2022-02-26 16:10:34 -0300 2022-02-26 16:10:34 -0300

GameBoy Advance: O portátil de 32-bits da Nintendo

Single 3903178 featured image

 As primeiras notícias de um sucessor para o GameBoy Color surgiram já em 1999 e a Nintendo anunciava que seria um portátil poderoso de 32-bits capaz de rodar jogos com visual igual ou superior ao que foi visto no Super Nintendo. Em março de 2001, a Nintendo lançou oficialmente o GameBoy Advance em várias cores disponíveis. Dessa vez, o portátil agora tinha uma orientação horizontal, semelhante ao Game Gear e o Neo Geo Pocket, mas com os botões L e R na parte superior do aparelho. Apesar do aparelho ser capaz de reproduzir jogos coloridos, ele não tinha retroiluminação, o que foi considerado uma falha grave na época, visto que a tecnologia já existia há décadas e a própria Nintendo já tinha aplicado ela no modelo do GameBoy Light.

 O hardware do portátil vinha com as especificações mais poderosas do mercado. A CPU ARM7 de 32-bits era capaz de operar em uma taxa de 16.8 MHz, 256 KB de RAM, 96 KB de VRAM, um chip de áudio 8-bits com som estéreo e uma CPU extra derivada do 8080. O hardware foi projetado para gerar gráficos em 2D de altíssima qualidade. A tela de LCD com resolução de 240x160 px é capaz de reproduzir mais de 512 cores simultâneas e 128 sprites por quadro. Há ainda a opção de usar 5 modos de operar na CPU, como gerenciar o modo de caracteres ou de personagem, além de ter capacidade para jogos 3D baseado em sprites. Tudo isso é alimentado por apenas 2 pilhas AA com até 15 horas de duração. O portátil foi lançado no valor de 99 dólares.

 Graças ao chip 8080, o GBA possui retrocompatibilidade com toda a biblioteca de jogos do GameBoy original e o Color. Somando os jogos lançados junto do aparelho em cada região, foram mais de 30 títulos só no lançamento. Jogos incríveis e de vários gêneros diferentes e de diversas produtoras. Dentre os jogos que não irão ganhar um post aqui na persona, temos como destaque: Top Gear GT Championship, Army Men Advance, Konami Krazy Race, Mr. Driller 2, Kuru Kuru Kururin e vários portes, como ChuChu Rocket!, Rayman Advance, Earthworm Jim, Pitfall: The Mayan Adventure, Tony Hawk’s Pro Skater 2 e o Super Mario Advance. Todos os jogos com visual de SNES impressionante e de altíssima qualidade.

@andre_andricopoulos, @old_gamer, @ziul92, @mardones, @porlock, @darlanfagundes, @jokenpo, @darth_gama, @armkng, @lgd, @noyluiz, @marlonildo, @volstag, @manoelnsn, @gus_sander, @willguigo, @thecriticgames, @sergiotecnico, @melkorbelegurth, @avmnetto, @spider, @denis_lisboadosreis, @fredson, @hyuga, @wcleyton, @bobramber, @carlosneto, @thiagobrugnolo, @rensan, @eduardo_wrzecionek, @christciamn, @warconnor, @romline5, @dantlast, @marcelokiss487 [Quem quiser ser marcados nas próximas postagens, é só botar nos comentários]

49
  • Micro picture
    thiagobrugnolo · 4 months ago · 4 pontos

    O portatil com uma das melhores bibliotecas de jogos já lançado, se não o melhor.

    1 reply
  • Micro picture
    bobramber · 4 months ago · 3 pontos

    GBA, portátil que mais joguei, mesmo que por emulação.

    1 reply
  • Micro picture
    leandro · 4 months ago · 2 pontos

    Uma coisa temos que admitir, a Nintendo domina esse setor de portáteis desde os Game & Watch. E sobre esse portátil em específico, ele tem jogos com os pixel arts mais lindos nunca antes vistos. No geral fico na duvida qual mais fantástico de todos, se ele ou o DS.

    3 replies
Keep reading → Collapse ←
Loading...