• rafa9000 Rafael Gazola Ghedini
    2022-07-15 21:55:26 -0300 Thumb picture

    E por falar em Cavaleiros do Zodiaco....

    Fica aqui a dica de uma playlist com as musicas mais bonitas do anime na minha opinião, uma coisa que CDZ sempre foi PHODA é a trilha sonora, seja o original, Omega, Soul of Gold, Lost Canvas, Netflix, todos tiveram musicas excelentes e marcantes: 

    Saint Seiya: Soldiers' Soul

    Platform: Playstation 4
    348 Players
    63 Check-ins

    9
  • 2022-02-18 23:15:17 -0200 Thumb picture

    Os Cavaleiros do Zodíaco

    Ano - 1986

    Nº de episódios - 145

    Disponível em plataformas de streaming - Sim (Crunchyroll)

    Disponível dublado - Sim

    Disponível legendado em PTBR - Sim

    Sinopse: Os 88 Cavaleiros de Atena trajam desde os tempos mitológicos armaduras protegidas pelas constelações do céu para, assim, servir sua deusa e preservar a paz e o amor na Terra. Agora, nos tempos modernos, nasce uma nova Atena e, para que ela não seja assassinada ainda bebê por aqueles que estão ofuscados pelo poder e pela ganância, ela é levada para longe, onde cresce como Saori Kido.

    _____________________________________________________________________________

    Pode ter tido Dragon Ball Z, Pokémon, Naruto, a casa do caralho o que for, nenhum anime possui a importância para o público brasileiro que Saint Seya, conhecido aqui como Os Cavaleiros do Zodíaco, teve. Por mais que tenham vindo outras animações (ou mesmo séries) japonesas para cá, e tendo inclusive passado na TV aberta, nenhuma delas causou o impacto que Seiya, Shiryu, Hyoga, Shun e Ikki fizeram nos infantes e púberes telespectadores da saudosa Rede Manchete, nos meados da década de 90, mostrando a dicotomia acachapante entre as animações nipônicas e as ocidentais, cheias de lição de moral, que estávamos acostumados a ver!

    Posteriormente, por volta de 2004, a série teve uma reprise nas tardes da Band (onde a música tema clássica, Pegasus Fantasy, cantada pelo Angra, finalmente deu as caras por aqui), e acabou por fazer renascer a criança interior (que ficava fazendo Cólera do Dragão no chuveiro, ou que colocava bonequinhos de Power Rangers no congelador pra brincar de caixão de gelo do Camus) de muito marmanjo por aí! Particularmente eu acho difícil que coisas como Yu Yu Hakusho, Dragon Ball ou qualquer outro desenho japa que tenha passado na TV aberta tenha vindo pra essas bandas se não fosse ao absurdo sucesso desse cara aqui...

    A história da série é bem simples, basicamente alguns órfãos foram mandados para diferentes partes do mundo para que se tornassem Cavaleiros (Saints, no original), adquirissem uma armadura regida por uma constelação celestial e retornassem, para se digladiar entre si em um torneio repleto de violência, com o prêmio deste sendo uma armadura dourada do signo de Sagitário. 

    O protagonista, Seiya, adquire a armadura de Pégaso, e acaba conhecendo no torneio seus futuros parceiros de jornada: o Shiryu de Dragão, Hyoga de Cisne, Shun e Andrômeda e Ikki de Fênix (com esse, a priori, sendo um inimigo). Porém, com o passar dos episódios, o grupo descobre que a dondoca metida a besta que organizara o torneio, a Saori Kiddo era, na verdade, a reencarnação da deusa Athena e eles, como cavaleiros, deveriam protegê-la, seja de seus próprios cavaleiros (que achavam que a mesma era uma impostora) ou até mesmo de outros deuses, como Poseidon e Hades!

    A história toma rapidamente níveis épicos, e com vários personagens com armaduras distintas e golpes chamativos, todos entrando em combates violentos, é muito fácil se empolgar e ficar curioso com o que vai acontecer na série. A trilha sonora também é repleta de temas icônicos, e o redesign do Shingo Araki para os personagens e armaduras (que, no mangá original, eram bem feinhos) ficou de arrasar. 

    O destaque, por incrível que pareça, não vai para os protagonistas e sim para os Cavaleiros de Ouro, compostos de 12 guerreiros com capas e armaduras douradas simbolizando os signos do zodíaco, e que certamente fizeram muita gente ficar na expectativa para ver qual seria o representante do seu signo (tenho pena de quem teve que ir na escola após ver Aphrodite de Peixes, Aldebaran de Touro ou Máscara da Morte de Câncer...).

    Porém, nem tudo são flores. Apesar de ser uma série marcante com uma mitologia incrível que mistura cultura grega com astronomia (e até uma mísera noção de física), ela sofre de vários problemas, com o pacing bem lento sendo um deles. O primeiro arco, do Torneio Galático, é legal, o segundo, dos Cavaleiros Negros, serve, mas após isso, até chegar no icônico arco das 12 Casas (onde aparecem os Cavaleiros de ouro) é um marasmo dos infernos. Os arcos posteriores, Hilda de Polaris e Poseidon, não são tão marcantes quanto, e o último, o de Hades, é legal, mas demorou décadas para ser animado, e o cast principal não se desenvolve,  e continua (tirando o Ikki de Fênix) completamente desinteressante, o que também não ajuda muito.

    Porém, mesmo com isso, ainda dá para se dizer tranquilamente (ainda mais em uma atualidade onde porcarias como Demon Slayer fazem sucesso) que Cavaleiros do Zodíaco ainda vale a pena ser conferido. Ele está longe de ser o melhor battle shounen da época, ou mesmo a melhor animação japa a já passar em canais abertos (Yu Yu Hakusho, por exemplo, detona ele de longe), porém sua mitologia única, seu cast memorável (mesmo que 90% dele tenha o carisma de um cascalho carcomido), sua trilha sonora épica, sua dublagem incrível (Gilberto Baroli e seu Saga de Gêmeos ficaram pra história) e sua importância para a existência de animações japonesas dubladas em ptbr certamente compensarão seu tempo gasto e a Velha, que já alcançou o sétimo sentido desde a última Guerra Santa, assina embaixo!

    PS: Tal como foi dito no post de Visão Geral da Franquia Saint Seiya, a série possui vários spin offs, um pior do que o outro... Exceto por um, relacionado a telas de pintura perdidas... Mas esse fica pro próximo post!

    Link das indicações da Velha aqui!

    Saint Seiya: Chapter Sanctuary

    Platform: Playstation 2
    1956 Players
    22 Check-ins

    42
    • Micro picture
      ataquezero · 7 months ago · 3 pontos

      Um dos meus animes favoritos e o primeiro que assisti. Eu fui um pouco resistente ao Omega por causa da animação. Mas decidi assistir depois de um tempo e digo: que anime incrível!

      5 replies
    • Micro picture
      vante · 7 months ago · 2 pontos

      Por mais que seja pastelão e meio clichê, eu gosto pra krl desse anime! Junto com DBZ são os meu animes favoritos EVER!

      1 reply
    • Micro picture
      tiagotrigger · 7 months ago · 2 pontos

      Pô, o Aldebaran é legal, hehe.
      O que me marcou também nessas animações japonesas são as aberturas, os outros desenhos também tinham, mas eles cortavam e não eram tão empolgantes.
      Até os moleques cantando na versão da manchete era legal. xD
      "Pégasu, ajuda o teu cavaleiro ... ♩ ♪ ♫ ♬ ♭ ♮ ♯ 🎼 🎵 🎶"

      4 replies
  • 2021-05-14 20:57:12 -0300 Thumb picture

    Visão geral da Velha: Franquia Saint Seiya

    Demorou, mas cá estamos novamente, com uma Visão Geral da Velha sobre franquias de desenhos japas, desta vez sobre uma franquia bem conhecida e querida pelos brasileiros, até bem mais do que no seu país de origem: Saint Seiya, ou como conhecemos, Os Cavaleiros do Zodíaco!

    Só falar "Os Cavaleiros do Zodíaco" que lembro na hora dessa abertura!

    Apesar de estar longe, beeem longe, de ser a melhor série de animação japonesa que passou na TV aberta (com coisas como Yu Yu HakushoSailor Moon botando ele no chinelo), CDZ foi o mais importante deles, já que graças ao impacto que ele causou (mostrando bem a exoticidade das animações nipônicas, em contraste com o que estávamos acostumados a ver dos gringos na televisão na época) que outras séries do tipo puderam ser localizadas para cá, e isso que causou o interesse dos brazucas por esse tipo de entretenimento. Portanto mesmo se tu começou a ver desenho japa ontem, se não fosse por esse cara, dificilmente você saberia que esse tipo de coisa existia...

    Enfim, nesse post, assim como foi com o de Digimon, farei um breve resumo sobre as principais séries de animação da franquia (deixando de lado os filmes, mangás e adaptações em CG porcas que foram ao cinema ou que existem no Netflix) e no final um veredicto da Velha dizendo se essa franquia no geral se sai bem ou não. Enfim, eleve seu cosmo até o sétimo sentido e vamos ao que interessa!

    ______________________________________________________________________________

    1 - Saint Seiya/Os Cavaleiros do Zodíaco (1986)

    Saint Seiya foi um mangá feito por Masami Kurumada de 1985, que fez um bom sucesso lá no Japão, e com isso ganhou uma animação feita pela Toei Animation pouco tempo depois. Sendo protagonizada por Seiya e seus companheiros Hyoga, Shiryu, Shun e Ikki, os guerreiros cujas armaduras remetem às constelações do céu noturno precisavam defender a deusa Athena das garras do mal (que toda hora queria matá-la drenando todo seu sangue). Apesar da trama carecer (e muito) de personagens carismáticos (e isso não é algo da época, já que Hokuto no Ken, tão antigo quanto, é cheio deles) e da trama ser até bem previsível, o autor foi muito feliz na criação da mitologia da série, misturando mitologia grega com astronomia e até mesmo um pouco de física, além de várias armaduras fodas e golpes bem chamativos, ajudando e muito na consolidação dos preceitos dos battle shounen, tal como fazendo crianças colocar bonequinhos no congelador ou tentar reverter o fluxo da água do chuveiro, ahuahua. 

    O anime tem mais ou menos 145 episódios (dividido em 4 arcos principais: Santuário, Hilda de Polaris, Poseidon e Hades) e apesar do pacing lento, é cheio de momentos épicos e memoráveis (e mais adiante farei um post separado no Arco falando melhor dele) e vale a pena conferir, mesmo nos dias de hoje!

    02 - Saint Seiya - The Lost Canvas (2009)

    Em 2006, anos depois do término do mangá do CDZ original, uma dona chamada Shiori Teshirogi começou a fazer uma história que contava a Guerra Santa (conflito na série onde a deusa Athena luta contra Hades, algo que se repete durante as eras) anterior às aventuras de Seiya e cia (ou seja, um prequel da série principal) e assim surgiu Saint Seiya: The Lost Canvas, que alguns anos depois ganhou alguns OVAs lançados em DVD no Japão, e como a série é muito querida por aqui, não tardou para que esses episódios fossem lançados oficialmente em terras tupiniquins e até mesmo dublados, deixando os fãs malucos! A arte da Shiori, que tem altas influências shoujo, deu outro ar para a franquia, deixando tudo lindo de morrer, e além disso os personagens ganharam um carisma desgraçado, alguns até lavando a honra de suas contrapartes anteriores (como os cavaleiros de Câncer e Peixes), isso além da melhor parte do anime clássico, a mitologia, ter se mantido intacta, e todo aquele clima greco/astronômico épico estando forte como antes! 

    Infelizmente a série não vendeu bem no Japão e nem metade do material original chegou a ser adaptado, tendo até hoje apenas 26 episódios e sem a menor previsão do resto da história ganhar animação... Mas ainda assim vale a pena conferir (esse também deve ganhar um post separado do arco) e é a melhor coisa que surgiu na franquia, juntamente com o anime original! 

    03 - Saint Seiya Omega (2012)

    Sabe a profecia Maia, que dizia que o fim do mundo seria em 2012? Eles não estavam se referindo à dizimação da raça humana e sim à hecatombe que CDZ sofreu, com o surgimento dessa trolha aqui. Com Lost Canvas sendo feito por outro estúdio (e não dando o lucro esperado), a Toei tratou logo de fazer sua própria versão da história, desta vez trazendo a galerinha de Precure (uma franquia de mahou shoujo que o estúdio fez após o término de Sailor Moon, pra puro cashgrab mesmo) e produziu esse treco, que seria uma sequel da série principal. Porém os erros de continuidade que o Omega causou foram enormes, isso sem contar que enfiaram no meio do cu toda a mitologia da série, colocando armaduras embutidas em pedrinhas, cavaleiros mulheres (sendo que a mitologia da série era bem clara que mulheres só poderiam lutar caso usassem máscara e fossem Amazonas), porra de golpes elementais, os personagens antigos sendo descaracterizados (tipo Seiya virando o cavaleiro de Sagitário com um lencinho no pescoço) e aquele exagero e show de luzes de Precure que dão epilepsia fotosensitiva no espectador logo nos primeiros minutos. E para piorar essa desgraça ganhou 97 fucking episódios, enquanto o melhor derivado da franquia, The Lost Canvas, não chegou nem na metade disso... Lamentável...

    04 - Saint Seiya - Soul of Gold (2015)

    OK, eu sei que CDZ sempre foi máquina de vender bonequinhos (um dos motivos de Lost Canvas ter vendido pouco foi por não ter quase nenhum), tal como eu sei que os Cavaleiros de Ouro sempre foram os personagens mais interessantes da franquia, mas esse spin off elevou isso até a nona potência e fez uma história focada nos dourados só para eles ganharem novas armaduras e terem mais tempo de tela. A ideia pode até parecer interessante, mas a execução foi horrível, com as lutas sendo só um show de luzes idiota (sem aquele impacto que o anime original tinha), as armaduras novas que eles ganharam (as kamuis, ou armaduras divinas) não fazem o menor sentido (seja a forma como eles ganham elas, usam elas ou o design de algumas delas) e toda a problemática que a trama mostra sendo bem zoada, seja com os vilões ou o desfecho da coisa toda. Dar mais destaque para os cavaleiros de ouro teria sido legal, se Lost Canvas não tivesse feito isso anos antes e de uma forma muito superior! No geral é um anime bem ruim, não tanto quanto o Omega, mas longe de ser digno de levar o legado da série...

    05 - Saint Seiya - Saintia Shou (2018)

    Quando você acha que a mitologia da franquia já não estava na merda o suficiente com Soul of Gold e Omega, essa desgraça aqui surge das profundezas do inferno... Saintia Shou aproveita da mania atual por waifus e decide enfiar no cu de vez uma das regras mais proeminentes do anime clássico: de que mulheres não podem ser cavaleiros e inventam que Athena tinha uma guarda de cavaleiras que a protegia nos bastidores, as Santias, com a protagonista, uma guria ruiva chamada Shouko, sendo uma delas (que é basicamente um Seiya de vagina). E não, não confundam "mulheres não podem ser cavaleiros" com "machismo onde apenas homens podem ter destaque" pois além disso ser uma regra fundamental da franquia (tal como em Sailor Moon homens não poderem virar senshis, mesmo tendo poder para tal), isso nunca impediu as donas da série de descerem o cacete geral. Um excelente exemplo é a personagem Yuzuriha de Lost Canvas, que é uma Amazona, que taca o dane-se para a regra de usar máscara (e usa quando e como quiser) e ainda ataca com um pano! A PORCARIA DE UM PANO! Não precisava enfiar a melhor coisa da série, a mitologia, no meio dos fundilhos para fazer um spin off focado em mulheres, mas nãão, precisamos fazer o máximo de cashgrab possível e cavaleiras com armaduras vende muito mais pros punheteiros de plantão... Ou mesmo pra algum outro candango desinformado que pensa que isso é algum tipo de girl empowerment e não só mais um cashgrab barato que enfia cada vez mais a série no buraco...

    ______________________________________________________________________________

    Bem, é isso... Triste ver que uma franquia tão interessante e com uma mitologia tão única e exótica foi se rebaixando nos últimos anos a ponto de termos cada vez mais cashgrabs da mesma, e nenhum deles conseguindo ao menos chegar perto do que a mesma foi um dia. E para piorar o único derivado que conseguiu essa proeza, The Lost Canvas, foi cancelado antes de adaptar metade da história! O futuro do nome "Cavaleiros do Zodíaco" é dantesco, e o presente não fica muito atrás, e devido a isso não existe outro veredicto da mesma que não seja esse:

    O SELO SUICUNE DA DESGRAÇA! TU TÁ FODIDO, COLEGA! Por mais que os dois primeiros animes da franquia tenham sido legais, os outros foram de mal a pior, e isso somado às adaptações em CG ruins (que nem foram mencionadas no post, mas que infelizmente existem) e um autor que deixa que façam toda essa desgraça com sua principal obra não dá pra dizer que a franquia se sai bem, no geral...

    Enfim, é isso... Até o próximo post!

    Saint Seiya: Chapter Sanctuary

    Platform: Playstation 2
    1956 Players
    22 Check-ins

    26
    • Micro picture
      ersatzgott · over 1 year ago · 3 pontos

      Não discordo de nada. Que isso, Manoel, finalmente concordamos 100% HUAHAUHAH

      3 replies
    • Micro picture
      zefie · over 1 year ago · 2 pontos

      Não existe coisa mais triste no mundo dos animes do que The Lost Canvas ter sido cancelado enquanto Omega recebeu quase 100 episódios. É algo que eu até apago da memória pra não chorar sangue...
      Pra mim o Soul of Gold consegue ser ainda pior que o Omega, já que o último pelo menos teve uma produção técnica decente o bastante para ter realmente uma animação. O Soul of Gold consegue ser medíocre até mesmo nisso e na dublagem, com várias cenas de luta parecendo apenas imagens estáticas com luzes (lembra até Shurato ahuauhuhauha) e cenas onde você vê claramente que os personagens estão gritando mas os dubladores não tem fôlego nem para falar alto. O único ponto superior do Soul of Gold sobre o Omega é que ele teve só 13 episódios, então foi menos tempo de sofrimento.

      Se a Toei queria vender bonequinho em cima dos cavaleiros de ouro era melhor terem adaptado o mangá da Saga G do que fazer essa desgraça. Ele tem alguns problemas de continuidade com a série original também, mas beeeeem menos que o Soul e o Omega.

      1 reply
    • Micro picture
      vante · over 1 year ago · 2 pontos

      Pior que desde o Lost Canvas, a mesma coisa que saiu mesmo foi o Soul of Gold, que são 13 episódios de fan service só (eu me diverti porque comprei a ideia, mas entendo a espectativa ser alta, ainda mais pra Saint Seiya). E queria ver a sua opinião sobre o Next Dimension que.... Pra mim é tão bom quanto o Ômega, só que no mangá (tradução, uma bosta kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk)

      3 replies
  • 2019-09-04 03:32:59 -0300 Thumb picture

    Adição a minha coleção em Agosto

    Mês de Agosto consegui adicionar essas três maravilhas a minha humilde coleção do PS3! Sendo o CDZ e o Digimon lacrados. Ia comprar o Symphonia lacrado também, mas consegui achar esse pra pegar em mãos e tão bem conservado que nem parece que foi usado direito! \o

    De novidade mesmo só o Digimon que nunca tinha jogado antes... o CDZ já platinei no Steam e o Symphonia tenho o do GC e do Steam também. Mas queria muito as versões de PS3 porque sim xD

    Gostei do Digimon... falavam mal do jogo mas não vi muito sentido em algumas críticas que falaram pra mim... mas uma coisa é fato: o jogo tem me estressado bastante, não é algo pro meu momento e.e"

    Tales of Symphonia Chronicles

    Platform: Playstation 3
    357 Players
    38 Check-ins

    12
    • Micro picture
      lipherusyt · about 3 years ago · 2 pontos

      Booa!

      1 reply
    • Micro picture
      gennosuke6 · about 3 years ago · 2 pontos

      Boas aquisições! Eu tô querendo arrumar o Tales tbm, mas o preço tá salgadinho. Qualquer coisa pego só o Dawn of the New World na PSN. Esse Saint Seiya ainda não joguei, mas conheço. Tenho o Brave Soldiers, que platinei. *_* Esse Digimon eu não conhecia ele, mas parece legal tbm.

      2 replies
  • manoelnsn Manoel Nogueira
    2018-12-09 16:23:26 -0200 Thumb picture

    Rabiscando #130

    Enquanto a rede ainda vive, deixo uma tirinha que me veio na cabeça com essa polêmica do novo anime CG de Cavaleiros do Zodíaco no Netflix...

    Assim que vi o trailer pensei nisso na hora, hauhaua

    @andre_andricopoulos, @bakujirou, @bmark, @danielpuia, @darlanfagundes,@douglascruz19, @ermeson, @filp, @fragucci, @ghostsnakin, @gus_sander, @hilquias, @igor_park, @inksketch, @jokenpo, @jugemu, @katsuragi, @laumiramos, @mastermune, @manhundead @nono, @ralphdro, @raygoulart, @rodrigomesquita, @seufi, @srdeath, @vinicios_santana_3, @volstag, @wildwolf, @yukiiookumura

    Quem quiser ser marcado/desmarcado nesses rabiscos é só me avisar!

    Saint Seiya: Chapter Sanctuary

    Platform: Playstation 2
    1956 Players
    22 Check-ins

    52
    • Micro picture
      s7ephano · almost 4 years ago · 3 pontos

      "como é que hades vai entrar em mim agora!"
      ( ͡° ͜ʖ ͡°)

      1 reply
    • Micro picture
      tiagodantas · almost 4 years ago · 2 pontos

      O estilo de animação não me incomodou, mas as mudanças que eles apresentaram me deixaram meio puto

      1 reply
    • Micro picture
      douglascruz19 · almost 4 years ago · 2 pontos

      Se procurarem por Saori não vão encontrar ninguém, agora ela atende por Sienna, já que os nomes foram "atualizados". Essa tirinha representa bem a reação dos fãs, ficou excelente, ao contrário da animação! Kkkk

      4 replies
  • 2018-08-10 20:54:11 -0300 Thumb picture
  • 2018-06-27 19:08:39 -0300 Thumb picture
  • 2018-03-23 20:14:46 -0300 Thumb picture
  • ermeson Érmeson Gabriel
    2017-10-28 15:32:31 -0200 Thumb picture
    29
  • manoelnsn Manoel Nogueira
    2017-04-04 18:03:45 -0300 Thumb picture

    Rabiscando #47

    No rabisco de hoje quis dar uma variada e fazer um personagem masculino(acho que já perdi boa parte da dificuldade em desenhar mulheres, então posso ir revezando nos sexos dos personagens)... Como cobaia escolhi um personagem de Cavaleiros do Zodíaco, um anime que marcou a infância de muita gente aqui, especialmente os trintões que viram na Manchete... O anime tem falhas pra caramba, personagens horríveis, enredo previsível, mas possui uma mitologia ímpar(antes dela ser estragada com cavaleiros mulheres e armaduras de colã), além de alguns personagens memoráveis, como aqueles que deram uma utilidade para horóscopo: os Cavaleiros de Ouro e minha vítima é um deles:

    MORRA, SEIYA! HIHIHIHAHAHAHAHAHAHAHA!!!! Saga de Gêmeos, aquele que passou a perna em todos se fazendo passar por Grande Mestre. Foi um rabisco que fiz no final do expediente, só trouxe ele em casa pra arte finalizar e escanear. As mãos ficaram zoadas, resultado de desenhar uma pose dessas sem ter ao menos uma referência... Enfim, ao menos a cara de doido do Saga persistiu, portanto... Mission accomplished, aheuahueha

    @ghostsnakin, @filp, @hilquias, @bakujirou , @laumiramos , @yukiiookumura , @nono, @ralphdro, @fragucci, @darlanfagundes, @inksketch , @danielpuia , @ermeson, @jugemu, @katsuragi, @negosouls, @rodrigomesquita,@ngamesletsplay, @gamer_art

    Saint Seiya: Chapter Sanctuary

    Platform: Playstation 2
    1956 Players
    22 Check-ins

    28

Load more updates

Keep reading → Collapse ←
Loading...