário dos 18 anos de TYBERIUS BRUTUS), o personagem parte sozinho em busca da cura de sua maldição seguindo todas as orientações da velha vidente...

    Há momentos de grandes tensões e ambientações sinistras durante a jornada do jovem, afinal sua maldição de azar desde o nascimento não colabora para o sucesso de se ter o mínimo duma vida normal.

    Destaque para a sensacional cena do grito desesperador de TYBERIUS BRUTUS enquanto o bicho engole sua cabeça...

    Gosto muito dum trecho do livro onde diz "vivendo e aprendendo". As últimas 8 linhas do conto são sensacionais...UAU! Afinal de contas, será que o personagem livrou-se ou não dá maldição? 🤔

    Está difícil listar meus favoritos, mas vamos lá:

    RANK dos CONTOS:

    1 - A BRUXA DE VELYKI (10/10) 😱

    2 - TROCRIANÇA (10/10) 😱

    3 - ASSOBIOS PARA A ESCURIDÃO (10/10) 😱

    4 - ZIRGHOROD (10/10) 😱

    5 - KELPIE (9/10)

    6 - A RESIDÊNCIA DOS AMORES PERDIDOS (8/10)

    7 - CAÇADO (7.5/10)

    8 - A PRISÃO DE BALOR (6/10)

    Ressalto que ainda falta um EPÍLOGO para relatar. As notas são pessoais e de nenhuma forma atesta se o conto é bom ou ruim. O que pode ser bom para mim...pode ser ruim para você 😉. Interessou? É possível comprá-lo no link abaixo: https://edcoerencia.lojaintegrada.com.br/c

    É possível comprar na AMAZON também 👏🏻:

    https://www.amazon.com.br/Can%C3%A7%C3%B5es-Bruxas...

    The Bard's Tale

    Platform: XBOX
    2 Players

    23
  • supermarkosbros マルコス・アントニオ
    2021-07-20 22:33:40 -0300 Thumb picture
    Thumb picture
    supermarkosbros checked-in to:
    Post by supermarkosbros: <p>Gostei é GOTY</p><p>Primeiro Boss no vídeo.</p><
    Ender Lilies: Quietus of the Knights

    Platform: Playstation 4
    9 Players
    13 Check-ins

    Gostei é GOTY

    Primeiro Boss no vídeo.

    19
    • Micro picture
      mastershadow · 6 days ago · 2 pontos

      To jogando no PC,uma orba prima! Mas dificil demais, nao consigo matar a Dark Witch Elaine,a chefe da floresta das bruxas.

    • Micro picture
      zefie · 5 days ago · 2 pontos

      A OST parece maravilhosa, vou procurar

  • thecriticgames Matheus Pontes
    2021-07-20 18:30:57 -0300 Thumb picture

    Off-Topic - Entrevista comigo sobre o Canções de Bruxas no Instagram.

    Fala pessoas, ESTOU AQUI PRA MENDIGAR LIKES eu fui entrevistado por uma IG Literaria em um video de duas partes (a qualidade do veio não ficou tão boa, mas do conteúdo sim mesmo ela sendo nova nisso) e eu vou deixar o link aqui das duas partes quem puder ao menos entrar correndo só pra clicar no like e fugir da minha cara feia eu agradeço XD (Aos interessados da uns 20 min de entrevistas e não contem spoilers).

    https://www.instagram.com/tv/CRhhwN-iZZG/?utm_medi...

    PARTE 1

    https://www.instagram.com/tv/CRhnBn0CZQq/?utm_medi...

    PARTE 2

    The Witcher 3: Wild Hunt

    Platform: PC
    1222 Players
    699 Check-ins

    30
  • 2021-07-20 14:06:58 -0300 Thumb picture
    Thumb picture
    Post by clubeludum: <p>Resident Evil: Survivor é o próximo jogo a ser a

    Resident Evil: Survivor é o próximo jogo a ser analisado no Clube Ludum. Como sempre, uma análise breve e objetiva.

    Resident Evil: Survivor

    Platform: Playstation
    2207 Players
    13 Check-ins

    17
  • 2021-07-20 17:01:31 -0300 Thumb picture
    Thumb picture
    Post by humor_com_cafe: <p>#img#[784181]</p><p>Feliz dia do amigo a todos o

    Feliz dia do amigo a todos os amigos aqui do Alva /o/

    Huhsauhsauhsauhsaushasah

    #_Gustavo

    26
    • Micro picture
      dlima · 7 days ago · 5 pontos

      ah sim o amigo comunista, sempre bom ter um

    • Micro picture
      thecriticgames · 6 days ago · 3 pontos

      Sou 1/4 de melhor amigo pq só divido a conta da Netflix, lanche e esposa nem fudendo..

    • Micro picture
      hyuga · 7 days ago · 2 pontos

      Sou um péssimo amigo então kkk

  • volstag Guilherme De Assis Pinto
    2021-07-19 20:20:26 -0300 Thumb picture
    Thumb picture
    volstag checked-in to:
    Post by volstag: <p>Puta que pariu, terminei!!</p><p>Rola muita cois
    Defenders of Oasis

    Platform: Game Gear
    15 Players
    11 Check-ins

    Puta que pariu, terminei!!

    Rola muita coisa, o outro mundo é uma dungeon cheia de bosses, e pra piorar, eles repetem, cada caso de um jeito é claro, um por exemplo você enfrenta toda hora, se esbarrar na estátua dele, outro é porque você tem que descobrir qual monumento é o verdadeiro, e assim vai.

    Um dos monstros grita quando morre "Owww Nooooooo!", é bizarro o som todo cagado que sai, mas pra época, e pra um game gear? ótimo demais!

    Já esse anão pirocudo guarda uma passagem pra outra parte da dungeon, também existem mais baús com monstros que caso você vença te leva pra outra área, a coisa é feia nesse lugar, muita batalha pesada.

    Já esse vagabundo desanima a gente, porque você precisa encontrar um olho dele num baú, colocar na estátua certa, pra enfrentar ele, que derrubará outro olho em outra estátua, pra pegar o olho vai enfrentar ele novamente, pra no final sim enfrentar o terceiro, que guarda outra passagem pra outra parte da dungeon.

    Antes do confronto final com Ahriman o Rei Bruxo, uma criatura oreiuda vem pra te detonar, uma dica que eu dou é voltar até o começo, teleportar pra casado Seleem e dormir, vender espadas e acessórios que não usa, comprar algumas coisas pra ajudar na batalha final, existe uma cidade onde um cara vende um item, que não vou lembrar agora, que você pode usar no Gênio pra ele aumentar um pouco mais o HP e MP, com isso a batalha final fica bem mais tranquila, e voltar tudo até aqui não será tão mais difícil, já que cada boss morto não retorna mais, apenas os monstros comuns que aparecem aleatoriamente.

    Resumo da coisa é que o Rei Bruxo acredita que você não pode enfrenta-lo sem os anéis, que foram destruídos, ao se aproximar dele com os anéis renovados, ele se enfurece, cospe fogo e destrói os anéis mais uma vez... Agora só te resta enfrentar o monstro com o que puder.

    Nesmo com todo mundo com life cheio antes de começar a batalha, vi algumas vezes os personagens perdendo bastante vida, inclusive, meu principe morreu bem quando eu ataquei uma ultima vez com o bandido Agmar, e venci, isso que importa.

    O final é cheeeeio de imagens, cheio de texto contando a coisa toda, pra onde cada personagem vai, a vida do Principe, agora rei e sua Princesa, não daria pra colocar aqui nem se eu tivesse como por mais 10 prints fora os que já coloquei até agora, um final que não vejo em muitos jogos até de gerações posteriores.

    O Gênio intervem no final, reconstruindo os anéis e aprisionando a essência do Bruxo, os três personagens pegam os anéis e cada um irá levar pra um lugar seguro, pra que nunca mais sejam reunidos.

    Saleem, o capitão do navio voltará pra Mahamood e sua mãe, mas fica enrolando na conversa e o navio parte sem ele.

    Agmar volta a sua antiga vida de ladrão, um dia explorando catacumbas acaba caindo em uma armadilha e fica preso pra sempre.

    E o Principe, agora Rei tem sua primeira treta conjugal com a Rainha, e fica se lamentando dentro do castelo porque está ameaçando por ela hahahaha

    Na hora de passar o cast, é um show a parte,

    Um dos finais mais caprichados que já vi pra um jogo da Sega dos anos 90!
    Quem curte RPG de turnos, explorar Dungeons tipo Final Fantasy, e um roteiro sem muita complicação, eu recomendo essa jóia obscura.

    28
Keep reading &rarr; Collapse &larr;
Loading...