2022-05-20 07:41:35 -0300 2022-05-20 07:41:35 -0300

A saída da SEGA no mercado de consoles domésticos

Single 3914618 featured image

 A Sega é uma das principais companhias do mundo dos videogames. Suas contribuições para os jogos de Arcade, muitas vezes, mudaram o rumo da indústria como um todo. Com o Mega Drive, a Sega foi a primeira produtora capaz de superar a Nintendo em território americano. O responsável por trás desse feito histórico foi Tom Kalinske, que investiu em uma campanha de marketing agressivo, criou uma equipe para desenvolver jogos pensados para o público americano e colocou o jogo Sonic the Hedgehog para vender junto do console. O mascote se tornou mundialmente popular e a biblioteca de jogos era muito mais variada, mesmo a Nintendo seguindo o contrato de licenciamento restrito durante a geração 16-bits com o Super Nintendo.

 O problema na Sega começou durante o desenvolvimento da próxima geração. Enquanto a Sega da América apoiava o periférico 32X para dar uma sobrevida ao Mega Drive, a Sega do Japão focava seus esforços no lançamento do Saturn. O PlayStation da Sony chegou com tudo e dominou o mercado de videogames global. O lançamento surpresa do Saturn durante a E3 de 1995 também desagradou muitos varejistas americanos. O Genesis ainda tinha força nos EUA, mas Nakayama escolheu focar toda a atenção ao Sega Saturn. Em 1996, Tom Kalinske perdeu o interesse em continuar como CEO da Sega da America e Bernie Stolar assumiu a presidência posteriormente. Ele já declarava publicamente que o Saturn não era o futuro da Sega. O próprio Nakayama também deixou a Sega do Japão em 1998 após a tentativa de fusão fracassada com a Bandai.

 O Saturn foi um fracasso financeiro e gerou prejuízo milionário pela primeira vez para a Sega. Ela decidiu apostar todas suas fichas no que seria seu último console doméstico, o Dreamcast. O lançamento do aparelho foi um sucesso, tanto no Japão quanto nos EUA. A Electronic Arts anunciou que não iria lançar jogos de esporte para o Dreamcast, mas a Sega conseguiu alimentar o console com títulos próprios graças a aquisição da Visual Concept. Apesar do sucesso inicial, Sony, Nintendo e até a Microsoft estavam anunciando seus consoles da próxima geração. Havia uma grande expectativa em cima do PS2, então muitos consumidores escolheram esperar o console da Sony ao invés de comprar o Dreamcast. Esse foi um golpe duro e a Sega já entrou no novo milênio com mais um prejuízo milionário.

 A estratégia da Sega foi investir em jogos cada vez mais espetaculares para persuadir novos consumidores, mas eram esforços inúteis. Até mesmo a divisão de Arcade começou a decair. Os diretores da Sega tiveram que tomar uma difícil decisão para salvar a companhia e em janeiro de 2001, eles anunciaram que estavam saindo do mercado de consoles domésticos e passaram a ser uma empresa puramente de desenvolvimento de jogos. A produção do Dreamcast havia cessado e a Sega começou a fazer jogos para as plataformas concorrentes. A decisão não foi bem vista pelos consumidores e fãs da empresa, mas foi a melhor saída, pois a Sega conseguiu se reerguer, acumular menos prejuízos e começar a conquistar lucros a longo prazo.

@andre_andricopoulos, @old_gamer, @ziul92, @mardones, @porlock, @darlanfagundes, @jokenpo, @darth_gama, @armkng, @lgd, @noyluiz, @marlonildo, @volstag, @manoelnsn, @gus_sander, @willguigo, @thecriticgames, @sergiotecnico, @melkorbelegurth, @avmnetto, @spider, @denis_lisboadosreis, @fredson, @hyuga, @wcleyton, @bobramber, @carlosneto, @thiagobrugnolo, @rensan, @eduardo_wrzecionek, @christciamn, @warconnor, @romline5, @dantlast, @marcelokiss487, @diego_lacuna, @thiago_ [Quem quiser ser marcados nas próximas postagens, é só botar nos comentários]

43
  • Micro picture
    manoelnsn · 3 months ago · 3 pontos

    Ainda acho que se o Tom Kalynski tivesse continuado na Sega da América a coisa teria sido diferente, viu...

    3 replies
  • Micro picture
    thiagobrugnolo · 3 months ago · 3 pontos

    Acho que já contei essa história, mas quando recebi a noticia da descontinuação do Dreamcast em uma edição de fevereiro de 2001 de uma revista ação games senti um misto de tristeza e raiva. Tristeza pois a Sega era uma parte importante daquilo que era minha atividade preferida, os games e raiva pois eu havia acabado de adquirir um Dreamcast havia menos de 1 mês, ou seja investi mal meu suado dinheirinho.

    No mais o Sega CD e o 32x queimaram muito a Sega no mercado, com o Saturn houve um equivoco com o lançamento precoce, quem segurava as pontas era a Sega of America do Kalinske, com ele fora a empresa ficou mais perdida do que cego em tiroteio.

    1 reply
  • Micro picture
    speedhunter · 2 months ago · 3 pontos

    É bem verdade que a SEGA ficou bastante baldiada após o sucesso do Mega Drive, entretanto, vale lembrar que a Sony com o PS1 não só enterrou a SEGA, mas esmagou a Nintendo por muitos anos.

    1 reply
  • Micro picture
    bobramber · 3 months ago · 2 pontos

    Tem que ter coragem para botar o rabo entre as pernas e se retirar como a Sega fez, salvando-se da falência.

    1 reply
  • Micro picture
    darth_gama · 3 months ago · 2 pontos

    O fim precoce do Dreamcast surpreendeu todo mundo, pois o console era excelente, tinha grandes jogos e conexão com a internet através de um modem q acompanhava o console (não na versão da TecToy). Mas o PS2 não deu espaço pra nenhum adversário após seu lançamento. Enfim... Ficaram as boas lembranças de quem teve a oportunidade de jogar nesse último console da Sega...

    1 reply
  • Micro picture
    mastershadow · 3 months ago · 2 pontos

    Trágica história da Sega....amo o Dreamcast, tenho um Mega Drive 3 Tec Toy,um Saturno e dois Dreamcast, são meus xodós até hoje!

    4 replies
  • Micro picture
    andre_andricopoulos · 3 months ago · 2 pontos

    Sempre me simpatizei pela SEGA.

    1 reply
  • Micro picture
    kess · about 2 months ago · 2 pontos

    Teve quem acreditou que o Dreamcast poderia fazer frente ao PS2 e amassar o Game Cube...
    E ainda tinha o XBox entrando na parada. Difícil ter vários competidores, quando os consumidores não podem comprar todos eles...
    Alguém acaba sofrendo.

    1 reply
Keep reading → Collapse ←
Loading...