2020-09-09 01:33:32 -0300 2020-09-09 01:33:32 -0300

Chobits

Ano - 2002

Número de episódios - 13

Disponível em Netflix - Não

Disponível em Amazon Video - Não

Disponível em Crunchyroll - Não

Sinopse: Hideki é um rapaz que mora na zona rural que falhou em entrar para  Universidade. Então se muda para Tóquio para poder estudar algum curso preparatório, porém por ser pobre não consegue um persocom, que é o nome que foi dado para androides que funcionam como computadores pessoais, até que um dia encontra um desses maquinários jogado no lixo, todo enfaixado, e com a forma de uma linda garota que, após ser ligada só conseguia dizer uma coisa: Chii.

___________________________________________________________________

Chobits é disparada minha obra preferida do CLAMP (um grupo de 5 escritoras que já fizeram uma porrada de anime por aí, como Sakura Card Captors e Guerreiras Mágicas de Rayearth) já que, ao invés de tratar da temática de magia e fantasia, tem um clima mais urbano e que lembra bastante Video Girl Ai, sendo protagonizada por Hideki, um coitado sei eira nem beira que foi pra Tóquio conseguir um trampo pra pagar os estudos, e que obviamente não tinha grana pra comprar a mais nova novidade tecnológica: o Iphone 12, quero dizer, os persocoms.

Pior que persocoms em Chobits são como os nossos smartphones atuais mesmo: acompanham as pessoas onde quer que elas vão, possuem várias funções e suportam vários programas, têm um sistema operacional, CPU e memórias, são caros pra caralho, então nesse ponto a obra foi bem visionária mesmo (afinal ela é de 2002, com o mangá sendo de 2000, uma época em que smartphones ainda estavam num estágio embrionário, praticamente).

Enfim, por ser mais quebrado que arroz de terceira, o protagonista nem sonha em conseguir comprar um persocom, até que encontra um, no formato de uma garota bonita, jogado no lixo. Ao encontrar o botão de ligar da mesma (que ficava exatamente onde você está pensando, huahua) a androide foi ativada, mas não consegue lembrar de nada (sendo possivelmente formatada) e só fala chii, o que acaba sendo o nome que Hideki resolve dar pra ela, no fim das contas.À primeira vista, Chii não tinha sequer sistema operacional, mas depois Hideki descobre que ela era um persocom customizado (parecido com os nossos PCs master race atuais cheios de water coolers e afins) e que tinha um programa de aprendizado, com o qual aprende as coisas muito rápido. 

Daí o anime se desenvolve em torno desse mistério em volta da Chii, tal como aborda de uma maneira bem pertinente o lance da humanização de robôs (claro que não da maneira filosófica que Ghost in the Shell faz, e sim de um modo mais emotivo, típico do CLAMP), e desenvolve bem a personagem, que vai aos poucos aprendendo como o mundo e seus sentimentos funcionam. O resto do cast também é muito bom, com o destaque indo pro amigo de Hideki, o Hiromu Shinbo, que de bobo só tem a cara, ahuahaua

Outro ponto interessante do anime é que, por ser uma história pra adultos, ele não tem vergonha de tratar de certos assuntos, como o fato das pessoas usarem os persocoms pra navegar na internet e ver pornografia, hauhua. Sem contar que, pelo que é visto na trama, é bem comum ver homens tendo persocoms mulheres e vice-versa, ou seja: eles tem várias utilidades dos mais diversos tipos... Exceto pro Hideki, já que a Chii tem o botão de shutdown bem na porta USB dianteira, então se ele conectar alguma coisa ali... Já era, ahauahuaA trama termina completa e aborda todo o material original do mangá (com algumas pequenas diferenças, mas nada significativo que faça a história virar outra). A animação é de primeira, feita pelo Madhouse, e isso somado ao estilo característico das donas do CLAMP deixam tudo muito bonito aos olhos!No mais, Chobits é um bom anime, com uma temática bem familiar ao nosso cenário atual, cheio de personagens memoráveis e vale com certeza a pena dar uma conferida, com a Velha assinando embaixo!

Link para uma planilha com todos os posts do Arco aqui XD

Chobits: Chiidake no Hito

Platform: Playstation 2
3 Players

18
  • Micro picture
    santz · about 2 years ago · 2 pontos

    Japoneses e suas obras com bichinhos (ou robôs, no caso) que servem ao adolescente tarado.

    1 reply
  • Micro picture
    zefie · about 2 years ago · 2 pontos

    Mais um que não vi, mas li o mangá todo. Não podemos esquecer do garotinho lá que é manjão e constrói as próprias persocons (todas em estilo maid) ahuauhahuahu. É o equivalente a montar seu próprio PC hoje em dia.

    5 replies
Keep reading → Collapse ←
Loading...