2021-05-07 10:48:19 -0300 2021-05-07 10:48:19 -0300

GameBoy Color: Trazendo cores ao portátil da Nintendo

Single 3864668 featured image

  GameBoy era um sucesso avassalador e o portátil imbatível no mercado, mas quase 10 anos depois, o aparelho já era considerado ultrapassado e os desenvolvedores clamavam por um sucessor do portátil da Nintendo. Lançado em 1998, o GameBoy Color vinha com a proposta de trazer jogos coloridos para as mãos dos jogadores, mas conseguindo manter o mesmo consumo de pilhas do seu antecessor. O novo portátil tinha um acabamento semelhante à versão GameBoy Pocket. Ainda que tenha jogos coloridos, não contava com retroiluminação, justamente para consumir menos. O portátil foi lançado em várias cores, incluindo transparente, que mostrava os componentes internos do aparelho.

 Tecnicamente falando, ele era um avanço considerável com relação ao GameBoy. Ele possuía o dobro de poder de processamento, 8 MHz, e também tinha mais memória, 32 KB de RAM e 16 para RAM de vídeo. O portátil era capaz de reproduzir 56 cores simultâneas com sua paleta de mais de 32 mil cores disponíveis, no entanto, a resolução de tela era a mesma do GameBoy original, 160x144 px. Ainda que fosse possível usar os cabos Link para conectar GameBoys, o novo aparelho tinha suporte a comunicação infravermelha, mas pouquíssimos jogos utilizaram essa função. Devido a semelhança com seu antecessor, quase todos os acessórios eram retrocompatíveis, inclusive os jogos.

 A maior vantagem do GameBoy Color era sua retrocompatibilidade com todos os jogos do seu antecessor, que fornecia uma biblioteca muito rica logo no lançamento do aparelho. O portátil era capaz de adicionar cores a jogos que antes não tinham suporte, fornecendo uma experiência nova para jogos antigos. Os últimos jogos que saíram para o GameBoy e que foram pensados para se adequar ao adaptador Super GameBoy para SNES, funcionavam melhores no novo portátil, com cores pré-definidas nos elementos selecionados. Os novos jogos lançados exclusivamente para o GameBoy Color eram poucos e nada muito grandiosos, mas isso não diminuiu o impacto do lançamento do novo portátil colorido da Nintendo.

@andre_andricopoulos, @old_gamer, @ziul92, @mardones, @porlock, @darlanfagundes, @jokenpo, @darth_gama, @armkng, @lgd, @noyluiz, @marlonildo, @volstag, @manoelnsn, @gus_sander, @willguigo, @thecriticgames, @sergiotecnico, @srdeath, @melkorbelegurth, @avmnetto, @spider, @denis_lisboadosreis, @fredson, @hyuga, @wcleyton, @bobramber, @carlosneto, @thiagobrugnolo, @rensan, @eduardo_wrzecionek, @christciamn, @warconnor, @dobkeratops_king [Quem quiser ser marcados nas próximas postagens, é só botar nos comentários]

53
  • Micro picture
    lgd · 3 months ago · 2 pontos

    Quase troquei meu SNES com uns 15 jogos por um GB Color naquelas lojas que anunciavam em revistas

    4 replies
  • Micro picture
    andre_andricopoulos · 3 months ago · 2 pontos

    Nunca fui fã dessas "coisinhas de mão"

    Sempre curti mesmo videogame...

    2 replies
  • Micro picture
    artigos · 3 months ago · 3 pontos

    Parabéns! Seu artigo virou destaque!

  • Micro picture
    kess · 3 months ago · 2 pontos

    Nintendo desde sempre fazendo os melhores portáteis!

    1 reply
Keep reading → Collapse ←
Loading...