• anduzerandu Anderson Alves
    2021-04-13 08:48:49 -0300 Thumb picture

    Registro de finalizações: ABZU

    Zerado dia 12/04/21

    Zerei Gris e caí direto em outro desses jogos artísticos: ABZU! O motivo disso é que em parte eu ainda estava "no clima", e parte porque era um dos jogos mais curtos que eu tinha para jogar no Nintendo Switch.

    E falando nisso, eu só descobri que ABZU estava disponível na plataforma quando o comprei nessa super promoção, pois pra mim ele GRITA Playstation!

    ABZU é um jogo "irmão" de Journey, criado por parte das mentes por trás do clássico do PS3. Pessoalmente, eu não sou muito fã dele, mas entendo sua importância e também não desgosto.

    ABZU é o tipo de experiência que eu já esperava: nadar e nadar, cenários bonitos e... relaxar. O jogo inteiro é isso. Cerca de uma hora e meia disso.

    Ao começar a aventura, nada é explicado. Você mergulha e logo os comandos são ensinados num mini tutorial. 

    O gatilho direito faz você mergulhar e meio que mantém o personagem nadando. 

    O botão A faz você "acelerar". 

    O analógico direito controla a câmera ao seu redor.

    O analógico esquerda orienta a direção que o personagem nada.

    É possível segurar peixes também, mas só usei isso no tutorial.

    Tive que mexer um pouco nas configurações pois o movimento de câmera estava invertido, o que não estava funcionando pra mim, mas mantive assim para o nado vertical.

    Depois de um pouco tempo para me habituar ao controle do personagem, o jogo praticamente se guia sozinho. Enquanto você nada em linha reta, é bastante fácil saber para onde ir, bastando ir em direção a primeira abertura nas rochas ou porta que você avistar.

    Pra ser bem sincero, a maior parte do tempo há pouca liberdade e os cenários são corredores. Outras vezes há grandes aberturas no mar que você pode ficar explorando, mas não vi motivos pra isso. 

    ABZU proporciona visuais diferentes em diferentes áreas e faz questão de jogar isso na sua cara conforme você nada. Enquanto estiver se dirigindo à próxima "porta", você vai ter visto muito bem o cenário, suas novidades e demais elementos (como a vida aquática).

    Mesmo com eventuais mudanças, raramente há um sentimento de novidade, sobretudo quanto mais você joga. As vezes o cenário que tinha uma cor predominantemente azul agora vira roxa e coisas assim.

    Avançando um pouco você vai encontrar objetos que pode interagir. Esses objetos ficam com um ícone em cima para que você consiga os perceber mesmo de uma boa distância e desde então já podem ser interagidos com o botão Y.

    Essas interações são predominantemente lineares e você as faria em todas as vezes que jogasse ABZU, como abrir portas, ativar mini submarino ou mandá-los ativar algum botão ou mesmo acionar dispositivos que abrem portas, permitindo assim o progresso.

    Há umas estátuas que você pode usar para meditar que servem como colecionáveis pois as memórias ficam salvas no menu principal (e dão um motivo para replay). Depois de terminar a aventura, notei que no menu principal eu podia ver o que faltava dessas memórias e selecionar capítulos para focar em achá-las.

    Para quebrar a monotonia, em algumas partes o jogo acelera bastante como numa corrente marítima e você nada como se estivesse voando livre pelos céus, como a experiência de outro clássico do PS3, Flower.

    A música se intensifica e dá um certo gás ao jogador. Se você encostar em cardumes de peixe, o personagem dá uma pirueta e aquela sensação de acelerar.

    Outras partes contém desafios a mais, como minas marítimas que você deve evitar passar perto e ativá-las, o que faz com que o personagem tome uma onda elétrica e fique fora do controle por uns poucos segundos. Você não morre, mas dá um pouco de agonia de fazê-lo tomar dano ou fazer com que o jogo fique mais lento ainda.

    Uma coisa estranha desse jogo é o fator imersão. Ele existe mas não existe ao mesmo tempo. Apesar do jogo ser bonito, ele não é tão bonito assim, principalmente pelo visual cartunesco que quebra um pouco a imersão pra mim. Tem uma parte que um tubarão interage com você que só faltou ele falar ou dar um sorriso. Eu simplesmente não consigo acredito que aquilo é real.

    Ainda assim, o jogo não é cartum o bastante como uma dessas animações de cinema. É uma coisa mais voltada a realidade mesmo, mas com texturas meio... bobas?

    Alguns elementos visuais são mais bacanas, como a iluminação e a música ajuda também (apesar de eu ter sentido falta de algo com mais personalidade e bonito como a de Gris), enquanto  as limitações do hardware do Switch podem ter limitado um pouco a minha percepção dessa realidade com ocasionais problemas de frames (não sei se são exclusivos dessa plataforma).

    O fato é que volta e meia eu me pegava pensando na morte da bezerra enquanto o jogo se guiava sozinho na mesmice.

    A parte mais interessante de ABZU pra mim foi um ponto que acessamos instalações subaquáticas que até me lembraram um pouco de Metroid Prime. Nesse momento eu acordei! Parecia que seria a guinada perfeita do mundo naturalmente perfeito para algo mais sério e até novas formas de jogar.

    Bom, de certa forma o jogo seguiu um pouco esse lance de interferência artificial nos mares, mas logo o jogo voltou a ser o que já era dede o início. 

    Ao menos teve um momento ou outro que andei em terra firme! E o personagem também meio que se revela não ser exatamente o que a gente imaginava.

    Fora isso, nada e nada em linha reta até acabar o jogo (nem pra ter um puzzlezinho ao menos).

    Resumindo: ABZU é um jogo bonito e uma experiência bem divertida, um prato cheio para quem curte clássicos como Journey, Flower e flOw. Quem sabe até o Gris? Não é um jogo pra mim, com certeza, mas fiquei com a impressão de que é apenas um título para relaxar e viajar na maionese pois mesmo uma mensagem ele pareceu quase nem ter

    De bom: controles simples. Qualquer um consegue jogar. Visuais bacanas e relaxantes dos cenários.

    De ruim: super linear. Desafio zero. Repetitivo e previsível. Bem menos imersivo do que eu esperava. Jogo ABZUrdamente fácil. Várias partes que o jogo se joga sozinho.

    No geral, é um desses jogos artísticos, e um daqueles feitos para quem não quer ou não sabe jogar muito bem, algo diferente (e até merece respeito por isso). Ainda não o joguei, mas tenha a impressão de que Subnautica seja a melhor escolha para quem quiser um jogo de verdade abaixo das águas, e assim espero. Pessoalmente, acho que o visual deve apenas complementar o gameplay. Imagine que esse jogo fosse completamente sem texturas e efeitos de luz, seria divertido? Nunca acreditei que gráfico ou estética fizesse um jogo ser bom, e esse é o caso aqui. Passável.

    ABZU

    Platform: Nintendo Switch
    10 Players
    2 Check-ins

    15
    • Micro picture
      santz · 2 months ago · 1 ponto

      1 hora e meia e um jogo só de contemplação? Estranho demais...

      1 reply
  • luchta Ewerton Ribeiro
    2019-09-05 13:51:27 -0300 Thumb picture
    Post by luchta: <p><a href="https://www.smartworld.it/wp-content/up

    Os jogos ABZÛThe End is Nigh estão de graça na loja Epic Games Store. Eu já instalei o ABZÛ, então vamos ver como é, não curto muito jogos contemplativos, mas esse me pareceu interessante. O The End is Night eu não sei qual é a dele, mas me pareceu um Super Meat Boy da deep weeb, não vou baixar. Na semana que vem eles vão dar só um jogo, o Conarium um jogo de terror que eu nunca ouvi falar, mas é graça né...

    Abzû

    Platform: PC
    87 Players
    14 Check-ins

    17
    • Micro picture
      _gustavo · almost 2 years ago · 4 pontos

      Se eu não me engano The End is Nigh é do mesmo desenvolvedor do Binding of Isacc

      2 replies
  • andre_andricopoulos André Zanetti Andricopoulos
    2019-04-07 14:15:51 -0300 Thumb picture

    30 DIAS DE GAMES!

    DIA 6: JOGO PRA RELAXAR (ABZU)

    DIA 7: MOBILE FAVORITO 

    Pelamordedeus né gente? Não jogo mobile,  sorry💁🏻♀️

    DIA 8: MELHOR MULTIPLAYER (série BOMBERMAN)

    DIA 9: PIOR PROTAGONISTA (MICHAEL)

    Eu realmente tenho aversão muito grande pelos protagonistas de GTA V (ao contrário do GTA IV que me simpatizo bastante). Mas o MICHAEL é um cara extremamente vazio e sem atitude. Não tem atitude com a família, com os amigos e nem sequer nas suas sessões de terapia consegue se entender / se encontrar. Uma pessoa com conflitos extremos, e uma apatia insuperável. Um ser desprezivel...e triste.

    DIA 10: PERSONAGEM MAIS IRRITANTE (AMY)

    Pode ser o MICHAEL novamente? Bem...pra variar vou escolher outro: é aquele tipo de pessoa que ama demais a outra, mesmo não sendo correspondida. A "sem noção"...

    Pra entrar no embalo...bora pro clipe "da AMY":

    A regra inicial é, a cada dia, um POST. Muitos estão adiantando (estou fazendo de 5 em 5). Todos convidados a fazer...

    Super Bomberman

    Platform: SNES
    3362 Players
    49 Check-ins

    29
    • Micro picture
      seufi · about 2 years ago · 3 pontos

      "DIA 9: PIOR PROTAGONISTA (MICHAEL)" - Cara, já eu acho que Michael é o que salva de legal no GTA IV, justamente pela incapacidade dele lidar com as questões familiares. E de fato, quem não tem dificuldades ao lidar com familiares? O que você chama de apatia - e com razão, eu já percebo que é um sentimento de não saber o que fazer, de achar que foi tudo pro espaço. E as sessões dele, no analista, são de longe pra mim a parte mais legal do GTAIV. São muito informativas, e meio que humaniza o Michael.

      1 reply
    • Micro picture
      gregalexander00 · about 2 years ago · 2 pontos

      Já cheguei a shippar o Sonic com o Tails, você quer ibama HAUHAUAHAU

      1 reply
    • Micro picture
      yabuki · about 2 years ago · 2 pontos

      Bomberman como multiplayer é sensacional mesmo, mano!

  • andre_andricopoulos André Zanetti Andricopoulos
    2018-07-16 21:55:38 -0300 Thumb picture

    CHECK IN DA GRÁVIDA (SHARE)

    ...

    Porra gente...qual é dessa grávida na chuva?

    Quanto menos perguntas melhor... Bora curtir o visual!

    Não queria assustá-la mas...tem algo vindo atrás de você!

    KEEP WALKING, JOHNNIE WALKER.

    Sigo graciosa...

    Tá olhando o que, invejosa?

    Enquanto sua inveja cresce... eu sigo subindo na vida.

    FLASHBACKS representam a trama... resta você decifrar o "background"

    Me despeço desse espetáculo visual (perfeito com óculos 3D, mas joguei sem mesmo)...

    ...desejando uma positiva semana para todos vocês!

    Esse post ficou gay, mas enfim...segue TRAILER:


    Bound

    Platform: Playstation 4
    108 Players
    12 Check-ins

    33
    • Micro picture
      reasel · almost 3 years ago · 2 pontos

      Valeu por lembrar, esqueci de adicionar esse jogo no perfil aqui no alva, mas enfim eu gostei da história dele, tem até suporte a speedrun, n é um jogo ruim

      2 replies
    • Micro picture
      lipherusyt · almost 3 years ago · 2 pontos

      Nesses check-ins eu não sei se o que é melhor: as imagens ou essas legendas pqp kkkkk

    • Micro picture
      chimianopao · almost 3 years ago · 2 pontos

      HUAUHhuahUAhuAUHA excelente

  • rafaelssn Rafael Nogueira
    2018-07-09 14:25:51 -0300 Thumb picture

    Novas aquisições #1

    Com os desafios sobre 10 jogos que me marcaram e as 20 músicas que me marcaram (que ainda estão rolando pra galera) eu tive que deixar alguns outros posts de lado pra focar nesses desafios, e tem muita coisa... Mas com ambos deles terminados (foi muito bom participar dos dois) eu posso dar continuidade ao meu ''conteúdo original'' no site antes que eu volte a postar imagens enlouquecidamente ;-D

    Começando com as várias aquisições que eu obtive enquanto fazia os desafios que agora eu resolvi numerar pra deixar tudo mais organizadinho.

    Resident Evil: Revelations 2 (Xbox One)

    Esse na verdade eu peguei bem antes dos dois desafios, mas tava esperando pegar todos os episódios pra começar pra valer agora.

    Outer Wilds (Xbox One)

    Um jogo que ainda está em desenvolvimento, mas eu recebi ele enquanto assistia as lives da E3 mês passado no Mixer, é um jogo que ainda não tem cadastrado aqui na Alvanista, então pessoal... Por favor :-)

    Shadow Complex Remastered (Xbox One)

    Um jogo side-scrolling de espionagem parecido com Metal Gear do Game Cube, gostei dele, mas tem um português de Portugal ''maravilhoso''.

    Banjo-Kazooie (Xbox 360)

    Clássico do N64, primeira vez jogando e ele parece bem divertido, lembra bastante Donkey Kong 64, principalmente os sons reaproveitados que era comum entre os jogos da Rare na época.

    Abzû (Xbox One)

    Outro jogo estilo Rime, o tema água é sempre algo chato pra mim (síndrome do Templo da Água no Ocarina of Time), mas nesse caso eu precisei dar uma chance, os gráficos bonitos e a trama interpretativa foram os pontos que eu mais gostei em Rime, e esse jogo aparenta ter essas duas vantagens acima do tema que eles resolveram adotar... Frustração é o que eu não vou ter jogando isso... Espero...

    Banjo-Tooie (Xbox 360)

    E eu nem comecei o primeiro e já baixei o segundo porque a receita de bolo deve seguir o mesmo com mais aprimoramentos, obviamente :)

    Joy Ride Turbo (Xbox 360)

    Estilo Mario Kart com os avatares do 360, bem divertido jogando co-op com o meu irmão, mas deve enjoar rápido, principalmente sozinho.

    Com os avatares novos que estão por vir do Xbox One eles até poderiam lançar um jogo novo desse.

    Homefront: The Revolution (Xbox One)

    Esse eu peguei, mas logo depois eu já exclui de tão ruim que ele é, e eu não esperava isso, o primeiro jogo é muito bom, o Homefront 2 (que eu não conhecia até pouco tempo o.O) eu não sei, não joguei ainda, mas a decadência desse... É triste.

    O duro é que eu desperdicei muito tempo baixando esse jogo de 40GB, pelo menos liberei espaço pra mais jogos bons.

    Zombie Army Trilogy (Xbox One)

    Estilo Left 4 Dead, mas ambientado na Segunda Guerra, não sei se tem co-op local, se for totalmente online eu tô fodido sem Live Gold, mas dando pra jogar sozinho acho que chego pelo menos na metade do jogo antes de enjoar :-/

    É isso, não sei se faltou alguns, sou um desgraçado da cabeça, mas se tiver terão mais posts como esse, sem falar que tem mais jogos vindo aí, então...

    @ostentadores

    33
    • Micro picture
      tiagodantas · almost 3 years ago · 2 pontos

      Revelations 2 tá na lista de "algum dia vou comprar"

    • Micro picture
      douglascruz19 · almost 3 years ago · 2 pontos

      Boa lista, vai render várias horas de jogatina!

    • Micro picture
      jessieplay · almost 3 years ago · 2 pontos

      Banjo Kazooie é maravilhoooooso. Vc vai gostar.

  • andre_andricopoulos André Zanetti Andricopoulos
    2017-08-31 12:15:44 -0300 Thumb picture

    CHECK OUT (SHARE)

    Sigo com meu parceiro em busca do equilíbrio (carai, que gay!)...

    À medida que avanço, mais amigos juntam - se nessa meta (o bem estar e o equilíbrio até então tomado há tantos anos atrás...)

    Sinto me revigorado com tanto apoio moral.

    Um visual espetacular!

    Tudo muito lindo, mas é o momento de seguir em frente e destruir tudo que "está nos colocando para baixo", afetando o meio que habitamos.

    Mais reforços, mais "mensagens de apoio". Visual belíssimo!

    É muita pressão... então pausa para uma meditação (e não, eu não estava fazendo o Nº2).

    É agora ou nunca. Isso tem que terminar... queremos o que já foi nosso!

    Equilíbrio restaurado. É assim que vejo ABZU...  um game com uma mensagem escondida (assim como JOURNEY). Aqui em particular o foco na conservação do meio e também nos efeitos de conflitos / guerras para as futuras gerações. Saca o sorriso do tu-tubarão!

    Créditos finais. Chega á dar pena sair do jogo. Vontade de deixar a TV assim... como um aquário!

    ABZÛ: um excelente game indie, sem combates, ao estilo de JOURNEY. RECOMENDO.

    Abzû

    Platform: Playstation 4
    319 Players
    42 Check-ins

    30
    • Micro picture
      zandryx · almost 4 years ago · 2 pontos

      e eu achando q era ecco the dolphin rs (de novo, pq eu já vi esse jogo uma vez e pensei a mesma coisa)

      1 reply
  • andre_andricopoulos André Zanetti Andricopoulos
    2017-08-18 12:49:44 -0300 Thumb picture

    CHECK IN (SHARE sem tetas)

    Calma galera, não os obrigarei à ver minhas tetas por tanto tempo (só às vezes)! Sigo pela escuridão do mar com aqueles que lá habitam...

    Momento registrado de meus "super pés de patos"... é um impulso dado ao apertar uma sequência de botões (aquele que o personagem roda na água...no PS4 é o CÍRCULO)

    Momento de reflexão: "quem sou eu" e "para onde vou"? Caramba...parece um pouco com a minha vida! kkkkkk

    Apesar da escuridão do mar, sua beleza é bem nítida!

    Não resisto e dou um mergulho no meio deles...

    Você novamente, meu parceiro? O que tem para me dizer?

    Ahm... agora entendo meu propósito por aqui...

    Estou aqui para eliminar o mal e estabelecer a ordem. Eliminar tudo aquilo que escurece nossa alma e sufoca nosso ar (caralho, hoje eu tô "poeteiro"...)

    Enquanto eu tiver forças e parceiros estarei nessa jornada para afastar tudo e todos que escurecem o nosso meio...

    É certo que onde há o bem...haverá o mal. Onde há luz, a escuridão estará sempre à espreita. Resta à nós decidir onde ficar... Eu já sei onde ficarei, e vocês?

    ABZU: uma excelente experiência (porém curta) ao mesmo estilo de JOURNEY. Merece ser conferido... lembrando que se trata dum game completamente ausente de ação / combates (isso não é um problema para mim porém para outros, pode ser!)

    Abzû

    Platform: Playstation 4
    319 Players
    42 Check-ins

    31
    • Micro picture
      mastermune · almost 4 years ago · 4 pontos

      No Nipples post, agora sim!!! xD
      Um dia jogarei esse game, quando tiver meu PC que faz até torradas, kkkkkkkkkk!

      5 replies
    • Micro picture
      ricriff · almost 4 years ago · 3 pontos

      adoro tetas, mas fica pra próxima...rsrs

      1 reply
    • Micro picture
      akromvaleth · almost 4 years ago · 2 pontos

      Tetas... gerando tretas desde sempre xD

      1 reply
  • andre_andricopoulos André Zanetti Andricopoulos
    2017-07-28 11:46:12 -0300 Thumb picture

    CHECK IN (SHARE)

    Obs: mesmo texto. Fotos diferentes. Sou viciado em SHARE...

    Game ao estilo de JOURNEY com mesmo diretor de arte na equipe desenvolvedora. Um game com foco na exploração e um belíssimo visual marinho...

    Apesar do game ser extremamente curto, seu desenvolvimento durou 3 anos até seu lançamento.

    Assim como JOURNEY... não há uma explicação sobre quem você é ou o que você busca.

    Mas não demora muito para descobrir que elementos sobrenaturais, ocultos, mitológicos, além de nossa realidade estão envolvidos...

    Meditar em pedras específicas lhe concede a oportunidade de conhecer os animais marinhos. O robô lhe auxilia em passagens específicas...

    Outra adição bacana no gameplay é a oportunidade de "pegar carona" em animais grandes (tubarão, raia, baleia...)

    O game retrata (em especial ao fim de cada fase) o mito do oceano cósmico.

    Games com temáticas pouco comuns são sempre bem vindos...

    ...principalmente quando são divertidos (apesar de curto). Mas uma ressalva: se você curte combates, evite esse game. Seu foco realmente é apenas exploração.

    Meu irmão, por exemplo, o achou chato (mas não ligue, ele só entende de carros...). Seu filho (meu sobrinho) com o tempo gostou. Minha dica é: mergulhe fundo em ABZU, você não irá se arrepender.


    Abzû

    Platform: Playstation 4
    319 Players
    42 Check-ins

    37
    • Micro picture
      wild_dark_shadow · almost 4 years ago · 3 pontos

      Queria tanto jogar esse. Foi pena que na Plus não foi oferecido cá :(

      5 replies
    • Micro picture
      rafaelssn · almost 4 years ago · 2 pontos

      Na verdade Journey a gente tem uma ideia do que busca...... Não é aquela luz no final do ''túnel'' que a gente fica viajando observando as maravilhas do deserto do Saara o jogo todo?
      Assim só perguntando, mano ^^

      1 reply
  • andre_andricopoulos André Zanetti Andricopoulos
    2017-07-20 09:54:52 -0300 Thumb picture

    CHECK IN

    Obs: mesmo texto. Fotos diferentes. Sou viciado em SHARE...

    Game ao estilo de JOURNEY com mesmo diretor de arte na equipe desenvolvedora. Um game com foco na exploração e um belíssimo visual marinho...

    Apesar do game ser extremamente curto, seu desenvolvimento durou 3 anos até seu lançamento.

    Assim como JOURNEY... não há uma explicação sobre quem você é ou o que você busca.

    Mas não demora muito para descobrir que elementos sobrenaturais, ocultos, mitológicos, além de nossa realidade estão envolvidos...

    Meditar em pedras específicas lhe concede a oportunidade de conhecer os animais marinhos. O robô lhe auxilia em passagens específicas...

    Outra adição bacana no gameplay é a oportunidade de "pegar carona" em animais grandes (tubarão, raia, baleia...)

    O game retrata (em especial ao fim de cada fase) o mito do oceano cósmico.

    Games com temáticas pouco comuns são sempre bem vindos...

    ...principalmente quando são divertidos (apesar de curto). Mas uma ressalva: se você curte combates, evite esse game. Seu foco realmente é apenas exploração.

    Meu irmão, por exemplo, o achou chato (mas não ligue, ele só entende de carros...). Seu filho (meu sobrinho) com o tempo gostou. Minha dica é: mergulhe fundo em ABZU, você não irá se arrepender.

    ABZU

    Platform: Xbox One
    88 Players
    13 Check-ins

    40
    • Micro picture
      ricriff · almost 4 years ago · 5 pontos

      xbox one? traiu o movimento?

      1 reply
    • Micro picture
      zefie · almost 4 years ago · 4 pontos

      Não é surpresa o jogo ter demorado pra ficar pronto mesmo sendo curtinho quando você nota o quão vivos e reais são os animais do jogo, seu comportamento e espécies. A galera fez um esforço louvável nesse jogo (e olha que eu também achei chato ahahahahaa).

      1 reply
    • Micro picture
      rafaelseiji · almost 4 years ago · 3 pontos

      Ué vc ja nao tinha feito esse check-in?

      3 replies
  • andre_andricopoulos André Zanetti Andricopoulos
    2017-07-12 11:40:33 -0300 Thumb picture

    CHECK IN

    Férias. Sobrinho na área. Partiu game novo? 

    Game ao estilo de JOURNEY com mesmo diretor de arte na equipe desenvolvedora. Um game com foco na exploração e um belíssimo visual marinho...

    Apesar do game ser extremamente curto, seu desenvolvimento durou 3 anos até seu lançamento.

    Assim como JOURNEY... não há uma explicação sobre quem você é ou o que você busca.

    Mas não demora muito para descobrir que elementos sobrenaturais, ocultos, mitológicos, além de nossa realidade estão envolvidos...

    Meditar em pedras específicas lhe concede a oportunidade de conhecer os animais marinhos. O robô lhe auxilia em passagens específicas...

    Outra adição bacana no gameplay é a oportunidade de "pegar carona" em animais grandes (tubarão, raia, baleia...)

    O game retrata (em especial ao fim de cada fase) o mito do oceano cósmico.

    Games com temáticas pouco comuns são sempre bem vindos...

    ...principalmente quando são divertidos (apesar de curto). Mas uma ressalva: se você curte combates, evite esse game. Seu foco realmente é apenas exploração.

    Meu sobrinho e meu irmão, por exemplo, o acharam chato (mas não ligue, são dois toscos). Minha dica é: mergulhe fundo em ABZU, você não irá se arrepender.

    ABZU

    Platform: Xbox One
    88 Players
    13 Check-ins

    43
    • Micro picture
      rafaelseiji · almost 4 years ago · 3 pontos

      Tenho que voltar pra ele, acabei largando

      3 replies
    • Micro picture
      volstag · almost 4 years ago · 3 pontos

      O visual é lindo pra caramba hein?

      2 replies
    • Micro picture
      rafaschiabel · almost 4 years ago · 3 pontos

      Jogo maravilhoso de lindo. As partes em que os peixes te acompanham e a música cresce até arrepia.

      1 reply

Load more updates

Keep reading &rarr; Collapse &larr;
Loading...