• andre_andricopoulos André Zanetti Andricopoulos
    2021-03-24 17:27:47 -0300 Thumb picture

    BOY! 👨‍👦

    As Valquírias são as guerreiras femininas responsáveis por levar os guerreiros a Valhalla após as suas mortes no reino mortal.

    Na mitologia nórdica, são dísir, deidades femininas menores que serviam Odin sob as ordens de Freia.

    Não é fácil eliminá-las, mas com persistência consegue! 

    Câmara Oculta de Odin, lar de outra VALQUÍRIA.

    Se um guerreiro recusar o chamado da Valquíria e a atacar, ele será queimado pela intensidade da luta e será condenado a vagar eternamente pelo reino mortal, sendo conhecido como Draugr.

    Mais uma conquista (após muito stress também, claro).

    Quando uma criança faz pirraça no mercado...

    A cara do pai morrendo de vergonha, incrédulo com a pirraça da criança...😬

    Essa imagem é tão linda que parece um quadro🖼️

    TROFÉU CONQUISTADO 🏆: "Olá, velhas amigas"

    Nunca gostei do estilo HACK N SLASH, logo os clássicos GOD OF WAR nunca me atraíram (mas entendo sua importância e relevância para o gênero).

    No PlayStation 4 simplesmente me apaixonei com esse novo GOW (nórdico) com foco na trama e combates interessantes que fogem da regra chata do gênero referente o "esmagar de botões": há exploração, uma incrível narrativa, puzzles e muitos colecionáveis. Já mencionei a dublagem (inglês e português)?. Fenomenal 👌🏻

    Os gráficos encantam, assim como a jogabilidade suave e os efeitos sonoro. Mas o que mais me encantou mesmo foi a carga emocional de toda a narrativa com memoráveis personagens. Incrível mesmo 👌🏻👍🏻

    God of War

    Platform: Playstation 4
    1550 Players
    543 Check-ins

    32
    • Micro picture
      thecriticgames · 4 months ago · 2 pontos

      Só de ler ja deu vontade de rejogar, mó saudades

      1 reply
    • Micro picture
      juninhonash · 4 months ago · 2 pontos

      Esse novo não chega a ser um hack'n'slash convencional, ta mais pra um hack cinematográfico literalmente. Não questionando a qualidade. E sim falando do gênero em si.

      3 replies
    • Micro picture
      supermarkosbros · 4 months ago · 2 pontos

      Teve um doido que matou ela (A Rainha) no soco.

      1 reply
  • andre_andricopoulos André Zanetti Andricopoulos
    2021-03-05 10:30:33 -0300 Thumb picture

    BOY! 👨‍👦

    A dupla segue cheia de energia...

    O foda é que o muleke tá pilhado querendo mais...

    Pelo Desfiladeiro de Landsuther fui procurar mais "ação"!

    Não demorou muito pra encontrar...

    Bora "raspelar" os espólios da vitória...

    "O Brok me contou que a alma de Andvari está presa no Anel. Ele queria derretê-lo mas convenci o papai a mantê-lo. Agora ele é parte do grupo. Deve ser difícil ficar preso numa jóia..."

    Pelo Canal do Construtor (achei obsceno 😏) chegamos numa nova área...

    Nunca gostei do estilo HACK N SLASH, logo os clássicos GOD OF WAR nunca me atraíram (mas entendo sua importância e relevância para o gênero).

    No PlayStation 4 simplesmente me apaixonei com esse novo GOW (nórdico) com foco na trama e combates interessantes que fogem da regra chata do gênero referente o "esmagar de botões": há exploração, uma incrível narrativa, puzzles e muitos colecionáveis. Já mencionei a dublagem (inglês e português)?. Fenomenal 👌🏻

    Os gráficos encantam, assim como a jogabilidade suave e os efeitos sonoro. Mas o que mais me encantou mesmo foi a carga emocional de toda a narrativa com memoráveis personagens. Incrível mesmo 👌🏻👍🏻

    God of War

    Platform: Playstation 4
    1550 Players
    543 Check-ins

    24
  • andre_andricopoulos André Zanetti Andricopoulos
    2021-02-21 10:44:38 -0300 Thumb picture

    BOY! 👨‍👦

    "A Serpente do Mundo se estende por todas as águas de Midgard. É o único ser grande o suficiente pra derrotar Thor? Ainda não acredito que a conhecemos... Fico pensando se consigo aprender a língua da serpente."

    Bora ver esse tal de Conselho das Valquírias...

    Provavelmente se matar todas algo muito especial aqui vai aparecer...

    Local Descoberto: PORTO DOS ELFOS LUMINOSOS

    "Vem garoto, bora relaxar no clássico passeio de barco".

    Nunca gostei do estilo HACK N SLASH, logo os clássicos GOD OF WAR nunca me atraíram (mas entendo sua importância e relevância para o gênero).

    No PlayStation 4 simplesmente me apaixonei com esse novo GOW (nórdico) com foco na trama e combates interessantes que fogem da regra chata do gênero referente o "esmagar de botões": há exploração, uma incrível narrativa, puzzles e muitos colecionáveis. Já mencionei a dublagem (inglês e português)?. Fenomenal 👌🏻

    Os gráficos encantam, assim como a jogabilidade suave e os efeitos sonoro. Mas o que mais me encantou mesmo foi a carga emocional de toda a narrativa com memoráveis personagens. Incrível mesmo 👌🏻👍🏻

    God of War

    Platform: Playstation 4
    1550 Players
    543 Check-ins

    22
  • andre_andricopoulos André Zanetti Andricopoulos
    2020-10-24 01:48:14 -0200 Thumb picture

    BOY! 👨‍👦

    Dando uma conferida nas opções da LOJA DO BROK.

    Mas sinceramente? Não dá pra tampar o peitinho...prefiro assim "ao natural" 😎

    Seguindo...

    Brenna Daudi: "Esse é o segundo Troll que vimos até agora. Nem imaginávamos que vivessem tão perto da nossa casa. Nunca nos incomodaram antes...mas acho que também não os incomodávamos."😬

    "A mamãe dizia pra eu fugir se encontrasse um Troll. Acho que ela nunca falou isso pro papai..."

    Tá divertido (e útil) utilizar o machado

    TROFÉU CONQUISTADO 🏆: ENCANTADO (quando tú associa um encantamento a armadura)

    Boy?

    Boy?

    Boooooy!

    Nunca gostei do estilo HACK N SLASH, logo os clássicos GOD OF WAR nunca me atraíram (mas entendo sua importância e relevância para o gênero).

    No PlayStation 4 simplesmente me apaixonei com esse novo GOW (nórdico) com foco na trama e combates interessantes que fogem da regra chata do gênero referente o "esmagar de botões": há exploração, uma incrível narrativa, puzzles e muitos colecionáveis. Já falei da dublagem (inglês e português)?. 

    Os gráficos encantam, assim como a jogabilidade suave e os efeitos sonoro. Mas o que mais me encantou mesmo foi a carga emocional de toda a narrativa com memoráveis personagens. Incrível mesmo 👌🏻👍🏻

    God of War

    Platform: Playstation 4
    1550 Players
    543 Check-ins

    26
  • andre_andricopoulos André Zanetti Andricopoulos
    2020-10-18 01:32:06 -0200 Thumb picture

    BOY! 👨‍👦

    Delícia de "peitola" 😘

    Atreus sempre ajudando em combate. Um dos melhores "side kicks" da história dos videogames...

    É um barato enfrentar um inimigo com as flechas do Atreus fincada...

    Nunca duvide da força de um ...

    ...pai revoltado...😠

    O moleque ainda tem muito a aprender... "Vem com o papai" 

    " Conhecemos esse anão a caminho da montanha. Seu nome é Brok. Ele é um ferreiro bem famoso, pelo jeito fez o famoso Machado Leviatã. E depois ainda o aprimorou pro papai. .."

    "...É meio grosseiro e ranzinza, mas até que eu gosto dele. Tomara que a gente o encontre de novo."

    Nunca gostei do estilo HACK N SLASH, logo os clássicos GOD OF WAR nunca me atraíram (mas entendo sua importância e relevância para o gênero).

    No PlayStation 4 simplesmente me apaixonei com esse novo GOW (nórdico) com foco na trama e combates interessantes que fogem da regra chata do gênero referente o "esmagar de botões": há exploração, uma incrível narrativa, puzzles e muitos colecionáveis. Já falei da dublagem (inglês e português)?. 

    Os gráficos encantam, assim como a jogabilidade suave e os efeitos sonoro. Mas o que mais me encantou mesmo foi a carga emocional de toda a narrativa com memoráveis personagens. Incrível mesmo 👌🏻👍🏻

    God of War

    Platform: Playstation 4
    1550 Players
    543 Check-ins

    24
  • andre_andricopoulos André Zanetti Andricopoulos
    2020-10-12 00:28:43 -0300 Thumb picture

    BOY! 👨‍👦

    O jogo segue muito bonito...😘

    Aquele momento em que mexeram com o filho da pessoa errada...

    (modo) Ira de Kratos...

    DRAUGR PESADO - "Esses Draugr parecem maiores do que os primeiros. Eles carregam armas mais pesadas e perigosas. Isso os deixa mais lentos, mas eles são BEM mais fortes do que os comuns" 

    Lar da Regressada...

    Regressada Tóxica - "Certa vez, a mamãe me disse que as bruxas trocavam pequenas partes de sua alma por uma magia Seior mais poderosa. Elas acabam perdendo toda a sua humanidade e viram Regressadas. 

    Elas conseguem desaparecer num piscar de olhos. Esse tipo de Regressada pode espalhar veneno pela respiração e toque."

    Daddy lindo demais 😘

    Bem divertido utilizar o machado pra abrir esses baús especiais...

    Nunca gostei do estilo HACK N SLASH, logo os clássicos GOD OF WAR nunca me atraíram (mas entendo sua importância e relevância para o gênero).

    No PlayStation 4 simplesmente me apaixonei com esse novo GOW (nórdico) com foco na trama e combates interessantes que fogem da regra chata do gênero referente o "esmagar de botões": há exploração, uma incrível narrativa, puzzles e muitos colecionáveis. Já falei da dublagem (inglês e português)?. 

    Os gráficos encantam, assim como a jogabilidade suave e os efeitos sonoro. Mas o que mais me encantou mesmo foi a carga emocional de toda a narrativa com memoráveis personagens. Incrível mesmo 👌🏻👍🏻

    God of War

    Platform: Playstation 4
    1550 Players
    543 Check-ins

    36
  • andre_andricopoulos André Zanetti Andricopoulos
    2019-08-28 15:14:36 -0300 Thumb picture

    Contos da Titia Edith 🧚🧝👩‍🎤 (SHARE)

    "Há 500 anos que os FINCH são famosos em toda Noruega por sua fortuna...e infortúnios!"

    Um barato "encarnar" uma coruja...

    ...mas por que não um tubarão?

    E esse bicho imenso e rastejante ao estilo "THE DARKNESS"?

    Essa casa...esses segredos... sua família...🤫

    O que dizer do homem toupeira que vivia sob a casa dos FINCH? 😱

    A casa tem seus segredos obscuros...mas também uma bela vista! Dizem que todos os FINCH que já viveram na casa, encontram-se enterrados na biblioteca...🤨

    Seguindo com a trama e montando aos poucos a cronologia (árvore genealógica) dos FINCH.🌳🌿

    Credo...as pessoas dessa família"partem" muito cedo (morrem jovens demais 🧐)

    "Vai Calvin, conte nos sua trágica história..." 

    (1950-1961😭)

    Um interessante e curto game 1st person com uma experiência visual incrível. Vale a pena conferir...

    What Remains of Edith Finch

    Platform: Playstation 4
    147 Players
    29 Check-ins

    33
    • Micro picture
      ralfrisi · almost 2 years ago · 2 pontos

      Esse jogo é uma obra de arte!!!!!

      2 replies
    • Micro picture
      gennosuke6 · almost 2 years ago · 2 pontos

      Eu não conheço esse jogo direito, mas gosto de uma banda chamada Finch. o_O (comentário nada a ver) hauhauhauhauha.

      6 replies
    • Micro picture
      lipherusyt · almost 2 years ago · 2 pontos

      Imaginava que uma hora você ia descobrir esse joguinho. Ainda não joguei mas pretendo fazê-lo algum dia. Boa experiência André! <3

      1 reply
  • andre_andricopoulos André Zanetti Andricopoulos
    2019-08-24 14:22:31 -0300 Thumb picture

    Contos da Titia Edith 🧚🧝👩‍🎤 (SHARE)

    Bora ver "qual é" dos contos de Edith Finch...

    "Morei aqui até os onze, mas não podia entrar na metade dos cômodos."...

    "Eu não tinha voltado desde o funeral do meu irmão Lewis"...

    "A casa estava exatamente do jeito que eu lembrava. Do jeito que sonhava com ela..."

    Adoro games que começam (ou se estendem) repleto de mistério e um "background" forte como esse...

    Continua ae "Tia Edith": "No testamento, minha mãe deixou uma chave para mim, mas não me disse para quê serve..."

    "Sempre que as pessoas perguntavam sobre a minha família, elas sempre queriam saber primeiro sobre a Bárbara."

    Mas não vamos para essa história agora...

    Que tal começar pela Molly? Foi um dos contos que mais curti...

    "E de repente eu era uma coruja..."🦉

    Um interessante e curto game 1st person com uma experiência visual incrível. Vale a pena conferir...

    What Remains of Edith Finch

    Platform: Playstation 4
    147 Players
    29 Check-ins

    29
  • anduzerandu Anderson Alves
    2018-12-29 18:26:41 -0200 Thumb picture

    Registro de finalizações: God of War

    Zerado dia 29/12/18

    Primeiramente tenho que dizer que esse é o meu jogo zerado de número 1000 no Alvanista (embora eu só poste aqui há uns 4 anos e tudo o que veio antes, não ganhou texto haha)! Por outro lado, cerca de 30 desses jogos incluem remakes, títulos duplicados (zerados em mais de uma plataforma) e coisas do tipo, então quando eu realmente finalizar o milésimo jogo direitinho, aí sim eu vou comemorar e fazer um bocado de posts diferenciados. Então vamos ao post:

    Aaah, God of War. Quem lembra da época dessa série no PS2? Foi uma época que eu larguei um pouco os consoles de mesa e jogava bem casualmente os poucos jogos que já tinha cansado de zerar no meu GBA. Foi uma fase da minha vida que ninguém ao meu redor parecia mais ligar pra Nintendo e o povo só queria saber de Wining Eleven, Call of Duty e um bocado de jogos que me pareciam genéricos e sem apelo.

    Lembro que um amigo tinha o caríssimo Playstation 2 e trazia aqui pra casa pra gente jogar os Guitar Hero da vida e foi aí que conheci de perto o famoso Deus da Guerra. Mas que violento esse Kratos! Curti! Haha!

    Eras depois, com meu primeiro PSP, joguei os títulos portáteis e comecei a ir atrás, em seguida, de jogos e séries que eu gostaria de conhecer. A ideia terminou recentemente, jogando um jogo da série a cada um ou dois anos, passando pelo esquisito 1, o amado 2, o fodástico (e HD) 3 e o terrível Ascension. A série é legal e eu sempre recomendei aos amigos do PS3 e PS4 que jogassem o 3, mas quando começou o marketing desse novo GOW, eu fiquei sem saber o que achar. Virou Tomb Raider?

    Ganhei o jogo de aniversário em Abril enquanto todos estavam adorando a experiência, mas eu esperei a hora certa pra jogar e inclusive cheguei a emprestar o jogo nesse tempo. Ficou com um cara, amigo de um amigo, que mal conheço um tempão e quando GOW ganhou o GOTY 2018, eu tive que pedir de volta.

    GOTY 2018? Melhor que Red Dead Redemption 2 e tantas outras coisas? É sério isso? God of War? WTF? Eu não poderia terminar o ano sem jogar isso, ainda mais tendo ele.

    Começando a jogatina, é inegável a beleza de GOW e tudo o que os trailers mostravam estavam ali, pro meu desgosto. Batalhas com um machado, cenas super dramáticas, gameplay mais lento e uma sensação de estar jogando algo completamente diferente. Kratos passa o tempo todo dando lição de moral, ensinando a caçar e sendo chato com seu filho, Atreus. Quem é esse personagem sério e sábio? Não demorou muito pra eu começar a odiar o Fantasma de Esparta nesse jogo.

    Mas, amigos, mal sabia eu que tudo que eu conhecia e imaginava sobre o jogo e esse início eram completamente distorcidos. 

    Tudo que a internet sempre me mostrou sobre GOW é apenas, no máximo, a primeira hora e o jogo logo engata de uma forma muito interessante, com um desenvolvimento de personagens muito bacana, combata rápido, estratégico e difícil, skills, equipamento, grande diversidade de inimigos e um mapa de tirar o fôlego. A mitologia nórdica foi muito além do que a grega fez em 6 jogos!

    O princípio da aventura é chegar à um lugar enquanto Kratos lida com as dificuldades de lidar com uma criança e o ensinar a sobreviver enquanto Odin e demais deuses tentam o impedir por algum motivo, que só começa a ficar claro lá pro último terço do jogo. Assim como no primeiro jogo do PS2, GOW foca em rival ao invés de deixar o nosso herói acabar com a mitologia inteira de uma vez. Eu amei o vilão do jogo! Finalmente alguém bem construído e à altura de Kratos.

    Esse título é a mistura perfeita de Tomb Raider com God of War e vai cada vez mais ficando como o último conforme você joga. Há bastante exploração e a possibilidade de revisitar os lugares quando quiser e muitas coisas escondidas e/ou opcionais para se fazer.

    Curte vikings ou já assistiu Thor, aquele da Marvel? Então você vai reconhecer muita coisa relacionada. Uma das coisas mais bacanas é que a sua aventura se passa quase sempre em Midgard, mas com o auxílio da Bifrost é possível visitar outros reinos, como Alfheim, Muspelheim etc, cada um como temáticas diferentes, inimigos exclusivos e um feeling único.

    Inclusive, quando o jogo começa a mexer com a parte mais mística/mágica, ele se abre de uma forma que você não imaginaria nas primeiras horas ou com o que eu conhecia sobre ele. Eu já disse que GOW é lindo, mas ele passa a ficar ESPETACULAR! Os reinos do jogo são incríveis, cheios de luzes e cenários bem detalhados, como um sonho. A primeira vez que eu usei a Bifrost eu descobri que não iria conseguir largar esse baita jogo até fechá-lo!

    O sistema de equipamento e habilidades acrescenta muito à experiência. Você tem dinheiro e XP para gastar. O dinheiro serve na loja e o XP pras suas skills.

    É aí que entra a parte de escolher entre estética ou benefícios, já que tudo o que você equipa, muda a aparência de Kratos ou Atreus, seja o cabo do machado, a armadura  ou as luvas, por exemplo. Vale a pena esconder o corpo todo de Kratos pra deixar ele mais forte? Nah, o Kratos que eu conheço mostra o corpo e suas tatuagens haha.

    O mesmo vale pro XP. Melhorar as habilidades do machado, do seu escudo ou do arco que Atreus usa pra te ajudar?

    O fato é que, quanto mais dinheiro e progresso você tiver, melhores os equipamentos disponíveis nas lojas e quanto melhor equipado você estiver, mais fácil será explorar áreas opcionais ou mesmo fazer um backtracking pelos 100%. O jogo mostra um nível pro personagem com base nos seus status (força, defesa, sorte etc). Acredito que eu tenha terminado no nível 5.

    O sistema de combate me surpreendeu demais conforme foi caminhando a ser o God of War que já conhecia. Você pode bater com o machado, escudo, com os punhos, pode lançar suas armas, pedir que seu filho atire flechas e por aí vai. Alguns inimigos são mais fáceis ou difíceis dependendo da forma como você os confronta.

    No início você vai perceber a necessidade de se esquivar, defender e dar parry (defender no último momento, tipo Breath of the Wild) para conseguir lutar e sobreviver. Alguns inimigos voam, defendem, se esquivam e Kratos morre com facilidade (joguei no Normal e haviam mais dois níveis acima disponíveis).

    O Hack 'n' Slash floresce conforme você desbloqueia mais golpes e possibilidades de combar e deixar o inimigo no ar. No final eu tinha tantos comandos disponíveis pra cada arma e situação que eu já estava comprando as skills sem nem ler.

    Resumindo: God of War é definitivamente um jogo obrigatório para qualquer gamer, algo que nunca pensei que fosse dizer sobre nada relacionado ao Kratos. É um paraíso de cenários, combate, personagens cativantes e imersão. O jogo te pega do começo ao fim, sempre com situações diferentes em uma história e mundo vívidos, que nunca caem na repetitividade. O howlongtobeat.com mostra que a duração da aventura é de 17 horas, e eu devo ter jogado isso em 2 dias e meio de jogatina e muito vício (é notavelmente mais longo que os demais da série.

    De bom: enredo muito bom e surpreendente, apesar do feeling hollywoodiano muitas vezes. Sistema de combate super variado pra quem curte aprender umas sequências bem loucas. Bastante referência a tudo o que veio antes (ou seja, ignorar o resto talvez não te traga a experiência 100% completa sobre o enredo). Cenários e trilha sonoras que eu possivelmente nunca vi nada parecido num jogo da Sony. Sidequests e as famosas Valquírias pra se enfrentar caso feche o jogo e queira mais (enfrentei uma e foi tenso, mal cheguei na metade da vida dela). Imersivo a ponto de reforçar a minha vontade de por uma TV bem maior aqui no quarto. Muita diversidade! TUDO no jogo tem um propósito, fato que só no fim do jogo você vai saber.

    De ruim: alguns dramas um pouco chatos e um Kratos meio diferente (mas eu esperava bem mais diferente). A imersão é quebrada um pouco em algumas situações, como eles estarem caindo de um lugar alto e gritando, o Kratos agarra em alguma coisa e os salva e em seguida eles estão discutindo algo do passado (ignorando toda a adrenalina de segundos atrás. Tem bastante cena que se joga sozinho ou te guia demais e muitas poderiam ao menos ter um QTE ao invés de nada, incluindo fazer força e finalizar inimigos.

    No geral, eu AMEI o jogo e gostaria de falar muito mais, mas essa é uma experiência melhor jogada do que lendo e eu não quero dar spoilers, mas confia: MEUS DEUS, QUE JOGO! O final é mind-blowing e deixa um cliffhanger pra continuação, que dessa vez vou fazer questão de jogar no lançamento. GOW é possivelmente o melhor jogo que joguei no PS4!

    God of War

    Platform: Playstation 4
    1550 Players
    543 Check-ins

    13
    • Micro picture
      lipherusyt · over 2 years ago · 2 pontos

      Parabéns! Eu me perguntou se você deixou o GOW pra ser o seu milésimo jogo finalizado ou foi por algo por acaso rsrsrs

      1 reply
  • 2018-09-25 11:47:07 -0300 Thumb picture

    BGS 2018 | Cory Barlog, Diretor de God of War, confirma presença

    Pela primeira vez na BGS, Cory Barlog receberá o prêmio Lifetime Achievement Award, terá as mãos gravadas no Wall of Fame e irá interagir com os fãs no BGS Talks e em sessões no Meet & Greet Intel

    http://joystickterrivel.com.br/bgs-2018-cory-barlo...

    -----------------------------------------------------------------------------------------

    Acompanhe nossas rede sociais:

    Facebook - Youtube - Twitter - Instagram - SITE

    God of War

    Platform: Playstation 4
    1550 Players
    543 Check-ins

    8

Load more updates

Keep reading &rarr; Collapse &larr;
Loading...