2022-04-15 11:51:06 -0300 2022-04-15 11:51:06 -0300

Early Acess - Vendendo promessas a preço cheio

Single 3909071 featured image

Podemos dizer que a industria de jogos é quase um organismo vivo, em constante adaptação e evolução, mas nem todas essas adaptações são beneficas para nós os jogadores, algumas só visão gerar mais dinheiro e com isso mandam a qualidade do produto por água abaixo.

Uma dessas tendencias modernas é o Early Acess que nada mais é que ter acesso a um jogo enquanto ele ainda está em desenvolvimento e teoricamente partecipar dele dando feedback direto para os desenvolvedores e acompanhando correções e melhorias.

Early Acess é um desses movimentos que só visão lucro? ou seria algo bom para nós e para o desenvolvimento dos jogos?

Como de costume a resposta não é preto/branco ou sim/não, mas uma lista de prós e contras que cada um de nós tem que pesar na hora de comprar aquele jogo que parece legal, mas está em acesso antecipado. Agora antes de listar tudo isso, vamos dar uma olhada em alguns casos de Early Acess.

*EA = Early Acess, não confudir com a EA que vende DLC

Casos de EA:

1 Minecraft - Aquele que deu certo e espalhou a ideia de EA.

Minecraft Esteve em Early Acess nas fases iniciais de seu desenvolvimento (2009) e a cada novo update ou feature o preço foi sendo ajustado de acordo, depois de algum tempo o jogo foi concluido e lançado(2011). O jogo se tornou muito diferente do produto inicial que só continha o modo criativo. Um novo modo de jogo adicionado e inumeras melhorias foram feitas em todos os aspectos do jogo.

2 Ark - Aquele que vendeu expensão sem ter a base .

Ark entrou em Early Acess em 2015 e teve seu lançamento completo em 2017, nesse meio tempo o jogo chegou a lançar DLCs com as mecanicas principais do jogo ainda incompletas.

3 The Stomping Land - Aquele que deu mau nome a Early Acess

The Stomping Land era um game survival que chamou muita atenção em seu lançamento em Early Acess vendendo mais de 100 mil cópias, mas vários problemas em seu desenvolvimento acabaram levando a desistencia do projeto e por fim a remoção do jogo da Steam, deixando todo mundo que comprou o jogo com uma versão alpha nas mãos e um monte de promesas não cumpridas.

4 Satisfactory - Aquele que segue o novo modelo de negócio.

Satisfactory entrou em Early Acess a 3 anos atrás e vem tendo em média 1 grande update por ano. Em 2020 o jogo já havia vendido mais de 1 milhão de cópias. Atualmente se encontra em seu quinto update trazendo inumeras melhorias, mas o lançamento de sua versão final ainda se encontra sem data marcada. Esse é o caso de muitos jogos Early Acess modernos.

5 The Long Dark - Aquele que ficou pronto  antes de estar realmente.

A versão alpha desse jogo entrou em Early Acess lá em 2014 e chamou muita atençao pelas mecânicas de survival, mas na época o jogo ainda estava cru demais e estava claro que os devs não sabiam bem o que queriam. Em 2017 o jogo saiu do Early Acess muito polido e com várias melhorias em suas mecanicas basicas, porém durante seu EA foi introduzido uma campanha em formato de episódios chamada de Wintermute, o jogo ao lançar tinha apenas 3 dos 5 episodios prometidos da história. O episóio 4 chegou apenas a pouco tempo (2021) e o 5 está prometido para outrubro desse ano. Do lançamento do jogo a conclusão de sua campanha vão ter se passado quase 6 anos.

6 Osiris New Dawn - Aquele que passou de mão em mão.

Osiris teve seu lançamento lá em 2016 com um banner lindão na Steam, um game survival no espaço com gráficos lindos e cheio de promessas interessantes como multiplayer, vários planetas diferentes para se explorar, constuções, veiculos e uma campanha focada em descobrir o que aconteceu com a colonia e pra onde ir agora. Os desenvolvedores originais tinham em mente fazer dele o melhor jogo possivel, não se importando com roadmap ou constancia de updates. Anos depois esse modelo de negocio se mostrou insustentavel e o jogo passou a receber cada vez menos updates até que eventualmente passou para a mão de uma nova empresa que por sua vez prefere seguir a abordagem moderna do EA e anunciar updates grandes de tempos em tempos, ainda sim o jogo se encontra em Early Acess até hoje sem previsão do lançamento do 1.0.

7 Valheim - Aquele que vendeu mais do que o previsto.

Valheim entrou em Early Acess recentemente em 2021, em seu lançamento vendeu quase 5 milhões de cópias (mais de 6 milhões hoje em dia) o que pegou seu pequeno time de desenvolvedores de supresa, agora a equipe de apenas 5 devs estavam com um sucesso de vendas em mãos e muitas expectativas. Depois de quase 1 ano a equipe ainda tem muito pouco a mostrar, basicamente apenas updates cosmeticos e pouco conteudo. Valheim segue aquele ideia antiga de fazer o jogo ir melhorando cada vez mais, porém ao mesmo tempo criando hype e vendendo seus updates com o próximo previsto para o final desse ano.

8 Mythforce - O resultado de toda uma cultura de Early Acess

O jogo promete ser um multiplayer cooperativo inspirado em desenhos dos anos 80 como Thundercats e He-man. Ele sera lançado em Early Acess ainda esse mês e vai ter uma campanha em formato de episódios exclusivo da epic. não tem ainda previsão de quanto tempo deve durar o se EA ou quantos episodios vai ter sua campanha.

Bom agora que já vimos diversos casos de Early Acess posso dizer que percebo os seguintes pontos positivos e negativos

prós:

1 Ideias mais originais

2 Pequenos estudio ganham mais visibilidade

3 Participação da comunidade no desenvolvimento

contras:

1 Jogos quebrados a preço cheio

2 Fluxo incostante de updates

3 Jogos EA são praticamente um serviço

4 Ausência de garantias de entrega

Com isso tudo eu concluo que Early Acess é algo legal quando os devs tem realmente a intenção de lançar aquele jogo, quando fica claro datas e metas, mesmo que tenhamos atrasos e planos mudem, pelo menos sentimos que aquele investimento valeu algo, mas não é exatamente o caso da maioria dos jogos de hoje que chegam em EA. No geral os estudios querem apenas pegar logo o lucro por aquele projeto e entregar um dia quem sabe, se der, quando der. 

Ainda por cima existe uma cultura na internet de defender os desenvolvedores não importa o que eles estejam fazendo, o clássico 'don't rush it' Eu concordo que rushar o desenvolvimento vai dar em um jogo ruim, mas ficar empurrando com a barriga e mudando constantemente o foco do projeto tranformando em game em um serviço é algo que a longo prazo vai render um jogo pela metade e todo bugado isso se chegar a sair do EA.

Bom então é isso, o que acha de Early Acess?  Já jogou algo que ainda não está pronto? concorda com a minha opinião do assunto?

47
  • Micro picture
    _gustavo · 8 months ago · 3 pontos

    Eu costumo dar crédito ao Early Access quando os devs já em poucas semanas mostram um Roadmap de updates futuros provando que eles sabem para onde o game quer ir. De 9 anos que uso a Steam, já comprei muito e ainda compro, games em acesso antecipado, o próximo deve ser o My Time at Sandrock. Esse que já teve um game dos mesmos devs lançado em EA (o My Time at Portia) que teve updates corretos.

    Desses 9 anos eu considero que apenas 2 games eu "me dei mal" comprando em Early Access.
    Road Redemption
    https://store.steampowered.com/app/300380/Road_Redemption/
    Quando chegou ao 1.0 ficou MUITO diferente do que eles tinham prometido no começo. Na época era prometido um game mais na pegada do Road Rash com um progresso e evolução fixo. Foi passando os updates e o game virou um roguelike viajado de moto, ainda é um game ok, mas não é oq eu queria que tivesse sido quando comprei.

    On a Roll
    https://store.steampowered.com/app/377060/On_a_Roll/
    Veio do Kickstarter de 2014 , saiu no acesso antecipado em 2017, em 5 anos só teve 2 updates em 2018 e nunca mais, é um alpha totalmente cru que não tem objetivo nenhum. Eram 2 devs trabalhando, e um deles saiu do projeto, o único que sobrou prometeu versão para o PS4 e Switch completa, em 2019, já saiu PS5 e se passou 3 anos e nada do cara falar alguma coisa, simplesmente, vazou com a grana da galera.

    1 reply
  • Micro picture
    artigos · 8 months ago · 3 pontos

    Parabéns! Seu artigo virou destaque!

  • Micro picture
    seufi · 8 months ago · 2 pontos

    Partindo do pressuposto de quem já fez 2 monografias, posso dizer que se você não tem um prazo definido, você fica mudando indefinidamente uma obra. Enquanto você não estiver satisfeito, não entrega o produto final. Concordo plenamente com o texto. Pra mim, Early Acess precisa tem uma data, ainda que por força maior ela precise ser revista

    2 replies
  • Micro picture
    tiagotrigger · 8 months ago · 2 pontos

    Terraria também começou no early access, publicou a versão completa e ainda continuou atualizando gratuitamente. Acabei de comprar o Core Keeper (uns amigos chamaram pra jogar) que é um Terraria com visão de cima. Vamos ver se vai dar bom, pelo menos está barato e tem muito conteúdo lançado e muita gente jogando. E ele tem a previsão de lançamento pra esse ano, ficou um ano ou mais em desenvolvimento antes do early acces. Isso e essas coisas que você falou são importantes pra dar uma garantia a mais que o jogo vai sair.

    1 reply
  • Micro picture
    msvalle · 8 months ago · 2 pontos

    Apesar de nunca ter comprado nada em Early Access, acho que uma das questões é o valor. Como seu título diz, se não está completo como pode ser cobrado "preço cheio"?

    1 reply
  • Micro picture
    cris_ds · 8 months ago · 2 pontos

    Legal o texto, tem alguns aí que não conhecia. Aquele Star Citizen entra nessa lista também?

    1 reply
  • Micro picture
    santz · 8 months ago · 2 pontos

    Satisfactory está a 3 anos em Early Access? Para né. O jogo já saiu e está rebendo updates, assim como aconteceu com Cyberpunk 2077, só que chamando de Early, eles podem ir corrigindo os bugs sem queimar o filme.

    4 replies
  • Micro picture
    queir_joao · 7 months ago · 2 pontos

    Concordo, Dayz é uma prova de jogo que tá há um tempão em EA e em preço cheio.

  • Micro picture
    piloto_de_gundam · 7 months ago · 1 ponto

    Early acess podia ser tipo um croud funding, se fosse usado de outro jeito... Mas não, é só a franquia recebendo dinheiro antes das críticas :|

    2 replies
  • Micro picture
    kess · 7 months ago · 1 ponto

    Tem jogos que o Early Access, ou "beta" não passa de um engodo.
    Lançam praticamente pronto, e vão apurando aos poucos. Qual a diferença para um jogo pronto que vai sendo modificado ao longo do tempo, como Final Fantasy XIV ou GTA online?
    Claro, pode ter aqueles muito crus, buscando dinheiro para poder levar o projeto à frente, E esses sim, abusam em terem valores cheios para uma experiência porca.

Keep reading → Collapse ←
Loading...