• luchta Ewerton Ribeiro
    2021-11-07 22:08:10 -0200 Thumb picture
    Post by luchta: <p><strong>[OFF]</strong> Hoje é dia de me desinscr

    [OFF] Hoje é dia de me desinscrever do canal CUnosfera!

    O cara deu uma de Record falando de Tate no Yūsha no Nariagari!

    3
    • Micro picture
      tecnologgamer · 19 days ago · 2 pontos

      Ele esqueceu que já elogiou Berserk e outros seinens kkkkkk

    • Micro picture
      luchta · 20 days ago · 1 ponto

      Ou o cara é burro, ou viu que a reportagem da Record deu engajamento (tanto que eles problematizaram o Halloween na semana seguinte) e resolveu tentar a sorte.

  • luchta Ewerton Ribeiro
    2021-10-01 11:39:34 -0300 Thumb picture

    [OFF] Speed Racer era casca grossa!

    Se Speed Racer não vence a corrida de forma legal, vai na base da bala mesmo, ahahah! Os desenhos dos anos sessenta no Japão, mesmo voltado para o público jovem, não tinham medo de mostrar cenas de tiro e violência, com armas realistas. Tem até uma dele jogando o Mach 5 em cima da hélice do helicóptero e derrubando o mesmo, no melhor estilo Velozes e Furiosos, ahahah! Bons tempos ehm @manoelnsn.

    Speed Racer

    Platform: Playstation
    120 Players

    4
    • Micro picture
      manoelnsn · about 2 months ago · 2 pontos

      Essa falta de pudor e de noção faz falta mesmo, ahauahua

  • luchta Ewerton Ribeiro
    2021-09-05 12:38:42 -0300 Thumb picture

    Como os caras fazem isso?

    Na moral eu sei que o povo pega um anime e edita por cima, mas fico intrigado o quão difícil é editar os frames de animação e modificar eles dessa forma para se tornar personagens do Genshin Impact. Ficou muito bem feito na moral. Falando nisso seria muito bom se rolasse um anime de Genshin Impact mesmo.

    Genshin Impact

    Platform: PC
    57 Players
    134 Check-ins

    2
  • luchta Ewerton Ribeiro
    2021-09-03 20:21:32 -0300 Thumb picture

    [OFF] Parece que já temos o melhor anime do ano!

    "Você cresceu bastante"

    "E que eu tomo leite todo dia"

    "Quer que eu bata umazinha pra você?" 

    Nunca vi tanta frase épica em um mais de um minuto!

    3
    • Micro picture
      santz · 3 months ago · 1 ponto

      Eu também acho esse anime muito massa, bem capaz sim de ser o melhor do ano, mas não chega a ser uma coisa tão genial assim.

  • felipe_turesso Felipe Turesso
    2021-08-03 14:44:55 -0300 Thumb picture
    Post by felipe_turesso: <p>Code Geass certamente é um anime com diversas co

    Code Geass certamente é um anime com diversas coisas interessantes. Sendo assim, elaborei um vídeo para explanar sobre detalhes que envolvem o Império Sagrado de Britannia, morô? Divirtam-se aí.

    Code Geass: Hangyaku no Lelouch

    Platform: Nintendo DS
    14 Players

    6
    • Micro picture
      jcelove · 4 months ago · 2 pontos

      Grande exemplo de pai na thumb, só perde pra Gin Freecs, Vincent do FF XII, Big Boss e Matsumasa Kido.hehe

  • felipe_turesso Felipe Turesso
    2021-08-03 14:36:50 -0300 Thumb picture

    O Império de Britannia e o Darwinismo Social

    Medium 3876829 featured image

    Certamente Code Geass é um ótimo anime, haja vista seu enredo incrível com várias reflexões e um desenrolar interessantíssimo. Um anime altamente recomendado, afinal ele é não é muito longo (apenas 50 episódios), possui uma estória coesa, não existem fillers, portanto, todo episódio está acontecendo alguma coisa, há bons personagens, dentre outras notáveis características.

    Dentre várias coisas que são espetaculares neste anime, destaca-se o episódio seis da primeira temporada, mais precisamente o final deste no qual demonstra o Imperador Charles zi Britânia discursando no velório de seu filho, Clovis la Britânia. Durante seu pronunciamento, existem várias coisas que são interessantes de serem analisadas.

    Charles inicia seu discurso falando sobre igualdade:

    "Os homens não são criados iguais. Alguns nascem mais rápidos. Alguns são mais bonitos. Alguns nascem de pais pobres, enquanto outros nascem doentes e fracos. No nascimento, na educação e nas habilidades todos os seres humanos são diferentes. Sim. É por isso que as pessoas discriminam umas às outras. E, por isso, elas lutam e sofrem. E, ao fazer isso, elas progridem. A desigualdade não é errada, a igualdade que é!".

    Inicialmente o discurso de Charles é interessante, pois evidentemente todos nós somos criados de forma diferente. Cada ser humano possui suas particularidades, não à toa que existem cientistas, artistas, políticos, juristas, enfim. Cada pessoa possui seus dons, por assim dizer, e os explora, além da nossa personalidade que nos faz diferentes uns dos outros.

    O discurso de Charles vai de encontro com algumas afirmações do filósofo inglês Thomas Hobbes. Em sua famosa obra “Leviatã”, Hobbes explana sobre igualdade, autoritarismo e absolutismo. No Capítulo XIII do livro[1], ele afirma que mesmo que existam pessoas fisicamente mais fortes que outras ou pessoas que sejam mais inteligentes que outras, nenhuma delas está completamente a salvo. Isto não significa que a pessoa fisicamente mais forte ou a mais inteligente seja superior e imune aos demais, pois a pessoa mais fraca consegue matar a mais forte seja de forma furtiva, seja se unindo com outras pessoas para este propósito. Ao contrário do Imperador Charles, Hobbes afirma que todos os humanos são iguais, pois possuem igualdade de capacidade de se ferirem[2]:

    "(...) como é fácil até o mais fraco dos homens matar o mais forte, não há razão para que qualquer homem, confiando em sua própria força, deva se conceber feito por natureza superior a outrem. São iguais aqueles que podem fazer coisas iguais um contra o outro; e aqueles que podem fazer as coisas maiores (a saber: matar) pode fazer coisas iguais. Portanto, todos os homens são naturalmente iguais entre si; a desigualdade que hoje constatamos encontra sua origem na lei civil (Do cidadão, I, § 3, p. 29)".

    Possivelmente estas afirmações de Thomas Hobbes inspiraram o princípio fundador de Britânia, haja vista a ideia do Estado de Natureza. O que é isto? Basicamente seria uma situação que antecede a existência de sociedade civil como conhecemos, sendo assim, os humanos vivem em circunstâncias naturais, são totalmente livres para fazerem o que bem entenderem e estão em constante conflito entre si, haja vista a escassez de recursos, além da vontade das pessoas em satisfazer seus desejos e interesses. Em outras palavras, os humanos buscam sobreviver a qualquer custo e não há uma entidade soberana que garanta a ordem e limite a liberdade das pessoas. O ser humano é uma ameaça para si mesmo e por isto há guerra. Trata-se de uma anarquia e algo similar a vida dos animais na natureza.

    Charles prossegue com seu discurso:

    "E quanto à EU, que fez da igualdade um direito? Isso leva à anarquia para melhorar a própria reputação deles.

    E a Federação Chinesa que igualou a distribuição de riqueza? Virou uma nação de tolos preguiçosos!".

    Ressaltando-se que EU se refere à Europia United, que pode ser traduzido como Europia Unida.

    Nesta parte, Charles critica os sistemas que estes países adotaram. Ao que tudo indica, esta Europia é um Estado democrático e possivelmente estabelece em sua constituição que todas as pessoas são iguais perante a lei, assim como a Constituição Brasileira determina em seu Artigo 5º que "Todos são iguais perante a lei, sem distinção de qualquer natureza, garantindo-se aos brasileiros e aos estrangeiros residentes no País a inviolabilidade do direito à vida, à liberdade, à igualdade, à segurança e à propriedade, (...)".

    A Federação Chinesa aparentemente respeita mais os direitos humanos do que Britânia, embora também seja uma monarquia absoluta.

    Por outro lado, o Império Sagrado de Britânia é uma monarquia absolutista e certamente não possui qualquer legislação que estabeleça a igualdade entre as pessoas, pois na Área 11 se vislumbra que há uma superioridade dos cidadãos de Britânia em relação aos cidadãos japoneses, agora denominados simplesmente como Elevens ou Onze, apesar de ser possível um Eleven se tornar um cidadão honorário de Britânia.

    E o Imperador continua:

    "Mas não nossa amada Britânia! Nós lutamos e competimos. Continuamos evoluindo constantemente.

    Somente Britânia segue em frente, avançando para o futuro! E assim continua, mesmo com a morte do meu filho Clovis. Essa é a prova de que Britânia continuará evoluindo.

    Lutem! Compitam, roubem, conquistem e dominem!

    E, no final, o futuro será nosso!

    Todos saúdam Britânia!".

    Nesta parte final, identifica-se um importante valor para Britânia: evolução. Enquanto os britânianos continuarem lutando, competindo, conquistando e dominando, eles estarão evoluindo. Percebe-se que há a ideia de que Britânia é superior e que os demais países do mundo são inferiores. Claramente isto está relacionado ao Darwinismo Social, mas o que é isto? De acordo com Maria Augusta Bolsanello[3]:

    "O darwinismo social pode ser definido como a aplicação das leis da teoria da seleção natural de Darwin na vida e na sociedade humanas. Seu grande mentor foi o filósofo inglês Herbert Spencer (1820-1903), que inclusive criou a expressão "sobrevivência dos mais aptos", que mais tarde também seria utilizada por Darwin. O darwinismo social considera que os seres humanos são, por natureza, desiguais, ou seja, dotados de diversas aptidões inatas, algumas superiores, outras inferiores. A vida na sociedade humana é uma luta "natural" pela vida, portanto é normal que os mais aptos a vençam, ou seja, tenha sucesso, fiquem ricos, tenham acesso ao poder social, econômico e político; da mesma forma, é normal que os menos aptos fracassem, não fiquem ricos, não tenham acesso a qualquer forma de poder."

    Diante disto e de acordo com o Darwinismo Social, há uma segregação humana onde os humanos superiores sobrevivem e os humanos inferiores são eliminados. Isto é exatamente o que o Imperador Charles busca demonstrar em seu discurso. Ele quer deixar claro que a morte de seu filho, um príncipe imperial, não afeta ele e muito menos a nação britâniana. É como se ele fosse um ser menos apto, portanto, fracassou. Além disto, Charles zomba das outras potências mundiais e, claramente, o Império de Britânia despreza os povos de outros países.

    Apenas para se ter noção do quão insana são as ideias do Darwinismo Social, ressalta-se que o Nazismo possui semelhanças, pois de acordo com Gabriel Saldanha Lula de Medeiros[4],:

    "(...) [a] ideologia racial do nacional-socialismo, portanto, é uma combinação entre pseudociência racista, darwinismo social, antissemitismo e paganismo nórdico, uma vez que algumas alas do Partido Nazista acreditavam que os arianos seriam descendentes dos deuses nórdicos da era pré-cristã".

    A ideia de que Britânia se considera uma nação com humanos pertencentes a uma raça superior se vislumbra em seu próprio hino nacional:

    (...)

    Our Emperor stands astride this world

    He'll vanquish every foe!

    His truth and justice shine so bright

    All hail his brilliant light!

    Never will he be overthrown

    Like mountains and sea

    His bloodline immortal and pure

    All Hail Britannia

    (...)

    Nosso imperador está montado neste mundo

    Ele vai vencer todos os inimigos!

    Sua verdade e justiça brilham tanto

    Todos saúdam a sua luz brilhante!

    Nunca ele vai ser derrubado

    Como as montanhas e o mar

    Sua linhagem sanguínea imortal e pura

    Todos saúdam Britânia!

    Além de outras questões e o discurso do Imperador Charles, o trecho destacado no hino é a maior evidência de que provavelmente o Darwinismo Social está presente no Império Sagrado de Britânia há um certo tempo ou nos primórdios da fundação desta nação.

    Sendo assim, juntando a ideia do Estado de Natureza de Hobbes e o Darwinismo Social se vislumbra que Britânia prega a sobrevivência do mais apto. Esta ideia é o princípio fundador de Britânia enquanto para outros países pode ser a liberdade, a democracia ou a igualdade. Se no início de Britânia este não era seu princípio fundador, tornou-se após um tempo.

    Para Britânia, o princípio que norteia e molda o povo britâniano é a constante luta pela sobrevivência dos mais aptos e, consequentemente, superiores, portanto, dos britânianos. Isto se vislumbra na existência da facção dos puros-sangues liderada por Jeremiah Gottwald, ou seja, britânianos que pregam a abolição do sistema de cidadania honorária e que apenas britânianos podem integrar as forças armadas e a sociedade, caso contrário, Britânia seria maculada por estrangeiros.

    Apesar disto, pode ser que nem todos os britânianos se considerem seres superiores. Aparentemente a ideia de competição e conflito gerar evolução foi bem aceita pelo povo britâniano. Em outras palavras, com a adoção do Darwinismo Social, Britânia se baseou na meritocracia, sendo assim, qualquer um pode evoluir na sociedade britâniana desde que se esforce e obtenha seus méritos. Aquele que for apto o suficiente sobreviverá e evoluirá. Tornar-se-á um indivíduo digno, por assim dizer.

    Isto se vislumbra com o fato de que o próprio Kururugi Suzaku se tornou um britâniano honorário e obteve privilégios que outros Onze não possuem. Obviamente que para pessoas que são Números, ou seja, pessoas que pertencem à países que foram dominados por Britânia, existem critérios que precisam ser cumpridos para obter este estado de cidadão honorário.

    Dito isto, embora existam britânianos que tenham desdém contra aqueles que não são britânianos, como a facção dos puros-sangues, ao que tudo indica a sociedade de Britânia não encara isto de uma forma tão radical, haja vista a existência deste sistema de cidadania honorária e que os ideais desta facção não são compartilhados tão absolutamente, pelo menos não na Área 11.

    De qualquer forma, a ideia do Darwinismo Social combinada com o Estado de Natureza certamente é um princípio fundador do Império Sagrado de Britânia e que influencia demasiadamente o povo desta nação, isto é, o etos. Aliás, o próprio nome do Imperador Charles possivelmente adveio de Charles Darwin.

    Talvez tudo isto possa ser óbvio para alguns, entretanto são detalhes que existem no anime de Code Geass que valem a pena serem ditos e eventualmente estudados.

    Referências:

    [1] HOBBES, Thomas. Leviatã ou Matéria, Forma e Poder de um Estado Eclesiástico e Civil. Tradução de Eleonora Magalhães de Gusmão, Clube de Autores, 2020. – p. 80-82.

    [2] FREITAS, Willam Gerson de. Hobbes: Igualdade e diferença entre os indivíduos. Pensando – Revista de Filosofia. Vol. 3, Nº 5, p. 228-237, 2012. Visto em 30/03/2021. Disponível em <https://revistas.ufpi.br/index.php/pensando/article/view/595>.

    [3] BOLSANELLO, Maria Augusta. Darwinismo social, eugenia e racismo "científico": sua repercussão na sociedade e na educação brasileira. Educ. rev., Curitiba , n. 12, p. 153-165, Dec. 1996 . Disponível em <http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0104-40601996000100014&lng=en&nrm=iso>. Acesso em 18/04/2021.

    [4] MEDEIROS, Gabriel Saldanha Lula de. A mentalidade hitlerista: como se formou o ideário político nazista. Id on Line Revista Multidisciplinar e de Psicologia. Vol. 14, N. 49, p. 615-633, Fevereiro/2020. Disponível em <https://idonline.emnuvens.com.br/id/article/view/2355>. Acesso em 18/04/2021.

    Code Geass: Hangyaku no Lelouch

    Platform: Nintendo DS
    14 Players

    5
  • luchta Ewerton Ribeiro
    2021-07-31 00:33:58 -0300 Thumb picture

    Nova animação e filme de Digimon anunciados!

    Nova animação de Digimon anunciada ainda para esse ano chamada de Ghost Game, em cima o trio de protagonistas e embaixo seus parceiros Gammamon, Angoramon e Jellymon. Isso ai, o reboot de Digimon Adventure está acabando e já anunciaram a sequencia para esse ano ainda.

    E ainda por cima anunciaram um novo filme de Digimon que vai contar a história da primeira criança a receber um Digimon. Ninguém sabe se vai ser um enredo original (se o filme não vai ser baseado em temporada nenhuma, ao contrário de todos os outros), ou no universo de uma já existente. E aquele 02 ali e o protagonista parecendo o Davis, me cheira a Digimon 02 reboot, será?

    Digimon Survive

    Platform: PC
    2 Players

    3
  • luchta Ewerton Ribeiro
    2021-07-26 17:05:04 -0300 Thumb picture
    Post by luchta: <p>#img#[784995]</p><p>Oriental fazendo remake/revi

    Oriental fazendo remake/revival ai! É isso ai, as Super Gatinhas vão voltar, vamos ver se vai ser bom!

    Tokyo Mew Mew: Toujou Shin Mew Mew! Minna Issho ni Gohoushi Suru Nyan

    Platform: Playstation
    1 Players

    5
  • luchta Ewerton Ribeiro
    2021-07-09 21:34:08 -0300 Thumb picture

    [OFF] Novas aquisições de mangás... e... e...

    Eu garanto que essa postagem vai ser boa...

    Sim, comprei alguns mangás por um bom preço na Shopee, de uma loja que estava queimando o estoque. Entre eles os três volumes de Queen's Blade: Exiled Warriror que eu nem sabia que haviam sido publicados no Brasil, mas foram pela editora Nova Sampa. Que entre revistas de como fazer crochê, sucos naturais e hyoga, pública mangás adultos, alguns com conteúdo explicito (mas chegaremos lá), bem diversificado não?

    E os mangás de Queen's Blade foram publicados no Brasil em 2014 (ele é de 2009), e sim, os mangás apesar de "novos", estão com as páginas levemente amareladas pelo tempo, e um até veio com uma capa dobrada, mas de boas, afinal foi pouco mais de R$ 5,00 em cada, sendo que o preço original era R$ 12,90, e com aquele cupom maroto e frete grátis da Shopee deu para pegar tudo a um bom preço!

    Uma coisa que nunca falei aqui, é que Queen's Blade de longe é meu anime de ecchi favorito, ele tem ação e belas garotas, e um enredo até que legal. E claro peitos pulando na tela a toda hora. E apesar da Risty e Menace serem minhas garotas favoritas, é dificil escolher só uma tem muitas interessantes, só na primeira fase, veio outras depois. Mas um dia eu falo desse anime ai, já que o mangá para mim foi brochante demais.

    Primeiro por que o mangá tem um traço meio "moe" (é assim que se fala ehm @manoelnsn?), diferente do anime, olhem a comparação:

    Mangá:

    Anime:

    E para piorar os peitinhos são todos censurados. Sabe aquela censura tosca das roupas rasgarem e cobrirem convenientemente os mamilos e xereca que tem muito em anime? Tem aqui! E quando mostram seios eles não tem mamilos. É mano, no anime é peito pulando toda hora sem censura, até na abertura e encerramento tem mamilos:

    Mano... COMO UM MANGÁ TEM MAIS CENSURAS QUE UM ANIME? Normalmente é o contrário. Eu nem cheguei a ler ainda, mas pelo jeito ele reconta o enredo do anime mesmo, só que mais censurado. Difícil ver a Melona soltado gás dos peitos (é...) e estar tudo com censura. Fora o traço que não me agrada, o traço original do autor (com elas bochechudas no gamebook) e o anime é lindo, recomendo ver:

    Mas não foi só isso que eu comprei, lembra que falei que a Nova Sampa trás mangás mais safadinhos e títulos menos populares? Eu também peguei o Hakoiri (esse lacrado), uma história em um volume (e ainda tem mais dois one shots):

    Esse mangá é de 2007 no Japão, e foi publicado aqui em 2013, estava pouco amarelado, mas como estava lacrado ainda manteve o cheiro de novo. E como da para ver na imagem acima, ele é para maiores de dezoito anos, esse sim tem sexo explicito. Claro, aos moldes do Japão, só peito e bunda, e coisas gosmentas saindo (tipo Emmanuelle da Band)... Já que não rola pinto e ppk, afinal tem leis no Japão que proíbem isso, e como não querem desenharam para censurar, ficou assim.

    O enredo de Hakoiri (eu nem falei o de Queen's Blade né, foda-se um dia eu falo) se concentra Tanaka Kouichi um pobretão quer dar uns pegas na Shion Ayase sua namorada, uma menina rica, e o avô delas não aprova o relacionamento e tenta a todo jeito mandar o moleque para o caixão. Entre sentadas de r*la na menina e fugas do avô e seus agentes, o enredo se desenrola. É interessante, melhor que a maioria esmagadora dos doujins hentai que existem por ai, acredite!

    Só não sei qual o critério da Nova Sampa para publicar essas histórias, eles devem pegar tudo que as outras editoras não querem. Aliás nem sei se eles ainda estão na ativa. Vagabond que era o maior sucesso deles foi para a Panini, e as redes sociais deles não tem atualização e o site nem existe mais, creio que eles faliram ou sei lá. Pelo menos tenho algumas das relíquias que eles publicaram na minha coleção!

    Queen's Blade Spiral Chaos

    Platform: PSP
    18 Players

    6
    • Micro picture
      manoelnsn · 5 months ago · 2 pontos

      O anime de Queen's Blade tem dedo do Satoshi Urushihara, né? Claro que os seios iam ter destaque, ahuahaua

      5 replies
  • luchta Ewerton Ribeiro
    2021-05-06 14:33:57 -0300 Thumb picture
    Post by luchta: <p><strong>[OFF]</strong> É normal sentir atração p

    [OFF] É normal sentir atração por garotas 2D?

    Funimation: Stream Anime

    Platform: Nintendo Switch
    Players

    11
    • Micro picture
      noblenexus · 7 months ago · 4 pontos

      3D é overrated

    • Micro picture
      dlima · 7 months ago · 1 ponto

      anormal é sentir atração por garotas 3D
      vc tá no caminho certo, eu mesmo me realizei quando conheci a Miyuki
      vc q faz sua felicidade, vc não precisa de outra pessoa ou de reconhecimento de terceiros
      #NoWaifuNoLaifu

    • Micro picture
      noyluiz · 7 months ago · 1 ponto

      Yes...
      i guess

Load more updates

Keep reading &rarr; Collapse &larr;
Loading...