• anduzerandu Anderson Alves
    2022-12-10 18:56:14 -0200 Thumb picture

    Registro de finalizações: Hohokum

    Zerado dia 10/12/22

    Eu não me lembro o porquê de eu ter começado esse jogo (na verdade, por algum motivo, eu estava bem curioso em jogá-lo), mas eu finalmente o terminei. É engraçado como temos fases boas e ruins com jogos. Quando desbloqueei meu Switch eu criei um objetivo de focar em experiências menos duvidosas, principalmente depois de tanto jogar coisas baratas e desconhecidas.

    De repente eu estou com diversos títulos na fila: Picross, Luxor, Zuma, Hohokum. Deu até uma preguicinha de jogar e fui arrastando cada um deles. O que aconteceu com os Zeldas e Metroids da vida? Aliás, porque deixar o Switch de lado agora e ir pro 3DS e Vita?

    Eu acho que a curiosidade por Hohokum veio ao fazer pesquisas sobre a Annapurna há alguns meses atrás. Vi o nome, vi que era de Vita e pareceu legal. Na verdade parece bem coisa da Playstation mesmo.

    O pior de tudo é que coloquei na cabeça que Hohokum se tratava de um jogo do criador de Katamari. Viajei nessa!

    Começando o jogo, bem, é tudo bem psicodélico. Não tem explicação para nada ou sequer texto para te contextualizar na coisa toda.

    Você controla uma... Serpente, ou pipa, ou seria um espermatozoide com uma calda bem longa? Eu não sei dizer. Basicamente você se move por aí com o analógico, pode se mover mais rápido ao manter o X pressionado ou ir mais lento segurando O.

    Inicialmente a sensação é de que seria algo como o clássico Snake que a gente jogava nos celulares antigos mas com um "twist" com uma mensagem e tal, mas na verdade tá mais para esses jogos como flOw. Uma viagem.

    O que você faz? Bem, depende.

    A verdade é que o jogo tem um hub principal com portais que te levam para outros cenários que por sua vez tem mais portais para avançar ou voltar para as demais áreas.

    Você "voa" por aí, tem coisas que você pode interagir como quando você toca em algumas flores e outras coisas bizarras e algo acontece. Há mapas com pessoas que montam em você, coisas que são descobertas ou desbloqueadas nos cenários ao serem tocadas, as vezes em uma ordem correta. Sei lá, explore e veja aí no que dá.

    Eu realmente boiei um bocado no jogo na primeira hora ou mais das 3h30min que joguei (pareceram bem mais).

    Afinal, qual é o meu objetivo nessa lombra?

    Quando iniciei o jogo, achei mesmo que ele seria um escape para os demais que eu estava jogando, mas infelizmente ele acabou sendo tão monótono quanto eles. Cara, isso afeta o gosto por video games de um adulto!

    Sério, eu estava arrependido de o ter começado e perdi a paciência rápido. E quanto mais eu jogava, menos eu gostava. Estava pronto para fuzilar o jogo no review.

    De volta a jogatina, eu estava meio preso a ela já que tive que sair de casa do final da tarde para frente e só tinha o PS Vita para me consolar. O que eu fazia? Bem, eu voava pelos cenários um pouco, entrava no portal para a próxima área, as vezes voltava em lugares anteriores que tinham bifurcações na jornada e ia por um caminho diferente.

    Imaginei que fosse algo meio que para contemplar, experimentar e interagir sem sem preocupar muito e que uma hora eu alcançaria uma área final e o jogo terminaria.

    Só que não! Foram vindo mais e mais áreas e algumas inclusive me levavam de volta ao hub principal. Ô preguiça! Acabei dando uma pesquisada na internet para descobrir quais eram meus objetivos nesse jogo que supostamente duraria apenas 4 horas.

    A verdade é que quase todas as áreas tem um amiguinho como você a ser resgatado e você deve interagir com as coisas, encontrar um contexto e resolver o "puzzle" que tudo aquilo representa. Eu tinha salvado um já meio sem querer, mas agora sabia que deveria voltar e explorar tudo certinho.

    Muitas vezes com pouca interação você saca o que deve ser feito e só tem que repetir por um tempo, como numa tela em que você deve encontrar pessoas pelo cenário e as levar até uns trecos que parecem pinhas que também estão meio escondidas e por fim as levar até o topo das montanhas. Depois de fazer isso com umas 10 vezes o seu amiguinho aparece.

    Muitos cenários tem até umas diquinhas visuais e você só tem que descobrir como fazer aquilo, o que geralmente é simples ou pouca experimentação resolve. Outros são bem óbvios e em um minuto você já resolveu tudo. Porém há também alguns que não fazem muito sentido ou que se arrastam para caramba.

    Um dos mais sacanas e que só resolvi graças à internet foi uma tela com vários potes que eram derrubados e quebrados conforme você voava sobre eles mas depois de quebrar todos, nada acontecia. Cheguei a voltar lá depois e o mesmo aconteceu mas o que eu não percebi é que eles tinham ficado um pouco maiores.

    Em resumo, eu tinha que quebrar os potes, deixar a área, voltar, quebrar os maiores e de novo e de novo até finalmente terminar. Nenhuma outra parte do jogo requeria que você saísse e voltasse para avançar!

    Há também telas que não tem nada e só estão lá pelos visuais ou são como corredores de transição entre uma cena ou outra. Eu sempre ficava confuso se ali havia algo a ser feito ou podia ignorar e passar direto mesmo.

    Outro casos acana são algumas áreas gigantescas e difíceis de navegar em que só uma pequena parte, fácil de passar despercebida depois de tanto rolar a tela, é fundamental.

    De volta ao hub, portais aparecem e te levam direto às áreas visitadas e fica mais fácil voltar lá, mas isso ajuda pouco na confusão e navegação.

    Primeiro que os grandes portais ficam com as cobrinhas resgatadas neles girando aos seus redores, o que indicaria quais foram feitas ou não, mas só de passar um pouco perto as cobras se juntam a você para voar e logo se torna uma bagunça cheio de cobrinhas e você não sabe de onde veio qual e quais portais já foram terminados. Além disso só aparecem portais de áreas já visitadas e não há um mapa indicando lugares que ainda não foram acessados ou com bifurcações ou qual área dá em qual.

    Depois de pegar o jeito da coisa toda, eu comecei a apreciar mais Hohokum, mas ainda haviam muitas dúvidas, como: quantos amigos eu ainda preciso resgatar? O jogo vai me avisar quando eu terminar? O que fazer depois, o que acontece? Onde ir para encontrar mais cenários não visitados? É muita informação nas grandes telas e tudo é muito fácil de passar despercebido, inclusive os portais que são bolinhas em tonalidade levemente diferente do background que você deve voar por elas para abrir a passagem.

    Mas pelo menos tem uns visuais divertidinhos. Na verdade, o jogo é coloridinho e bem animado e até parece bem coisa de japonês ou lá dos lados do Katamari, sem dúvidas. Tem um carisma.

    E essas telas que aparecem quando resgatamos os amigos (3 imagens acima) são muito belas, coloridas e resumem bem como os eu amigo foi parar naquela situação. Mas é bem mais interessante na tela no Vita e bem animadinho.

    Resumindo: Hohokum talvez seja um jogo desconhecido para você e faz todo o sentido pois é bem óbvia a sua forma experimentalista e por ser algo mais de nicho. Um daqueles jogos mais focados em conceito do que gameplay, como muitos indies são. Não é necessariamente um jogo super divertido ou prazeroso e dá para entender que sua popularidade não seja das maiores. Eu acho que a experiência merecia algumas leves mudanças para melhor entendimento de contexto e progresso.

    De bom: bons visuais e boa trilha sonora. Jogabilidade simples. Belas animações. Tem umas fases diferentes e legais aqui e ali.

    De ruim: muito confuso em navegação e objetivo. Tudo extremamente vago. Gameplay simples demais e pouco diversificado. Nada recompensador fora as mini histórias contadas ao resgatar os amigos.

    No geral, não é a pior experiência do mundo, mas as chance de não ser algo para você são muito grandes. Sei que não é exatamente algo do meu gosto. Sinceramente, não recomendo o jogo. Totalmente passável.

    Hohokum

    Platform: Playstation Vita
    41 Players
    3 Check-ins

    12
  • renegadoomgames RenegaDoom Games
    2022-04-20 13:16:57 -0300 Thumb picture

    Quatro anos de God of War

    Há exatos quatro anos, era lançado o game que redefiniu a franquia God of War. Quais são as suas lembranças desse game? Bora relembrar o gameplay deste incrível game!

    God of War

    Platform: Playstation 4
    1738 Players
    575 Check-ins

    1
  • andre_andricopoulos André Zanetti Andricopoulos
    2021-03-24 17:27:47 -0300 Thumb picture

    BOY! 👨‍👦

    As Valquírias são as guerreiras femininas responsáveis por levar os guerreiros a Valhalla após as suas mortes no reino mortal.

    Na mitologia nórdica, são dísir, deidades femininas menores que serviam Odin sob as ordens de Freia.

    Não é fácil eliminá-las, mas com persistência consegue! 

    Câmara Oculta de Odin, lar de outra VALQUÍRIA.

    Se um guerreiro recusar o chamado da Valquíria e a atacar, ele será queimado pela intensidade da luta e será condenado a vagar eternamente pelo reino mortal, sendo conhecido como Draugr.

    Mais uma conquista (após muito stress também, claro).

    Quando uma criança faz pirraça no mercado...

    A cara do pai morrendo de vergonha, incrédulo com a pirraça da criança...😬

    Essa imagem é tão linda que parece um quadro🖼️

    TROFÉU CONQUISTADO 🏆: "Olá, velhas amigas"

    Nunca gostei do estilo HACK N SLASH, logo os clássicos GOD OF WAR nunca me atraíram (mas entendo sua importância e relevância para o gênero).

    No PlayStation 4 simplesmente me apaixonei com esse novo GOW (nórdico) com foco na trama e combates interessantes que fogem da regra chata do gênero referente o "esmagar de botões": há exploração, uma incrível narrativa, puzzles e muitos colecionáveis. Já mencionei a dublagem (inglês e português)?. Fenomenal 👌🏻

    Os gráficos encantam, assim como a jogabilidade suave e os efeitos sonoro. Mas o que mais me encantou mesmo foi a carga emocional de toda a narrativa com memoráveis personagens. Incrível mesmo 👌🏻👍🏻

    God of War

    Platform: Playstation 4
    1738 Players
    575 Check-ins

    32
    • Micro picture
      thecriticgames · almost 2 years ago · 2 pontos

      Só de ler ja deu vontade de rejogar, mó saudades

      1 reply
    • Micro picture
      juninhonash · almost 2 years ago · 2 pontos

      Esse novo não chega a ser um hack'n'slash convencional, ta mais pra um hack cinematográfico literalmente. Não questionando a qualidade. E sim falando do gênero em si.

      3 replies
    • Micro picture
      supermarkosbros · almost 2 years ago · 2 pontos

      Teve um doido que matou ela (A Rainha) no soco.

      1 reply
  • andre_andricopoulos André Zanetti Andricopoulos
    2021-03-05 10:30:33 -0300 Thumb picture

    BOY! 👨‍👦

    A dupla segue cheia de energia...

    O foda é que o muleke tá pilhado querendo mais...

    Pelo Desfiladeiro de Landsuther fui procurar mais "ação"!

    Não demorou muito pra encontrar...

    Bora "raspelar" os espólios da vitória...

    "O Brok me contou que a alma de Andvari está presa no Anel. Ele queria derretê-lo mas convenci o papai a mantê-lo. Agora ele é parte do grupo. Deve ser difícil ficar preso numa jóia..."

    Pelo Canal do Construtor (achei obsceno 😏) chegamos numa nova área...

    Nunca gostei do estilo HACK N SLASH, logo os clássicos GOD OF WAR nunca me atraíram (mas entendo sua importância e relevância para o gênero).

    No PlayStation 4 simplesmente me apaixonei com esse novo GOW (nórdico) com foco na trama e combates interessantes que fogem da regra chata do gênero referente o "esmagar de botões": há exploração, uma incrível narrativa, puzzles e muitos colecionáveis. Já mencionei a dublagem (inglês e português)?. Fenomenal 👌🏻

    Os gráficos encantam, assim como a jogabilidade suave e os efeitos sonoro. Mas o que mais me encantou mesmo foi a carga emocional de toda a narrativa com memoráveis personagens. Incrível mesmo 👌🏻👍🏻

    God of War

    Platform: Playstation 4
    1738 Players
    575 Check-ins

    24
  • andre_andricopoulos André Zanetti Andricopoulos
    2021-02-21 10:44:38 -0300 Thumb picture

    BOY! 👨‍👦

    "A Serpente do Mundo se estende por todas as águas de Midgard. É o único ser grande o suficiente pra derrotar Thor? Ainda não acredito que a conhecemos... Fico pensando se consigo aprender a língua da serpente."

    Bora ver esse tal de Conselho das Valquírias...

    Provavelmente se matar todas algo muito especial aqui vai aparecer...

    Local Descoberto: PORTO DOS ELFOS LUMINOSOS

    "Vem garoto, bora relaxar no clássico passeio de barco".

    Nunca gostei do estilo HACK N SLASH, logo os clássicos GOD OF WAR nunca me atraíram (mas entendo sua importância e relevância para o gênero).

    No PlayStation 4 simplesmente me apaixonei com esse novo GOW (nórdico) com foco na trama e combates interessantes que fogem da regra chata do gênero referente o "esmagar de botões": há exploração, uma incrível narrativa, puzzles e muitos colecionáveis. Já mencionei a dublagem (inglês e português)?. Fenomenal 👌🏻

    Os gráficos encantam, assim como a jogabilidade suave e os efeitos sonoro. Mas o que mais me encantou mesmo foi a carga emocional de toda a narrativa com memoráveis personagens. Incrível mesmo 👌🏻👍🏻

    God of War

    Platform: Playstation 4
    1738 Players
    575 Check-ins

    22
  • andre_andricopoulos André Zanetti Andricopoulos
    2020-10-24 01:48:14 -0200 Thumb picture

    BOY! 👨‍👦

    Dando uma conferida nas opções da LOJA DO BROK.

    Mas sinceramente? Não dá pra tampar o peitinho...prefiro assim "ao natural" 😎

    Seguindo...

    Brenna Daudi: "Esse é o segundo Troll que vimos até agora. Nem imaginávamos que vivessem tão perto da nossa casa. Nunca nos incomodaram antes...mas acho que também não os incomodávamos."😬

    "A mamãe dizia pra eu fugir se encontrasse um Troll. Acho que ela nunca falou isso pro papai..."

    Tá divertido (e útil) utilizar o machado

    TROFÉU CONQUISTADO 🏆: ENCANTADO (quando tú associa um encantamento a armadura)

    Boy?

    Boy?

    Boooooy!

    Nunca gostei do estilo HACK N SLASH, logo os clássicos GOD OF WAR nunca me atraíram (mas entendo sua importância e relevância para o gênero).

    No PlayStation 4 simplesmente me apaixonei com esse novo GOW (nórdico) com foco na trama e combates interessantes que fogem da regra chata do gênero referente o "esmagar de botões": há exploração, uma incrível narrativa, puzzles e muitos colecionáveis. Já falei da dublagem (inglês e português)?. 

    Os gráficos encantam, assim como a jogabilidade suave e os efeitos sonoro. Mas o que mais me encantou mesmo foi a carga emocional de toda a narrativa com memoráveis personagens. Incrível mesmo 👌🏻👍🏻

    God of War

    Platform: Playstation 4
    1738 Players
    575 Check-ins

    26
  • andre_andricopoulos André Zanetti Andricopoulos
    2020-10-18 01:32:06 -0200 Thumb picture

    BOY! 👨‍👦

    Delícia de "peitola" 😘

    Atreus sempre ajudando em combate. Um dos melhores "side kicks" da história dos videogames...

    É um barato enfrentar um inimigo com as flechas do Atreus fincada...

    Nunca duvide da força de um ...

    ...pai revoltado...😠

    O moleque ainda tem muito a aprender... "Vem com o papai" 

    " Conhecemos esse anão a caminho da montanha. Seu nome é Brok. Ele é um ferreiro bem famoso, pelo jeito fez o famoso Machado Leviatã. E depois ainda o aprimorou pro papai. .."

    "...É meio grosseiro e ranzinza, mas até que eu gosto dele. Tomara que a gente o encontre de novo."

    Nunca gostei do estilo HACK N SLASH, logo os clássicos GOD OF WAR nunca me atraíram (mas entendo sua importância e relevância para o gênero).

    No PlayStation 4 simplesmente me apaixonei com esse novo GOW (nórdico) com foco na trama e combates interessantes que fogem da regra chata do gênero referente o "esmagar de botões": há exploração, uma incrível narrativa, puzzles e muitos colecionáveis. Já falei da dublagem (inglês e português)?. 

    Os gráficos encantam, assim como a jogabilidade suave e os efeitos sonoro. Mas o que mais me encantou mesmo foi a carga emocional de toda a narrativa com memoráveis personagens. Incrível mesmo 👌🏻👍🏻

    God of War

    Platform: Playstation 4
    1738 Players
    575 Check-ins

    24
  • andre_andricopoulos André Zanetti Andricopoulos
    2020-10-12 00:28:43 -0300 Thumb picture

    BOY! 👨‍👦

    O jogo segue muito bonito...😘

    Aquele momento em que mexeram com o filho da pessoa errada...

    (modo) Ira de Kratos...

    DRAUGR PESADO - "Esses Draugr parecem maiores do que os primeiros. Eles carregam armas mais pesadas e perigosas. Isso os deixa mais lentos, mas eles são BEM mais fortes do que os comuns" 

    Lar da Regressada...

    Regressada Tóxica - "Certa vez, a mamãe me disse que as bruxas trocavam pequenas partes de sua alma por uma magia Seior mais poderosa. Elas acabam perdendo toda a sua humanidade e viram Regressadas. 

    Elas conseguem desaparecer num piscar de olhos. Esse tipo de Regressada pode espalhar veneno pela respiração e toque."

    Daddy lindo demais 😘

    Bem divertido utilizar o machado pra abrir esses baús especiais...

    Nunca gostei do estilo HACK N SLASH, logo os clássicos GOD OF WAR nunca me atraíram (mas entendo sua importância e relevância para o gênero).

    No PlayStation 4 simplesmente me apaixonei com esse novo GOW (nórdico) com foco na trama e combates interessantes que fogem da regra chata do gênero referente o "esmagar de botões": há exploração, uma incrível narrativa, puzzles e muitos colecionáveis. Já falei da dublagem (inglês e português)?. 

    Os gráficos encantam, assim como a jogabilidade suave e os efeitos sonoro. Mas o que mais me encantou mesmo foi a carga emocional de toda a narrativa com memoráveis personagens. Incrível mesmo 👌🏻👍🏻

    God of War

    Platform: Playstation 4
    1738 Players
    575 Check-ins

    36
  • andre_andricopoulos André Zanetti Andricopoulos
    2019-08-28 15:14:36 -0300 Thumb picture

    Contos da Titia Edith 🧚🧝👩‍🎤 (SHARE)

    "Há 500 anos que os FINCH são famosos em toda Noruega por sua fortuna...e infortúnios!"

    Um barato "encarnar" uma coruja...

    ...mas por que não um tubarão?

    E esse bicho imenso e rastejante ao estilo "THE DARKNESS"?

    Essa casa...esses segredos... sua família...🤫

    O que dizer do homem toupeira que vivia sob a casa dos FINCH? 😱

    A casa tem seus segredos obscuros...mas também uma bela vista! Dizem que todos os FINCH que já viveram na casa, encontram-se enterrados na biblioteca...🤨

    Seguindo com a trama e montando aos poucos a cronologia (árvore genealógica) dos FINCH.🌳🌿

    Credo...as pessoas dessa família"partem" muito cedo (morrem jovens demais 🧐)

    "Vai Calvin, conte nos sua trágica história..." 

    (1950-1961😭)

    Um interessante e curto game 1st person com uma experiência visual incrível. Vale a pena conferir...

    What Remains of Edith Finch

    Platform: Playstation 4
    168 Players
    34 Check-ins

    33
    • Micro picture
      ralfrisi · over 3 years ago · 2 pontos

      Esse jogo é uma obra de arte!!!!!

      2 replies
    • Micro picture
      gennosuke6 · over 3 years ago · 2 pontos

      Eu não conheço esse jogo direito, mas gosto de uma banda chamada Finch. o_O (comentário nada a ver) hauhauhauhauha.

      6 replies
    • Micro picture
      lipherusyt · over 3 years ago · 2 pontos

      Imaginava que uma hora você ia descobrir esse joguinho. Ainda não joguei mas pretendo fazê-lo algum dia. Boa experiência André! <3

      1 reply
  • andre_andricopoulos André Zanetti Andricopoulos
    2019-08-24 14:22:31 -0300 Thumb picture

    Contos da Titia Edith 🧚🧝👩‍🎤 (SHARE)

    Bora ver "qual é" dos contos de Edith Finch...

    "Morei aqui até os onze, mas não podia entrar na metade dos cômodos."...

    "Eu não tinha voltado desde o funeral do meu irmão Lewis"...

    "A casa estava exatamente do jeito que eu lembrava. Do jeito que sonhava com ela..."

    Adoro games que começam (ou se estendem) repleto de mistério e um "background" forte como esse...

    Continua ae "Tia Edith": "No testamento, minha mãe deixou uma chave para mim, mas não me disse para quê serve..."

    "Sempre que as pessoas perguntavam sobre a minha família, elas sempre queriam saber primeiro sobre a Bárbara."

    Mas não vamos para essa história agora...

    Que tal começar pela Molly? Foi um dos contos que mais curti...

    "E de repente eu era uma coruja..."🦉

    Um interessante e curto game 1st person com uma experiência visual incrível. Vale a pena conferir...

    What Remains of Edith Finch

    Platform: Playstation 4
    168 Players
    34 Check-ins

    29

Load more updates

Keep reading &rarr; Collapse &larr;
Loading...