• luchta Ewerton Ribeiro
    2022-05-26 03:47:10 -0300 Thumb picture
    Post by luchta: <p>Finalmente colocaram uma armadura na <strong>Kis

    Finalmente colocaram uma armadura na Kisara mais no padrão japonês, agora sim o Tales of Arise ficou bom de se jogar, ahaha! Sério, esse jogo tem muitos MODs interessantes, principalmente para colocar roupas extras nos personagens, ou tirar elas completamente!

    Tales of Arise

    Platform: PC
    26 Players
    41 Check-ins

    5
    • Micro picture
      ersatzgott · 3 days ago · 1 ponto

      Mas a armadura padrão dela é fodona e ela tá com a bunda bem marcada na calça pra quem quer essas coisas HUAHAUHA

      1 reply
    • Micro picture
      chandekosan · 3 days ago · 1 ponto

      Esperando fanarts +18

      1 reply
  • 2022-04-30 18:03:22 -0300 Thumb picture

    Parabéns para Tales of Arise!

    Medium 820752 3309110367

    Recentemente o perfil oficial de Tales of Arise no Twitter comemorou a marca de 2 milhões de cópias vendidas. Esse foi o primeiro Tales of desenvolvido na Unreal Engine 4 e por tudo que apresentou desde seu anúncio, além de mais bonito, também parece ser um capítulo com mais liberdade de exploração e que traz uma ação ainda mais frenética à série. 

    Quem já jogou aí, gostou?

    Tales of Arise

    Platform: Playstation 4
    20 Players
    23 Check-ins

    3
  • renegadoomgames RenegaDoom Games
    2022-02-27 13:17:32 -0300 Thumb picture
  • rafa9000 Rafael Gazola Ghedini
    2022-01-04 13:42:53 -0200 Thumb picture

    Oque voces estão jogando nesse ano que se inicia??

    Eu estou jogando atualmente:

    - Tales of Arise(PS5)

    - Ratchet & Clanck: Em Uma Outra Dimensão(PS5)

    - Deep Rock Galactic(PS5)

    - Mass Effect 1(Legendary Edition/PS4)

    - Riders Republic(PS5)

    Ultimos jogos zerados:

    - The Witcher 3: Wild Hunt(PS4)

    - The Legend of Zelda: Link's Awakening(Switch)

    Sim....estou jogando um par de jogos, normalmente não faço isso, mas em fevereiro retorno a cidade em que faço faculdade de oceanografia e não vou levar o PS5 que ficara na casa dos meus pais então to tentando jogar o maximo de jogos possiveis até lá.

    Mass Effect, oque falar dessa franquia que jogo desde o PC no lançamento original e considero pacas. Não pretendo terminar os 3 Mass Effect agora, até porque acho que não terei tempo pra isso, mas pelo menos o 1 e talvez se der tempo o 2. 

    Estou amando Tales of Arise um dos RPG's mais bonitos que ja joguei na vida e a historia apesar de cliche é muito boa e os personagens bem cativantes(Rinwell!! <3).

    Ratchet é bom...Ratchet! Um ótimo jogo de plataforma e o segundo Ratchet que jogo, estou adorando a franquia, adoro o humor do jogo e a dublagem PT-BR ajuda MUITO a curtir o jogo, esta excelente diga-se de passagem, extremamente gostosinho de jogar,

    Deep Rock Galactic eu tinha pra Xbox One(e tenho pra PC) é é um jogo muito gostosinho de jogar mesmo forever alone como eu jogo, é um jogo que me cativou desde os primeiros trailers e adoro ficar andando pelas dungeons e descobrindo as coisas/cavando minerais, agora que tem pra PS5 vou voltar a me viciar nessa belezura pq tinha parado de jogar quando vendi o Xbox.

    Ja Riders Republic eu esperava mais, o jogo é bom, visualmente muito bonito, mas eu esperava gostar dele da mesma maneira que amei Steep(PS4) e....não foi...não deu, até gostei, é legal ficar andando de Bike ou de Esqui/Snowboard mas seila...não é a mesma coisa que Steep, não tem a mesma magia e nem a mesma beleza dos infinitos ares gelados de Steep que me fazia ficar parado só admirando a paisagem.

    29
  • diogo_paixao Diogo Louzada Paixão
    2021-12-30 17:55:45 -0200 Thumb picture

    Top 10 - Jogos Jogados por Mim em 2021

    Eu achei que meu Top 5 do meio do ano não fosse mudar muito, MAS, inesperadamente eu adquiri um PS5, o que mudou mais coisa do que eu imaginava!

    Vou fazer o Top 10 normalmente como sempre faço esse @desafio, mas as menções honrosas vou citar jogos diferentes dos citados no Top 5 do meio do ano, para não ficar tão repetido.

    10 - Among Us (PS4/PS5)

    Foi a surpresa agora de fim de ano para mim, passei reto nesse jogo a pandemia toda, me chamava a atenção mas eu ignorei com força. Mas agora no final de ano, lançando para PS4/PS5 resolvi dar uma chance, e olha, estou jogando ele a sei la, 1 ou 2 semanas só, mas é MUITO divertido. Fiz amigos jogarem comigo pelo celular e etc, é simplesmente muito viciante e instigante todo suspense que é ser o tripulante e os mind games que você faz sendo o impostor.

    9 - Astro's Playroom (PS5)

    Eu não ia colocar ele no Top 10, ia ficar nas menções honrosas, mas o que estava no lugar dele é um jogo que nem terminei ainda, ai achei zueira hahahaha.

    Obviamente foi meu 1° jogo no PS5, e olha, ele quebrou tudo que eu achava que a galera exagerava sobre o controle DualSense, ele só não serve como uma Demo do controle, como um jogo muito bom e competente e descompromissado.

    Além de ser uma homenagem à história dos vídeo-games e claro, uma homenagem a história da marca PlayStation, muito nostálgico e gostoso jogar ele, todo mundo que foi em casa "ver o PS5", acabou jogando ele e se divertindo.

    8 - Shady Part of Me (PS4)

    Finalmente algum jogo do meu Top 5 do meio do ano,  como falei lá, foi o jogo que mais me chamou a atenção na Game Awards de 2020. Acabei dando uma esquecida nele e esse ano resolvi compra-lo e joga-lo, um jogo muito competente dessa leva de jogos de puzzles/plataforma/indie que conta uma história e reflete sobre questões psicológicas.

     7 - Overcooked: All You Can Eat! (PS5)

    Assim como em 2018, que eu amei jogar o 1° Overcooked com minha namorada, este ano ao pegar o PS5 e ter ganho ele na Plus, obviamente fui jogar com ela este pacotão de Overcooked que é All You Can Eat. Inclusive ainda falta umas 4 expansões, mas terminamos a campanha dos 2 jogos principais com 3 estrelas em tudo, e das expansões eu diria que 80%/90% foi com 3 estrelas, não tivemos paciência para retornar e fazer a 4° estrela, o que eu acho sacanagem é que eu acho que as fases que nós já havíamos atingido o suficiente para a 4° estrela, dessem a mesma quando fosse liberado ao terminar a campanha, então ter que rejogar fases que nós já fizemos o necessário só para forçar um fator replay é meio zuado. Mas o jogo em si é diversão (e treino de paciência) pura.

    6 - Little Nightmares 1 & 2 (PS4)

    Aqui eu dei uma roubada (como sepre dou um jeito de fazer nesses Top's hahaha), tinha colocado o 1° no Top 5 do meio do ano, mas agora no final, tendo jogado  o 2° também, não consigo separa-los.

    São jogos incríveis, o 2° nitidamente tendo um orçamento e escopo maior que o 1°, mas dentro de suas propostas são jogos de plataforma excelentes com aquela pegada perturbadora de ambientação, diversos momentos de apertar o coração e de reflexão, um jogo/série muito muito bons.

    5 - One Piece World Seeker (PS4)

    Esse aqui está muito mais aqui por ser One Piece que outra coisa hahaha, como falei no meio do ano, esse jogo tinha TUDO para ser o jogo de anime a todos dominar, mas infelizmente tudo dele fica no quase e ele acaba sendo um sólido jogo ok/bom (nota 6/7), é divertido, é bacana, mas você que faltou algumas coisas aqui e ali para ele ser 10/10.

    Falei no meio do ano que estava jogando as expansões, e bem, das 3 expansões estou no final da 2°, preciso retomar e terminar elas.

    4 - Ratchet & Clank: Rift Apart (PS5)

    A Insomanic tinha que ganhar um grande bônus de natal da Sony por um bom tempo hahahaha eles não param de lançar jogos de muita qualidade, este foi o 1° grande jogo do PS5 que joguei, e QUE jogo, uma história muito bacana (claro, pro padrão Ratchet), gráficos lindíssimos, talvez os melhores do ano, mas por ser mais cartunesco fica difícil comparar.

    Mas é um jogo de qualidade ímpar, você vê cuidado e carinho em tudo no jogo, a nova protagonista é extremamente carísmatica e tem tudo para ser muito bem aproveitada em futuros jogos. 

    Provavelmente este jogo não está mais para cima, porque apesar de eu gostar muito da franquia Ratchet & Clank e ter jogado boa parte de seus jogos, não é uma franquia que tenho um carinho extremamente especial, sempre reconheci a qualidade dos jogos, mas serviam (para mim) mais como jogos para jogar quando eu não sabia o que jogar, mas Rift Apart é muito bom, eu terminei ele fazendo tudo, e na sequência joguei no modo Challenge (new game plus) na dificuldade Very Hard, simplesmente pela delícia que é jogar este jogo.

    3 - Resident Evil: Village (PS4)

    O Top 1 do meio do ano, está aqui em 3° lugar, eu realmente não esperava que ele descesse tanto, mas enfim, como falei no meio do ano, é um jogo maravilhoso, seja pelos vilões extremamente carismáticos, momentos MARAVILHOSOS (a maioria pela excelente dublagem do Ethan), pelo quão é otimizado em todas as plataformas e versões, eu joguei ele no PS4 (obviamente antes de ter o PS5), fiz tudo nele, terminei umas 3 ou 4 vezes, fiz o modo mercenários e etc. Provavelmente em algum momento eu irei rejoga-lo no PS5.

    Ethan é um protagonista muito bom, e nessa oscilação dele de momentos absurdos e algo mais próximo do que uma pessoa real agiria, é impossível não adorar ele, o que nesse jogo, tudo é justificado (até os absurdos que acontecem no 7° jogo), achei um jogo bem bacana mesmo.

    2 - Returnal (PS5)

    QUE MOMENTO o gênero RogueLike vive, tendo diversas leituras e jogos de grandes e pequenos orçamentos lançados, explorando diversas maneiras que esse gênero pode se experessar.

    Returnal é um jogo que de inicio eu caguei, mas com o tempo ele foi conquistando um pedaço bem grande da minha atenção, dos exclusivos que tinham quando peguei (e até antes) o PS5 era o que mais chamava a minha atenção, eu sentia que ele tinha uma vibe muito nova geração, uma história interessante e um gameplay muito muito interessante, e bom, eu estava certo.

    Foi o jogo que joguei após Ratchet & Clank, e PQP, que jogo viciantemente maravilhoso, sério, eu amei ele com todas as forças, um gameplay perfeito, uma trilha sonora muito boa que acompanha todo o frenesi que é o jogo, uma história (bem confusa) mas bacana, mas sério, o gameplay do jogo é de refino, é de uma qualidade, tem o melhor gameplay dos jogos que joguei esse ano, sem sombra de dúvidas, no quesito: masterizar a mêcanica, e você sentir um prazer gigante por estar jogando e entendendo o jogo, é disparado o 1° nesse quesito, eu me dei muito bem com o jogo tanto que até que consegui fazer tudo que o jogo pede com uma certa facilidade, diversas vezes me pego pensando em voltar a jogar ele e dar uma sentada só e "finalizar". Inclusive teve mais de 1 vez que em uma sentada eu fiz uma run completa matando todos os chefes e etc.

    Quando joguei ele, para mim já era meu jogo do ano, e inclusive me dói ele estar em 2°, mas o que está em 1° lugar por um único motivo passou na frente desse e acabou sendo meu jogo do ano desse ano.

    1 - Tales of Arise (PS5)

    TALES OF MARAVILHOSO ARISE <3

    Este Tales em especial, andava chamando minha atenção bem antes do seu lançamento, por estar se propondo a mudar a fórmula que a série andava seguindo.

    Já adianto que o motivo que este jogo está em 1° é: o carisma e o apego que tive pelos dois protagonistas do jogo: Alphen & Shionne, o desenvolvimento sutil que os dois vão tendo ao longo do jogo, com alguns momentos bem delicados e lindos, me tomou de surpresa e me conquistou, eu queria mais, eu queria ver mais só os personagens desse jogo vivendo e interagindo, é muito gostoso.

    O jogo está lindo, o gameplay está absurdamente gostoso e bom de jogar, como queria algo mais desafiador, comecei no Hard e fui cobrado de utilizar boa parte das mecânicas de combate, as lutas do jogo são full anime, cheio de exageros, partículas, gritos, uma trilha sonora super empolgante.

    A história e o mundo do jogo são muito bons, com os 20% finais tendo algumas escolhas de enredo e plot-twists discutíveis, que eu entendo quem não gostou/torceu o nariz, mas eu acabei achando ok, boa parte por todo o resto que o jogo me entrega.

    E fiquei feliz pelo o que o jogo me entrega no final, o que eu queria ver, foi o que o jogo me entregou.

    ------------------------------------------------------------------------------------

    Menções Honrosas:

    - Medievil (PS4)

    Nunca tinha jogado o original, então esse remaster caiu como uma luva, tem algumas mecânicas bem datadas, mas no geral é um jogo bem bom.

    - Erica (PS4)

    Os FMV's estão achando seu nicho, e Erica é um ótimo exemplo de um FMV bacana, dinâmico e gostoso de jogar, intrigante e com umas propostas de gameplay diferentes.

    - ManEater (PS5)

    Quando eu vi o trailer desse jogo eu já me apaixonei, e quando a plus deu foi um dos jogos que fiquei "como queria ter um PS5 pra jogar esse absurdo", e realmente o jogo é EXATAMENTE o que se propõe, um absurdo, acho o tamanho dele ideal, pois não chega a ficar enjoativo, para fazer tudo na campanha e 100% nas coisas bônus, foi umas 8h de gameplay, o que foi bom, se fosse mais que isso jogo se tornaria maçante e refém do que se propõe.

    - Escondido jogo pela mãe 1 & 2 e Hide & Dance

    Escondido jogo pela mãe era um jogo que eu tinha muita curiosidade por causa do podcast do @99vidas aonde é falado sobre este jogo, e fui pego de surpresa quando vi que ele existia para PlayStation, na sequência fui obrigado a jogar "Spin off" da série que é um jogo de dança a lá guitar hero com a irmã do protagonista tendo que dançar e se esconder xD

    É um jogo tosco mas tem seu valor.

    - Ruined King: A League of Legends Story

    Esse é o jogo que estava no lugar de Astro's Playroom, FINALMENTE um jogo focado na lore de League of Legends, como não terminei ele ainda, achei desonesto colocar ele no Top 10, provavelmente ele entre em algum Top do ano que vem, mas este jogo é um RPG por turnos MUITO competente e gostoso, explora um pouco o universo do LoL de uma maneira bem bacana, e o melhor, é sobrepor o evento merda que foi o combate ao rei destruído/sentinelas do LoL de computador.

    Jogos Citados no Top 5 e não aqui:

    - Assassin's Creed (PS3)

    - One Finger Death Punch 2 (PS4)

    - Parappa The Rapper 1 e 2 (PS4)

    - Rogue Company (PS4/PS5)

    - The Order 1866 (PS4)

    Tales of Arise

    Platform: Playstation 5
    16 Players
    21 Check-ins

    17
    • Micro picture
      igor_park · 5 months ago · 2 pontos

      O único dessa lista que joguei foi Medievil.
      Se tivesse PS5 com certeza jogaria o RC

      1 reply
    • Micro picture
      santz · 5 months ago · 2 pontos

      Também joguei Overcooked com minha esposa e conseguimos 3 estrelas em todas as fases nos 2 jogos. O próximo agora vai ser o jogo da mudança, que peguei de graça recentemente na Epic.

      2 replies
    • Micro picture
      gv_silva · 5 months ago · 2 pontos

      Ótima lista, to animado pra pegar esse novo Tales Of, com o teu relato e o do resto do povo só cria bastante expectativa. E esse jogo do One Piece num 5º lugar ta ótimo, queria pegar o World Seeker mas o preço dele sempre me afasta hahaha. Mas parabéns pela lista dnv, vou ver de montar a minha também.

      1 reply
  • rafa9000 Rafael Gazola Ghedini
    2021-12-24 14:21:22 -0200 Thumb picture

    Hohoho....Feliz Natal!

    E ae galerinha do Alva!! Feliz Natar pra todo mundoooo!! =D

    Oque vcs compraram de Natal em termos de games esse ano?? Eu peguei Ratchet & Clanck: Em Uma Outra Dimensão em midia fisica(ainda não chegou, deve chegar até quinta que vem) e Tales of Arise e Metro: Exodus digital na promo da PStore.

    Ratchet & Clank: Rift Apart

    Platform: Playstation 5
    81 Players
    24 Check-ins

    12
    • Micro picture
      herics · 5 months ago · 1 ponto

      Feliz Natal ^.^

    • Micro picture
      msvalle · 5 months ago · 1 ponto

      Feliz Natal!

    • Micro picture
      cris_ds · 5 months ago · 1 ponto

      Feliz Natal :D

  • diogo_paixao Diogo Louzada Paixão
    2021-11-26 20:42:13 -0200 Thumb picture

    132° Platina! Melhor RPG do ano =)

    FINALMENTE a faculdade me deu um respeiro e eu platinei Tales of Arise! =D

    Provavelmente será meu jogo favorito do ano, já já vou começar o jogo do Ruined King.

    Eu amei a química dos personagens, a dinâmica, o mundo, o jogo, a revitalização que a série Tales of PRECISAVA, la nos 20% finais tem umas decisões discutíveis, mas no geral é um jogasso. (tartaruga só por enquanto, como comecei no lançamento obviamente ia pegar a tartaruga, mas m breve devo perde-la).

    @platinadores

    Tales of Arise

    Platform: Playstation 5
    16 Players
    21 Check-ins

    16
  • diogo_paixao Diogo Louzada Paixão
    2021-11-10 11:15:32 -0200 Thumb picture

    Menino Ganabelt dando uma surra em mim

    Em um dos meus 1°s check-ins eu comentei como havia tomado um chega pra lá em determinado momento no jogo por estar jogando no Moderate (hard) e foi nesse 2° grande chefe, que me senti jogando um MMO hahaha

    MAS, depois tomo vergonha na cara e começo a fazer direito as coisas, curioso eu ter terminado  o jogo ontem, postando videos de sei la, 20% do jogo xD

    Tales of Arise

    Platform: Playstation 5
    16 Players
    21 Check-ins

    9
    • Micro picture
      mastermune · 7 months ago · 2 pontos

      Esse aí eu achei bem mais difícil comparado aos outros bosses, principalmente porque não tem como você desviar da Mystic dele O.o

      1 reply
  • diogo_paixao Diogo Louzada Paixão
    2021-10-26 10:29:27 -0200 Thumb picture
  • diogo_paixao Diogo Louzada Paixão
    2021-10-18 14:53:49 -0200 Thumb picture

    1° Gameplay de uma dungeon inteira =)

    Seguindo ainda nos vídeos de Tales of Arise, o que digasse de passagem, para mim é estranho ver, porque no momento estou em uma parte de... "máscaras caindo e resgate", então ver esses videos do inicio fica meio engraçado até.

    Estou amando o jogo (não terminei ainda, faculdade ta dificultando) mas olha, pro Top 10 desse ano, ele e Returnal vão brigar bonito pelo meu 1° lugar =)

    Tales of Arise

    Platform: Playstation 5
    16 Players
    21 Check-ins

    15

Load more updates

Keep reading &rarr; Collapse &larr;
Loading...