• anduzerandu Anderson Alves
    2021-10-06 19:11:01 -0300 Thumb picture

    Registro de finalizações: Castlevania Legends

    Zerado dia 06/10/21

    Bom, eu não planejava jogar o terceiro Castlevania do Game Boy tão cedo, mas fiquei curioso depois de ter gostado do segundo e a sua sequência dividir opiniões internet afora. Além disso, estava querendo algo para terminar rápido e o seu estilo foi o mais chamativo.

    Curioso também notar que os jogos da série estão chegando ao fim para mim, e olha que são muitos! O que ainda está na lista? Castlevania II (que jogarei uma versão consertada por fãs pois o jogo veio para o ocidente completamente zoado) e Castlevania III de NES, Adventure Rebirth do WiiWare e versão do Nintendo do Kid Dracula. Na lista de incertezas (mas quase certo que jogarei) estão os de PS2 e os Lords of Shadow originais de PS360. Ou seja, tenho apenas 4 ou 5 jogos na série para a terminar, mas não devo os jogar tão cedo.

    Um título que está fora da lista por enquanto é o Chronicles, de PS1, que é algo como um remake ou coisa do tipo do primeirão. Não sei se vale a pena ou se animo.

    Iniciando Castlevania Legends, a primeira coisa legal foi ver as CORES da tela título. Muito bonitas e tal. Fiquei bem animado até ver que o restante do jogo passa longe de ser colorido e o que ele faz é colocar cores diferentes de um estágio pro outro. Já é alguma coisa.

    Depois tive que escolher entre modo normal e modo "light".  Achei que fosse algo a ver com os visuais para a tela sem luz do portátil e que seriam diferentes modos de visualizar a tela e tal, mas aparentemente isso é na verdade a dificuldade da aventura. Bom, já adianto que Legends é super tranquilo e piedoso já no Normal, imagina nesse Easy...

    Há uma cutscene de abertura com um pouco de texto e uma imagem bem detalhada da protagonista, a Sonia Belmont.

    O jogo é bem parecido com os anteriores: travado, pegando upgrades pro chicote, matando inimigos, pulando plataformas para no fim da fase enfrentar um chefe.

    Obviamente o sprite masculino e fortão deu lugar à figura feminina e esbelta da protagonista. O gameplay é um pouco mais suave também e você se sente no controle, sendo inclusive possível mudar de direção enquanto estiver pulando ou caindo.

    Bem, no início estava legal, mas um pouco fácil demais. Há pouca variedade de inimigos e eles são fracotes e o chicote no nível 3 é capaz de atirar projéteis a cada ataque e mesmo eles sendo mais fracos que o toque do próprio chicote, facilitam muito em diversos momentos.

    Apesar de fácil, eu achei as primeiras fases bem longas e meio tediosas. Quase não há desafios de plataforma e o level design é bem simples e só te faz andar, andar, andar, pular um buraco, andar, matar um inimigo aqui e ali, andar...

    É curioso que Legends saiu após Symphony of the Night, então aparentemente tentaram aplicar um pouco do elemento "Metroidvania" nele, incluindo caminhos alternativos pelos cenários ao invés de eles serem apenas corredores lineares. Apesar da ideia ser legal, ela mal funciona.

    Quando eu estava numa sala com mais de uma saída, escolhia a que parecia mais interessante e muitas vezes nem via no que as outras davam. Em determinados momentos peguei caminhos diferentes do principal e o resultado? Nada! As vezes umas velas com mais corações ou coisa assim. Sabe aquela sensação de perda de tempo e de terem colocado isso sem a menor utilidade? De qualquer forma, estava curtindo pois mesmo os melhores jogos dessa franquia tem disso de chegar em caminhos sem saída.

    Falando em corações, eles aqui funcionam como sempre, ou mais ou menos isso. Não achei outros itens a serem coletados e nem sempre conseguia usar uma habilidade apertando pra cima e B, mas quando conseguia o efeito era aquele do relógio de bolso clássico, parando o tempo para os inimigos por uns instantes.

    A Sonia ainda tem uma habilidade legal mas bem roubada ao apertar A e B juntos que a deixa invencível e super rápida por cerca de 10 segundos. Use isso em todos os chefes e você não vai perder uma única luta!

    Sobre perder, apesar de o jogo ficar até monótono de tão fácil nas primeiras missões, ele chegou a apresentar novos inimigos e armadilhas com o tempo e eu cheguei a perder cada vez mais vidas e até dar Game Over!

    Felizmente perder uma vida te leva de volta ao último checkpoint alcançado, assim como no jogo anterior e não há a opção de ficar sem Continues e voltar para a tela título. Acabou todas as vidas? Você volta para o início da última seção.

    Não vou mentir que apesar do nível de desafio não ser muito alto em 80% da campanha, o jogo cansa um pouco para ser jogado numa única sentada. Nas duas últimas fases eu estava dando Game Over a todo momento (parte por conta do sono de ontem) e sem paciência de lidar com certas armadilhas, então deixei para terminar hoje. No meu caso um savestate bastou, mas Legends conta com sistema de password.

    Em sumo, você vai terminar esse jogo de uma forma ou outra.

    Ao terminar o chefe final de cada estágio você ganha um poder novo, como esse de parar o tempo, mas a maioria eu nem consegui ver o que fazia pois até esquecia deles e de mais essa facilidade.

    As vezes juntava vários corações e não saía nada! As vezes morria  e perdia todos os corações e desistia.

    No final eu aprendi um que era um projétil grande e forte e que atravessava as paredes muito útil contra uns inimigos que demorava para morrer e que Legends insistia em colocar em espaços pequenos para lutar. Bem chato!

    O bacana é que é possível escolher qual poder usar ao apertar Select, abrindo assim um menu que até lembra um pouco os do Mega Man.

    Resumindo: Castlevania Legends é um bom jogo de plataforma de Game Boy, mas um Castlevania fraco, genérico e que não traz anda de relevante à série. Ainda assim fico dividido entre ele e o anterior, sendo que ambos tem seus altos e baixos. Entretanto reitero que o jogo geralmente não tem muito cara de Castlevania.

    De bom: nível de dificuldade tranquilo e fácil de terminar (melhor do que frustrante). Diversos poderes para serem usados. Ceninhas legais e diferentes do que a série fazia anteriormente no portátil. Sistema de password ajuda num jogo sem Save. Chefes até legais, ao contrário, por exemplo, do último boss do Belmont's Revenge. Cenários com alguma cor. Modo apelão da protagonista destrói a galera fácil.

    De ruim: poucos inimigos e todos bem bestas, com exceção dos morcegos que são muito chatos e comuns. Trilha sonora sem graça, à exceção de duas faixas clássicas da franquia. Final ruim, como os dos demais. Faltou maior descrição das habilidades e seus custos para uso. Sem replay. Jogo com timer (embora eu nem lembrasse dele)

    No geral, é difícil falar desse jogo. Ele é ok, mas depois de outros dois ele parece ser apenas mais do mesmo e até redundante. E puxa, olha os jogos da franquia que já existiam nessa época! Há Castlevanias melhores e títulos muito melhores (mas piores também) no Game Boy clássico. Ainda assim acho válido jogá-lo caso você queira conhecer a franquia no GB mas sem jogar todos. Para ser sincero, Castlevania no Game Boy é fraco demais e todos completamente passáveis. Quer portátil? Vá de GBA!

    Castlevania Legends

    Platform: Gameboy
    432 Players
    16 Check-ins

    18
    • Micro picture
      luis_f · 9 months ago · 2 pontos

      Timer em Castlevania (e muitos outros jogos) acho absurdo, costumo rwmovê-lo com cheats, podendo apreciar melhor o game.

      2 replies
    • Micro picture
      fgamesplayer65 · 9 months ago · 2 pontos

      Boa!

    • Micro picture
      santz · 9 months ago · 1 ponto

      É fraco demais, não? Considerando que ele saiu praticamente no fim da vida do GameBoy, ele não entrega muita coisa, sendo que o Belmont's Revenge é muito melhor.

      1 reply
  • 2020-11-25 19:10:21 -0200 Thumb picture
    24
    • Micro picture
      enygmatica · over 1 year ago · 1 ponto

      ai que bonitinho, mas é impressão minha ou a pessoa da arpa é o link?

      2 replies
    • Micro picture
      hazacc · over 1 year ago · 1 ponto

      Caramba, um dos aspectos mais daora que se percebe nessa obra de arte é a paleta de cores do gameboy tão bem reproduzida. Foda, lindo demais.

    • Micro picture
      gusgeek · over 1 year ago · 1 ponto

      <3

  • 2020-06-28 11:53:58 -0300 Thumb picture
    Post by khael_kixinga: <p>Olá gente o//</p><p>Sei que eu não posto nada aq

    Olá gente o//

    Sei que eu não posto nada aqui faz anos mas sempre entro pelo menos uma vez por dia pra ver o que o pessoal tem postado e também marcar os joguinhos que andei zerando.

    Mas enfim, irei voltar por aqui pra poder postar sobre os vídeos que estou lançando num novo canal que criei. E este foi o primeiro deles, onde eu abordo uns assuntos que considero de importância usando Megaman como base.

    O vídeo está aí e quem quiser ver, sintam-se à vontade^^

    Tem outro vídeo que já postei e na próxima terça já vai ter o terceiro vídeo. Té mais pessoal o///

    Mega Man X

    Platform: SNES
    11058 Players
    235 Check-ins

    8
  • santz Santz
    2019-03-29 08:58:03 -0300 Thumb picture

    Jogo finalizado nº: 332 - Decepção

     Série Castlevania estreou no GameBoy com um jogo ruim, mas beleza, era o primeiro ano de vida do portátil e um novo paradigma. O segundo jogo veio com tudo e brilhou especialmente na trilha sonora. Eu estava bem ansioso para jogar o último da série no GameBoy, principalmente por ser com uma protagonista mulher, Sonia Belmont. A história do jogo é OK, sem grandes novidades, exceto pela presença do Alucard em seu visual SotN. A jogabilidade é um pouco mais fluída, onde Sonia pode controlar o pulo no ar, possui habilidades extras depois de matar algum chefe e um especial de invencibilidade que deixa qualquer chefe mamata.

     O resto do jogo é tudo porcaria. Lembremos que o jogo saiu em 1997, depois de excelentes jogos da série para plataformas caseiras e quase no final da vida do GameBoy. Os gráficos do jogo são de uma total falta de capricho e muito sem graça. Ao menos os sprites dos chefes são legais. A música é chatíssima, sem nenhum tema marcante. O que mais me irritou neste jogo é o respawn dos inimigos. Basta uma leve mudança de quadro e FDP volta a vida. Outra coisa mega irritante são os morcegos. Tem morcego pra cacete no jogo e eles possuem um padrão de movimento muito maldito que quase sempre te atinge. Outra coisa que incomoda muito são as armadilhas. Tem algumas velas que depois que são destruídas, te levam para uma sala cheio de bicho e se fode aí. O jogo em uns coletáveis, 5 no total, para liberar o final verdadeiro. Coletei 4, mas não tive paciência de revisitar esse jogo lixo para completar 100%.

    Castlevania Legends

    Platform: Gameboy
    432 Players
    16 Check-ins

    41
    • Micro picture
      rax · over 3 years ago · 4 pontos

      Esses Castlevanias do Game Boy Original são ruins os 3.So fica bom mesmo De Castlevania pra portáteis no GBA

      5 replies
    • Micro picture
      sartor · over 3 years ago · 3 pontos

      caraca 332 jogos zerados

      9 replies
    • Micro picture
      lipherusyt · over 3 years ago · 2 pontos

      Parabéns!

      1 reply
  • 2017-03-20 14:02:06 -0300 Thumb picture

    GALVÃO BUENO VAI NARRAR PARTIDA DE LEAGUE OF LEGENDS EM SEU PROGRAMA

    Galvão Bueno vai narrar sua primeira partida de League of Legends nessa segunda-feira (20). Segundo a informação divulgada no site da Globo e apurada pelo Uol, o famoso narrador brasileiro aceitou o desafio e vai narrar uma partida do jogo durante o “Bem Amigos” desta segunda-feira, programa que Galvão comanda às 22h no SportTV. O SportTV atualmente transmite o campeonato brasileiro de League of Legends, o CBLoL.

    Galvão vai receber Toboco, o narrador de League of Legends, e BRTT e micaO — jogadores da Red Canids e INTZ respectivamente. Toboco e Galvão vão trocar os papéis, então enquanto um narrará um jogo de futebol e outro narrador terá que se aventurar no eSport.

    O programa vai ao ar às 22h desta segunda-feira no canal SportTV.

    O que acham? Vai ser bom ou ruim? Será que vai nos render bons memes?

    League of Legends

    Platform: PC
    9060 Players
    2668 Check-ins

    11
    • Micro picture
      lcfreezer · over 5 years ago · 1 ponto

      mito kkkkkkk aceitando um desafio e cagando sobre o que falarem, ganha perto de um milhãozinho todo mês enquanto falamos mal kkkkkkkkkk

      1 reply
  • 2016-09-24 10:24:42 -0300 Thumb picture
  • raiden Raiden
    2016-07-28 22:41:41 -0300 Thumb picture

    Minhas impressões The Elder Scrolls Legends beta!!!

    Conforme mencionei aqui recebi finalmente o convite para a beta fechada do jogo e relatarei aqui as minhas impressões iniciais sobre esse card game da Bethesda totalmente ambientado no universo de The Elder Scrolls.

    Concluí os 8 capítulos do Ato 1 do modo história e posso dizer que com certeza esse card game é absolutamente espetacular em todos os sentidos!!!

    Sempre fui fã de card games físicos (tenho até hoje Magic, O Senhor dos Anéis TCG, Legends of the Five Rings, entre outros). Aí chegou Hearthstone (da Blizzard) que ainda hoje muitos jogam mas confesso que já deixei de jogá-lo à muito tempo. Joguei Hearthstone por vários anos mas desanimei pois o jogo fatalmente se tornou pay to win. No início (na época da beta) era uma maravilha e até mesmo no lançamento do jogo. Mas depois, só tristeza...

    Sabendo disso e sendo "macaco velho" com card games online (joguei também Might and Magic Duel of Champions da Bugsoft, entre outros), estou jogando sim The Elder Scrolls Legends (vacinado) apenas para testar mesmo que mecânicas ele apresenta. E como o jogo me deu a liberdade de capturar imagens, gravar, etc, então vamos lá.

    Resumidamente, TESL "rouba" muita coisa de Hearthstone, Magic só que tem MUITO mais coisas que Hearthstone não tem, sendo assim, na minha opinião INFINITAMENTE SUPERIOR  a Hearthstone como card game. MUITO mais estratégico. O jogo já possui um modo história, o clássico PvP, modo de treino e até arena (que ainda não desbloqueei.

    Até o momento concluí o ato 1 (contendo 8 capítulos).

    Consegui vários títulos incluindo Untouchable (vencer um jogo sem sofrer dano). É, a experiência com card games me ajudou muito aqui. Não perdi nenhuma vez até o momento então posso dizer que está bem fácil a campanha pra quem já joga Hearthstone ou Magic.

    E o modo história é absolutamente espetacular, cutscenes muito bem feitas com efeitos sonoros de altíssima qualidade!!

    Escolhi dark elf como classe e curti muito! O deck é bem equilibrado. Você vai upando de level igual Hearthstone. São várias classes disponíveis: Nórdico, Argonian, Khajiit, enfim. Todas as classes do universo de TES.

    O deck builder é muito parecido novamente com Hearthstone, esquemático e muito intuitivo. O limite aqui é de 50 a 70 cartas, diferente de Hearthstone que são apenas 30. As raridades das cartas seguem parecidas também. Raras, épicas, etc...

    E o jogo segue aquele mesmo esquema. Você pode descartar alguma carta da sua mão inicial ou manter.

    Tem até uma carta com a mesma função da moeda de Hearthstone!

    À cada turno, 1 ponto de magicka é adicionado ao montante. O jogo é muito bonito graficamente e à cada carta jogada, uma fala ou efeito sonoro é acionado exclusivamente dando assim uma identidade própria e única pra cada carta (como em Hearthstone). Aqui existem também cartas como Provocar, Investida, Furtivo, etc, só que que com outros nomes. Mas a função é a mesma. Porém, MUITAS outras cartas com habilidades diferentes estão presentes no jogo, como por exemplo cartas de suporte que ficam permanentes no jogo (como em Magic). À cada 5 pontos de vida você perde uma runa e aí muitas cartas ganham utilidade.

    Enfim. Toneladas de coisas interessantíssimas no jogo, MUITO mais completo e estratégico do que Hearthstone além do quê, o universo (pelo menos na minha opinião) é muito mais interessante. 

    Resumindo, como JOGO, The Elder Scrolls Legends (até o momento dessa versão beta) está absolutamente sensacional retratando com perfeição o universo de TES em forma de card game!! Agora a questão é aquela: com o tempo se tornará pay to win?? Não. A questão é que, não é que ele IRÁ SE TORNAR pay to win. Ele SERÁ LANÇADO pay to win com certeza. Tanto que já existe um loja no mesmo esquema de Hearthstone onde você pode comprar coisas com moedas do jogo ou dinheiro real. Então, não tem jeito. Card games sempre foram assim até mesmo os físicos. Portanto, não existem e nem existirão card games sem serem pay to win. Lembro-me o quanto eu juntava dinheiro pra comprar sempre mais um booster. NUNCA estava satisfeito. E... bom. Essa é ideia mesmo. Fazer o que... Mas o jogo tá mais do que aprovado!! MILHÕES DE VEZES MELHOR QUE HEARTHSTONE.

    The Elder Scrolls V: Skyrim

    Platform: PC
    17661 Players
    910 Check-ins

    8
    • Micro picture
      santosmurilo · almost 6 years ago · 2 pontos

      É cardgame? Eu tbm fui selecionado, mas eu não curto MMO (pensava q era) e a serie Elder Scrolls

      1 reply
  • raiden Raiden
    2016-07-28 20:10:58 -0300 Thumb picture

    Até que enfim!!

    Fazia um tempão que estava esperando esse convite. Vamos ver se presta e se não será mais um pay to win da vida... Que eu acho que com certeza será.

    The Elder Scrolls V: Skyrim

    Platform: PC
    17661 Players
    910 Check-ins

    4
  • 2016-07-02 16:06:22 -0300 Thumb picture

    Hyrule Warriors | Hyrule Warriors Legends

    ...Três últimos personagens DLC.

    Usuários que exploraram os arquivos encontrados na última atualização de Hyrule Warriorsdescobriram quem serão os três últimos personagens DLC previstos.

    São eles: Toon Zelda, Ravio e Yuga.

    Sabemos que o próximo DLC será de Phantom Hourglass/Spirit Tracks com um novo personagem, o que faz sentido ser a Toon Zelda. Já o último DLC será de A Link Between Worldscom dois novos personagens e Ravio e Yuga seriam escolhas bastante prováveis.

    Resta aguardar um anúncio oficial da Nintendo.

    =================================

    Fonte: Nintendo EverythingWiiUBrasil

    =================================

    @u3marcos

    Hyrule Warriors

    Platform: Wii U
    872 Players
    408 Check-ins

    5
    • Micro picture
      joilsonb · about 6 years ago · 2 pontos

      não sou nenhum pouco fã de dynasti warrios! mais já tive vontade de comprar esse zelda, porém por não ser fã de dynast warrios, acabei de ficar com medo de não gostar do jogo! quem jou esse zelda, que nota vocês dão pra ele? mesmo pra quem não é fãn de dynast warrios, existe alguma chance de gostar do jogo?

      2 replies
  • pauloe Paulo Emilio
    2015-12-20 10:50:29 -0200 Thumb picture

    Rayman Legends e suas Music Levels

    Passando pelas postagens do alva, vi um check-in sobre Rayman do @metroidgamer e lembrei o quão foda são essas music levels. Ficava ansioso pra chegar logo a uma fase nesse estilo. Genial, genial...

    Rayman Legends

    Platform: PC
    517 Players
    66 Check-ins

    10
    • Micro picture
      guilherme_gondin · over 6 years ago · 1 ponto

      Pena que graças às mecânicas quebradas isso essa é a única parte do jogo completamente boaboa.

    • Micro picture
      _gustavo · over 6 years ago · 1 ponto

      Eu fiquei realmente puto que a Uplay nao tem save em cloud e perdi todo meu progresso no jogo, é otimo, futuramente eu animo de rejogar tudo de novo

Load more updates

Keep reading &rarr; Collapse &larr;
Loading...