2021-05-30 11:51:10 -0300 2021-05-30 11:51:10 -0300
mbomnis Rafael checked-in to:
Post by mbomnis: <p>Joguei e terminei em aproximadamente 100 horas,
NiOh: Complete Edition

Platform: PC
137 Players
58 Check-ins

Joguei e terminei em aproximadamente 100 horas, acabei não fazendo nenhum check-in por pura preguiça.

Por que diabos eles tem a ideia genial de misturar a jogabilidade de Dark Souls com elementos de hack 'n slash clássicos... pra depois estragar tudo com essa patifaria de copiar o sistema de itens do Diablo e colocar 5 (ou são 4) níveis de dificuldade?

Em algumas situações eu acabei indo ao Reddit pra ler sobre certos aspectos do jogo (algumas mecânicas mal-explicadas) e o que eu mais via era gente dizendo "o jogo só começa de verdade na última dificuldade".

Eu acho extremamente idiota essa premissa do jogo só "começar de verdade" depois que você zerou ele 3 ou 4 vezes. Qual é a graça disso? Qual é a graça em querer 'forçar' o jogador a fazer o jogo inteiro múltiplas vezes antes do jogo ficar bom? Sem contar que eu já gastei CEM HORAS pra terminar tudo só na primeira dificuldade. Ainda faltam outras 3 (ou 4) pro jogo "começar de verdade".

Pra puta que pariu com isso.

A única parte que parece ser interessante das dificuldades maiores é que mudam a composição dos inimigos em cada mapa, e pelo que eu entendi os chefes possuem ataques novos (e buffs, porque tem que ter alguma escrotidão de dificuldade artificial). Então ao menos não vai ser uma cópia exata, e os chefes vão ter alguma variedade a mais em seus ataques.

Eu não consigo me conformar com essa mania de pegarem algo bom, misturarem com outra coisa boa pra ficar ainda melhor... aí ao invés de deixar quieto, resolvem enfiar mais coisas na fórmula, estragando tudo.

Aconteceu com Shadow Warrior 2 (mesmo sistema de loot e dificuldades do Diablo), aconteceu com Shadow of War (idem, e também um sistema de níveis pro teu personagem e pra todos os uruks), aconteceu com Doom Eternal (são tantas mecânicas diferentes empilhadas uma em cima da outra que o jogo ficou sem graça - você é obrigado a jogar de uma forma muito específica ou o jogo te pune, e não é pouco), e agora com Nioh.

Então além de toda a premissa de ser um jogo no estilo Dark Souls (e eu imagino que todo mundo aqui já sabe no que isso se resume), eles ainda enfiam um sistema de itens com atributos aleatórios pra te forçar a ficar repetindo missões e contando com a sorte pra conseguir itens específicos com os atributos que você quer.

O jogo tem um sistema de crafting e também tem um sistema de você alterar os atributos de armas ou armaduras, mas isso também é aleatório, e não é possível fazer isso com acessórios.

Pelo menos nesse sentido, Dark Souls é absolutamente superior. Você não fica horas farmando centenas de cópias do mesmo item, torcendo que o próximo drop tenha os atributos específicos que você quer.

11
  • Micro picture
    bobramber · over 1 year ago · 1 ponto

    Depender de sorte, em qualquer que seja o game, é uma maneira sem vergonha de ampliar o tempo de jogo, pelo menos nesse caso que citou de ficar repetindo missões.

    1 reply
  • Micro picture
    noblenexus · over 1 year ago · 1 ponto

    'Eu acho extremamente idiota essa premissa do jogo só "começar de verdade" depois que você zerou ele 3 ou 4 vezes. Qual é a graça disso? ' concordo plenamente e isso não tem nada haver, é aquele clássico perfil que termina um game no very hard e diz que é facil ou fala que um jogo só é bom na dificuldade maxima.
    Prefiro jogar sem ter que provar nada pra ninguém, só pela diversão, tanto é que nem reparei nesse aspecto de diablo desse jogo, foquei muito mais no combate agil dele e seu sistema de posturas.

    1 reply
Keep reading &rarr; Collapse &larr;
Loading...