lordsearj

Jogando desde o Atari 2600 e 486 DX2 66 MHz, amante da emulação

You aren't following lordsearj.

Follow him to keep track of his gaming activities.

Follow

  • 2022-05-18 16:43:44 -0300 Thumb picture
  • 2022-05-08 21:14:56 -0300 Thumb picture
    lordsearj checked-in to:
    Post by lordsearj: <p>Bom, um tempo sem jogar e peguei hoje.</p><p>#im
    Xenogears

    Platform: Playstation
    2018 Players
    266 Check-ins

    Bom, um tempo sem jogar e peguei hoje.

    Rapaz, o jogo é um livro dos grandes. Textos enorrrrmes. Depois de perder para o  - primo do Blanka - Rico, foram vários e vários textos. Conheci o - prino do mestre Spliter - Hammer e o Citan voltou da derrota que tivemos ao tentar invadir a capital, além do Bart estar sumido. 

    Vamos entrar em outro torneio, agora com Gears, mas, de boa, depois de tanta leitura entre um save e outro, cansei. Fica para a próxima. Rs

    18
    • Micro picture
      kalini · 10 days ago · 3 pontos

      Se o textão do CD1 ta te cawnsando, so quero ver como vai ser no feestival de parede de texto do CD 2

      6 replies
    • Micro picture
      mastershadow · 9 days ago · 2 pontos

      AH o Hammer....personagem muito interessante...Saudades dessa obra prima chamada de jogo de video game kkkkk

  • 2022-05-07 22:01:50 -0300 Thumb picture

    SQUARE ENIX

    Pessoal, viram que boa parte dos jogos da $E caiu de preço na Play Store? Nao foram todos, mas boa parte. 

    Final Fantasy VII - R$ 48,99

    Final Fantasy VIII (Remastered) - R$ 67,99

    Final Fantasy IX - R$ 59,90

    E comprei o Adventures of Mana por R$ 28,99. Estava R$ 83,00

    Quem quiser, dê uma olhada. 

    Adventures of Mana

    Platform: Android
    13 Players
    6 Check-ins

    10
    • Micro picture
      jcelove · 11 days ago · 2 pontos

      Tudo muito caro ainda. A Square é perversa demais.

      1 reply
  • 2022-03-27 15:11:34 -0300 Thumb picture
    lordsearj checked-in to:
    Post by lordsearj: <p>Bom, retomando aqui. Acho que não prestei atençã
    Xenogears

    Platform: Playstation
    2018 Players
    266 Check-ins

    Bom, retomando aqui. Acho que não prestei atenção nisso antes por estar jogando DQ III junto.

    Mas como recarrego a energia do Gear durante as batalhas?

    Estou na parte de enfrentar a Ellie no topo da montanha e já tomei umas três lapadas. Chego nela só no osso depois de enfrentar 5 Gears da Gebler.

    Devo voltar para ler o início do guia, mas quem puder ajudar, agradeço. 😁

    16
    • Micro picture
      kalini · about 2 months ago · 2 pontos

      selecione a opcao charge pra recarregar fuel

      5 replies
    • Micro picture
      mastershadow · about 2 months ago · 2 pontos

      Infelizmente só no final mesmo pra achar uma peça que recupera Hp em troca de Fuel ainda, tem que usar com cautela mesmo assim haha. Ai no começo tem que se virar sem mesmo,bolando estrategias diferentes...

      1 reply
  • 2022-03-27 08:05:25 -0300 Thumb picture
    lordsearj checked-in to:
    Post by lordsearj: <p>F I N A L I Z A D O&nbsp;</p><p>Ufa. Caramba, at
    Dragon Quest III

    Platform: SNES
    314 Players
    55 Check-ins

    F I N A L I Z A D O 

    Ufa. Caramba, até que enfim.

    Mais uma dívida gamer paga e meu primeiro Dragon Quest terminado.

    Um dos RPGs mais difíceis que joguei. Por que? Por causa da quantidade massacrante de batalhas. Insana, surreal, faltam adjetivos para descrever isso. O jogo não tem um contador pra isso, mas superou de longe Tales of Phantasia que tive mais de duas mil em pouco mais de 60h. Aliás, ele não conta as horas também.

    O jogo em si, creio ser um dos maiores e melhores jogos do Famicom / NES. São muitos detalhes e já dominavam o console. Estamos falando de um jogo de mais de 30 anos. Seu remake, que só saiu no Japão e entendo o porque, ficou excelente. O jogo é simples e belo ao mesmo tempo. Algumas vezes tem cenários básicos, outros momentos é de admirar a beleza dos sprites e as magias sao muito bonitas. Isso sem perder a essência pois vi uns vídeos da versão de NES e foram muito fiéis mesmo.

    Creio que a versao de SNES tem im epílogo que nao tinha no original, pois pelo jeito é o mundo do I.

    Por falar nisso, vou passar longe do I (que cheguei a jogar um bom pedaço) e do II além de demorar um bom tempo antes de tentar as versões de DS / 3DS. Todos remakes (exceto o IX). Talvez o VIII jogue a de PS2.

    Me perdoem os fãs, mas é um estilo singular mesmo. Cheguei no final bem cansado. Joguei emulando no celular, com Fast Foward a 7X. Não me imagino jogando esse jogo no console, sentado. Até check in's eu fiz poucos, pq fazia um pedaço,  salvava e estava cansado já.

    Mas enfim? É um grande jogo? Sim. Lançou elementos usados até hoje nos RPGs e deve ser respeitado. Quem se aventurar, boa sorte. E paciência, muuuuita paciência😁

    Em tempo, usei o guia do MIKE RPGs CENTER. Um dos melhores sites de guias para o estilo. Se tiver lá e no Gamefaqs, vai por mim, use o primeiro.

    18
    • Micro picture
      manoelnsn · about 2 months ago · 2 pontos

      Parabéns por ter terminado!

      DQ3 é considerado por muitos (eu, inclusive) como o melhor jogo da série, e tu já deve ter sacado o porquê. é um jogo enorme, cheio de detalhes, jobs com promoções, sistema de dia e noite e várias outras idiossincrasias. Porém ele tem um grinding obrigatório cruel mesmo, algo que é padrão em toda a série (um pouco menos no DQ11, mas ainda está lá), algo que eu já tô acostumado e jogo de boas, mas que realmente pode cansar e talz.

      O 1 e o 2 são bem curtinhos e têm um remake pro SNES ainda, usando a engine do DQ5, e são bem mais tranquilos de se terminar que o 3 também. O 8 a versão de 3DS tem o grinding mais de boas, ainda mais com as batalhas não-random e tu pode ficar paradinho esperando metal slime e derivados aparecerem, ahuahaua

    • Micro picture
      lordsearj · about 2 months ago · 1 ponto

      Rapaz, sabe que o alívio de terminar foi tanto alqie até esqueci de falar dod "cassinos" do jogo. Os Pachisi são um barato. E dasnclasses6, nem variei também. Geralmente bou ate o fim com a party inicial. Onde mais experimentei nesse item foi no Final Fantasy III.
      E DO grind, eu até fui grindando ate o nível 5, mas deppis o jogo em si faz isso. O qie eu foz foi, depois da magia teleporte, Relâmpagos com o herói e Explosion com a maga negra, voltava pata casa direto psra dormir de graça. Feio? Deu certo. No mundo inferior foi mais tenso, mas fiz isso também.
      Mas cansa rapaz, putz

    • Micro picture
      lordsearj · about 2 months ago · 1 ponto

      E obrigado

  • 2022-03-13 23:10:35 -0300 Thumb picture
    lordsearj checked-in to:
    Post by lordsearj: <p>Esse jogo tem uma direção de arte memorável.</p>
    Xenogears

    Platform: Playstation
    2018 Players
    266 Check-ins

    Esse jogo tem uma direção de arte memorável.

    Aliás. É quase um seriado. Sério. Acho que foram perto de umas 02h de conversas e Cutscenes hoje.

    Bom, resgatei a Marguerite e a levei para Nisan. Depois das cenas de novela que falei partimos de volta para a capital para derrubar um careca enquanto nosso herói de rabo de cavalo pelo jeito vai encontrar a Ellie de novo, que por sinal é a cara da Sophia, primeira madre de Nisan. Também descobrimos que Sigurg e Citan são solarianos desertores. Pobre Bart, muita coisa para sua cabeça em pouco tempo.

    Obs.: Engraçado depois de tanto tempo jogando RPGs em emuladores que nas batalhas, jogando agora no console, fico procurando o botão de FF 😁😁😁

    20
    • Micro picture
      mastershadow · 2 months ago · 3 pontos

      Xenogeaars é tão rico em diálogos e enredo que realmente daria um belo anime ou seriado!

  • 2022-03-13 07:36:48 -0300 Thumb picture
  • thecriticgames Matheus Pontes
    2022-03-06 01:57:56 -0300 Thumb picture
    Thumb picture

    {ESPECIAL} TOP 10 HIDDEN GEMS NES.

    Fala criaturas da noite, quem me segue sabe da minha recente conquista de finalmente finalizar e avaliar após 9 anos todos os 152 que me foram de interesse para o NES, e embora esse não seja a lista dos melhores títulos do console essa primeira é a lista dos MELHORES TITULOS POUCO CONHECIDOS DO CONSOLE.

    Algo que eu não fiz com o Master System por exemplo já que boa parte da biblioteca dele é pouco conhecida para os gamers em geral. Bem aqui vai a minha contribuição com os melhores @hiddengems do console.

    MENÇÕES HONROSAS: 

    Crisis Force, Formula One: Built to Win, Guerrilla WarJust Breed Summer Carnival '92: Recca são todos concorrentes a lista que empataram em nota com o 10° colocado desta lista mas que perderam para o mesmo, fica aqui seus nomes para serem lembrados.

    10° LUGAR: Kick Master NOTA: 8.5

    CRÍTICA

    Alguns heróis atiram, outros socam, outros dão espadas e há ainda os inusitados com chicotadas, mas o herói daqui se vira apenas com chutes, basicamente um Castlevania de bicudas, Kick Master é um jogo de ação incrível e um dos meus títulos favoritos do NES. Controlando um herói que vai chutando mundo afora as ameaças (ainda que conte com 12 magias encontradas bem legais) encarando inimigos e chefes bem interessantes. Um titulo OBRIGATÓRIO para os fãs de Castlevania 8-bits que estão carentes (ou cansados das escadarias e cabeças de medusas).

    9° LUGAR: Blaster Master NOTA: 8.7

    CRÍTICA

    Um desses títulos desconhecidos mas ainda sim conhecido por quem caça títulos desconhecidos do NES, bom, conhecido até demais com o sucesso do mesmo por vias de emulação através dos anos gerando o revival moderno da série. Aqui controlamos um veículo avançado em um mapa a la Metroid com seções onde devemos sair do tanque e controlar o piloto diretamente e ainda seções de caverna onde só o piloto entra e sob uma perspectiva de cima e maior devemos encarar chefes. É um titulo desafiante e interessante.

    8° LUGAR:  River City Ramsom NOTA: 8.7

    CRÍTICA

    Beat'em ups co-ops são legais desde sempre e embora a gente se lembre muito de Double Dragon e Battletoads no NES. River City é um pouco conhecido (ainda que bem conhecido por caçadores de títulos perdidos) foda pra caralho. Aqui controlando uma dupla de adolescentes brigões devemos explorar um mapa de fases interconectadas em cenário urbano envolvendo escolas, ruas, fabricas, derrotando inimigos, coletando dinheiro para compra de armas e itens com alguns elementos de RPG. É desafiante e difícil de se zerar também por ter de se quebrar a cabeça sobre pra onde ir, mas é bom demais, prova disso é a influencia do mesmo, que vai de Scott Pilgrim (tanto a HQ original como o jogo) a seu sucessor espiritual/sequencia, River City Girls dos consoles modernos.

    7° LUGAR: The Guardian Legend NOTA: 8.8

    CRÍTICA

    Uma mistura esquisita demais a nível "The Magic of Scherehashausjakhsjahsjahzade" é uma boa definição desse titulo que mistura joguinhos de nave com Zelda e com um sistema de níveis de RPG, parece até um game indie e um dos bons e difíceis. No jogo controlamos uma protagonista robótica alternando de gameplay em visão superiores explorando uma base destruindo blocos com sua arma principal de laser e com alguns power-ups e em fases de nave ocasionas os "corredores" onde usamos as mesmas armas, mas onde encaramos os verdadeiros e difíceis chefes do jogo, isso somado a um sistema de experiência com níveis, estranho até de se explicar.

    6° LUGAR: Shatterhand NOTA: 9.0

    CRÍTICA

    Alguns jogos não precisam inovar ou pensar fora da bolha para se destacar, só necessitam serem bem feitos fazendo o que todo mundo tenta fazer e isso é bem Shatterhand, em um console cheio de títulos de ação a lá Ninja Gaiden disputando o sucesso a tapas Shatterhand chega com socos em um jogo de ação que poderia se resumir a avançar através de fases liquidando ameaças com os punhos, mas o jogo tem um interessantíssimo sistema de power-ups com o auxilio de um drone com 9 formas diferentes de ataque pra auxiliar o jogador.

    5° LUGAR: Joy Mech Fight NOTA: 9.0

    CRÍTICA

    Jogos de luta não eram algo de destaque como seriam na geração 16-bits nos tempos de NES e Master System e por conta disso Joy Mech Fight pode passar despercebido mas é um fodastico jogo de luta de robos com um visual e movimentação deslumbrante por conta dos efeitos e da agilidade da coisa toda. São 36 personagens marcando o por anos como o jogo com maior numero de lutadores que se tem informação (até ser superado por KOF 98 e seus 38 lutadores), só que o jogo é brutal, a dificuldade vai se tornando absurda no modo história, isso que para liberar todos os personagens para o versus é necessário vencer o game nas duas dificuldades superiores.

    4° LUGAR: Sweet Home NOTA: 9.1

    CRÍTICA

    Trabalhoso pra carallho é uma definição de se jogar Sweet Home, o jogo que veio a inspirar a saga Resident Evil é um inusitadíssimo jRPG de terror em uma mansão repleta de monstros e assombrações onde controlamos um grupo de 5 personagens (com até 3 em combate ao mesmo tempo) cada um carregando um item essencial para se avançar no jogo em um gameplay que envolvia combates difíceis, puzzles complicados e permadeath. É um jogo cruel, mas incrível pra sua época.

    3° LUGAR: Crystalis NOTA: 9.3

    CRÍTICA

    Um nome até conhecido entre os caçadores de relíquias do NES, Crystallis é um action RPG 8-bits muito adorado por quem o conheceu e com razão. Ele tem um gameplay sólido com um gráfico incrivelmente bonito e movimentação muito fluida, principalmente no combate envolvendo espadadas e magias, até a história do jogo é chamativa com uma mundo que se reconstruiu medieval após um apocalipse com maquinas que vai render uns bons plot-twists no final do jogo (ou INCRIVEIS para sua época). Os únicos problema dele? O grind meio chato e o entra e sai dos menus toda hora para usar a espada elemental certa.

    2° LUGAR: The Magic of Scheherazade NOTA: 9.5

    CRÍTICA

    Eu ainda não sei falar e confesso ter problemas com a escrita do nome desse jogo, mas esse titulo é um dos mais inesperadamente promissores e únicos do NES sendo uma mistura incrivelmente bizarra entre Final Fantasy com Zelda com mitologia árabe e sim, o jogo usa tanto o sistema de batalha de Zelda como de Final Fantasy em dois estilos diferentes de combate que são frequentes no jogo, é estranho tanto no conceito como na pratica, mas funciona e o jogo consegue cativar até mesmo com seu elenco esquisito e gigante com nada menos que 11 aliados controláveis.

    1° LUGAR: Little Samsom/Lickle NOTA: 9.6

    CRÍTICA

    O que um dragão, um jovem, um golem e um rato tem em comum? NADA, mas esse quarteto são os heróis de um jogo INCRIVEL do NES sendo um jogo plataforma com toda a cara de titulo indie, com 4 personagens com diferentes atributos, ataques e habilidades. Kikira o dragão pode voar e soltar bolas de fogo que podem ser carregadas. O rato K.O pode passar por áreas estreitas, correr pelo teto e paredes e soltar bombas, o golem Gamn é lento, mas anda sem se ferir por espinhos e é o mais poderoso liquidando inimigos e chefes rapidamente com seus braços poderosos, por fim o herói Samsom dispara projéteis de seu sino e pode também andar por tetos e paredes sendo o mais equilibrado. Esse elenco esquisito é presenteado com um ótimo level design cheio de chefes e fases legais e que incluíam até mesmo estágios e ameaças secretas incluindo um chefe final verdadeiro na pior dificuldade. Um show de qualidades pra um game pouco conhecido.

    River City Ransom

    Platform: NES
    182 Players
    7 Check-ins

    54
  • 2022-03-01 18:20:15 -0300 Thumb picture
    lordsearj checked-in to:
    Post by lordsearj: <p><strong>Pensei que era o fim, mas....</strong></
    Dragon Quest III

    Platform: SNES
    314 Players
    55 Check-ins

    Pensei que era o fim, mas....

    Bom, vamos lá. No último check in estava travado em uma cidade. Fui ao Facebook, na comunidade de Dragon Quest, que aliás é muito legal e consegui ajuda. Com os seis orbes coletados peguei a Fênix. A "nave" do jogo, podendo voar para o mundo todo. De boa? Nem me empolguei,.parti para terminar mesmo tendo vários tíquetes Pachisis e um arsenal de itens que não sei para que servem.

    Chegando na Ilha do Cramunnhão, que so pode chegar por cima, o castelo é bem chatinho e deixei passar uns baús por pura impaciência mesmo. Aliás, castelo é bem Bonito, muito bem desenhado.

    Pois bem, chega a batalha com o bichão, assassino do pai do herói. Tunei todo mundo e fui para o pau. O cara é chato. Perdi umas 4 batalhas ou mais.

    Daí percebi que magia tinha menos efeito que porrada, então usei uma que aumenta o poder de ataque físico de todos (um por vez) e fui curando aos poucos. Foi longo, mas deu certo.

    Volta para casa, recepção pela galera, festejos iniciando, o merecido.fim né?

    Viu a tela Branca aí? Pois é.... Outro cramunnhão aparece e de cara frita os gusrdas-corneteiros...

    Véio, de boa.... Isso deve ser tradição em Dragon Quest, pois lembro que ate onde joguei o primeiro jo SNES eu matava o dragão, resgatava a princesa e depois tinha outra parada. Larguei e ainda perdi o save.

    Eu estou avançando bem no Xenogears e voltei para terminar esse. Vamos lá de novo coletar um monte de coisa, em outra parte do mundo e sem mapa.

    Reconheço, desisto. Vou procurar algo mo YouTube para seguir e terminar. Questão de honra agora.

    Vou dar um tempo de novo pois devem vir mais umas 3.000 batalhas por aí.

    14
    • Micro picture
      noyluiz · 3 months ago · 2 pontos

      Ver o canal "Aulddragon" (é inglês) mas me ajudou muito nos DQ

      1 reply
  • thiones Sebá Oliveira
    2022-02-21 21:23:59 -0300 Thumb picture
    Thumb picture
    37
    • Micro picture
      saulovyny · 3 months ago · 4 pontos

      Se fosse a bugsoft o hamburger vinha por fora e o pão por dentro kkk

      1 reply
    • Micro picture
      raiden · 3 months ago · 3 pontos

      Kkkkkkkkkkkkkkkkkkkk.... Mas a Ubisoft tá longe de entregar no jogo base um lanche completo daquele. Kkkkk

      2 replies
    • Micro picture
      natnitro · 3 months ago · 2 pontos

      Esse rango da Ubi tá bom demais pra ser de verdade... kkkkkkk
      Lembrando que lá atrás no AC2 eles chegaram a tirar dois capítulos do jogo só pra vender como dlc que são a Batalha de Forli e a Fogueira das Vaidades... :-)

      2 replies
Keep reading &rarr; Collapse &larr;
Loading...