• anduzerandu Anderson Alves
    2021-12-27 02:32:22 -0200 Thumb picture

    Registro de finalizações: Mega Man 10

    Zerado dia 26/12/21

    Feliz por ter terminado mais um jogo ainda em 2021 e ter aumentado um pouco mais a conta. Será que ainda consigo mais um ou dois nos 4 dias que restam? E que zerada mais aleatória! Tenho um jogo grandão a minha espera (que inclusive estou jogando a conta-gotas), mas do anda resolvi ligar o Wii depois de séculos e terminar o último Mega Man clássico (ignorando o 11 pois ele é mais moderninho e ainda não o tenho).

    Não dá para acreditar que esse jogo é de 2010! Onze anos atrás! Nessa época estava na metade da faculdade e morrendo de jogar Nintendo DS. E você?

    Carreguei as pilhas pro wiimote, abri o jogo e só fui. Rapidamente dei uma olhada no howlongtobeat.com para ver quanto duraria a jogatina até o finalizar: 2 horas. Só isso?

    Em seguida pesquisei o Mega Man 9, que terminei lá em 2016 (precisei pesquisar aqui no Alva). Segundo o site, o 10 seria bem mais curto. Até lembrei mesmo que o povo costuma dizer que a dificuldade do 9 é bem mais alta. Que ótimo, terminaria o jogo com alguma tranquilidade e rapidez.

    Iniciando a aventura, vejo aquela logo da Inti Creates. Sempre esqueço que eles estavam por trás desses jogos.

    Há uma cutscene bacana contando a trama de MM10, em que um vírus assola o mundo, consome os robôs e os torna maus. A própria Roll é afetada e sobra para o nosso herói ir atrás da cura. Gosto muito das cenas desse jogo que alternam entre os personagens interagindo ingame com texto e animações e "slideshows" muito bem feitos que mostram os personagens grandes e bem detalhados. Um outro título da série que faz isso é o Mega Man Xtreme 2, do GBC, que terminei recentemente.

    Fora isso, é a mesma coisa de sempre. Você escolhe entre 8 fases/chefes  para jogar e pode usar os poderes adquiridos dos chefes de cada estágio tanto para acessar partes opcionais em outros lugares, derrotar os chefes que tenham fraqueza com mais facilidade ou mesmo passar de obstáculos ou inimigos comuns mais tranquilamente.

    Eu iniciei o jogo, como sempre, sem saber quem escolher. Sendo assim, fui no chefe que parecia ser mais fofinho e simples: Sheep Man. A temática desse chefe e sua fase é basicamente a eletricidade, chips de computador etc.

    Cara, eu morri demais nessa fase! Não sabia se estava enferrujado com Mega Man, se o jogo era tenso ou o que eu mais acreditava: eu tinha escolhido uma fase chatíssima.

    Quando finalmente passei, o jogo me trouxe um menu com a possibilidade de selecionar o próximo estágio, acessar a loja ou salvar. Tinha me esquecido que a partir de certo ponto, os MM começaram a salvar seu progresso. Bem legal para quem cansar de sua dificuldade e quiser dar uma pausa ou voltar outro dia.

    A existência de uma loja é algo que também não me recordava na série. Dei uma olhada lá depois de tanto morrer na fase do Sheep Man e coletar muito dinheiro. Você pode comprar vidas, itens que te auxiliam a não morrer instantaneamente em espinhos e buracos, mais umas coisinhas e os meus prediletos: os tanksE, W e M.

    Bizarramente as mecânicas do Mega Man X continuam marcadas no meu cérebro, mas aqui as coisas são diferentes com esses tanks. Você pode coletar pelas fases ou comprar um bocado deles e muitas vezes acaba os usando com alguma frequência. Lembro que cheguei a usar 5 deles (cada um regenera a vida completamente) num estágio aí só para não morrer, perder minha última vida e ter que recomeçar a fase do zero.

    Agora com a arma elétrica em mãos, escolhi a fase de quem parecia ter fraqueza contra ela: o chefe d'água. Não sei se já estava no espírito e acostumado com a jogabilidade ou se a fase é mesmo mais fácil, mas passei com certa facilidade. Inclusive, ele tinha mesmo fraqueza contra eletricidade.

    Uma coisa curiosa sobre os Mega Man é que os estágios são curtos, mas perdemos muito tempo explorando, tentando entender os padrões de ataque e movimento dos inimigos ou mesmo como passar das armadilhas. Fato é que cheguei várias vezes sem ou quase sem vidas no chefe, dava Game Over e tinha que refazer toda a fase. Mas já estava tão bom nela que fazia tudo bem rápido.

    Vale lembrar que esse Mega Man é cruel em dois quesitos: poucas vidas (a menos que você colete ou compre mais) e checkpoints as vezes bem distantes, o que se mostrou verdade principalmente nas últimas fases, onde eu chegava a passar de várias telas, matar minibosses, passar de desafios chatos e, ao morrer, voltava tudo isso, para um checkpoint distante. Super bizarro.

    Conforme eu fui jogando, fui juntando mais itens, que raramente usava e a jogatina também foi ficando mais rápida, com fases sendo terminadas com maior tranquilidade. Essa é a vantagem de jogar tudo num mesmo dia e, de alguma forma, continuar motivado.

    O enredo também foi sendo contado conforme eu avançava com mais cutscenes. Legalzinho e convincente.

    Dei uma cansada e larguei o jogo ligado, como costumo fazer. Fui comer, o wiimote logo desligou e fiquei no celular um tempo com a música do jogo tocando bem baixinho. Ops, me esqueci do jogo!

    Sabendo que os chefes estavam terminando, o final do jogo se aproximava. Isso sempre me motiva bastante (com alguns amigos é o contrário).

    Logo estava na fortaleza do Willy. Beleza!

    Como sempre eu jogo bem essas partes finais. Além da já mencionada motivação, gosto do fato de elas não se apegarem muito à um tipo de tema ou mecânica como os cenários dos chefes. Muitas vezes acho até os desafios bem tranquilos e muitos deles ainda são apenas versões diferentes de outros já conhecidos anteriormente.

    O primeiro estágio do Willy foi chato pelos vários chefes que enfrentei, inclusive de outros jogos da série. Foi bem legal rever o Slash Man do MM7 em 8bits!

    Os estágios seguintes foram mais chatos e eu morri um bocado em cada. Como eu disse, os checkpoints ficam super distantes e morrer por besteira te joga muitas telas para trás. Que preguiça! Porque eu tenho que refazer esses desafios chatos e matar minibosses assim?

    Morri bastante e dei vários Game Overs (mas felizmente volta pro início daquela fase e não pro início da fortaleza do Willy). Por outro lado eu fiquei mestre bem rápido nesses estágios. Cheguei na parte final!

    Essa última parte é aquela clássica de enfrentar todos os robôs do jogo novamente. Chatisse, mas agora com todos os poderes, é moleza.

    Mas o pior que nem foi. Alguns chefes morrem rapidamente e mal conseguem reagir às armas a que tem fraqueza enquanto outros mal parecem sentir o dano. Em alguns caso as armaduras acabam rápido demais e me deixam na mão com o chefe com metade da vida restante.

    Pior que eu cheguei a esse ponto utilizando tanksW para recarregar determinadas armas e tanks E para recarregar meu HP. Talvez tenha abusado um pouco a ponto de chegar no chefe final e não ter muitos deles para usar.

    Depois de dar Game Over, resolvi voltar à fase do Sheep Man e coletar dinheiro. Joguei várias vezes e comprei o máximo que deu das coisas da loja: 9 vidas, 9 tanks E, 9 tanks W, 1 tank M e demais auxílios menores.

    Agora imagina a minha cara ao perceber que deixar a fortaleza do Willy significa ter que refazê-la completamente! Puts, lá fui eu rejogar as 3 primeiras fases. Que sacooooo!

    No final das contas, prolonguei bastante a jogatina, que ficou registrada como 3 horas e 40 minutos. 2 horas de jogo, 1 hora coletando dinheiro e refazendo a última fase e 40 minutos que deixei o jogo parado, haha.

    O último chefe foi bem mais fácil do que de costume. Levei coisa demais e nem precisei, mesmo refazendo toda a fortaleza.

    Resumindo: Mega Man 10 é meio que mais do mesmo. Não sei se repetir a mesma fórmula por tantas vezes é tão interessante assim, fora a volta ao estilo visual do NES como foi com o 9. Felizmente o 11 deu uma revolucionada nisso e em mais, até onde sei. MM 10 é quase como uma expansão para a fórmula criada há tantas décadas atrás e apenas adiciona novos estágios e desafios enquanto mantém a mesma jogabilidade, só que sem poder carregar o ataque de sua arma principal e sem poder deslizar.

    De bom: o espírito Mega Man está aqui. Jogo muito menos estressante que seu antecessor. Muitos desafios prometem prolongar a re-jogabilidade e aumentam o seu fator replay. Possibilidade de jogar também com o Proto Man. Felizmente o jogo é mais acessível agora por meio dessas coletâneas atuais. O uso dos tanks e a própria loja facilitam bem a campanha, que já não é muito tensa.

    De ruim: mesmice de sempre, mas com certos comandos retirados. Aparentemente não há segredos pelos estágios. Conteúdo trancado atrás de DLC. Alguns estágios tem checkpoints estranhamente distantes, mesmo após vencer desafios complicados e minibosses. Cadê o Buster carregado e deslizar por baixo das coisas?

    No geral, gostei do jogo e agradeço por ele ser curto (embora o Wii tenha registrado mais de 6 horas de jogatina dele hoje). Acho bizarro como a série perdeu tanto do que construiu em MM7. Talvez fosse trabalhoso demais continuar de onde o 8 chegou. Fico feliz em ter terminado todos os MM clássicos em bits da série principal e fico de cara como as pessoas ainda possam querer mais. Essa franquia tem um zilhão de jogos! Sobre o 10, bom para quem é fã e quer mais, mas não espere nada novo. Como mais um Mega Man, totalmente passável.

    Mega Man 10

    Platform: Nintendo Wii
    244 Players
    10 Check-ins

    11
  • denis_lisboadosreis Denis Lisboa Dos Reis
    2018-07-02 02:20:16 -0300 Thumb picture
    denis_lisboadosreis checked-in to:
    Post by denis_lisboadosreis: <p>Finalizei com o Proto Man.</p><p>#img#[563969]</
    Mega Man 10

    Platform: Playstation 3
    668 Players
    29 Check-ins

    Finalizei com o Proto Man.

    2
  • luchta Ewerton Ribeiro
    2016-05-23 00:43:12 -0300 Thumb picture
    luchta checked-in to:
    Post by luchta: <p>Hora de testar o <strong>Mega Man 10</strong> no
    Mega Man 10

    Platform: Nintendo Wii
    244 Players
    10 Check-ins

    Hora de testar o Mega Man 10 no Dolphin 4.0-8008.

    E assim como o jogo anterior esse também tem uma DLC, mas dessa vez ela habilita o Bass para se jogar.

    Nesse Mega Man é possível selecionar a dificuldade, acho que isso é inédito na série.

    O Mega Man 10 é o ultimo lançado da franquia clássica. É uma pena que não tivemos mais jogos depois dele.

    Bass tem um lobo robô maneiro.

    E pode se fundir com ele e voar, e ainda atirar três projeteis de uma vez, ele é ainda melhor que o Proto Man.

    Assim como Mega Man 9 o jogo roda muito bem no Dolphin 4.0-8008.

    10
    • Micro picture
      katsuragi · almost 6 years ago · 2 pontos

      Ah não, seleção de dificuldades já tinha antes na série clássica, Mega Man II mesmo introduziu isso mas não foi usado novamente até Mega Man 9 nos jogos principais da série clássica. hehe

      2 replies

Load more updates

Keep reading &rarr; Collapse &larr;
Loading...