• andre_andricopoulos André Zanetti Andricopoulos
    2022-08-07 06:45:49 -0300 Thumb picture

    RESIDÊNCIA MALIGNA 3 REMAKE SEM A TORRE DO RELÓGIO 🏫

    Jill passando mal...

    ...vendo tanto homem bonito em RACCON CITY 😘

    HEADSHOT!

    Pelas andanças na cidade...

    ... finalmente encontro a ESPINGARDA. Bora testar! 

    JILL chocada com o resultado! 😱

    Da cabeça pouco sobrou...😬

    Não tem jeito, nos games é uma satisfação imensa matar com escopeta/ espingarda...

    Alguém mais?

    Bora caçar os CHARLIE 🎯

    Li e ouvi relatos de que RE3 REMAKE foi uma grande decepção. Será? Posso começar dizendo o quão JILL VALENTINE está espetacular...assim como RACOON CITY, mais parecida com uma cidade do que a "favela" do original. . A linearidade aqui permanece mas com áreas muito maiores e um mapa "mais lógico" (mais uma vez, que remete a uma cidade). Eu não senti falta alguma da TORRE DO RELÓGIO, pois temos um combate muito foda com NEMESIS no pátio da TORRE. Por falar em NEMESIS, aqui está muito mais assustador com suas variadas mutações e transformações. Concordo com a REVIEW abaixo e também apreciei bastante a experiência single player.

    Finalizo dizendo que é um game que merece ser jogado e que certamente diverte. Curiosamente joguei e rejoguei mais o RE3 REMAKE do que o RE2 REMAKE (sendo o RE1 REMAKE o que eu mais joguei). As críticas negativas (apesar de válidas) achei extremamente exageradas ("coisinhas" tarjadas como pecado). Pra quem reclama que o game é curto, o original nunca foi extenso:

    Há muitos colecionáveis para procurar e muitos desafios a concluir que lhe concedem pontos a serem gastos "na loja". E é muita coisa bacana para comprar: roupas, armas, itens bônus... além do game em si ser extremamente divertido. Concordo que poderíamos ter as escolhas existentes no original, mas isso atrapalha para uma experiência divertida? Não!

    Resident Evil 3 Remake

    Platform: Playstation 4
    206 Players
    79 Check-ins

    21
    • Micro picture
      bazinh0 · about 19 hours ago · 1 ponto

      Tá aí um Remake com um potencial pra ser muito melhor do q 2, mas por preguiça acabaram deixando quase tudo do original de fora.

  • 2022-07-21 13:53:53 -0300 Thumb picture
    Post by clubeludum: <p>Hoje temos um vídeo especial! Você sabe qual é o

    Hoje temos um vídeo especial! Você sabe qual é o quebra-cabeça mais difícil da saga inteira do Resident Evil? Não? Então veja agora! Divirta-se 😅

    Resident Evil: Deadly Silence

    Platform: Nintendo DS
    775 Players
    61 Check-ins

    8
    • Micro picture
      jcelove · 18 days ago · 2 pontos

      Sem ver o video ainda ja chuto o maldito gramophone do modo rebirth, alas todos os puzzles usando gikkicks de lela dessa versao sao um martirio.hehe

      3 replies
  • andre_andricopoulos André Zanetti Andricopoulos
    2022-07-16 17:24:12 -0300 Thumb picture

    RESIDÊNCIA MALIGNA 3 REMAKE SEM A TORRE DO RELÓGIO 🏫

    "E você, carinha...vem sempre por aqui?" 😎

    "Vaza, JILL...esse carinha não parece nada bem "

    RACCON CITY nesse REMAKE está magnífica 😘

    Aquela sensação que algo ou alguém vai saltar a qualquer instante...😬

    Tipo assim...

    FOGO nesse game também estão magníficos 🔥🔥🔥🔥🔥🔥🔥🔥🔥

    Todos os detalhes são bem bonitos...

    JILL...se tú olhar para trás...vai perceber de onde está ouvindo o barulho.😈

    Tem que ficar atenta senão "te comem"😎

    Essas áreas escuras...TENSO! 😬

    Li e ouvi relatos de que RE3 REMAKE foi uma grande decepção. Será? Posso começar dizendo o quão JILL VALENTINE está espetacular...assim como RACOON CITY, mais parecida com uma cidade do que a "favela" do original. . A linearidade aqui permanece mas com áreas muito maiores e um mapa "mais lógico" (mais uma vez, que remete a uma cidade). Eu não senti falta alguma da TORRE DO RELÓGIO, pois temos um combate muito foda com NEMESIS no pátio da TORRE. Por falar em NEMESIS, aqui está muito mais assustador com suas variadas mutações transformações. Concordo com a REVIEW abaixo e também apreciei bastante a experiência single player.

    Finalizo dizendo que é um game que merece ser jogado e que certamente diverte. Curiosamente joguei e rejoguei mais o RE3 REMAKE do que o RE2 REMAKE (sendo o RE1 REMAKE o que eu mais joguei). As críticas negativas (apesar de válidas) achei extremamente exageradas ("coisinhas" tarjadas como pecado). Pra quem reclama que o game é curto, o original nunca foi extenso:

    Há muitos colecionáveis para procurar e muitos desafios a concluir que lhe concedem pontos a serem gastos "na loja". E é muita coisa bacana para comprar: roupas, armas, itens bônus... além do game em si ser extremamente divertido. Concordo que poderíamos ter as escolhas existentes no original, mas isso atrapalha para uma experiência divertida? Não!

    Resident Evil 3 Remake

    Platform: Playstation 4
    206 Players
    79 Check-ins

    28
    • Micro picture
      santz · 21 days ago · 2 pontos

      Mete bala nesses quadros.

      1 reply
    • Micro picture
      thiones · 22 days ago · 1 ponto

      Essa luta do "relógio" é de longe a parte mais zuada desse jogo. Não bastasse isso, os caras repetem a MESMA luta depois. Esse Remake é uma perda de tempo. Por mim, mudavam o nome e tiravam a Jill.

      1 reply
  • manoelnsn Manoel Nogueira
    2022-06-07 20:38:20 -0300 Thumb picture

    Desafio: 30 dias de games

    Já estava me esquecendo do desafio de hoje!

    E o tema de hoje é: "todo mundo já jogou menos você". Bem, como eu sou rato de RPG, e normalmente deixo pra segundo plano todo o resto dos jogos, tem muuuita coisa que se encaixa aqui... Massss vou pegar um bem famoso que ganhou até anúncio de remake recentemente:

    Resident Evil 4... Ou poderia colocar toda a série no meio do balaio também, já que sempre tive ranço de coisas de zumbi (eu era irritado com os vagantes brancos de Game of Thrones por causa disso até), então sempre passei a quilômetros de distância dela (joguei um jogo de ngage 2, a plataforma de jogos que tinha no N95, além de um pouco do Code Veronica, mas não passou disso), e desse que é um dos jogos mais populares da mesma.

    Não sei se o jogo é bom, ruim, e sinceramente não me interesso muito... Só sei que nesse jogo tem a tal Ashley que vive sendo sequestrada e aparentemente tem uma voz irritante como o inferno... 

    22
    • Micro picture
      hyuga · 2 months ago · 2 pontos

      jogo é bom, mas eu pessoalmente terminei tantas vezes que já enjoei.
      esse jogo nem tem zumbi, só alguns monstro louco lá.

      12 replies
    • Micro picture
      santz · 2 months ago · 2 pontos

      Resident Evil 4 não teve porte para N-Gage? Algo de errado não está certo.

      1 reply
    • Micro picture
      bobramber · 2 months ago · 2 pontos

      RE4 é considerado um dos melhores jogos da série (e de todos os tempos), só que ao mesmo tempo mudou bastante seu foco para a ação . Então é um ótimo jogo... Mas que não tem a mesma pegada dos originais.

      4 replies
  • anduzerandu Anderson Alves
    2022-05-14 17:37:07 -0300 Thumb picture

    Registro de finalizações: Yakuza: Dead Souls

    Zerado dia 14/05/22

    Com esse jogo terminado, minha lista de urgências fica com apenas 10 jogos! Isso demorou demais!

    Bom, eu amo Yakuza de paixão e sempre puxa bastante saco nos meus posts quando os termino. Mas a verdade é que demorei um pouco para conhecer a franquia que começou lá no PS2. Na época da faculdade, lá para 2010, meus amigos ainda jogavam no console (e no Xbox 360) e adoravam esses jogos. Não só eles como muitos outros que eu mal ou sequer conheço: Gungrave, Genji e outros. A verdade é que eu não via tanta graça no console e não conseguia ver nenhum jogo que me chamasse atenção e até hoje estou correndo atrás aos poucos.

    No ano que tive meu primeiro PS3 (2014), eu comecei a conhecer melhor esse universo Sony por conta própria e grande parte do incentivo tinha sido a experiência com o PSP!

    Nesse ano eu conheci umas promoções bem legais que rolavam na PS Store do PS3, algumas com preços baixíssimos de grandes títulos. Comprei um bocado assim, inclusive Yakuza: Dead Souls. Eu não fazia ideia do que se tratava, mas era barato e uma boa oportunidade de conhecer a série da SEGA.

    Os anos passaram, eu joguei muita coisa por lá, mas esse Yakuza ficou lá, na espera (assim como alguns outros). Cheguei a passar o PS3 para frente e depois comprar outro e mais uma vez esses jogos ficaram lá no HD esperando o dia chegar.

    No caso do Dead Souls ele teve a oportunidade de ser jogado graças ao gosto pela série que desenvolvi desde que joguei seu primeiro jogo. Desde então tenho jogado um por ano e adorado! A verdade é que poucos jogos fazem o que essa franquia tem feito para mim e despertado um verdadeiro amor por video games, um gosto de jogar e dizer que sou "fã". Um outro exemplo de franquias de qualidade e carinho com o jogador são aquelas relacionadas à From Software!

    Bom, cheguei no Yakuza 4 ano passado e tá tudo ótimo. Pesquisei e descobri que na ordem de lançamento vem Dead Souls. Se me lembro bem, tanto o 4 quanto o DS foram lançados simultaneamente! Que loucura!

    Essa franquia tem alguns spin-offs, incluindo dois dos períodos feudais japoneses e dois de briga de rua em que os personagens são adolescentes, mas nenhum veio para o ocidente. DS foi o primeiro a vir e, algo que não sabia até uns tempos atrás, é que é um jogo desses de apocalipse zumbi! Ué.

    Por não fazer parte da "lore" do Yakuza, cheguei a cogitar pulá-lo, mas porque não jogar? A série deu sempre certo e no PS3 é muito bonita até hoje. A internet ainda dizia que ele era curtinho em comparação com os outros (menos da metade do tempo: 10 horas e meia).

    Ao iniciar a campanha, me surpreendi muito com a qualidade do jogo. É muito bonito e dirigido! Eu definitivamente esperava algo bem mais tosco e com cara de DLC standalone ou sei lá (poderia ser mesmo conteúdo extra do 4).

    Há em enredo bem bacana também para acompanharmos seguindo cutscenes belíssimas, personagens super bem animados, ótimo voice acting e tudo muito detalhados, desde os cabelos, roupas, rostos até os cenários cuidadosamente pensados. Mas, ah, é a engine do 4! Claro que é bonito.

    A história gira em torno de um vírus que se espalha pelo distrito de Kamurocho, deixando grande parte da cidade em quarentena para evitar que mais pessoas se tornem zumbis vítimas dos ataques.

    Inicialmente eu achei que DS era bem inspirado em Resident Evil. A jogabilidade inclusive lembra bastante a do RE: Revelations, para se ter uma noção, mas com parte de jogabilidade Yakuza mesmo.

    O fato é que geralmente alguém te dá uma missão em que você deve ir do ponto A ao B da cidade e a rua está infestada de zumbis. O ideal é matá-los para ao menos liberar um espacinho pelo caminho, já que muitas vezes há respawn infinito (mas não tão rápido quanto você os mata).

    A jogabilidade é curiosa: um analógico anda e o outro gira a câmera. Então como miro nos zumbis? Meio que não mira. Basta posicionar o personagem de frente para o(s) alvo(s) e atirar e é isso (aqui seria mais como nos Resident Evil clássicos).

    Mas perceba que há botões que mudam um pouco isso:

    -O L1 põe a câmera por detrás do personagem e trava a mira naquela direção, permitindo se movimentar horizontalmente enquanto atira nos alvos.

    -O L2 põe uma mira na tela estilo GoldenEye 007 para você acertar pontos específicos, como barris explosivos ou pontos que causam mais dano em chefes, por exemplo. Perceba que assim é também possível dar headshots mais facilmente já que na "mira automática" você depende da sorte para isso acontecer.

    Outros botões importantes são o círculo e triângulo. O primeiro é usado para dar um chute e afastar zumbis e o segundo para usar um golpe especial sempre que sua barra estiver cheia e houver algo por perto que permita essa ação (ativa um QTE que geralmente envolve destruir interagir com algo do cenário que causa grande dano em área).

    Logo a minha percepção mudou de Resident Evil (embora muitos sons e referências óbvias a série estejam presentes, como a clássica apresentação do Licker no 2). Esse jogo é muito mais Dead Rising!

    As semelhanças com a franquia da Capcom são muitos, desde a ambientação, cores, a forma mais japonesa de abordar a temática (RE tenta ser mais americano e sério) e até o fato de, como em qualquer Yakuza, você poder usar quase qualquer coisa do cenário como arma: placas de rua, bicicletas, barras de metal etc etc etc.

    Já para puxar um pouco de outras franquias, há zumbis diferentes chamados de "mutants" espalhados por todo o distrito, sendo que muitos se assemelham aos monstros especiais de Left 4 Dead. Muito mesmo!

    Além da campanha, que tem uma história simples e até legalzinha (e menos absurda do que eu esperava, senão os zumbis), o exclusivo do PS3 tem muitas coisinhas para se fazer por aí, inclusive muitas sidequests, armas e equipamentos para comprar, melhorias para evoluir essas armas, atividades como as já conhecidas do Club SEGA (um estabelecimento que permite jogar clássicos da desenvolvedora), jogos de azar e acredito que algum tipo de experiência online, mas não sei ao certo como é. Há ainda muitas conquistas.

    Um dos pontos mais altos do viciante jogo é o sistema de level up da franquia, sendo que aqui você pode ganhar habilidades para lidar com ataques zumbis ou mesmo coisas como velocidade de recarga das armas, mais espaço no inventário ou poder equipar mais itens. Bem legal!

    Resumindo: Yakuza: Dead Souls é um jogo bom e viciante e até aqui o único que me deixou com vontade de continuar jogando após terminar a campanha. Ainda assim, acredito que seja uma experiência voltada quase que exclusivamente para quem já acompanha a franquia pois há muito fanservice, personagens que voltam e mal são apresentados e até a navegação pela cidade. Houveram momentos que tive certeza que o certo é jogá-lo após o 4. Vale mencionar que ele ficou preso ao console Playstation 3 mas não vale a pena se sacrificar para jogá-lo e dá para pular do 4 para o 5 numa boa. Veja DS como se fosse um especial de Halloween de um seriado que você gosta.

    De bom: visuais muitos bonitos dignos da série. Legal de explorar, ganhar níveis, melhorar armas, enfrentar hordas de zumbis. Enredo ok. Diversidade nas quests. Bastante conteúdo. Tem uns chefes e partes mais dramáticas que são bacanas.

    De ruim: pouco imersivo e mais voltado para a parte de matar dezenas de zumbis. Odeio que o personagem caia e demore a levantar a cada golpe de inimigos mais fortes. Trouxeram de volta um vilão da franquia, Goda, mas achei ele meio esquisitão em HD e transformaram um braço dele numa metralhadora giratória, super zoado. Achei que o jogo poderia ser um pouco mais difícil e longo. Muitas paredes invisíveis (geralmente de lugares onde zumbis podem aparecer). Os ataques especiais em dupla com seus parceiros são sempre iguais. O uso de tantos botões (inclusive os quatro de cima) pode ser meio confuso. Golpes especiais cheios de animações e explosões que matam muitos inimigos causam slowdowns.

    No geral, gostei da rápida experiência mas realmente não adiciona nada ao universo Yakuza e poderia ser um DLC do 4 tranquilamente, mas como jogo ele é um fanservice divertido e acredito que os extras (incluindo os modos de dificuldade depois desbloqueados) possam deixar a experiência mais difícil e interessante. Conhece a franquia e curte jogos de zumbi japoneses? Pode jogar! Caso contrário, ignorável.

    Yakuza: Dead Souls

    Platform: Playstation 3
    164 Players
    9 Check-ins

    13
  • ramonplayerone Ramon Giovane
    2022-04-27 23:41:03 -0300 Thumb picture

    SaveRoom - Organization Puzzle

    Olá, gostaria de mostrar a vocês o jogo de puzzle inspirado  em Resident Evil  4 que um amigo meu produziu e que eu mesmo ajudei a codificar também.


    Vai sair no @steam hoje!

    https://store.steampowered.com/app/1955330/Save_Ro...

    O  intuito do jogo é replicar a experiência de organizar seu inventário presente no Resident Evil, exclusivamente em jogo relaxante de Puzzle.

    Eis a descrição no Steam:

    When you enter a save room you know you are safe, no danger can come to you, you can relax. Take advantage of this short period of time to organize your inventory, heal your wounds and reload your weapons. Can you make all the items fit in your inventory?

    Aos @steamtadores este é um jogo indie, portanto, curto, com muitos achievements!

    Resident Evil 4

    Platform: Playstation 2
    18960 Players
    133 Check-ins

    30
    • Micro picture
      santz · 3 months ago · 2 pontos

      Mermão, genial demais. Criar um jogo sobre organizar o inventário, que massa. Tem a versão Diablo também?

      1 reply
    • Micro picture
      zefie · 3 months ago · 2 pontos

      Mds eu totalmente vou comprar isso ahahuauhauhauhauha.

    • Micro picture
      rafa9000 · 3 months ago · 2 pontos

      WOW!!! Assim que der vou comprar, adorei a idéia! PARABAINS!!! =D

  • andre_andricopoulos André Zanetti Andricopoulos
    2022-04-18 22:58:15 -0300 Thumb picture

    A TORRE DO RELÓGIO...🕓🏫

    Antes de comprar, jogar, zerar e tirar minhas próprias conclusões...li e ouvi relatos de que RE3 REMAKE foi uma grande decepção. Será? Posso começar dizendo o quão JILL VALENTINE está espetacular...😘

    RESIDENT EVIL 3 nunca foi sobre "A TORRE DO RELÓGIO" e esse ponto foi um dos mais criticados nesse REMAKE. Mas fato é que RE3 é sobre RACOON CITY...e vamos combinar? Aqui ela está linda e muito mais parecida com uma cidade...

    Sempre me incomodou a RACOON CITY do original, parecia uma favela com tanta "ruela esprimida" para transitar. A linearidade aqui permanece mas com áreas muito maiores e um mapa "mais lógico" (mais uma vez, que remete a uma cidade).

    Um outro ponto levantado e comparado ao RE2 REMAKE foi a dificuldade em desmembrar os inimigos. Isso é verdade, o que deveriam ter aprimorado aqui simplesmente "esqueceram". Mas definitivamente você conseguirá desmembrar...

    É algo que afetará drasticamente a diversão? JAMAIS.

    Vamos ao "chororô" generalizado? Ao contrário do original, não entramos na TORRE DO RELÓGIO. Essa área era tão legal assim? Não... não tem nada demais nela. Inclusive até faz lembrar a mansão (pois a TORRE DO RELÓGIO já foi no passado uma escola conforme explica o panfleto). Se for pra expressar numa imagem como certas pessoas ficaram ao descobrir que não se entra na TORRE DO RELÓGIO...essa é perfeita (e sim, todas as screens são da minha jogatina):

    Não entramos na TORRE. PONTO. ACEITA. Mas vamos elogiar? Temos um combate massa "no pátio" da TORRE DO RELÓGIO e aqui entram outros elogios: os combates contra "os chefes" estão incríveis se comparado ao original. Pegando esse gancho, outro elogio: NEMESIS vai ficando cada vez mais assustador com suas transformações.

    Povo gosta de reclamar, né? Aiii...o jogo é curto! Desde quando RE 3 original era longo?  Vale lembrar que o original não era tão longo assim como a galera tá falando...

    Eu joguei e zerei 3x na sequência (algo extremamente atípico para mim). E por que fiz isso? Há muitos colecionáveis para procurar e muitos desafios a concluir que lhe concedem pontos a serem gastos "na loja". E é muita coisa bacana para comprar: roupas, armas, itens bônus...

    Há muita coisa para elogiar também. Achei massa esses bichos do game original lhe enfiarem literalmente"goela abaixo" um parasita no corpo. E tú o expele usando uma ERVA, fazendo JILL VALENTINE vomitar.

    Não temos a TORRE DO RELÓGIO, mas temos outras coisas legais para apreciar (imagem abaixo pra ilustrar)... Outro ponto: concordo que poderíamos ter as escolhas existentes no original. Isso atrapalha para uma experiência divertida? Não!

    Finalizo dizendo que é um game que merece ser jogado e que certamente diverte. Curiosamente jogue e rejoguei mais o RE3 REMAKE do que o RE2 REMAKE (sendo o RE1 REMAKE o que eu mais joguei e rejoguei). As críticas negativas (apesar de válidas) achei extremamente exageradas ("coisinhas" tarjadas como pecado). Concordo com a REVIEW abaixo e também apreciei bastante a experiência single player. 

    Resident Evil 3 Remake

    Platform: Playstation 4
    206 Players
    79 Check-ins

    39
    • Micro picture
      felipe_souza_c · 4 months ago · 3 pontos

      Curti esse jogo demais! Até entendo parte do Hate pelo conteúdo cortado, mas não pelo mesmo ponto de vista eu acho. Na verdade achei o jogo curto demais, mas não necessariamente senti falta da bendita torre do relógio (assunto do lançamento do jogo!). Mas verdade seja dita (e doa a quem doer): em termos de desenvolvimento de personagem, a Jill nesse Game superou todas as minhas expectativas, mesmo tendo em vista o Remake! Os diálogos, os momentos de superação, a força de vontade dela para vencer o "Nemi"... ficou tudo muito mais imersivo nesse Game, talvez por uma "linguagem mais moderna" utilizada. Consegui me sentir próximo dela. E aquele momento final @jcelove (com a tal da arma de uma tonelada)... caramba... AMEI aquilo! kkkkkkkk XD Encarei aquilo como a Jill na "Força do Ódio" saca? Enfim... jogaço!

      2 replies
    • Micro picture
      supermarkosbros · 4 months ago · 2 pontos

      Eu gostei, só n curto esse esquema que a capcom ta usando agora em todo jogo ter um inimigo te perseguindo jogo todo...

      1 reply
    • Micro picture
      chronoxplay · 4 months ago · 2 pontos

      Problema mesmo é o preço e por ser curto. Já que o jogo se passa na cidade podia pelo menos ser mais demorado que o remake do 2 que se passa em poucas áreas.

      3 replies
  • denis_lisboadosreis Denis Lisboa Dos Reis
    2022-04-15 23:31:37 -0300 Thumb picture
    denis_lisboadosreis checked-in to:
    Post by denis_lisboadosreis: <p><strong>Resident Evil: The Umbrella Chronicles</
    Resident Evil: The Umbrella Chronicles

    Platform: Playstation 3
    614 Players
    14 Check-ins

    Resident Evil: The Umbrella Chronicles finalizado!

    Esse Resident Evil foge do padrão da série, que normalmente é voltado pra survivor horror, ou ação. Aqui temos um jogo de tiro com câmera em primeira pessoa ao estilo de fliperamas antigos, como The House of Dead, onde a visualização é fixada como num trilho e a única preocupação dos jogadores é acertar os alvos na tela antes de serem atingidos, sem poder controlar movimentação dos personagens e com munição infinita pra arma básica, e indicado pra jogar usando o controle PlayStation Move, mas pode ser jogado normalmente com o DualShock.

    A história é uma releitura e resumo de vários trechos de quase toda a primeira parte da série da época em que ainda eram em grande parte sobre zumbis, com cenários de Resident Evil 0, pra mansão de Resident Evil "1", passando pro ambiente urbano de Racoon City em Resident Evil 3: Nemesis (pulando Resident Evil 2), e mais um cenário original desse jogo, onde mostra o desfecho da Umbrella num laboratório escondido na Rússia. A história é contada como um arquivo da perspectiva de Wesker, um dos principais vilões da série, e que também participa da ação em fases extras que são liberadas conforme o resultado nos cenários principais. 

    São nessas fases extras em que se tenta preencher algum espaço nas maluquices da série, com Wesker xeretando nas montanhas de Resident Evil 0, também mostrando como ele saiu da mansão no primeiro jogo, e de como ele arquitetou e deu fim na Umbrella e seu último obstáculo. Temos também uma fase mostrando Ada ferida fugindo de Racoon City, e uma com a fuga de HUNK mostrando pra quem ele trabalhava.

    Cada fase é dividida em duas partes, e em praticamente todas com um chefe no fim da segunda parte. No fim de cada fase recebemos uma nota de desempenho baseado no tempo, números de inimigos mortos, objetos destruídos, arquivos coletados , e acertos críticos. Com o resultado ganhamos estrelas que são gastas pra realizar melhorias nas armas já adquiridas.

     O jogo possui um vilão principal inédito, Sergei Vladimir, um russão gigante com sotaque carregado e mania de grandeza refinada, bem clichê. E que possui dois Tyrants guarda-costas que são o design mais ridículo que já vi na série. Dois gigantes com óculos coloridos e casacão branco brilhante (a ideia era serem "discretos"). E o que eles têm de ridículos também tem de apelões, sendo o chefe mais difícil do jogo e lutam em dupla. 

    Enquanto o russo é um dos chefes mais fáceis do jogo, e o último da campanha do Wesker, enquanto que Jill e Chris enfrentam T.A.L.O.S., um Tyrant equipado pra combate (o da primeira imagem). 

    É um jogo diferente e divertido, principalmente jogando em dupla e usando o PS Move, e pra quem é fã da série e gosta de revisitar o ambiente lá da época do PS1 ou ler os arquivos com a história. Já a platina vai ficar pra outra hora, me falta pegar o resto dos arquivos, e terminar todas as fases com Rank S no Hard, coisa que não farei tão cedo.

    9
  • cyberwoo Diogo Batista
    2022-04-01 19:59:16 -0300 Thumb picture

    Criadores de Resident Evil e Silent Hill se sentam para um bate-papo

    Os criadores de Resident Evil e Silent Hill se reúnem para um bate-papo onde relembram o passado, suas frustrações e como era criar nos 90. Confiram o imperdível bate-papo.

    https://www.arquivosdowoo.com.br/2022/03/31/criado...

    Resident Evil

    Platform: Sega Saturn
    450 Players
    9 Check-ins

    29
    • Micro picture
      shucrute · 4 months ago · 4 pontos

      Resident Hill vindo ai

    • Micro picture
      cyberwoo · 4 months ago · 4 pontos

      Evil Hill vindo ai

    • Micro picture
      eikesaur · 4 months ago · 4 pontos

      Resident Silent vindo aí

  • andre_andricopoulos André Zanetti Andricopoulos
    2022-03-07 20:11:03 -0300 Thumb picture

    WALLPAPER EVIL 3 😈

    Joguinho novo...wallpaper novo também.

    Li muitas críticas negativas perante RESIDENT EVIL 3, mas sinceramente? Estou curtindo demais. E essa JILL mais linda do que nunca ?😘

    E eu não achava possível o game ser mais bonito do que RESIDENT EVIL 2 REMAKE mas... está! 👍🏻👌🏻

    Além dos gráficos, a diversão aqui é garantida. Ouvi relatos que o NEMESIS não assusta. Tô achando ele mais assustador do que nunca...

    "E os russos, como sempre, causando problemas" 🇷🇺

    Resident Evil 3 Remake

    Platform: Playstation 4
    206 Players
    79 Check-ins

    29
    • Micro picture
      ralfrisi · 5 months ago · 2 pontos

      Na minha opinião esse remake ficou melhor que o original assim como o do 2....

      1 reply
    • Micro picture
      santz · 5 months ago · 2 pontos

      Quando o doguinho quer lamber sua cara de felicidade.

      1 reply
    • Micro picture
      ryou · 5 months ago · 2 pontos

      Se desse pra ver a cara dela no wallpaper, ela estaria com a expressão da segunda imagem.

      1 reply

Load more updates

Keep reading &rarr; Collapse &larr;
Loading...