luchta

Posto coisas sobre jogos do meu interesse, talvez você goste de alguns deles e outros não...

You aren't following luchta.

Follow him to keep track of his gaming activities.

Follow

  • luchta Ewerton Ribeiro
    2021-05-15 20:06:12 -0300 Thumb picture
    luchta checked-in to:
    Post by luchta: <p><strong></strong><strong>Check-Out</strong> | Fi
    Action Taimanin

    Platform: PC
    5 Players
    22 Check-ins

    Check-Out | Finalmente estou com intimidade máxima com a Su Jinglei!

    Mais conhecida como a melhor loli do jogo, eu ainda estou em dúvida se faço a ascensão dela depois do 75! E na moral essas imagens que liberam quando se atinge nível 70 coma  personagem são muito bem feitas, nem parece vindas de um jogo de punheteiro censurado pra cacete.

    E falando nisso eu até comprei a nova skin de idol para a minha querida Su Jinglei, com isso são três skins para ela, contando com a de maid e a chinesa. Já que atualmente o jogo está generoso com gemas e não tem nenhuma personagem para comprar com elas.

    Também liberei uma imagem de intimidade máxima com a Emily Simmons. mas não a personagem que eu já tinha liberado, e sim ela como suporte. Eu peguei no evento, nem sabia que estava dando. E na moral gostei mais dessa imagem do que a que libera com a intimidade com a personagem jogável em si.

    É isso ai, vamos continuar jogando e tentando fazer os eventos Su Jinglei é muito boa de se jogar e muito forte, mas ainda vou escolher uma main para me focar. Só queria armas UR para as outras personagens que faltam upar...

    1
  • luchta Ewerton Ribeiro
    2021-05-15 19:12:22 -0300 Thumb picture
    Post by luchta: <p>Acabei de comprar o <strong>Sherlock Holmes: The

    Acabei de comprar o Sherlock Holmes: The Devil's Daughter, e a porcaria do jogo da tela preta e fecha, vi que é muito comum, o pessoal culpa a DRM Denuvo, mas solução efetiva para corrigir isso que é bom nada... Vou tentar mais um pouco, senão é reembolso. Meu dinheiro que fiz farmando cartas não da em árvore!

    Sherlock Holmes: The Devil's Daughter

    Platform: PC
    37 Players
    10 Check-ins

    2
  • luchta Ewerton Ribeiro
    2021-05-15 03:40:32 -0300 Thumb picture

    Greak: Memories of Azur - Testei a DEMO!

    É 2021, e parece que esse é o ano dos SOULSVANIA promissores. Greak: Memories of Azur é outro jogo no estilo, hoje vi que tinha uma DEMO do jogo na Steam, e já que ele estava na minha lista de desejos acabei baixando para ver como é. E nessa postagem falarei dele, as imagens parecem pequenas, então se quiserem ver mais detalhes é só clicar nelas.

    Como da para ver nas imagens acima o jogo é lindo, tem um visual que até lembra um pouco Hollow Knight pelos estilo de arte dos personagens. Os ambientes são bem detalhados, parecem pinturas (e de fato são né...). Nesse jogo controlamos os irmãos Greak, Adara e Raydel (apenas os dois primeiros na DEMO), pelas terras de Azur (que da nome ao jogo) afim de fugir da invasão dos Urlags.

    É isso ai, irmãos, controlamos mais de um personagem, se alternando entre eles ou controlando todos juntos. Então acho que pela mecânica, quem é esperto já sacou que o jogo vai estar recheado de puzzles, como um Trine da vida. Incluindo aqueles clássicos, coloque um personagem em cima de um botão para o outro abrir a porta, gire a alavanca com um, e suba com outro... É, bem clichê...

    Cada irmão tem uma habilidade de combate e movimentos únicos, como só tem dois nessa DEMO vou falar deles: Greak o protagonista e irmão mais novo, usa uma espada, além disso ele tem uma besta que atira flechas de longe, mas tem tiros limitados, ele da pulo duplo e usa a famosa roladinha para se esquivar. Já a Adara, irmã do meio, é a maga do time, ela usa ataques a distância podendo direciona-los, além de planar por um curto período de tempo (apertando e segurando o botão de pulo), pois se você usa um vestido em jogos de plataforma, é de lei que da para usar a saia para planar. Ah, e ela se esquiva semelhante ao Alucard do SotN, dando dash sempre pra trás.

    Cada irmão tem um inventário, sendo o do Greak maior tendo quatro espaços, e da Adara apenas três, e você vai usar isso para coletar itens de cura, e os itens chave para resolver puzzles ou abrir portas também. É isso ai, tem que gerenciar seu inventário aqui. E cuidado você usa os itens em tempo real (e alguns itens de cura demoram uns segundos para recuperar sua vida), como em... err... Hallow Knight... Sim, eu vejo HK em jogos assim, não da para não comparar...

    Mas e o combate? Bem, ele é o que se esperaria de um soulsvania, você tem uma barra de vida limitada indicada por quatro pontos, cada tapa lá se vai uma, semelhante a err... já sabem né? O negócio aqui é bater e se esquivar, Adara por atacar a distância tem mais vantagem, já que não se aproxima dos inimigos e eles não avançam ou atacam se estiverem recebendo dano (tem um nome pra isso...), mas os tiros dela são limitados por uma barra parecendo aquelas de stamina que se regenera em instantes, o que não te impede de spammar magia, só que de uma forma menos cadenciada.

    Mas a parte mais legal é controlar os dois irmãos ao mesmo tempo, apertando LT no controle, na real tu só bota eles para te seguir imitando suas ações, mas o outro que não está imitando seus movimentos, ataca sozinho. Com RT você chama seu irmão para perto de você. Fora isso, queria falar que os pontos de save são um tanto distantes um do outro e se morrer volta dele. E obviamente o grau de dificuldade é alto aqui.

    No final da DEMO enfrentamos um chefe bem complicado, e pelo jeito só da para usar um irmão na luta, já que se colocar os dois em campo, tem mais chance do outro tomar dano e tu dar Game Over, se um morrer. Deve para usar os dois se tiver habilidade. Mas na moral, morri muito para esse chefe, já que na segunda forma ele da pouco espaço para consumir itens. No geral o jogo é muito promissor, eu gostei do que vi aqui. Quem quiser baixe a DEMO e teste, ela tem legendas em PT-BR, o jogo sai ainda esse ano, mas sem data.

    Página do jogo na Steam: https://store.steampowered.com/app/1311070

    5
    • Micro picture
      luchta · about 18 hours ago · 1 ponto

      Tive alguns problemas com menu de opções do jogo, que além de ter todas as opções em uma tela só, o que deixa ela enorme, não tem rolagem automática ao apertar e segurar com o botão do controle para baixo, o que torna ele irritante de se navegar, mas isso por ser consertado facilmente na versão final do jogo.

  • luchta Ewerton Ribeiro
    2021-05-14 07:51:51 -0300 Thumb picture

    O que eu achei da 4º temporada de Castlevania da Netflix!

    Acabei de ver a quarta e última temporada da animação da Netflix baseada em Castlevania, e vou falar minha opinião, primeiramente sem spoilers, depois coloco uma TAG de spoilers para falar do resto!

    Antes de tudo, uma coisa que queria falar a tempos, e vou aproveitar essa oportunidade para falar, é sobre adaptações. Os americanos adaptando um produto japonês, é complicado, eles tem um jeito de criar histórias e design de personagens bem diferente dos orientais, e quase nunca eles entendem como certos personagens foram concebidos.

    O nosso querido Trevor apesar de um personagem interessante é um belo clichês do anti herói de histórias americanas. Mas principalmente o Isaac é um personagem totalmente diferente do Curse of Darkness, tendo apenas nome e função parecida com o original. Já que dificilmente um ocidental replicaria perfeitamente a personalidade excêntrica do Isaac original, e se tentassem iria parecer um gay extremamente estereotipado.

    Mas enfim, é uma produção ocidental, que adapta e do jeito deles a franquia, e não tenta seguir o enredo original dos jogos, eu já me conformei com isso. E se por um lado trás personagens novos, por outro aprofunda os consagrados, e na moral se tem algo legal aqui é eles trazerem novos vampiros, e se uma coisa que os jogos pecam é trazer vampiros diferentes para a trama, poucos são mostrados nos jogos e menos ainda tem alguma importância (e o jogo tem foco nos vampiros).

    Mas o que eu achei especificamente dessa quarta temporada da animação? Ela foi ótima, a melhor entre elas sem dúvidas! Muita ação sem enrolação, animação excelente, assim como direção de arte (cenários lindos como sempre foi), muito fan service, e claro, sem piadas ou cenas de sexo, muita enrolação ou Warren Ellis dando uma de moleque ateu de treze anos, usando sua obra para dar hate no cristianismo.

    [SPOILERS] Agora vou dar detalhes do enredo, só leia se já viu a animação!

    Primeiramente falarei do fan service, como deu para ver no trailer e imagens promocionais o Alucard agora usa seu escudo do SotN, e ele usa muito. Também tivemos vários inimigos clássicos (não consegui identificar todos, mas creio que teve monstros originais também), como nosso "monstro fimose" do Dawn of Sorrow, o Gergoth, bem fiel aos jogos. Assim como os Fleamans (que parecem goblins) e muitos outros. E como da para ver o Abel, Innocent Devil do Isaac, também da as caras com design e luta fodas.

    Não posso deixar de comentar a referencia a Berserk Armor, do Berserk, que na real era outra armadura, mas com design bem parecido, já que pelo que fiquei sabendo os produtores dessa animação querem animar Berserk, então fizeram esse ester egg, colocando a personagem Striga para lutar com ela. A posição da imagem acima é idêntica a do mangá!

    Outra coisa que eu curto demais nessa animação são os inimigos, tem alguns que você sabe que vão aparecer para morrer alguns minutos depois, mas mesmo assim eles tem golpes únicos, nada de poderzinho ou magia genérica, muitos deles tem referências a outros personagens que vimos em animes, bem legal. Como a inimiga que ai em cima que usa fios para matar os oponentes, ou um velho vampiro bárbaro que atira machados que voltam para ele e se teleporta, parece um pouco o Kratos do novo GOW. Isso aliado a ótima animação dos combates, deixa tudo mais legal.

    Os novos personagens apresentados também são interessantes, os principais são a Greta (imagem acima) do vilarejo de Danesti, e crush do Alucard, e sim, ela faz referencia ao ainda ausente Grant DanastyZamfir que é uma doida ai, que morre, e nimguém explicou (ou eu não prestei atenção) pra que serviu o adereço que um demônio colocou nela. Varney que parecia mais um Godbrand 2.0, mas não era, e seu parceiro Ratko. Os personagens antigos tem todos um desfecho aqui, a maioria satisfatório.

    E para resumir o plot, o foco aqui é um povo do mal tentando ressuscitar o Drácula. Hector, Isaac e Carmilla tem seu núcleo ainda separado, e nunca se encontram com os protagonistas (no enredo dos jogos eles só se encontram nos eventos de CoD, mas como aqui as coisas são diferentes não sei por que fazer isso). É Isaac que mata Carmilla em uma luta épica, não pensei que seria assim. E o Alucard que pensei que seguiria os passos do pai, de acordo com o final da temporada anterior, ele resolve ajudar de boas o pessoal da Greta/Saint Germain. Mal sabiam que o S. Germain estava ajudando o Varney e outros a ressuscitar o DráculaVarney que parecia um vampiro genérico, mas que se revela sendo a própria Morte, o que me espantou muito, mas ele dava pequenos sinais que eram quase impossíveis de prever.

    No final Trevor quase morre, mas vence a Morte (lol). Sypha fica grávida, e Alucard junto com eles e Greta formam uma vila. Mas o inesperado é que tanto o Drácula quanto a Lisa revivem no fim, e nem eles mesmos sabem como (inclusive fazem piadas com teorias, referenciando os fãs que vão fazer). Pelo que vi eles pretendem continuar esse universo com outros personagens, vamos ver como vai ser. No geral eu curti a temporada, foi um fechamento legal, e apesar de tosqueiras (como a Sypa ser overpower, usar a magia de gelo como o Lanterna Verde usa o anel, moldando tudo, e usando o fogo para gerar propulsão parecendo o Homem de Ferro, fora o Hector que é um bosta, diferente dos jogos) ele cumpriu bem o papel de adaptação e apagou o gosto amargo que a terceira deixou. No geral é uma animação legal, apesar das ENORMES ressalvas vindas de um fã que encheriam um post inteiro. Quem partir das animações para os jogos, vai ficar todo perdido...

    Castlevania III: Dracula's Curse

    Platform: NES
    949 Players
    63 Check-ins

    12
    • Micro picture
      seufi · 1 day ago · 2 pontos

      Pelo que entendi, o prego que o demônio colocou na mulher era só pra detectar a entrad mesmo...

      1 reply
    • Micro picture
      ersatzgott · 1 day ago · 2 pontos

      Faz sentido eu tentar ver o resto, sendo que detestei a primeira temporada?

      7 replies
    • Micro picture
      santz · 1 day ago · 2 pontos

      Eu já perdi as esperanças nessa série.

      2 replies
  • luchta Ewerton Ribeiro
    2021-05-13 19:37:45 -0300 Thumb picture
    Post by luchta: <p><a href="https://occ-0-1068-1722.1.nflxso.net/dn

    Estou me preparando psicologicamente para ver os dez episódios dessa temporada final de Castlevania da Netflix! Vamos ver o que vão aprontar nessa última temporada da animação já que a última mudou muito o tom, cheio de sexo e piadinhas de sexo, e extremamente arrastada a história tendo relevância apenas nos episódios finais, parecendo um grande filler. E pelo que falaram das análises essa vai ser assim também, pelo menos a parte do que realmente importa acontecer lá pelo fim. Acho que vou tomar uns remédios para ajudar, fã de Castlevania sofre... Se eu estiver mentalmente saudável depois disso, eu faço uma postagem falando do que eu achei.

    Castlevania III: Dracula's Curse

    Platform: NES
    949 Players
    63 Check-ins

    3
    • Micro picture
      seufi · 2 days ago · 1 ponto

      Só assista. Muito melhor que a terceira. Dá um rumo digno aos acontecimentos, conserta as cagadas e termina de uma maneira que eu gostei. Recomendo muito.

      1 reply
  • luchta Ewerton Ribeiro
    2021-05-13 05:23:04 -0300 Thumb picture
    luchta checked-in to:
    Post by luchta: <p><strong>Check-Out</strong> | Terminei pela segun
    Xenotake

    Platform: PC
    3 Players
    2 Check-ins

    Check-Out | Terminei pela segunda vez esse jogo, pois ele foi atualizado!

    É isso ai, voltei a jogar Xenotake, e já terminei, afinal ele é curto, não dura mais de uma hora se você pular os diálogos. Esse é um jogo adulto, eu já falei dele e das mecânicas em um check-in a mais de um ano atrás, e não vou me repetir aqui (quer saber vai lá).

    A questão é que o Vosmug (o criador do jogo) resolveu atualizar ele, fazendo uma remasterização do jogo, modificando pouca coisa (como as cenas), e deixando ele mais compatível com os sistemas atuais, lembrando que esse é um jogo de 2014 (mas a atualização saiu mês passado).

    Não da para mostrar muito do jogo aqui, afinal ele é um jogo adulto (e a plataforma não deixa), com temática futurista espacial, ou seja, vai ter muitos aliens praticando atos sexuais com nossa protagonista. Tirando isso, ele é um bom jogo de ação, mas relativamente muito fácil, só tive dificuldades no chefe final mesmo.

    Uma coisa que não enfatizei no meu último check-in e que é broxante, é que no meio para o fim você controla um robô que é controlado remotamente pelo chefe da missão. Você fica metade do jogo controlando esse robô que não da dash, e obviamente não é uma garota, eu estou aqui para controlar uma gostosa interagindo sexualmente com aliens e não a droga de um robô.

    Apesar disso o jogo é divertido, porém curto. O Vosumug melhorou muito em todos os sentidos no seu jogo posterior, o Ghost Hunter Vena, que teve o triplo de tempo de desenvolvimento, um dia falo dele aqui. Atualmente ele está desenvolvendo outro jogo com temática espacial, vamos ver como vai ser, mas vai demorar para sair ainda.

    8
    • Micro picture
      luchta · 2 days ago · 1 ponto

      Uma coisa que não falei, mas é importante, é que o jogo não tem suporte a controle, nem ele nem os outros jogos desse cara, tem que usar o JoyToKey (que foi o que usei) para jogar.

  • luchta Ewerton Ribeiro
    2021-05-12 17:42:50 -0300 Thumb picture
    luchta checked-in to:
    Post by luchta: <p><strong>Check-Out</strong> | Jogo finalizado (pe
    Max Payne 3

    Platform: PC
    3417 Players
    109 Check-ins

    Check-Out | Jogo finalizado (pela segunda vez)!

    Meu segundo jogo terminado esse ano Max Payne 3. E eu gostei bastante do jogo, ele é até melhor do que eu me lembrava, com o enredo contado como um filme de ação, sem interrupções com loadings chatos. E toda a atmosfera da cidade de São Paulo muito bem representada, assim como o lado podre da sociedade que continua muito atual, mesmo quase dez anos do lançamento desse jogo.

    E quando eu falo filme de ação, eu não estou brincando, esse jogo é cheio de momentos que remetem aos filmes antigos de ação. E até mesmo o Max em sua versão mais velha, parece muito com o John McClane da série de filmes Duro de Matar.

    E esse jogo continua muito bonito visualmente, nem parece que vai fazer dez anos, principalmente no PC, onde tem diversos recursos visuais que melhoram muito a aparência do jogo. As mecânicas de tiro, principalmente o bullet time são muito divertidas de usar, mas muita coisa aqui eu não me vi usando, como rolar, nem usei praticamente. Em contrapartida senti falta de um botão de correr aqui.

    Esse jogo tem muitos BUGs também, quando terminei ele a anos atrás eu fui jogado para fora do cenário por conta do bullet time, da para cagar o jogo todo com esse mecânica que poderia ser melhor testada. Dessa vez mesmo tendo mais cautela para usar esse recurso em locais mais apertados, tiver outro problema.

    No capítulo do navio eu fiquei preso atrás da porta quando ela fechou (aquelas portas que se fecham atrás de você e não tem como voltar, que é um recurso para liberar memória do jogo deixando de renderizar a área) e o mapa descarregou comigo lá e eu não podia avançar. E depois disso voltei quase sem munição e morri pros atiradores, avancei correndo e morri de novo, e deu tela preta. Assim reiniciei o jogo e voltei de um ponto posterior, mas sem arma nenhuma (como da para ver na foto acima), e só depois de morrer de novo o jogo me deu as armas...

    Apesar de ser tenso um jogo linear ter mais BUGs que um GTA V, ele é muito bem feito, bem detalhado e com um enredo muito bom. Espero que um dia a Rockstar desencane de só fazer jogo de mundo aberto, e traga de volta o velho Max em um novo jogo, de preferencia na mesma estrutura que esse, só que com menos BUGs...

    13
    • Micro picture
      brunothebigboss · 3 days ago · 2 pontos

      Lembro que comprei Max Payne 3 pouco depois do lançamento, gosto muito do jogo desde aquela época!
      Só é triste que a Rockstar ficou ganaciosa e agora só quer viver eternamente de GTA V e RDR 2. Claro, não tem nada de errado ganhar dinheiro, o problema é que enquanto as outras empresas abusaram de DLC ou baixaram a qualidade pq ficou genérico, aqui eles só ficaram preguiçosos mesmo. Lamentável...

    • Micro picture
      luchta · 3 days ago · 1 ponto

      Eu fico pensando como esse jogo não foi proibido aqui, sendo que CS foi banido por um MOD de fãs que retratava o Rio de Janeiro, aqui o negócio é bem mais escancarado, assim como as críticas. E é bom lembrar que Bully, Man Hunt (acho que esse ainda é proibido) e até mesmo Max Payne 2 foram proibidos por aqui. Mas acho que eram outros tempos, agora não implicam tanto com jogos assim.

  • luchta Ewerton Ribeiro
    2021-05-12 16:10:29 -0300 Thumb picture

    A História de como a Arc System Works PERDEU Guilty Gear pra SEGA!

    Que vídeo excelente, eu não sabia que a Arc System Works tinha feito essa burrada e perdido os direitos de Guilty Gear por um tempo, e nem esse ser o motivo da criação de BlazBlue que é uma franquia tão parecida, mas que não faz parte do mesmo universo. E o vídeo ainda por cima mostra como foi a criação do Battle Fantasia, que eu já sabia que tinha servido de inspiração para o Street Fighter IV, mas não sabia dos detalhes da criação do mesmo.

    "A história da Arc System Works e de Daisuke Ishiwatari possui um momento que define o que é a teoria do caos. Os bastidores da criação e desenvolvimento de Guilty Gear e como a ArcSys perdeu os direitos da franquia para a SEGA, incluindo personagens como I-no, Anji Mito, Dizzy e vários outros, gerando tantas consequências inesperadas que não só resultou na criação de Blazblue anos depois, mas foi tão longe que chegou até na Capcom e em Street Fighter, mudando para sempre os jogos de luta e resultando no que aconteceu no vídeo sobre o pior ano dos fighting games até chegar no beta do Guilty Gear Strive e no jogo em si."

    Guilty Gear

    Platform: Playstation
    707 Players
    13 Check-ins

    10
  • luchta Ewerton Ribeiro
    2021-05-11 03:19:14 -0300 Thumb picture
    luchta checked-in to:
    Post by luchta: <p><strong>Check-Out</strong> | Depois de anos volt
    Max Payne 3

    Platform: PC
    3417 Players
    109 Check-ins

    Check-Out | Depois de anos voltei a jogar Max Payne 3!

    Max Payne 3 é sem dúvidas o jogo feito por uma produtora estrangeira que melhor retratou o nosso país até hoje! Não apenas visualmente, mas também retratou bem o lado podre da nossa sociedade, coisa aliás que é especialidade da Rockstar, toda essa crítica a sociedade e representação de forma escrachada e sem pudor da mesma.

    A parte mais lembrada é a fase da favela (afinal brasileiro curte ver uma favela em jogos, sendo que temos cenários bem melhores para se representar aqui), onde o Max toma sarrafo da bandidagem, e tem que sair de lá. Ele acaba em um puteiro (onde tudo é mostrado mais sem pudor do que eu me lembrava) e de lá sai metendo bala em vagabundo.

    E esse jogo realmente brilha na jogabilidade, tanto que muitas das mecânicas apresentadas aqui, foram levados para o GTA 5. Tava sentindo falta de um bom TPS, isso aliado a temática da fase, onde tem que meter bala em bandido vagabundo na favela (um tema bem atual, como sempre...), faz desse jogo muito divertido e satisfatório. 

    A representação do nosso país como um todo é muito boa, esse jogo alterna bastante em questão de cenários das fases, e é legal procurar partes douradas das armas, pistas e interagir com certos itens do cenário. Uma pena que esse jogo não teve uma continuação até os dias de hoje, e foi o último jogo que não foi de mundo aberto da Rockstar para as plataformas de mesa (acho).

    Max Payne 3 tem certos detalhes bem legais, como a arma que você esta usando no momento aparecer durante a cutscene, toda a atenção da produtora aos detalhes, e a tela de carregamento que é uma cutscene, o que não interrompe a jogatina, tornando a experiência um grande filme de ação.

    A personalidade de Max, bem como todos os diálogos do jogo ajudam na imersão aqui, e toda aquela crítica e a forma da Rockstar de representar o lado podre das coisas sem pudor, faz dessa uma obra genial. Uma pena que os dubladores que falam português tem um puta sotaque carregado, isso estraga um pouco a experiência, mas nada que prejudique o jogo.

    10
    • Micro picture
      noblenexus · 4 days ago · 2 pontos

      'vo ti mata filha da puta' e 'Não tenho medo de morre seu babaca' são frases que ficaram comigo pra sempre depois desse jogo srrsrsrs Eu joguei bem perto do lançamento, a galera tava mega hypada na época por se passar no BR e ter favela srrsrs
      Confesso que vim pra ver como os estrangeiros iriam retratar isso tudo, e foi bem menos viajado e estereotipado do que eu esperava. Claro depois de matar a curiosidade fiquei pela jogabilidade que é bom demais, cheio dos bullet time

      2 replies
  • luchta Ewerton Ribeiro
    2021-05-10 02:41:25 -0300 Thumb picture
    Post by luchta: <p>Hoje que eu vi que todos os jogos de <strong>Mag

    Hoje que eu vi que todos os jogos de Magic foram retirados da Steam, que puta sacanagem! Só da para jogar aquele Magic Arena caça níqueis na Epic Games Store mesmo...

    Magic 2015 - Duels of the Planeswalkers

    Platform: PC
    71 Players
    54 Check-ins

    4
    • Micro picture
      aniger · 5 days ago · 1 ponto

      Putz, que paia, mas quem tinha continua com acesso a eles... e além do treco da Epic tem o MOL (Magic Online) que não tem o mesmo apelo visual com as animações de cartas, mas ainda é Magic fora do Arena u.u

      1 reply
Keep reading &rarr; Collapse &larr;
Loading...