raccoon

Rocky burst in and grinning a grin He said: Danny boy, this is a showdown!

You aren't following raccoon.

Follow him to keep track of his gaming activities.

Follow

  • farusantos Farley Santos
    2021-06-20 20:12:15 -0300 Thumb picture
    Thumb picture

    Steam Next Fest 2021 - Testando algumas demos (Parte 2)

    Continuando o post anterior, escolhi mais algumas demos legais que experimentei durante o Steam Next Fest 2021:

    The Legend of Tianding me lembrou Guacamelee! com seu combate ágil e exploração com habilidades ofensivas. Gostei do ritmo acelerado e do ótimo visual que lembra histórias em quadrinhos.

    They Always Run é uma aventura de ação e plataforma 2D cujo protagonista tem três braços. Tem muitas mecânicas interessantes envolvendo esse terceiro braço e combates legais.

    Renaine é um charmoso título de plataforma 2D com visual retrô e muito humor (e maluquice, haha). Além de ter jogabilidade competente, o jogo tem uma excelente trilha sonora repleta de jazz.

    ConnecTank é uma mistura curiosa de estratégia e puzzle em tempo real. O objetivo é fabricar munições para acertar os tanques inimigos, e precisamos fazer tudo manualmente (montar as esteiras, pegar itens, reparar danos). É muito criativo e divertido, já quero :)

    Em Ember Knights, exploramos calabouços e derrotamos inúmeros monstros. Pelo caminho, o personagem se fortalece com melhorias e há elementos de roguelike, como mapas gerados proceduralmente. É um pouco simples, mas gostei do ritmo e do visual com pixel art.

    Void Tyrant usa cartas e mecânicas interessantes para criar um RPG único. Há alguns elementos dependentes de sorte que trazem imprevisibilidade, porém existem habilidades e recursos para mitigar jogadas ruins. Gostei bastante desse.

    ...e assim concluo as minhas recomendações de demos do Steam Next Fest 2021. No total eu joguei uns 20 títulos, mas esses foram os que mais curti, descobri muita coisa legal 🙂

    13
    • Micro picture
      xch_choram · about 19 hours ago · 2 pontos

      O The Legend of Tianding e o Renaine chamaram bastante atenção aqui, botei na lista vlw pelas indicações :D

  • farusantos Farley Santos
    2021-06-19 21:22:56 -0300 Thumb picture
    Thumb picture

    Steam Next Fest 2021 - Testando algumas demos

    Está rolando o Steam Next Fest e, como sempre, escolhi algumas demos para testar. Dessa vez a lista tá bem longa, tem muita coisa interessante, escolhi alguns destaques:

    Unsighted, do estúdio brasileiro Studio Pixel Punk, é uma aventura com ação ágil, combate intenso e muitos trechos de exploração. Gostei demais de tudo, muito ansioso para jogar a versão completa.

    Dodgeball Academia, do estúdio brasileiro Pocket Trap , é uma mistura divertida de queimada e RPG. Adorei os combates, o visual colorido e o humor, outro que tá no topo da lista "quero já", haha

    Wolfstride, do estúdio brasileiro Ota Imon, me conquistou com sua premissa de batalhas por turnos com mechas e a atmosfera estilosa P&B. Gostei do conceito, mas achei que as batalhas podiam ser um pouco mais ágeis. Mesmo assim, já tem a minha atenção.

    TOEM é uma charmosa aventura de fotografia. Gostei demais da atmosfera bem humorada e dos usos criativos da câmera, já quero :)

    Sable é uma aventura muito bela e com ótima atmosfera de exploração. Apreciei bastante o mundo e a liberdade, por mais que achei o ritmo um pouco inconstante. Mesmo assim, ainda quero conferir o jogo completo.

    Defend the Rook combina estratégia, tower defense, RPG e elementos de roguelike em um jogo interessante. Ainda precisa de polimento, mas gostei do que joguei.

    Spire of Sorcery é um RPG bastante denso e muito envolvente. No começo achei confuso, mas depois que entendi curti demais as possibilidades.

    Mayhem Brawler é um beat'em up bem honesto, bonito e divertido. Achei interessante que a campanha tem várias rotas.

    Glimmer in Mirror me conquistou com seu visual belíssimo. As mecânicas de plataforma 2D em si são simples, mas fiquei curioso para ver o que vai ter na versão final.

    City of Beats é um twin-stick shooter com elementos de roguelike com aspectos rítmicos — tiros e movimentos são influenciados pela música. Gostei bastante, é bem meu estilo de jogo, ficarei de olho.

    Rogue Lords é um RPG roguelike cheio de mecânicas interessantes, como poder "alterar a realidade" para mexer nos atributos e nos resultados dos eventos. Também curti a temática de fantasia sombria estilizada. Muito bom :)

    Terra Nil é um jogo de "estratégia de construção de cidades reversa" em que precisamos reconstruir o ecossistema de uma região devastada. Além de muito bonito e relaxante, ele tem várias mecânicas legais, gostei muito

    ~

    Ainda tenho várias outras demos na lista, talvez eu faça uma parte 2 :)

    19
  • raccoon Ronaldo D'Arcadia
    2021-06-18 13:27:45 -0300 Thumb picture
    raccoon checked-in to:
    Post by raccoon: <p><strong><em>Finalizado</em></strong>. Depois de
    Primordia

    Platform: PC
    81 Players
    4 Check-ins

    Finalizado. Depois de um bom tempo protelando eu finalmente finalizei Primordia, que é um point and click muito importante dentro do gênero, lançado pelo estúdio Wadjet Eye em parceria com o estúdio Wormwood. Primordia saiu em 2012 e continua hoje, sem dúvida, um jogo extremamente funcional, muito bem feito, com uma arte muito bonita e, principalmente, ele é muito bem escrito.

    A história é mais ou menos a seguinte: no futuro existem apenas as máquinas né, os humanos já desapareceram há muito tempo, tanto tempo que a memória do homem se transformou em um mito, e consequentemente em religião, que foi adotada por alguns e negada por outros, lembrando que só existem droids e robôs de todas as variedades, que se constroem entre si. Existe todo o evangelho do homem, que prega o fato dele ter sido a máquina primordial e por aí segue. 

    Esse é o background do universo. Mas esta é uma história muito mais complexa que gira em torno obviamente do misterioso personagem principal Horatio Nullbuilt, e seu sidekick Crispin Horatiobuilt, um pequeno robô voador com livre arbítrio que compete pelo posto de personagem mais engraçado de todos os tempos dentro do gênero de ficção científica, e isso incluindo filmes.

    Outro ponto muito interessante e importante do jogo é que ele tem vários finais alternativos, vários mesmo, tipo 7 ou 8... e com distinções bem relevantes entre eles. Eu achei impressionante o trabalho com esses finais todos. Enfim, eu sou fã do Wadjet Eye e devagar vou finalizando todos os jogos que ela produziu. Essa é a missão né. 

    Horatio & Crispin, the bros.

    20
    • Micro picture
      msvalle · 4 days ago · 2 pontos

      Parabéns!
      Mais uma pérola do PC para eu adicionar na lista hehe

  • raccoon Ronaldo D'Arcadia
    2021-06-17 13:54:42 -0300 Thumb picture
    raccoon checked-in to:
    Post by raccoon: <p><strong><em>Finalizado.</em></strong> <em><stron
    Days Gone

    Platform: PC
    9 Players
    2 Check-ins

    Finalizado. The Last of Us teve um filho com Uncharted e ele se chama Days Gone. Achei este jogo excepcional, mesmo com algumas "estranhezas" por assim dizer, como por exemplo quando a disposição das missões meio que altera a personalidade de determinadas interações... hora ele diz que quer matar a pessoa, hora ele tá tranquilo com a pessoa, e por aí vai... Nada muito grave rs.

    No geral Days Gone é um jogo incrível. Primeiramente ele é um excelente shooter, com uma variação perfeita para o stealth, e é preciso muita estratégia com hordas em determinados momentos. Apesar de belíssimo, o mapa na minha opinião poderia conter uma exploração mais massiva, no entanto todas os itens encontrados, como as placas com informações locais,  áudios da entidade de pesquisa NERO,  tudo isso é bem interessante e vale a leitura. Um ponto muito relevante sobre o mapa é que navegar de noite é definitivamente perigoso e isso dá um dinamismo muito interessante para o universo. Estrelas no céu, problemas na terra.

    Achei que a parte de crafting funciona muito bem, muitas opções de armas de fogo, bombas e armas brancas pra se construir, upgrade da moto também é algo a se dedicar, muitas skins diferentes pra moto, o que é sempre maneiro. E por fim temos uma ótima história que coloca toda sua força nos personagens. Boozer, Rikki, Sarah, Iron Mike, fucking Skizzo... são todos personagens excelentes. O texto é perfeito? Nem sempre, mas os personagens são ótimos, com destaque obviamente para o filho de pastor Deacon St. John, vulgo Deek. Sua jornada de herói é honrada e não pede desculpas, sua humanidade é explorada a fundo. Conheço o trabalho do ator Sam Witwer (que dá rosto e voz ao Deek) da série The Clone Wars em que ele faz a voz de ninguém menos que o ex Sith Lord Darth Maul, lembrando também que ele é o Starkiller né.

    A história é dividia em dois blocos com começo, meio e fim cada. Essas duas partes acontecem em mapas diferentes, então você tem aí a exploração e upgrade da primeira área do mapa, e refazer tudo novamente na segunda área. O que eu achei uma boa opção. A primeira parte da história engloba os campos dos sobreviventes, com suas disputas e amizades, enquanto a segunda parte aborda um lado militarizado de projeções divinas e insanas, com missões viscerais, sem dúvida. Como pano de fundo principal temos a torcida pelo relacionamento de Deek & Sarah. Enfim, um ótimo jogo, trilha sonora memorável, visual hipnotizante e cutscenes muito bem feitas. Um jogo digno do fim do mundo, talhado com atenção pelo competente Bend Studio.

    Deek & Boozer, the bros.

    28
  • raccoon Ronaldo D'Arcadia
    2021-06-08 16:06:55 -0300 Thumb picture
    raccoon checked-in to:
    Post by raccoon: <p><strong><em>Finalizado</em>. </strong>Este jogo
    Blind Drive

    Platform: PC
    1 Players
    1 Check-in

    Finalizado. Este jogo é uma pérola definitivamente genial do estúdio Lo-Fi People. Em Blind Drive, como o próprio nome já entrega, você dirigi um carro estando vendado... e tudo que você tem como informação é o som ao redor. Obviamente a experiência só funciona com fones de ouvido, pra diferenciar esquerda e direita. Na história o inocente motorista pensa que está participando de uma pesquisa científica, mas na verdade quem toma as rédeas do carro, que é controlado remotamente, é a Máfia do Sorvete (gelato para os mais íntimos). Tudo não passa de um plano de vingança da máfia contra a vó do individuo no volante. A velhinha tem um passado nebuloso xD. Sim, é tudo um absurdo extremamente hilário, com um ótimo trabalho dos dubladores, o gameplay é excelente, além dos ótimos efeitos sonoros. As últimas fases são enervantes de tão difíceis, mas com a ajuda da vovozinha tudo é possível!

    15
  • raccoon Ronaldo D'Arcadia
    2021-06-03 11:34:29 -0300 Thumb picture
    17
  • raccoon Ronaldo D'Arcadia
    2021-06-03 00:40:27 -0300 Thumb picture
    raccoon checked-in to:
    Post by raccoon: <p><strong><em>Finzalizado</em></strong>. Eu gostei
    XCOM: Chimera Squad

    Platform: PC
    4 Players
    1 Check-in

    Finzalizado. Eu gostei muito desse XCOM: Chimera Squad, que é um spin off da série XCOM. Aqui temos a união das raças formando o diferenciado esquadrão Chimera. O jogo explora inovações dentro do estilo turn based, com momentos maneiros de breach e muitos poderes distintos das diferentes raças da equipe. Como de costume, toda parte de upgrades exige muita estratégia pois retira da equipe os melhores integrantes, assim também como os upgrades de armas e tecnologias precisam ser cuidadosamente avaliados. 

    Na história você enfrenta três facções criminosas que aterrorizam a cidade. A quantidade de missões é bem satisfatória. Existe um termômetro de caos na cidade, e no início é explicado que se chegar ao nível máximo vermelho você perde o jogo. O trabalho dos dubladores é excelente e cada membro da equipe possui muita personalidade. Pra quem curte o gênero é um jogo fundamental. 

    Ilustrações maneiras ajudam a contar a história.

    Seleção dos membros da equipe e itens antes das missões

    Entrar metendo bala no Breach é bem legal

    As três facções criminosas, todas distintas em personalidade e inimigos

    22
  • raccoon Ronaldo D'Arcadia
    2021-05-30 10:37:26 -0300 Thumb picture
    raccoon checked-in to:
    Post by raccoon: <p><strong><em>Finalizado</em></strong>. Em tempos
    Strangeland

    Platform: PC
    2 Players
    1 Check-in

    Finalizado. Em tempos como este, é sempre ótimo uma grata surpresa como Strangeland, um point and click do estúdio Wormwood (do clássico Primordia) que traz o selo de qualidade da Wadjet Eye, do mestre Dave Gilbert, o que garante um trabalho de dublagens excepcionais do bom e velho Abe Goldfarb. Se você não é fã dessa galera obviamente não entendeu nada do que falei, mas quem conhece o trabalho deles sabe que estou falando da realeza do gênero.

    Achei Strangeland sensacional. Moldes clássicos foram relembrados, e novas abordagens exploradas, como o fato do personagem morrer e voltar do início, isso eu nunca tinha visto nestes jogos... pelo que me lembro, eu acho rs. O visual está incrível, ilustrações assustadoras que enchem os olhos com sua estranheza e beleza, tudo dentro da temática "Circo de Horrores". A história fala sobre fragmentações do ego e da luta interna que travamos com nosso subconsciente diante dos acontecimentos da vida. Sim, é tudo extremamente profundo,  maluco e excelente.

    Muita coisa bizarra em Strangeland

    19
  • raccoon Ronaldo D'Arcadia
    2021-05-26 16:19:00 -0300 Thumb picture
    raccoon checked-in to:
    Post by raccoon: <p><strong><em>Finalizado</em></strong>. <em>Ufa</e
    Crash Bandicoot 4: It's About Time

    Platform: PC
    12 Players
    6 Check-ins

    Finalizado. Ufa! Eu nunca joguei a série Crash Bandicoot e resolvi começar errado, de trás pra frente, com este It's About Time, e pelo jeito esse lance de trás pra frente, cabeça pra baixo e por aí vai... tem tudo a ver com o Bandicoot. Achei o jogo sensacional, com um gameplay incrível, cheio de variações de estilos e poderes, trilha e efeitos sonoros excelentes, ótimas cutscenes, além da história  e personagens secundários bem divertidos. Eu finalizei da maneira mais simples possível, ou seja, eu ignorei as metas de coletáveis e skins. Mesmo assim já foi enervante xD. A pessoa que consegue fazer 100% desse jogo precisa ser estudada, a tarefa parece mais difícil que vencer qualquer jogo da série Dark Souls. Pretendo jogar os outros, o bicho me mordeu.

    28
    • Micro picture
      andre_hirosaki · 27 days ago · 3 pontos

      recomendo jogar se puder a trilogia de ps1 + ctr

      1 reply
    • Micro picture
      lucascosta13 · 26 days ago · 2 pontos

      Show. Tô louco pra o jogar esse 4, pois sou muito fã da série. Sempre vejo a galera comentar que tá bem difícil msm.
      O nível de dificuldade da trilogia do ps1 certamente é bem mais tranquilo... Acho que vai curtir.
      Rejoguei recentemente pela N Sane Trilogy tentando pegar todas as caixas/itens e foi até tranquilo. Só não fiz os time trials das fases, pois alguns estressam um pouquinho, principalmente no 1°.

      1 reply
  • raccoon Ronaldo D'Arcadia
    2021-05-13 18:54:03 -0300 Thumb picture
    raccoon checked-in to:
    Post by raccoon: <p><strong><em>Finalizado</em></strong>. Finalmente
    Hellblade: Senua's Sacrifice

    Platform: PC
    188 Players
    92 Check-ins

    Finalizado. Finalmente tive coragem de jogar o famoso Hellblade Senua`s Sacrifice, uma verdadeira obra prima do estúdio Ninja Theory. Confesso que sempre me intimidou a mensagem no início, que diz que se você morrer muito perderá todo o processo do jogo. Mas tudo correu terrivelmente bem e consegui completar esse pesadelo de jogo.

    Tudo em Hellblade Senua's Sacrifice é sensacional, começando pelo visual incrível, toda a arte e design são realmente inspirados e memoráveis. A trilha e efeitos sonoros também são um personagem muito importante na construção perturbadora da experiência. O sistema de combate extremamente orgânico é altamente divertido e desafiador, assim como os puzzles, sempre dedicados a confundir e enlouquecer o jogador. 

    E diante de tantas qualidades, é a história que consegue ser o grande destaque na minha opinião.  A força narrativa da história da guerreira celta Senua é algo hipnotizante. Eu gosto muito de jogos relaxantes, mas também busco os agonizantes, e é isso que Hellblade Senua's Sacrifice é, um jogo agonizante, pesado, tenso, que mistura mitologia nórdica com transtornos mentais reais. A descida ao inferno de Senua, para barganhar a vida de seu amado Dillion, é uma ode épica travada entre o bem e o mal, uma prece do amor contra o horror.

    E por último, mas não menos importante, temos a interpretação visceral da atriz Melina Juergens, que dita o ritmo do jogo e segura o status da produção no alto, um trabalho de fato excelente. Enfim, como dá pra perceber eu gostei muito do jogo, só não sei se estou feliz por ter conseguido de fato terminar ou por finalmente ter terminado o horror, se é que me entendem. Em dias como estes, a loucura dos outros me basta, por isso esse jogo pesou tanto.

    Se preparem para o Ragnarok amigos alvanistas, pois ele está chegando.

    25
    • Micro picture
      salvianosilva · about 1 month ago · 2 pontos

      Gosto muito desse jogo

    • Micro picture
      griffor · about 1 month ago · 2 pontos

      Tô com muita vontade de jogar esse, não sei se tenho a coragem só

    • Micro picture
      mbc07 · about 1 month ago · 2 pontos

      Em relação à mensagem sobre morrer muito...
      (alerta de provável spoiler)
      .
      .
      .
      .
      .
      .
      .
      .
      .
      .
      .
      .
      .
      .
      .
      É só para mexer com o psicológico. Você pode morrer quantas vezes quiser, o progresso nunca será resetado ¯\_(ツ)_/¯

      1 reply
Keep reading &rarr; Collapse &larr;
Loading...