rotcivsette

Sou desenvolvedor indie solo. Estou aqui só documentando meu backlog. Ele/Dele.

You aren't following rotcivsette.

Follow him to keep track of his gaming activities.

Follow

  • 2022-07-03 13:50:09 -0300 Thumb picture
    Thumb picture
    Post by gicba: <p>#img#[831281]Kohta Takahashi lançou um álbum de

    Kohta Takahashi lançou um álbum de tributo a série, imaginando como seria uma possível trilha sonora de um RR novo, aparentemente inspirada na do Type 4.

    https://solidstatejapan.bandcamp.com/album/reiwa-t...

    Acho que vale a pena ouvir se você gosta do estilo musical da série, e pessoalmente até deu vontade de baixar o RRT4 pra dar uma jogadinha de novo.

    Só espalhando a palavra.

    R4: Ridge Racer Type 4

    Platform: Playstation
    269 Players
    12 Check-ins

    15
  • rotcivsette Victor
    2022-07-02 15:39:24 -0300 Thumb picture

    Teoria da Timeline de Alex Kidd

    Depois de zerar todos os jogos da série (pelo menos uma versão de cada), me deu vontade de teorizar uma timeline, já que quase não se encontra nada por aí sobre o folclore de Alex Kidd.

    Lembrando que é só uma teoria de como os eventos se desencadearam, até porque tem pouco material oficial. A seguir vou dar minha explicação para a teoria de forma resumida e casual. Mas pode comentar qualquer informação nova, talvez me ajude a polir mais ainda essa teoria.

    Algo que é dito no primeiro jogo (Miracle World) pelo próprio St. Nurari é que Alex Kidd foi sequestrado antes dele o adotar e o treinar na arte do Shellcore.

    Igul é o protagonista de Pit Pot , isso é oficial, visto que eles carregam o mesmo nome (inclusive a princesa Lora) e os acontecimentos do Miracle World são logo após Igul ter a resgatado e casado com ela nos eventos de Pit Pot.

    Em Miracle World, Alex descobre seu passado, salva seu irmão e cunhada (que já havia salvado sua mãe) e derrota o Rei Janken, impedindo a invasão e dominação dos Paperockianos em Áries. Se isso não bastasse, ele também desfaz a maldição do Rei Janken que transformou todos os cidadãos do reino de Radaxian em pedra.

    BMX Trial vai entre Miracle World e Enchanted Castle (o de Mega Drive) porque o Rei Thunder, pai de Alex, não havia sido resgatado ainda, dada sua ausência na sala do trono do final do jogo.

    The Lost Stars vem depois de Enchanted Castle porque na história o Alex foi em busca de novas aventuras depois de salvar seu pai. E eu teorizo que ele recrutou a Stella (player 2 da versão de Arcade) para aprender com ele. Ela se veste semelhantemente a ele e usa as mesmas técnicas. E eu também teorizo que o Alex abandonou o Shellcore depois de alcançar a paz e decidiu apenas usar a técnica de projeção de força sem precisar do anel. Visto que ele não dá socos com mãos gigantes nesse jogo.

    Agora é zona de teoria especulativa.

    Teddy Boy carrega várias semelhanças com o Alex, desde a animação de morte idêntica ao nome semelhante ("Nome + Criança": Alex / Teddy + Kidd / Boy) e principalmente ao Daruman, inimigo que aparece tanto em Teddy Boy quanto em Alex Kidd E Pit Pot. E como o Daruman é um inimigo que aparece em Aries (Pit Pot e Miracle World), o planeta natal de Alex, os jogos do Teddy precisam acontecer em Aries também. A Yohko, a protagonista mais importante de Teddy Boy Blues, tem uma boa condição de vida, já que ela possui muitos e muitos brinquedos (incluindo o próprio Teddy Boy é um deles!). E as famílias de melhor condição em Áries são as famílias reais de Radaxian e Niban. Então é possível especular que ela faz parte de uma delas no futuro ou no passado, visto que ela não é citada por nenhum dos reis em Miracle World. E dado que a coroação do príncipe Igul aconteceu ao redor dos eventos de Enchanted Castle, a minha hipótese é que a Yohko é filha do (atual) rei Igul e da princesa Lora, fortalecendo o legado dos dois desde Pit Pot.

    A história de Teddy Boy Blues do Mega Drive e Sega CD é que os brinquedos da Yohko estão a atacando e o Teddy Boy, o brinquedo favorito dela, está a protegendo os transformando de volta em brinquedos. O jogo tem uma temática bem noturna, já que a própria Yohko aparece de pijama nas fases bônus, o cenário está sempre de noite e os brinquedos saem de despertadores. Eu teorizo de que é tudo um sonho dela. Isso meio que se confirma com o final que diz que eles "realmente eram apenas seus brinquedos".

    Já na história de Teddy Boy do Arcade e Master System, a Yohko agora é uma cantora adulta pop famosa que acordou presa em um labirinto. Teddy Boy apareceu para protegê-la e tirá-los dali. Os monstros dessa vez são muito mais ferozes e saem de dados ao invés de despertadores. O jogo não possui uma resolução, mas possui fases bônus onde a Yohko já crescida explora seu próprio quarto em busca de tesouros (assim como no bônus de quando ela era menor). A minha teoria é que ela está tendo um pesadelo parecido com os que ela tinha quando era criança. Mas como ela não lembra bem dos brinquedos, eles aparecem da forma que ela os via: ferozes e mortais. Mas o favorito dela, o Teddy Boy, ela nunca esqueceu.

    "Mas por que insistir em enfiar Teddy Boy no meio de Alex Kidd? Não tem evidência concreta o suficiente pra sustentar essa ideia."

    Porque eu quero e porque é mais legal assim, me deixa em paz kkkkkkk

    Agora sobre a linha paralela. Essa foi uma oportunidade para colocar em uma continuidade só os jogos lançados exclusivamente no ocidente, mas além disso, acredito que ela faz sentido por si só.

    Alex é adotado pela família de James e vive em uma mansão feudal japonesa. Isso aliado do fato dele ser atacado por ninjas na caminhada ao fliperama me faz acreditar que ele está no planeta Shinobi. Nessa realidade ele nunca aprendeu a usar Shellcore e por isso apenas atira shurikens para se defender.

    Seguindo sua vida mais pacífica nesse planeta, um dia ele estava com sua namorada e o ninja Hanzo ressuscitou e a sequestrou para um sacrifício afim de recuperar seus poderes. Alex recebe os poderes do ninja branco para lutar melhor e ser capaz de salvá-la do Hanzo. O fato desse jogo também estar na linha paralela também explica o porquê dele não usar Shellcore nem projeção de força.

    https://media.alvanista.com/uploads/timeline_image/2...(img)

    E é isso, obrigado se você leu até aqui. Eu sou fascinado por maratonar séries de jogos antigos e por folclore, teorias e linhas do tempo. Então com certeza pode esperar que farei mais dessas no futuro kkkkk

    Alex Kidd in Miracle World

    Platform: Master System
    3321 Players
    68 Check-ins

    18
  • rotcivsette Victor
    2022-07-02 08:12:14 -0300 Thumb picture
    rotcivsette checked-in to:
    Post by rotcivsette: <p>Eu tentei registrar o de Mega Drive, mas faz um
    Teddy Boy Blues

    Platform: Arcade
    3 Players
    1 Check-in

    Eu tentei registrar o de Mega Drive, mas faz um tempão e nada. Então vou fazer o check-out pelo Arcade, mas saiba que joguei o de MD na verdade.

    Acabei de zerar. Ao invés de 50 fases como no original de MS e Arcade, são só 30 fases. Mas tem várias fases novas que te forçam a usar uma mecânica chatinha que antes era só uma punição, senão você não alcança os inimigos. E isso deixa essas 30 fases BEM mais difíceis.

    E sinceramente, considerando as novas fases, gráficos, inimigos, som e história, eu gosto de ver a versão de mega/segaCD como uma sequência, ao invés de mais um port como ele é catalogado e registrado por aí. E foi por isso que joguei.

    Foi legal ver uma introdução e encerramento, mesmo que só texto (e mesmo que em japonês, usando tradutor da lente do celular), um contexto faz toda diferença.

    E com isso eu encerro minha jornada pela série Alex Kidd (+ Pit Pot & + Teddy Boy). Eu não tenho a menor intenção de jogar ports nem as versões de arcade, uma versão por jogo tá ótimo pra mim e sempre vou preferir as versões de console, mesmo que inferiores.

    O primeiro Alex Kidd DX eu jogo depois um dia, mas sinceramente não ligo muito. Apesar dos gráficos e renderização mais bonitos, vou confessar que não gostei nada de alguns designs, inclusive do Alex :P

    Pra mim Alex Kidd é Master System e é lá onde ele está mais bonito.

    18
    • Micro picture
      thiones · 1 day ago · 2 pontos

      Ué, tava pra aprovação e eu aprovei tem um par de semana. Aliás, que capa que é essa aí, bicho?

      5 replies
    • Micro picture
      xch_choram · about 21 hours ago · 2 pontos

      Mas o DX tem fases novas.

      1 reply
  • 2022-07-01 17:35:47 -0300 Thumb picture
    Thumb picture
    15
    • Micro picture
      rotcivsette · 1 day ago · 2 pontos

      Arc Sys e WayFor, nao tem como dar errado

  • 2022-06-29 02:29:39 -0300 Thumb picture
    Thumb picture

    Desafio 30 dias de games - Dia 30

    "Dia 30 - Um jogo que mudou sua vida"

    Chegando ao final desse desafio bem interessante, mas confesso que cansativo... kkkk

    Como estou no Hard Mode do negócio, não vou repetir Super Metroid que foi um jogo que realmente mudou mesmo minha vida. Não imagino minha vida sem esse jogo, pois foi ele que realmente fez eu embarcar no mundo dos videojogos. Então, vou citar um jogo que também me acompanhou durante toda minha vida. Fechando com chave de ouro o desafio dos 30 dias...

    The Legend of Zelda: A Link to the Past

    Esse Zeldinha não mudou minha vida necessariamente, mas mudou totalmente minha concepção do que um videogame podia me oferecer. Quando terminei o Light World e derrotei o Agahnim, pensei: "eita! Finalizei o jogo!" Que nada! O jogo na verdade tava só começando. Daí o jogador é transportado pro Dark World, com um mapa inteiramente novo, 7 dungeons novas e uma porrada de lugares novos pra explorar. Nessa hora, a minha reação foi essa:

    Como assim depois de zerar o jogo, eu ainda tenho UM JOGO INTEIRO pela frente? A informação foi tanta para o pequeno Subzero que por um momento eu achei que meu cartucho tava bugado, era pirata, algo assim. Porque um negócio desse era totalmente inconcebível pra mim na época. A Link to the Past me mostrou a real essência de um videogame: entreter e surpreender o jogador. Isso mudou demais minha visão com jogos, porque até hoje quando eu termino um jogo eu vou atrás dos extras, eu sempre quero ver o que tem a mais. Além de tudo isso, o Zeldinha me ofereceu mais tantas horas, e até meses de diversão, porque agora eu queria desvendar todos os segredos do jogo. Foi um jogo que me surpreendeu e que continua me divertindo até hoje. A Link to the Past tá no meu coração e com certeza foi um divisor de águas na minha vida gamer.

    The Legend of Zelda: A Link to the Past

    Platform: SNES
    11424 Players
    376 Check-ins

    24
    • Micro picture
      santz · 5 days ago · 2 pontos

      Essa mesma sensação aconteceu com a galera lá de casa (comigo incluso) no Symphony of the Night.
      No Zelda só não tivemos esse momento porque demoramos MUITO para conseguir pegar o Moon Pearl no castelo da montanha, então a gente ia sempre para o Dark World em forma de coelho e ficava imaginando uma aventura ali na forma de Link.

      1 reply
    • Micro picture
      rotcivsette · 5 days ago · 2 pontos

      Esse foi meu segundo candidato com certeza. Foi o jogo que me fez ver que jogos são muito mais que diversão casual.

      1 reply
    • Micro picture
      bobramber · 5 days ago · 2 pontos

      Que bom saber que o desafio não foi cansativo só pra mim.
      Parabéns por completar.

      1 reply
  • hard_waters David Waters
    2022-06-28 10:51:29 -0300 Thumb picture
    Thumb picture

    MMBNLC

    Eu tava esperando Legends, e vou continuar esperando... Agora se eu disser que não vou comprar essa tbm, eu to mentindo... 😅

    Mega Man Battle Network Operate Shooting Star

    Platform: Nintendo DS
    73 Players

    29
    • Micro picture
      tiagotrigger · 5 days ago · 3 pontos

      Ah essa dai tem que ser muito barata pra eu comprar, e nas condições das outras eu duvido que vai ser.
      Rapaz, vem a collection do DOS, mas não vem os Legends. xD

      1 reply
    • Micro picture
      rotcivsette · 6 days ago · 2 pontos

      Eu tô feliz demais e sinceramente tava esperando esse vir antes do Legends. Mesmo que ele seja fora da timeline primária, eu prefiro que eles anunciem o collection do Legends quando eles tiverem o 3 na mão pra anunciar.

      1 reply
    • Micro picture
      axlroll · 6 days ago · 2 pontos

      Ja tava querendo jogar a serie Battle Network,agora vou esperar pra comprar a coletania

      1 reply
  • 2022-06-27 13:39:35 -0300 Thumb picture
    Thumb picture

    Mais um video excelente fresquinho de Digital Heroes

    Do meu amigo @oximaru q já não entra na rede há 9 anos atrás kkkkkkkkk

    16
    • Micro picture
      ersatzgott · 6 days ago · 1 ponto

      O pecado que eu vi foi botarem digimon do lixo do Adventure tri. (Meicoomon) e não ter nada dos outros animes ou da franquia no geral que não seja o Adventure

      6 replies
  • 2022-06-26 12:34:15 -0300 Thumb picture
    Thumb picture

    Video BR incrível sobre o Digital Heroes

    Se é fã de Digimon, vale muito a pena checar o canal dele como um todo. Conteúdo de qualidade.

    12
  • tiagotrigger Tiago Prado Oliveira
    2022-06-25 11:20:33 -0300 Thumb picture
    Thumb picture
    33
    • Micro picture
      zefie · 8 days ago · 4 pontos

      Vale à pena, to gostando bastante (mas a minha é versão Android). Comecei o mundo 4 ontem, to com 100% nos anteriores.

      1 reply
    • Micro picture
      jcelove · 8 days ago · 2 pontos

      Esse ano eu tenho que terminar ele... Ou ao menos passar do mundo 3 XD

      4 replies
    • Micro picture
      willguigo · 9 days ago · 3 pontos

      📢Esse jogo é desenvolvimento do Tiago Alvaneiros e Alvaneiras📢

      2 replies
  • noblenexus Rafael
    2022-06-25 20:50:33 -0300 Thumb picture
    Thumb picture

    30 DIAS DE GAMES | Dia 25 - Hard Mode

    Dia 25 um jogo superestimado.

    Qualquer exclusivo da sony

    Nah zuera, superestimado não é só com a Sony. Eu poderia citar vários desses como Fallout New Vegas, Darksouls, The Last of Us, Kingdom Hearts 3, Resident Evil 4. Nenhum desses é ruim, mas estão bem longe de ser o que os fãs contam. Agora o mais superestimado dos que eu conheço na minha opinião é ...

    GTA V! Sempre que a Rockstar vem com um game open world geral espera um um jogão com um mundo satirico e cheio de coisas para se fazer, mas o rumo que as coisas tomaram em GTA V ao meu ver deixaram próximo demais a "realidade" de crimes de rua, parecendo mais um filme de ação exagerado americano. Eu sei que esse jogo tem sim suas doideiras e tudo mais, porém ele não da vontade nenhuma de explorar, a sensação de dirigir por ai é bem menos diverida que nos GTAs lá da era do PS2 que eram bem mais descompromissados com a realidade. Enfim ele tem sim seu mérito, afinal é um jogo com um mundo aberto imenso com mecanicas muito bem implementadas, mas não é tudo que os fãs gostam de pintar.

    Olhando minhas listas de jogos que joguei para fazer esse post, percebi que joguei muita, mas muita coisas shady e lado B, fugi dos queridinhos da galera, parece meio que um movimento inconciente.  Até hoje mesmo quando os fãs de um game enchem demais a bola dele eu acabo não querendo ver pintado de ouro, o mais recente caso desses para mim foi Elden Ring, que não duvido que seja bom, mas o pedestal dele foi colocado tão alto pela fanbase de souls que dificilmente eu acredito que chegue a tudo isso.

    @goraku

    Grand Theft Auto V

    Platform: PC
    2112 Players
    347 Check-ins

    23
    • Micro picture
      rotcivsette · 8 days ago · 2 pontos

      kkkkkkkkkkkkkkk eu tenho esse problema também kkkkkk
      A galera elogia demais e eu corro. Alguns casos acabo indo na correnteza tipo Skyrim (na época) e o ultimo Zelda.

      2 replies
    • Micro picture
      andre_andricopoulos · 8 days ago · 1 ponto

      Definitivamente SUPERESTIMADA. Tiro o chapéu para seus modos online e suporte....mas que a experiência SINGLE PLAYER é uma merda, ah isso é

      2 replies
Keep reading &rarr; Collapse &larr;
Loading...