lordsearj

Jogando desde o Atari 2600 e 486 DX2 66 MHz, amante da emulação

You aren't following lordsearj.

Follow him to keep track of his gaming activities.

Follow

  • 2021-10-22 01:59:32 -0200 Thumb picture

    CONSOLES VS EMULAÇÃO..... E DÚVIDA

    Nos últimos meses gastei um bom tempo e dinheiro (creio que de 500,00 a 600,00) na montagem de um "kit" retrogamer com foco no PS1 e PS2.

    Comprei CRTs (Uma TV Sony Wega e um monitor LG Flatron), um leitor SD X USB de qualidade, um Pen drive 3.1 de 32gb, um conversor AV / S-Video to VGA e outro AV / S-Vídeo para HDMI (que nem chegou ainda), instalei os programas OPL DB, RETROARCH E POSTARTER no PS2, depois OPL  Manager e OPL Server no PC, aprendi a configurar e jogar em rede jogos de PS2 e via Pen drive os de PS1, consertei meu PS1 Baby, comprei um cabo, aliás muito bom, multi entrada e multi saída, etc. 

    Desbloquei o 3DS (New 2DS XL, mas dá no mesmo) e também instalei o Retroarch nele e roda de boa jogos de PS1 (achei surreal). 

    Troquei de celular e deixei meu velhinho Xiaomi MI 5 para jogos, principalmente Android mesmo, Nintendo 64 e PSP (parece um Switch Lite com o Joystick Bluetooth).

    E por último restaurei meu PC agora usando um M2 (cara, que doido, depois falo disso) para unidade de sistema e programas e fiquei só na GPU on board, uma Iris Pro 6200 que em HD roda coisa demais até hoje e só peca por não ter suporte a Vulkan. 

    Aí que esta: No PC depois de baixar as últimas versões de Duckstation (PS1) e Pcsx2 (PS2) fiquei abismado. A emulação está fina demais. Muito, muito  boa mesmo. É olha que, repito, no vídeo on board. Gamecube e WII no Dolphin também estão lisos. Em 2x quase tudo, mas liso. 

    O que me levou a meditar sobre manter essa parafernalia toda ou simplesmente jogar no emulador. Ponto principal, resolução. Nos CRTs, blz, resolução nativa e fidelidade visual. Mas a TV está na minha sogra e o monitor (que precisa do conversor para usar o console nele) , mesmo sendo de 17 polegadas, é um trambolho que está no armário e só monto pata jogar. Falta de espaço e preocupação do meu "pequeno bárbaro" (RS) quebrar. 

    E o PC ali, só ligar e pronto. 

    A solução para os consoles? Comprar um escalaonador (upscaler) tipo OSSC, os da Gamescare, Retrolink, Bitfunx e tal. Entre 500,00 a 800,00 comprando lá fora. Daí jogaria de forma nativa em alta resolução (no mínimo 2x, mas dizem que é o ideal mesmo). 

    De boa? Sei não, mas estou tendendo a preservar meus consoles e ficar na emulação usando Windows, Android e 3DS. Quando e SE puder, compro um escalaonador. 

    Devo decidir no fim de semana.... 

    Dúvida cruel., 😑

    25
    • Micro picture
      ederpezawm · about 22 hours ago · 3 pontos

      Eu fiquei com emulação, em um computador coloquei um Intel Xeon E3-1230 v2, com 8GB de RAM e um SSD de 720GB, HD 500 e mais dos HD's de 1TB, placa de vídeo Radeon HD 5770, instalei o HyperSpin com Rocketlauncher e usando o RetroArch como emulador para a maioria dos sistemas, com o driver de vídeo CRTEmudriver e um conversor de VGA para vídeo componente liguei em uma Sony Wega Trinitron de 29", assim posso jogar na resolução nativa com a comodidade dos emuladores. Tenho uns 50 sistemas emulado, desdo Atari até PS2 e GameCube, vários computadores e tudo quanto é Arcade. É uma maravilha.

    • Micro picture
      luis_f · 1 day ago · 2 pontos

      Quanto a emular ps2, a melhor solução que vi até hoje, é comprar e desbloquear um ps3, tem jogos bons que não se comportam bem no emulador, e a iso destes roda perfeitamente no console com saída hdmi, deixando o resultado numa tv moderna muito melhor que o cabo vídeo componente.

      3 replies
    • Micro picture
      noblenexus · 1 day ago · 2 pontos

      Eu tenho essa mesma duvida. Eu gosto de ter os consoles e jogar eles as vezes, mas a maioria das vezes eu acabo jogando no emulador pela praticidade. O que me ajudou muito foi comprar um Everdrive pro meu super nintendo, pra não ter que ficar comprando várias fitas. pretendo fazer o mesmo com o Nintendo 64 que eu tenho aqui e tacar um HD no XBOX 360 e no PS2 (que tbm roda PS1).

      Eu acho que compensa manter pelo feeling nostálgico de jogar no próprio console, mas no dia a dia eu sempre vou de emulador

      1 reply
  • s4nn1n S4NN1N
    2021-10-21 21:50:02 -0200 Thumb picture
    Thumb picture
    18
  • 2021-10-16 09:15:21 -0300 Thumb picture

    PIXEL ART

    E não é que a imagem do SNES ainda é mais bonita que a versão Android?

    Emulador SNES 9x Ex+ (Filtro: Scale 2x + Scanline e modo RGB auto) em pixel perfect (1:1 =≥ aspect ratio 8:7)

    Android

    No Android uma maior área e visível devido a tela retrato + wide e as cores são mais quentes, mas a definição é menor. Óbvio que o emulador está com upscaling de resolução, mas o Android tbm.

    Que coisa.

    Dragon Quest III

    Platform: SNES
    306 Players
    42 Check-ins

    17
    • Micro picture
      lordsearj · 7 days ago · 1 ponto

      *Atarrancado"

    • Micro picture
      manoelnsn · 7 days ago · 1 ponto

      Essas versões mobile costumam ser feitas com troco de pão, então fazem algo cagado mesmo pra maximizar o máximo de lucro

      1 reply
  • 2021-10-15 16:43:27 -0300 Thumb picture
    Thumb picture
    Post by jornal_nintendo: <p><a href="https://www.youtube.com/watch?v=-ae6W5K

    ---

    28
    • Micro picture
      longnplay · 8 days ago · 5 pontos

      E quando você pirateia os jogos da Nintendo, aparece um bando de hipócrita falando que você tem que pagar ou ficar sem jogar calado, como se essas atitudes da Nintendo também não fossem erradas. Prefiro olhar o meu lado primeiro do que de uma empresa bilionária.

      1 reply
    • Micro picture
      avmnetto · 8 days ago · 2 pontos

      Kkkk! Realidade.

    • Micro picture
      neilson1984 · 7 days ago · 2 pontos

      kkkkkkkkkkkkk

  • 2021-10-11 08:25:51 -0300 Thumb picture
    lordsearj checked-in to:
    Post by lordsearj: <p>Outro que pego, largo mas dessa&nbsp; vez vai.&n
    Silent Hill Origins

    Platform: Playstation 2
    2031 Players
    16 Check-ins

    Outro que pego, largo mas dessa  vez vai. 

    O Trevor é bem casca grossa. Pq sair na mão com àquelas bizarrices não é para qualquer um. 

    A versão para PS2 é mais escura que a do PSP, assim como os GTAs que saíram no portátil primeiro. Pode ter a ver com as TVs CRT, mas todos saíram no fim da vida do imortal e já tinha uma boa base instalada de LCD. 

    Enfim, estou no sanatório, e estou rodando. Devo estar chegando no chefe pois peguei uma escopeta. Vamos lá. 

    14
    • Micro picture
      mastershadow · 12 days ago · 2 pontos

      Travis é o protagonista mais hardcore da franquia,é o típico caminhoneiro bruto e corajoso kkkk

  • 2021-10-10 10:44:25 -0300 Thumb picture

    BACKLOG X REMAKE / REMASTER

    Chegou um ponto que está tendo remake / remaster de jogo do BACKLOG. E não é pouco. 

    Mais alguém?

    19
    • Micro picture
      xch_choram · 13 days ago · 2 pontos

      kkkk tbm

    • Micro picture
      jcelove · 13 days ago · 2 pontos

      Tamo junto. Hehe

    • Micro picture
      danilodlaker · 13 days ago · 2 pontos

      Aí eu ando parando de jogar os jogos e espero pelas novas versões kkkkkkkkk.
      Essa semana comecei jogar GTA SA na retro do Series, anunciaram aquele trilogy. Na semana que tava jogando Skyrim, anunciaram mais uma nova versão também kk. Vou esperar elas pra tirar esses jogos do backlog

  • 2021-10-07 23:06:12 -0300 Thumb picture
    lordsearj checked-in to:
    Post by lordsearj: <p>F-I-N-A-L-I-Z-A-D-O</p><p>E depois de uns bons 1
    Metal Gear Solid

    Platform: Playstation
    6994 Players
    289 Check-ins

    F-I-N-A-L-I-Z-A-D-O

    E depois de uns bons 15 anos, fechei de novo a aventura marcante do cobra sólida. Jogado no PS2 via OPL e de boas do início ao fim.

    Da primeira vez zerei no PC, em um CD original que infelizmente se perdeu. Dessa vez joguei a verso em espanhol do PS1 e olha, ao contrário de um monte de jogo com dublagem oficial até nos dias de hoje, essa está muito boa. Sinceramente o dublador do Shake não deve nada ao David Hayter (acho que é isso) o que não é pouca coisa.

    Apesar de não ser inovador por ter levado os conceitos (até os sons) do MSX para o mundo 3D, foi um grande trabalho. Tirando a sequência final e algumas áreas o jogo é quase que monocromático nos cenários maior parte do tempo e ainda assim tem uma direção de arte sem igual. Trilha sonora, nem se fala. Tenho e! .MP3 e ouço direito.

    Linear? Sim,mas é um desfrute cada minuto jogado. Até mesmo o backtraking é legal.

    Um marco, sem dúvidas. Vou tentar rejogá-lo com mais frequência.

    Mais direto do que isso... Impossível né?

    Cara, o cidadão tem todo aquele trabalho, quase morre mas #sqn pra daí infartar na hora H? Daria até pena, se não fosse tão doido.

    Belíssimo final. Fora os "filminhos" depois. Sensacional. Só achei essa jaquetinha da Meryl muito pouco para o frio do Alaska. E olha que ainda estava baleada com três tiros de rifle e perdido sangue pacas. Ô mina casca grossa.

    É isso. Baita jogo.

    Obrigatório para quem gosta de videogame. Tem que jogar ao menos uma vez na vida.

    18
    • Micro picture
      hyuga · 16 days ago · 2 pontos

      zerei a primeira vez recentemente e o que mais me surpreendeu foi a jogabilidade fácil, a câmera é ruim em certos trechos, mas ainda assim é jogavel nos dias de hoje

    • Micro picture
      thiones · 15 days ago · 2 pontos

      Essa dívida foi paga lá em 1998. Jogo que certamente está no meu top 10 de jogos mais jogados e finalizados.

    • Micro picture
      santz · 15 days ago · 2 pontos

      Eu não achei legal o back tracking desse jogo quando zerei.

      2 replies
  • 2021-10-05 14:29:40 -0300 Thumb picture
  • 2021-10-02 00:18:37 -0300 Thumb picture
    lordsearj checked-in to:
    Post by lordsearj: <p>F-I-N-A-L-I-Z-A-D-O</p><p>Menos um na lista verg
    Metroid: Zero Mission

    Platform: Gameboy Advance
    2084 Players
    207 Check-ins

    F-I-N-A-L-I-Z-A-D-O

    Menos um na lista vergonha. Primeira, aliás, remake da primeira aventura de Samus concluída. 

    A batalha final original do jogo, contra a tal da Mother Brain foi bem chatinha. Não tanto por ela, que não aguenta tanto dano. Mas pera parafernália do sistema de defesa em volta.

    Depois de uma fuga frenética e cronometrada, quando tudo parece estar acalmando.... a parte extra do remake começa.

    A loirinha até tirou a armadura, que pelo jeito ficou "guardada" na nave.

    Nossa nave é cercada e atacada pelos terríveis piratas espaciais.

    Sem lenço, sem documento e sem armadura.

    Mas a loirinha mais destemida (e mulherão) do espaço não desiste e parte para invadir a nave dos piratas só com uma pistola paralisante. No mais, só a cara e a coragem.

    Lá dentro a parada foi punk. Stealth total e a cada vez atingida, um slot de energia ia pro saco. Até que..... olha o que ganhamos em uma relíquia Chozo.... A Gravity Suit

    Com direito a revelações do passado de Samus. 

    Daí foi descer pau nos piratas com a armadura overpower, derrotar um Ridley robô (perdi essa imagem, putz).

    http://media.alvanista.com/uploads/timeline_image/20...(img)

    E outra fuga em contagem regressiva ainda mais tensa, mas dessa fez foi a nave dos piratas que foi para o saco.

    http://media.alvanista.com/uploads/timeline_image/20...(img)

    http://media.alvanista.com/uploads/timeline_image/20...(img)

    E a primeira caminhada pelo planeta Zebes chegou ao fim, com a frase que virou clássica nos jogos da série.

    http://media.alvanista.com/uploads/timeline_image/20...(img)

    Não reparem no tempo de jogo e itens coletados. Jogar com um pequenino de 3 anos em casa, no horário do almoço no trabalho, parando um monte de vezes para fazer "N" coisas não se pode comparar a quem pode jogar direto sem interrupções. O importante é a diversão.

    http://media.alvanista.com/uploads/timeline_image/20...(img)

    Após terminar a campanha, o jogo original é liberado e estranhamente, rodou muito mal no emulador. Curioso. 

    Ainda não testei se tem um New game+, pois daria para voltar em muitas áreas do jogo com a Gravity Suit. Quem souber, fala aí. Sem contar que terminei sem dominar o Speed Booster. Tem uns itens que tem que usar ele e ser ninja.

    http://media.alvanista.com/uploads/timeline_image/20...(img)

    Metroid Zero Mission é um jogo muito bem feito. Sempre disse que os jogos projetados para o hardware do GBA foram muito bons. Só ver os Golden Sun, Advance Wars, Ace Atorney, Sword of Mana, Final Fantasy Tactics Advance e é claro, os Castlevania. Excelentes. 

    Eu entendo que era um grande plus vc jogar clássicos do SNES na palma da mão, mas o Zoom In acarretava em redução da área de visualização original e não me agrada muito. Talvez os Breath of Fire sejam os únicos port´s que irei jogar nessa plataforma.

    Voltando ao jogo, foi muito bem projetado, ótimo level design, trilha sonora, jogabilidade, tudo muito legal. Dizem que é um dos mais fáceis, mas para o padrão Metroid, isso não quer dizer muita coisa. 

    Clássico. Ponto.

    Vale, e muito jogar. 

    14
  • 2021-10-01 23:40:26 -0300 Thumb picture
    lordsearj checked-in to:
    Post by lordsearj: <p>F-I-N-A-L-I-Z-A-D-O (Atrasado)</p><p>Este já tem
    Soul Blazer

    Platform: SNES
    303 Players
    29 Check-ins

    F-I-N-A-L-I-Z-A-D-O (Atrasado)

    Este já tem um tempinho que terminei, mas não tinha tido tempo de coletar as sreenshots do 3DS.

    O cramunhão final deu trabalho, mas menos que um chefe anterior (o do interior da montanha dos pequeninos).

    A classica frase do final de RPGs da época.

    E a loirinha depois de perder o pai, ficou triste por ter perdido o amor de sua vida que a protejeu durante a jornada.

    Mas o "Mestre" resolveu dar uma recompensa a seu pupilo (perdi essa cena, putz) devolvendo-o a Terra, só que desmemoriado.

    Mas a moça entende e decide ensiná-lo tudo (mesmo) o que precisa (re)aprender no mundo.

    Felizes para sempre? Não se sabe, mas essa estória chegou a um belo fim.

    Soul Blazer é um jogo curioso: Gameplay simples, OST fraquinha mas eficiente e as músicas "grudam" na sua mente.  Cenários não tão detalhados mas bem competentes e uma ótima paleta de cores na maioria do tempo.  E extremamente viciante. 

    O enredo parece herdado de outros jogos da Quintet, no caso  Actraiser (os dois), com um Mestre celestial enviando um guerreiro escolhido para reorganizar o mundo bagunçado por um Demônio que influenciou um rei. Daí este tocou o terror no mundo prendendo um cientista que sabia como derrotar o demônio além de ter inventado um meio de entrar no sonho das pessoas, e por tabela este bagunçou a "roda da vida" misturando almas de pessoas, animais e até objetos  (claramente explorando temas de Cristianismo e Reencarnação, que mistura!) e vc vai libertando-os a medida que desbrava dungeons tradicionais em áreas de floresta, neve, deserto, praia, montanha, caverna, laboratório e até um mini-mundo (essa eu achei a melhor fase do jogo, sensacional).

    A Quintet fez excelentes jogos para o SNES (os dois Actraiser que citei, Soul Blazer, Ilusion of Gaia (Time na Europa) e Terranigma (que só saiu no Japão e Europa). Todos com tradução PT-BR pelos romhacker´s tupiniquins.

    Certamente sofreu à sombra de TLoZ A Link to The Past, lançado um ano antes e inegavelmente superior. Mas tem sim o seu mérito e conquistou seu espaço, ainda que com o advento da emulação.

    Recomendo que joguem. É bem divertido.

    15
    • Micro picture
      jcelove · 21 days ago · 2 pontos

      Robotrek tbm é da quintet e tbm é bem legal

      3 replies
    • Micro picture
      thiagobrugnolo · 21 days ago · 2 pontos

      Boa! Soul Blazer é bem simplão mais é legal, vale muito a pena conferir seu sucessor espititual Ilusion of Gaia, se é que ainda não o jogou.

      1 reply
Keep reading &rarr; Collapse &larr;
Loading...