2022-07-11 11:57:36 -0300 2022-07-11 11:57:36 -0300
Post by grindingcast: <p>Sejam bem-vindos a mais um Grindingcast!</p><p>E

832571 3309110367

Sejam bem-vindos a mais um Grindingcast!

E no episódio de hoje vamos relembrar com muito carinho dos RPGs que nos levam para outro tempo e nos fazem sentir jovens de novo!

Seja mantendo o PS1 virado de ponta cabeça e torcendo para o jogo funcionar ou soprando aquela bela fita de SNES, ou Mega Drive!

Possui também algum RPG nostálgico que lhe faz aquecer o coração?

Venha conosco e compartilhe suas memórias e experiências!

E se você gosta do nosso projeto, não hesite em apoiar a causa RPGeira! São vários benefícios legais e uma comunidade maravilhosa do Telegram aguardando a sua chegada.

Escute aqui:
https://geekquest.org/2022/07/10/grindingcast-52-rpg-nostalgicos/

22
  • Micro picture
    manoelnsn · 3 months ago · 2 pontos

    Pela thumbnail a infância de alguém não existiu, huahauhauahua

    1 reply
  • Micro picture
    artoriasblack · 3 months ago · 1 ponto

    Esse deve ser o cast mais......(bola de feno passando num deserto).....incomum que fora feito para o Grindingcast.

    Curioso o tema de nostalgia estar nesse cast. Estou revisitando rpgs antigos a muito tempo terminados sabes-lá o porque. Deve ser pelo motivo que estão preocupando os Rpgeiros da velha guarda, onde os action rpgs ou "com elementos de rpgs" estão dominando mais o mercado aos mais clássico jogos com turno, onde ainda há representantes, mas cada vez mais escassos. Basta ver a declaração da Squaresoft falar que o FFXVI é mais para pegar o publico jovem que curte Devil May Cry e mundo aberto, não me parece um prospecto muito bom aos meus olhos.

    Sobre o que o Muriel disse sobre Bleach: the 3rd Phantom, eu o terminei faz uns três anos e não lembro dele ser ruim, contudo se está o comparando com o FFTatics ou um Ogre Battle, então o game é bem simples então. Então todo Rpg tático ou não inspirado em animações japonesas (geralmente shounens) são ruins na opinião dos membros do Grindingcast?

    Em relação da nostalgia com os consoles, acredito que para mim, fora mais quando tive um PS1 e PS2, onde ia caçar nos titulos de Jrpgs no centro da minha cidade onde eu gostava de andar por aquelas barracas em busca de um jogo "raro" do meio, foi numa dessas que consegui achar o Bringandine: Legend of Forsena e quando tive o PS2, ter meus primeiros contatos com a série Persona, Atelier, Hack G.U, Rogue Galaxy e outras.

    Ouvi dizer nas redes sociais que o estão jogando Dark Souls 1, significa que o proximo cast será o dele? os membros do Grindindcast vão explorar as terras de Lodram? fico no aguardo desse cast.

  • Micro picture
    kalini · 3 months ago · 1 ponto

    O podcast de RPGs Nostalgicos pra mim foi o maior, melhor e mais importante de todos os podcasts ja feitos no Grindingcast, de tamanha utilidade publica em tempos como estes, onde pessoal pede remake de tudo, so pra saciar sua nostalgia ilusoria com graficos ultra-realistas a 60FPS, porque grafico bonito na cabeça deles é so o fotorrealista/full hd computadorizado, sprite 2D ou pixel estilo retro nem pensar.

    Sei que voces não são contra remakes, mas queria dizer que eu sou totalmente contra qualquer tipo de remake, mesmo que seja pra divulgar o jogo pras novas geraçoes ou mesmo consertar problemas, pois eles fortalecem o mito de que o unico grafico aceitavel é o realista e/ou full HD, e de alguma forma vai SIM descaracterizar o jogo original, e, o pior de tudo, vai fazer com que as tecnologias de 8 e 16 bits fiquem perdidas no tempo, esquecidas. Parece que as pessoas de hoje em dia querem fingir que 8, 16 e 32 bits foram um surto coletivo, mas é importante preservar o jogo original da forma como foi lançado para que as futuras gerações vejam como era fazer jogos em 1985, 1994, 2002, tal como a gente ver uma reliquia num museu. É questão de preservação histórica! Por que não divulgar pras novas gerações o jogo em sua forma original como ele foi feito na época? Que fobia é essa que as pessoas tem por graficos antigos?

    E pra terminar, queria agradecer não só pelo podcast nostalgico em si, mas a todo o conjunto da obra de vocês, que vem cumprindo muito bem sua missão de abrir os olhos da galera e livrarnos dessa bolha de ignorancia. Espero que venham mais podcasts ousados como esse da nostalgia. Gostei dos extras no final metendo politica, mesmo discordando umas coisas aqui e ali das visoes politicas de voces. Tem que meter politica no joguinho mesmo, ninguem na verdade odeia politica no joguinho, odeiam A POLITICA QUE ELAS DISCORDAM NO JOGUINHO DELAS! Odeiam ver personagens homossexuais e transexuais serem humanizados, ao invés de só servirem de alivio comico ou fetiche. Odeiam ver mulheres com corpos menos bonitos, porque pro cerebro deles poluido pelo porno, mulher so pode ser bonitona. Mas tambem serve pra ala progressista que vive falando que é importante ter politica no joguinho, mais odeia quando tem jogos com ideias conservadoras, cristãs, liberais e politicamente incorretas, isso quando tem, xingando o jogo de tudo que é ismo e pedindo pra cancelar ele .Tem que ter jogo politizado de direita, esquerda, de tudo que é ideologia, pra eu rir e zombar de todas elas, haha! Gostei de ver as alfinetadas a esse (des)governo decadente de hoje do Biruleibe, não tenham medo de falar de politica no podcast. Ah, e cuidado com a nostalgia por politicos safados de 9 dedos, hahaha, pois por mais que tudo tenha sido aparentemente "melhor" no governo dele, um novo governo dele pode ser desastroso, tal como um remake de um Final Fantasy VII ou Secret of Mana.

    3 replies
Keep reading &rarr; Collapse &larr;
Loading...