santz

Meu registro histórico de jogos zerados. Personas: @historia_dos_games @goty @evolucao_dos_games

You aren't following santz.

Follow him to keep track of his gaming activities.

Follow

  • santz Santz
    2021-10-14 18:22:12 -0300 Thumb picture

    Jogo finalizado nº: 442 - Montando altas armas malucas

     Querendo jogar um FPS coop, eu e meu irmão pegamos esse jogo que deram na Epic dra graça. É um jogo com mecânicas bem simples e uma progressão que não é muito do meu agrado, pois cada missão gera várias salas aleatórias com inimigos diversos e tesouros. As missões principais possuem um chefão da hora, mas podemos jogar missões opcionais para ganhar level e dinheiro. O visual do jogo é maneiro, apesar de não diversificar muito. Tem algumas salas bem projetadas, mas são raras. A música é muito ruim. Um rock genérico toscão.

     A mecânica principal do jogo é a parada de criar suas armas. Podemos encaixar vários conectores e múltiplas armas em cada mão com um grau de liberdade insano. Se você quiser montar um monte de conector pra cima e meter um canhão 3 metros de altura, dá. Se você quiser meter um monte de conector e metralhadoras para todos os lados, bazucas, arma laser e tudo misturado, dá também. É extremamente divertido! Se seguir a missão principal, vai zerar o jogo rapidinho, o que é excelente, mas a dificuldade dele pode ser um tanto desafiadora, dependendo das configurações e inimigos em cada sala. No geral, é um jogo muito divertido e uma ótima opção para um FPS coop maluco.

    Mothergunship

    Platform: PC
    10 Players

    24
    • Micro picture
      somerhad · 7 days ago · 2 pontos

      Haha muito boa a sugestão! Vou botar na lista! Especialmente por conta fo Co-Op e da personalização insana das armas. Será que é pesado? Eu adoraria conseguir rodar no meu note haha, é um gtx 960m cm um i7 e 16GB.

      1 reply
  • santz Santz
    2021-10-01 09:16:16 -0300 Thumb picture

    Jogo finalizado nº: 441 - Zelda + Mario = Metroid

     Apesar de já ter zerado vários jogos dessa série, o primeiro e o segundo ainda não tinha encarado. Fui lá então conhecer as origens da série e já sabia que seria um jogo bem simples. O jogo não chegou a me surpreender, nem as mecânicas, nem o visual e nem a música. É tudo bem mediano, mas comparado a outros jogos da época, ele é sim um pouco acima da média. Eu joguei seguindo um mapa, então não tive aquele senso de descoberta. Ainda bem, pois tem muitos segredos que precisa ficar explodindo blocos aleatórios e nunca ia descobrir sozinho.

     Tiveram várias coisas nesse jogo que me irritaram. A começar pela Samus sempre começar só com 30 de vida. Isso foi uma péssima decisão de design, pois sempre que morre, tem que ficar recuperando a vida naqueles bichos que saem do cano, e é CHATO PRA PORRA! Outra coisa é a construção das fases. Toda hora tem um corredor com um chão de lava. É tão frequente que o jogo se transforma em tortura. Há muitos caminhos sem saída, armadilhas fatais e inimigos ultra irritantes. Enfim, é um jogo bem na média. Recomendo ficar só no remake do GBA mesmo.

    Minhas conquistas:

    *Todas os mísseis coletados;

    *Todos os upgrades coletados;

    *Todos os tanques de vida coletados;

    Metroid

    Platform: NES
    1368 Players
    53 Check-ins

    37
    • Micro picture
      jefffvoigt · 22 days ago · 3 pontos

      Tem que ter coragem para jogar ele até o fim, é bem frustrante.

      1 reply
    • Micro picture
      tiagotrigger · 22 days ago · 2 pontos

      Esse jogo ai sem mapa é frustrante demais, vale a pena pegar um mapa mesmo pra aproveitar melhor. Até porque, como você falou, o mapa desse jogo é bem aleatório com caminhos sem saída.

      1 reply
    • Micro picture
      thiagobrugnolo · 22 days ago · 2 pontos

      Ainda quero jogar esse primeiro Metroid e com certeza com um mapa em mãos, porque jogar pra passar raiva tô fora.

      1 reply
  • santz Santz
    2021-09-25 18:46:50 -0300 Thumb picture

    Jogo finalizado nº: 440 - Um puzzle poético em 3D

     Nunca joguei Journey, mas esse joguito aí a Epic deu de graça e já sabia que ele era na mesma pegada. Já vou começar a falar dos gráficos desse jogo, que é maravilhoso. Os efeitos de luz e sombra, o ambiente, o estilo artístico, as animações do personagem. Tudo é feito com extremo capricho e com muito carinho. A ilha do começo é fantástica e a parte da chuva perto do final é maravilhosa. É impossível não ficar de cara com tamanha beleza. A trilha sonora também é muito boa. Ainda que a maior parte do jogo sejam melodias de ambiente, as músicas cantadas são um show.

     Agora falando do jogo e as mecânicas. Ele é de puzzle e escalada, tudo bem direto e guiado, mas o ambiente é bastante aberto para que o jogador explore melhor para encontrar segredos. Eu não fiquei procurando, escolhi ser guiado pelo design do jogo e sentir o flow. A história é contemplativa e enigmática e com eu sou uma anta para esse tipo de narrativa, fiquei totalmente perdido. Pra mim, o jogo se estendeu mais do que deveria, especialmente a parte da caverna, que é um saco, mas no geral, é um game muito foda. Estranho ver como esse jogo não fez tão sucesso quanto Journey, pois ele é muito top.

    Rime

    Platform: PC
    103 Players
    11 Check-ins

    31
    • Micro picture
      msvalle · 28 days ago · 2 pontos

      Infelizmente é um jogão subestimado mesmo.

      1 reply
    • Micro picture
      andre_andricopoulos · 26 days ago · 2 pontos

      É O QUE?

      Sim sim...gosto não se discute mas... 7?

      Mano...dou um 10/10 no mínimo 9/10.

      Caramba...mexeu pacas comigo.

      4 replies
  • santz Santz
    2021-09-18 20:14:29 -0300 Thumb picture

    Evolução dos Games - Ano 1985 concluído

    Fala meu povo. Meu canal do YouTube deu uma estagnada nervosa, mas os vídeos continuam saindo toda semana. Dessa vez, chegamos ao fim dos jogos mais importantes lançados em 1985 e passamos a ter vídeos com 15 minutos, mas ainda com 3 jogos cada e um total de 45 jogos. Segue a lista:

    Clique na lista para ser direcionada para a planilha com informações mais detalhadas

     O ano de 1985 foi bastante diverso em questão de plataformas e de gêneros de jogos. O maior destaque, claro, foi o lendário Super Mario Bros., que mudou toda a indústria ao trazer uma fórmula de jogo desafiadora, viciante e marcante. Foi o ano que estreamos o Commodore 64 e finalizamos várias outras plataformas de computadores 8-bit, como o Apple II, Sharp X1 e ZX Spectrum. Foram computadores que marcaram época, mas foi sendo ultrapassado para tecnologias mais novas.

    Clique na imagem para ser direcionado para o canal

     É isso aí. Ainda que os vídeos não tenha ganhado visualização e nem inscritos, vou continuar postando, pois acho muito divertido fazer os vídeos e estudar mais sobre videogames. Valeu galera.

    Super Mario Bros.

    Platform: NES
    9555 Players
    94 Check-ins

    22
    • Micro picture
      lendariorandom · about 1 month ago · 2 pontos

      Mário Bros... esse é bom demais

      2 replies
    • Micro picture
      bobramber · about 1 month ago · 2 pontos

      Me viciei no teu canal, fiz uma maratona vendo muitos que me interessavam, agora vejo todos que saem, então sempre uma das primeiras visualizações é minha, ahsuhaushuhaus.
      Acredito que as views irão aumentar conforme for progredindo nos anos, por ter jogos mais conhecidos, mas o principal é que continue se divertindo.

      3 replies
  • santz Santz
    2021-09-12 13:51:52 -0300 Thumb picture

    Jogo finalizado nº: 439 - Uma série foda com um primeiro jogo lixão

     A série Wonder Boy é uma que quero zerar todos os games, mas sempre tenho que recorrer a mania de jogar na ordem. Comecei então pelo primeiro Wonder Boy, um jogo de Arcade lançado em 1986 com uma proposta bem simples. A gente precisa chegar no final de cada fase antes do tempo acabar e ir coletando frutas pelo caminho. Na época, ele tinha poucos jogos para se inspirar, então o caminho mais óbvio foi Super Mario Bros.. O problema é que ele errou em tudo.  A trilha sonora é a mesma e rapidamente se torna irritante. Os cenários também são praticamente os mesmos. A ideia de uma aventura pré-histórica é ok, mas perde todo o sentido quando coloca um skate no meio da parada.

     A jogabilidade é bem simples, que exige que o jogador esteja correndo o tempo todo, mas ao mesmo tempo, tenha rapidez para desviar dos obstáculos. Mas a coisa mais desgracenta do jogo é o level design. Do segundo mundo em diante, o jogo começa a ficar tão apelão que torna a experiência extremamente irritante. São armadilhas brotando do nada o tempo todo, partes que requerem precisão cirúrgica de pulos e tudo vai ficando mais e mais difícil. Tive que usar save state direto para conseguir passar das últimas fases e a experiência como um todo já estava muito maçante. Definitivamente, foi um dos piores jogos que zerei na vida.

    Wonder Boy

    Platform: Arcade
    46 Players

    29
    • Micro picture
      anonim · about 1 month ago · 4 pontos

      Tembém há o primeiro Adventure Island do NES que é literamente um clone do primeiro Wonder Boy, mas as sequências de ambos os dois jogos são melhores e diferentes um do outro

      4 replies
    • Micro picture
      raniejogos · about 1 month ago · 2 pontos

      Já tentei curtir, não é pra mim também. Ainda bem que eles abandonaram esse sistema aí na maioria dos sucessores e implementaram elementos de rpg.

      1 reply
    • Micro picture
      thiagobrugnolo · about 1 month ago · 2 pontos

      Ih rapaz nem sabia da existência desse Wonder Boy, sempre achei que a franquia tivesse começado no Master mesmo. Inclusive os jogos seguintes te fazem passar raiva em algum momento também, principalmente quando tem que pular plataformas onde os comandos são completamente imprecisos

      1 reply
  • santz Santz
    2021-09-11 09:29:18 -0300 Thumb picture

    Jogo finalizado nº: 438 - Um Top Gear moderno MUITO FODA

     Top Gear foi um jogo que marcou demais minha infância e considero ele um dos melhores jogos de corrida de todos os tempos. Como é um jogo que só fez sucesso no Brasil, a iniciativa que criar um jogo nos mesmos moldes só podia mesmo vir de um BR. Joguei o game com meu irmão através do Parsec e fiquei extremamente surpreso. O jogo é foda demais e captura muito bem todo aquele sentimento nostálgico para quem se divertiu por horas no Top Gear. A jogabilidade é muito macia e bem diferente dos jogos de corrida modernos, com pistas em formatos malucos e vários modos de jogo. Dá para jogar de 4 pessoas!

     Ele tem o lance de fazer upgrade nos carros, mas é tudo bem simples. Outra coisa que é muito foda a quantidade gigantesca de carros para serem desbloqueados e eles são realmente bem diferente entre si. Ao invés de usar os clássicos pitstop, o combustível é coletado durante a pista e confesso que não curti muito essa mecânica. Por mim, nem deveria ter combustível. Tem a parada também de coletar as bandeirolas pela pista e as vezes irritava, mas no geral, era um desafio divertido e pegamos todas. Os gráficos são ultra charmosos e cada cenário é um espetáculo, mas a trilha sonora é bem mediana. Não é ruim, mas não chega aos pés do clássico Top Gear. Enfim, curti demais esse jogo e deve entrar fácil para um dos melhores jogos que zerei no ano.

    Minhas conquistas:

    *Todas as bandeiras coletadas;

    *Ouro em todas as corridas;

    Horizon Chase Turbo

    Platform: PC
    105 Players
    138 Check-ins

    43
    • Micro picture
      _gustavo · about 1 month ago · 5 pontos

      To bem ansioso pelo novo conteúdo que falaram que vai sair, acredito que mesclou bem pra caramba os Top Gear clássico com um estilo mais atual

      1 reply
    • Micro picture
      ziul92 · about 1 month ago · 5 pontos

      Esse jogo é tão bom que já zerei no PS4, Android e Switch, tudo 100% kkkk

      2 replies
    • Micro picture
      thiagobrugnolo · about 1 month ago · 3 pontos

      Que legal, adoro top gear, sendo assim vou ver esse jogo. No Top Gear 3000 que tinha esse lance de coletar o combustível na pista sem pit stop.

      1 reply
  • santz Santz
    2021-08-28 21:27:51 -0300 Thumb picture

    Jogo finalizado nº: 437 - A popularização das cidade de mundo aberto

     Na vontade de jogar um game de corrida clássico, optei por algo diferente e que fez história para os jogos de mundo aberto em 3D. Na época, acompanhei meu irmão zerando do começo ao fim do Driver 2, mas nunca tinha jogado o primeiro. Meus amigos, que jogo sensacional! A jogabilidade dele é muito boa, de verdade. Na hora de fugir da polícia, é um tanto difícil, mas no geral, os controles respondem muito bem. O jogo possui várias cidades com uma ambiente bem diferente e designs bem projetados, embora as ruas são sempre com ângulos de 90º.

     A primeira e a última missão do jogo são as piores disparados. O pico de dificuldade é tão absurdo que precisei usar truques para fechar o jogo, mas o restante é bem de boa. Desafiadora na medida certa e sempre divertidas, mas a história e as cenas são bem toscas. A música do jogo também é ruim, mas os gráficos são muito massa. A cidade é bem detalhada e com carros variados, mas tem poucas pessoas na rua. No geral, o jogo é super divertido e recomendo demais.

    Driver

    Platform: Playstation
    4450 Players
    24 Check-ins

    45
    • Micro picture
      mastershadow · about 2 months ago · 4 pontos

      Vc reparou que os carros e o framerate nesse jogo é bemm mais rapido que o Driver 2?

      2 replies
    • Micro picture
      jcelove · about 2 months ago · 4 pontos

      Driver é sensacional, mas tem umas fases insanas, nunca chguei nem perto do final.hehe

      5 replies
    • Micro picture
      hyuga · about 2 months ago · 3 pontos

      joguei há alguns anos e o game é excelente, porém um pouco repetitivo

      1 reply
  • santz Santz
    2021-08-22 14:18:18 -0300 Thumb picture

    Jogo finalizado nº: 436 - Beat 'em up 3D rápido e frenético

     Depois de zerar o Streets of Rage 2, meu irmão ainda tinha um tempinho para jogar, então pensei num jogo rápido e divertido para zerar. Como já tinha zerado o primeiro Die Hard Arcade com meu outro irmão, resolvi jogar a sequência. Jogamos a versão de Arcade com fichas infinitas, mas o jogo não é muito difícil. A história e a estrutura geral do jogo é bem parecida com seu antecessor, ou seja, super divertido e sem noção.

     O jogo é bem frenético e dá para pegar vários objetos e armas pelo cenário para usar contra os inimigos. Jogando de 2, fica ainda melhor, pois fica uma bagunça doida e o jogo tem várias paradas aleatórias, como um míssil que causa uma explosão de bomba atômica. O jogo também tem as sessões de quick-time event e no final do jogo a gente precisa se enfrentar, igual no primeiro. Os gráficos dessa sequência são bem melhores, com cenários detalhados e cheio de coisas para interagir. Enfim, quem deseja um jogo rápido, mas ultra divertido, vai nesse que é sucesso.

    Dynamite Cop

    Platform: Arcade
    9 Players

    30
    • Micro picture
      jcelove · 2 months ago · 3 pontos

      A série Dynamite deka é sensacional. Zoeira e diversão pura, uma pena que morreu nos anos 2000

      1 reply
    • Micro picture
      andre_andricopoulos · 2 months ago · 3 pontos

      Bom d+. Mega divertido. Acho q daria 8.5/10

      2 replies
    • Micro picture
      thiagobrugnolo · 2 months ago · 3 pontos

      Lembro desse jogo no port do Dreamcast hehe, até hoje não lembro se cheguei até o final dele, vou ter que revisitá-lo uma hora.

      1 reply
  • santz Santz
    2021-08-20 20:55:44 -0300 Thumb picture

    Jogo finalizado nº: 435 - O ápice dos Beat 'em ups clássicos

     Aproveitei que o PC do meu irmão tava com problema, resolvi jogar com ele o segundo jogo da série Streets of Rage, considero por muito como um dos melhores beat 'em ups de todos tempos. Realmente, o jogo é um poço inacreditável de qualidade. O visual jogo é sinistro, especialmente considerando a época que ele foi lançado. O cenário urbano é super colorido e detalhado. A trilha sonora é perfeita! Uma das melhores OSTs de todos os tempos, de fato. A cada nova fase, a música conseguia manter sempre o mesmo ritmo de qualidade, com batidas fortes e um ritmo muito dançante. Yuzu Koshiro no seu ápice.

     A jogabilidade é excelente. Não chega a ser inovadora, mas é muito bem feita em todos os aspectos. Dá para sentir o impacto de cada soco na cara dos bandidos e ainda tem o lance de golpes especiais para cada personagem. O que mais gostei de jogar foi com Max, pois ele é super forte, já o Skate foi o que menos gostei. Ele pode até ser rápido, mas é fraco demais. Os chefes do jogo são bem maneiros , especialmente o tal de Shiva lá no final do jogo. Jogo foda e obrigatório para qualquer fã de videogame no geral.

    Streets of Rage 2

    Platform: Genesis
    3247 Players
    82 Check-ins

    40
    • Micro picture
      kzerosix · 2 months ago · 2 pontos

      Os cenários são bem bonitos e coloridos mesmo.
      Gostou mais do que o 1°?

      1 reply
    • Micro picture
      thiagobrugnolo · 2 months ago · 2 pontos

      Cara esse é melhor beat' em up lançado para um console caseiro, entra fácil no meu top list do gênero.

      1 reply
    • Micro picture
      bobramber · 2 months ago · 2 pontos

      Uma das minhas cinco fitas de mega. De vez em quando ainda jogo no celular. Minha preferência é Axel > Blaze > Max, também não curto jogar com o Skate.

      2 replies
  • santz Santz
    2021-08-14 19:55:48 -0300 Thumb picture

    Jogo finalizado nº: 434 - Toy Story do capiroto

     Mais um jogo que peguei de graça em algum momento e estava com vontade de jogar algo na pegada do maravilhoso Inside. Nesse jogo, vamos controlar uma criaturinha amarela explorando o ambiente e tentando sobreviver. No começo, a agente vai só explorando as salas com desafios de plataformas, mas logo começa a aparecer as criaturas bizarras o inferno tentando matar a gente. Os bichos são tão horríveis que causa um extremo desconforto. Todos os bichos são nessa pegada.

     Os gráficos do jogo são simplesmente sensacionais, com uma iluminação super realista e uma animação de personagens perfeita. O som é ameaçador deixa tudo ainda mais tenso. A medida que o jogo vai avançando, ele vai ficando ainda melhor, mas os quebra-cabeças ainda continuam bem intuitivos, fazendo o jogo fluir de uma forma incrível. Os coletáveis, no etanto, são um pouco chatos e não animei de descobrir todos, mas curti demais a experiência no geral. Um jogo realmente fantástico.

    Little Nightmares

    Platform: PC
    169 Players
    36 Check-ins

    26
Keep reading → Collapse ←
Loading...