2021-01-03 20:51:29 -0200 2021-01-03 20:51:29 -0200

Resident Evil não é um jogo sobre zombies?

Single 3845554 featured image

Esse texto não tem o intuito de falar que o jogo é ruim por isso ou aquilo, é apenas minha visão sobre o tema.


Resident Evil hoje é uma das maiores franquias de games que existe, se mantendo no topo há muito tempo, mas isso custa um preço, ela precisa se reinventar, e algumas vezes essa nova cara não agrada a todos. Enquanto os primeiros jogos eram amados por uns ao mesmo tempo era odiado por outros. Eis que o jogo muda e trás dentre o estilo de jogabilidade um novo tipo de inimigo padrão, os Ganados que substituíram os Zombies e é ai que vem grande parte dessa polêmica, "Resident Evil não é uma Série de Zombies".

Mas antes de tudo devemos lembrar, RE nunca foi algo exatamente "planejado", ele foi lançado e seu diretor Shinji Mikami nem acreditava no sucesso da ideia que o jogo proporcionava, então o game só deveria ter seu primeiro jogo e terminar por ali. Mas ele surpreende e chegou a ter 3 jogos numerados seguindo o mesmo padrão de jogabilidade e inimigos.

Era um jogo que transmitia ao jogador um ambiente desolado e abandonado mesclando ficção cientifica, mistério e muito suspense, trazia a sensação de solidão que preparava todo o resto do enredo para o que viria, os inimigos.

A temática base para o jogo na época funcionou perfeitamente, a ideia de jogos de zombies até hoje faz sucesso, e na época então encaixou muito bem na ideia do jogo, uma mansão abandonada com inimigos nunca visto antes pelos aventureiros, claro que durante a partida temos novos inimigos, mas a base principal ainda é zombies, e para isso entrar no contexto da historia, inseri-o-se a ideia de BioTerrorismo e os zombies eram erros, falha de um vírus vazado no complexo.

A ideia aguentou muitos jogos, mas como era dito, o jogo não foi feito para ter uma sequencia, então mesmo o jogo sendo sobre armas biológicas o que se predominava na gameplay eram zombies, inimigos lerdos mas que atrapalhavam os jogadores de primeira viagem. Vale lembrar que a ideia em si da historia não era exatamente armas biológicas, pois quem buscava isso, queria criar o ser humano perfeito, basta estudar o vírus progenitor e seu sucessor T-Virus. Mas tudo deu errado e começaram a usar o vírus para propósitos gananciosos.

Sim tudo gira em torno da ideia de armas biológicas, mas todo jogo tem um inimigo base, Metal Gear é uma série sobre robos, mas quem são os inimigos base? humanos, Dino Crísis é um game sobre o estudo de uma energia, mas qual a consequência? Dinossauros. Então sim, pode-se dizer que Resident Evil era uma série de zombies. O bioterrorismo era o ponto de fuga para executar a ideia, para fazer ela ter coerência dentro da historia. Resident Evil não era uma série de fantasmas, o que a CAPCOM fez para encaixar isso no contexto para a nova ideia do jogo? Inventou um novo vírus que gera alucinações. O que vemos é algo sobrenatural, mas qual ponto de fuga? BioTerrorismo.

Essas mudanças drásticas são feitas por executivos que analisam o mercado e imaginam o que pode gerar mais dinheiro, que ideia pode ser melhor que a atual, e diversas ideias são propostas, um novo roteiro é criado de forma que encaixe nessa nova ideia, eles criam um novo jogo, e fazem com que ele encaixe no que a franquia original propõe. Toda história é manipulada, escrita para que isso entre na cabeça dos fãs e façam eles continuarem jogando.

Anteriormente esse tipo de coisa não era muito bem aceita pela base de fãs, a ideia de fantasmas por exemplo vem querendo ser implementada na franquia desde o DMC1 que deveria ser RE4, mas descartaram pois imaginaram que os fãs não iriam aceitar, mais uma vez tivemos isso em RE 3.5 e mais uma vez cancelado, e foi adaptado melhor para o RE4 e no RE7 foi implementado de vez.

Zombies, ganados, mofados. A CAPCOM manipula a historia para que isso encaixe no jogo mesmo que todo o jogo seja modificado e os jogadores aceitem, isso é o mercado de games atualmente, nenhum jogo tem uma cara própria, pois eles podem muda-la a qualquer momento para fazer aquilo gerar mais e mais dinheiro. O fator artístico deixa de ser o principal.

Hoje os jogadores estão da seguinte forma: não importa a mudança, o jogo ficando bom está valendo. Dino Crisis 3 foi cancelado porque foi mal executado e foi criticado por muitos, mesmo fugindo muito dos primeiros jogos, porem se ele fosse feito hoje seguindo por exemplo algo como Dead Space a aceitação teria sido muito melhor.

Então respondendo a pergunta, Resident Evil é uma série de Zombies? Sim ela era, virou uma série de ganados e agora temos uma série de mofados e lobisomens. Resumindo, uma sopa de legumes é a forma que eu consigo distinguir.

Resident Evil

Platform: Playstation
9060 Players
86 Check-ins

36
  • Micro picture
    andre_andricopoulos · 9 months ago · 3 pontos

    "Só vem RE VIII" ❤️

    6 replies
  • Micro picture
    cintiacrys · 8 months ago · 3 pontos

    Eu sinceramente sou muito fã da franquias eu acho uma besteira muito grande isso de ah, não é resident evil, ah mas não são zumbis, então não é resident evil. Com foco na ação ou sendo mais survival horror é resident evil sim. A ameaça biológica, é o principal mote da franquia e ela está em todos os jogos.

    1 reply
  • Micro picture
    artigos · 9 months ago · 2 pontos

    Parabéns! Seu artigo virou destaque!

    1 reply
  • Micro picture
    raiden · 9 months ago · 2 pontos

    Resident Evil pra mim acabou faz tempo. Era survival horror, justamente esse gênero que o tornou tão popular e a Capcom faz o quê à partir do 5? O transforma em jogo de ação (obviamente pois jogo de ação vende mais), tirando a campanha do Leon no 6. No 7 voltou às origens e ficou foda e agora perderam a linha e o carretel de vez. Já não sabem mais o que fazer. Igual a uma série antiga que assisti e me arrependo até a morte de ter perdido 5 anos da minha vida assistindo: Lost. Os criadores viajaram tanto na maionese que no final das contas não souberam resolver e mataram todo mundo. Resident Evil já tá indo rumo ao abismo. De Resident Evil hoje só tem nome. Infelizmente...

    2 replies
  • Micro picture
    _gustavo · 9 months ago · 1 ponto

    RE sempre foi sobre armas biológicas essa galera que fica falando que deixou de ser isso, deixou de ser aquilo parece q nunca acompanhou as inúmeras vezes que RE já foi de vários estilo, FPS desde a época dos Gun Survivor, TPS, Camera Fixa com controle tank, a série sempre se reinventou

    2 replies
  • Micro picture
    kess · 9 months ago · 1 ponto

    Não vim jogar lenha na mesma fogueira, só apontar que o DMC1 deveria ter sido o RE4 nos planos originais, e não o RE2.

    3 replies
  • Micro picture
    mastershadow · 8 months ago · 1 ponto

    Até o RE3 ,Code Verônica e RE0 é um jogo.O que bem depois disso são outros jogos com o nome da série,e é isso,não temos muito o que fazer a não ser lamentar ahuauhhuuhaa

    1 reply
  • Micro picture
    niltondeoliveira · 8 months ago · 1 ponto

    Peguei um spoiler maroto do 7 - que tenho mas ainda não joguei - mesmo que eu já aguardasse algo do gênero pelos trailers e os demais conteúdos de divulgação. Se a coisa se passa na cabeça do cara por conta de um vírus então a Capcom resolveu não entrar de cabeça no âmbito sobrenatural - pelo menos não ainda.

    Deixa para lá por enquanto.

  • Micro picture
    niltondeoliveira · 8 months ago · 1 ponto

    Agora, quanto ao artigo, a grande problemática é que a gênese de RE são os zumbis, não adianta. Eles são a grande cara da franquia não por serem as criaturas mais difíceis de matar ou que oferecem maior desafio, mas porque desde 1996 são a presença mais constante em todos os jogos. Quando se fala de RE em qualquer lugar a primeira coisa que vem à mente são zumbis.

    Muitas mudanças da Capcom não foram bem aceitas porque fugiam demais da trilogia original. Quando você coloca zumbis armados com bazucas e metralhadoras pilotando motos como o Valentino Rossi, pra mim, a coisa cai na galhofa. E ainda fazendo a escolta e o transporte do Wesker, fora o clima de survivall horror que inexiste. Tanto o 4 como o 5 fazem coisas do tipo, a diferença é que um é um grande jogo e o outro é uma bobagem. Zumbis excessivamente inteligentes, mais parecem pessoas apenas possuídas por qualquer força do que infectadas.

    O clima de horror é o ponto principal da franquia. Mas é preciso tomar cuidado ao inovar, mesmo que seja algo de arrepiar. RE é RE, não pode virar Silent Hill, The Evil Within ou Alone in the Dark. Se o sobrenatural entrar de vez na série - e aí eu to me referindo a assombrações de verdade mesmo, fantasmas, poltergeists, outras dimensões etc - ela perde a identidade. Isso é algo que não pode acontecer, por mais que a Capcom ande se coçando para fazer.

    3 replies
Keep reading → Collapse ←
Loading...