• 2022-03-21 22:01:18 -0300 Thumb picture
  • 2022-03-19 08:54:02 -0300 Thumb picture
    Post by wattersonstudios: <p>Contra: Hard Corps terá uma dublagem disponível

    Contra: Hard Corps terá uma dublagem disponível em 25 de março de 2022. O foco será nos personagens Fang e Browny, por serem os mais diferenciados do jogo.

    Contra: Hard Corps

    Platform: Genesis
    757 Players
    23 Check-ins

    0
  • jimmyramalho Jimmy
    2021-12-17 01:15:12 -0200 Thumb picture
    Post by jimmyramalho: <p>#img#[802451]</p><p>#img#[802452]</p><p>#img#[80

    Contra

    Platform: NES
    3284 Players
    37 Check-ins

    5
    • Micro picture
      onai_onai · 5 months ago · 2 pontos

      Esse terminei na raça, mas foi difícil pra caramba!

      1 reply
  • viciogame VICIOGAME Retro Games
    2021-06-04 16:00:04 -0300 Thumb picture

    ​🎮 Contra 3 (Super Nintendo) Complete Gameplay

    #Viciogame #Contra #SNES #Gameplay #魂斗羅 #SuperNes #Contra3 #SuperNintendo #Konami #Walkthrough #ContraIII #Playthrough #SuperFamicom #Longplay #Nintendo #魂斗羅スピリッツ #LetsPlay

    Contra III: The Alien Wars

    Platform: SNES
    4368 Players
    34 Check-ins

    0
  • viciogame VICIOGAME Retro Games
    2021-01-06 15:12:12 -0200 Thumb picture

    ​🎮 Contra: Hard Corps (Mega Drive) Complete Gameplay

    #Viciogame #Contra #MegaDrive #HardCorps #SegaGenesis #株式会社セガ #Longplay #メガドライブ #konami #Sega #魂斗羅ザハードコア #TecToy #AlienWars #株式会社コナミホールディングス #Probotector #LetsPlay

    Contra: Hard Corps

    Platform: Genesis
    757 Players
    23 Check-ins

    0
  • anduzerandu Anderson Alves
    2020-01-04 13:02:10 -0200 Thumb picture

    Registro de finalizações: Blazing Chrome

    Zerado dia 02/01/20

    Olhando aqui a eshop do Switch eu vi que Blazing Chrome estava num preço camarada. Fiquei na vontade e corri pra pegar o cartão de crédito. Quando fui fazer o checkout eu pensei: "pra quê gastar essa grana?"

    Não que o jogo não valha os R$30 e pouco reais ou mesmo o preço cheio, mas eu tô com uns projetos e tal e guardar dinheiro pode fazer a diferença no momento, além de que eu tenho tantos jogos pra jogar, inclusive alguns que estão na lista de prioridade por eu já ter começado.

    Por outro lado eu realmente estava na vontade de jogar o jogo e sair um pouco dos outros. Quer saber? Segui o conselho dos amigos PCzistas e joguei no Google o download pirata. Até pensei que se desse algo errado eu já desistiria e compraria o jogo mais pra frente, mas ao invés disso, eu o encontrei bem fácil e num arquivo tão minúsculo! Baixei pra ver e sequer precisou de instalação, reconheceu o meu Pro Controller do Switch na hora e lá fui eu.

    Pra quem não sabe, Blazing Chrome é um jogo indie que é praticamente Contra. Contra III pra ser mais específico. O título é do gênero run 'n' gun com visual 16 bits e se você já jogou alguma coisa da popular franquia da Konami, vai se sentir em casa.

    A experiência é meio que o que eu já esperava: mil inimigos na tela, bastante plataforma, coletar power-ups e diferentes tipos de arma e perdê-los ao morrer com o toque de qualquer Zezinho, chefes grandalhões e muitos robôs a serem destruídos.

    No começo da coisa toda é possível selecionar o nível de dificuldade entre Fácil e Normal. Há uma silhueta do Hardcore mas ele só é aberto quando fechamos o jogo no Normal.

    Depois disso há a possibilidade de escolher personagens: uma mulher ou um robô que se converteu pro lado da resistência. Há mais dois a serem desbloqueados também, mas o que mais me chamou a atenção foi ver o quadrinho do lado direito da tela pra me lembrar que existe o modo 2-player cooperativo que eu poderia estar jogando, mas aqui no Rio eu tô sem amigos, haha.

    Após uma tela de explicação de jogos ao maior estilo SNK, uma surpresa: você escolhe a fase que deseja jogar, ao invés de segui-las numa ordem linear. Bom, cada uma delas mostra um nível de dificuldade diferente e você provavelmente faria como eu e jogaria na ordem, o que acaba deixando o jogo sempre na mesma ordem de qualquer forma, mas indo na ordem de dificuldade eu percebi que a fase 2 tem o nível maior que a 3, o que acarretou que eu joguei "fora de ordem", mas tudo bem.

    E falando em dificuldade, o jogo varia muito bem a jogabilidade e temática de cada uma das 5 fases e você tem que se acostumar com os controles básicos e específicos de cada parte, movimentação e como abordar diversos tipos de oponentes.

    O primeiro estágio, por exemplo, demorou apenas 5 minutos! Eu achei que tivesse demorado mais, mesmo tendo jogado super bem. Já a segunda fase levou 15 minutos, o que eu diria que é a média de tempo cada cada uma delas. Outras chegaram a levar 18!

    Mesmo com muitas mortes, eu raramente senti que o jogo foi injusto ou que jogou muita coisa pra se preocupar na tela e geralmente a culpa era minha mesmo por ter me posicionado mal ou ter usado um comando errado. Felizmente Blazing Chrome conta com checkpoints e continues infinitos! Isso não deixou a experiência fácil, mas bem menos frustrante.

    Os checkpoints mesmo, acontecem depois de minibosses, e você pode levar um bom tempo até chegar num deles e morrer bastante antes ou nele mesmo. Você morre, perde todas as vidas e o jogo te joga de volta pro último ponto de salvamento e isso quase sempre te faz jogar longas partes novamente até chegar onde estava.

    Outra coisa bacana nesse quesito de salvar progresso é que o meu notebook estava acabando a bateria e quando eu o coloquei na tomada, ele desligou (coisa que nunca havia acontecido). Torci pra só ter acabado a bateria bem na hora mas ele havia desligado mesmo, mas quando abri o jogo novamente, ele já me deu a opção de continuar de onde havia parado (no caso, eu tinha acabado uma fase e estava na tela de selecionar a próxima quando aconteceu).

    Como todos já sabemos, o sentimento é de estar jogando Contra, e isso inclui algumas coisinhas básicas, como saber trocar de arma e usá-las apenas quando necessário para evitar perdê-las. A arma principal é uma metralhadora bem legal, as outras são:

    -W, que funciona como o flamethrower antigo e tem aquela física bizarra com delay quando você muda de lado;

    -G, o grenade launcher. Joga granadas com baixa cadência entre cada disparo, mas é bem forte;

    -P, que acredito ser Plasma Gun ou coisa do tipo. Os tiros são meio que como os do Laser do Contra, mas de uma forma muito boa e forte, fora a possibilidade de segurar o botão e soltar um raio bem grande e contínuo.

    Além das armas, há ainda uns drones que você coleta e te dão melhorias passivas (você os perde se morrer também. Um deles adiciona tiros aos seus ataques, outro te dá dois escudos para proteger uma vida (meu favorito) e o último te deixa mais rápido e com pulo duplo.

    Resumindo: Blazing Chrome é um jogo sensacional do gênero, e que talvez tenha feito pra Contra o que Freedom Planet fez com Sonic. É o melhor do gênero? Talvez. Mas com certeza é um mega título pra zerar ou mesmo jogar casualmente com quem curtir. Casual ele não é, então definitivamente não indicaria pra qualquer um, mesmo sendo uma experiência bem amigável.

    De bom: visual e sons incríveis, desde a música até falas, que muito remetem a fliperamas. Dificuldade perfeita no Normal, e há a opção de Fácil pra quem quiser algo mais tranquilo (imagino que o Hardcore seja algo como Contra 4). Jogabilidade e controles responsivos, como devem ser nesse gênero. Cada fase é bem original. Desbloqueáveis. Checkpoints justos e que garantem que, se você tiver paciência, você vai zerar o jogo e sem ter que refazer fases que já terminou. Coop de 2 jogadores. Muito estiloso.

    De ruim: achei que o comando de rolar (baixo e pulo) poderia ser outro botão (possivelmente editável), pois isso me fez me matar um bocado de vezes e eu raramente o usava de forma útil (vacilo meu). Algumas coisas são levemente injustas, como projéteis difíceis de ver ou quando você dá um pulo que parece certo mas o personagem ainda encosta um pouco a perna e morre.

    No geral, eu amei o jogo, por mais que eu deva ter jogado uma horinha apenas. Um dos melhores do gênero e a melhor opção pra quem quer mais do tipo e não aguenta mais jogar os clássicos. Zere sozinho ou chame um amigo que curta pra relembrar os bons tempos com uma experiência desafiadora, mas muito justa. Jogaço que já chegou pra virar um clássico!

    Blazing Chrome

    Platform: PC
    78 Players
    25 Check-ins

    28
    • Micro picture
      seufi · over 2 years ago · 2 pontos

      To esperando uma promo pra pegar pra ps4 e jogar aquele coop com os parceiros.

      1 reply
    • Micro picture
      darleysantos676 · over 2 years ago · 2 pontos

      E os artigos??? Tô de brinks hahha! Nem sei se lembra de mim. Mas gosto dos seus textos pois você destrincha os jogos todos, muito bom!

      1 reply
  • tobycroft Toby Croft
    2019-07-30 16:41:18 -0300 Thumb picture

    Contra (Nes)

    Em 2633, dois Comandos da Marinha de Elite " Contra ", chamados Bill e Lance, são enviados em uma missão para neutralizar uma organização terrorista chamada Red Falcon que planeja tomar o mundo inteiro e cabe a este exército de dois homens colocar um acabar com essa loucura de uma vez por todas.

    Contra

    Platform: NES
    3284 Players
    37 Check-ins

    0
  • tobycroft Toby Croft
    2019-07-30 16:34:47 -0300 Thumb picture
    Post by tobycroft: <p>Contra III: Aliens Wars, é um jogo do console SN

    Contra III: Aliens Wars, é um jogo do console SNES, lançado em 1992 no Japão como Contra Spirits (魂斗羅スピリッツ, Kontora Supirittsu) é o terceiro jogo da série Contra da Konami. Foi portado para o Game Boy e Game Boy Advance e lançado para o Virtual Console do Wii em janeiro de 2007. Famoso game do console SNES.

    O jogo se passa no ano de 2636, dois anos depois dos acontecimentos de Super Contra. Os protagonistas Bill Rizer e Lance Bean são chamados mais uma vez, contra uma invasão alienígena. Aproveitando da tecnologia do Super NES, neste jogo os gráficos são melhorados em relação aos jogos anteriores. É considerado por muitos o melhor jogo da série Contra.

    O jogo está dividido em seis niveis, com um chefe no final de cada. Contra III: The Alien Wars mantém a tradição da série, alternando entre fases onde a visão é lateral (Side-scrolling) e outras onde a visão que se tem da tela é como se o jogador a estivesse sobrevoando. Há três níveis de dificuldade no jogo — fácil, normal, e díficil. Na versão japonesa do jogo, cada nível de dificuldade vencido mostra um final diferente, na versão americana o final só é mostrado após se vencer o jogo na dificuldade díficil.

    A trilha sonora instrumental do jogo, composta por Miki Higashino, Masanori Adachi e Tappy Iwase, também é muito celebrada pelos fãs da série Contra como uma das melhores já compostas para um jogo da franquia.

    Contra III: The Alien Wars

    Platform: SNES
    4368 Players
    34 Check-ins

    0
  • 2019-06-11 14:22:08 -0300 Thumb picture

    PQP a Konami broxa mais do que Ubisoft e a Bethesda juntas!

    Pra quem não entendeu, foi anunciado um novo contra, sim, nada de novo metal caça niquel gear ou alguma expansão merda para o duel links, um jogo completamente novo feito do zero, mas, sendo bem sincero, anos e anos de maquinas de panchiko, PES e duel klinks fizeram realmente mal a Konami (falando assim da até a impressão que eu me importo com ela, mas não, quero mais e que ela se f*da e seja vendida)

    Contra

    Platform: NES
    3284 Players
    37 Check-ins

    12
    • Micro picture
      kipocalia · almost 3 years ago · 2 pontos

      que desgraaaçaaa

  • luchta Ewerton Ribeiro
    2019-03-20 05:58:41 -0300 Thumb picture

    Konami anuncia coletâneas de aniversário de Castlevania, Contra e mais

    Para comemorar o 50º aniversário da empresa, a Konami irá lançar várias coletâneas chamadas de Anniversary Collections, as quais irão reunir diversos jogos da série Castlevania, Contra e outros títulos arcades da empresa.

    A primeira coletânea é chamada de Arcade Classics, e será lançado em 18 de abril por US$20. Incluirá jogos como Haunted Castle, A-Jax, Gradius, Gradius II, Salamander, Thunder Cross, Scramble e TwinBee. Um eBook bônus também será incluído com novas informações, entrevistas e esboços.

    Chegando no "Início do Inverno" será a Castlevania Anniversary Collection, que incluirá oito títulos, dos quais apenas quatro foram anunciados até agora. Os títulos anunciados até agora são Castlevania (NES), Castlevania III: Dracula's Curse (NES), Castlevania II: Belmont's Revenge (Game Boy) e Super Castlevania IV (SNES).

    A coletânea Contra Anniversary Collection também será lançada no "Início do Inverno", e também irá incluir oito jogos, com os quatro anunciados até agora sendo Contra (Arcade), Super Contra (Arcade), Super C (NES) e Contra III: The Alien Wars (SNES).

    Todos as três coletâneas estarão disponíveis digitalmente no Switch, PS4, Xbox One e Steam.

    Fonte: Gamevicio

    Castlevania

    Platform: NES
    2170 Players
    131 Check-ins

    18
    • Micro picture
      luchta · about 3 years ago · 1 ponto

      Torço para que isso seja para testar a popularidade dessas franquias, e que com as vendas eles decidam fazer jogos novos, por que na moral, se não tiver nada de relevante (tipo novos recursos) nessa coletânea, melhor jogar no emulador mesmo. Eles rodam em qualquer torradeira hoje em dia.

    • Micro picture
      lukenakama · about 3 years ago · 1 ponto

      Ai sim, não sei de fato como será o port, se será bom ou ruim, espero que não faça que nem a Capcom e foda tudo com o port.

    • Micro picture
      firerockbird · about 3 years ago · 1 ponto

      lançar jogo antigo, beleza, agora lançar jogo novo que preste, nada!

Load more updates

Keep reading &rarr; Collapse &larr;
Loading...