This game doesn't have any review. Be the first one to review it!

Add Review


  • suicune Suicune
    2022-05-22 23:40:55 -0300 Thumb picture
    suicune checked-in:
    Post by suicune: <p>#img#[823680]</p><p><strong>FINALIZADO!!!</stron

    FINALIZADO!!!

    Zerei ontem. Levei pouco menos de 40 horas para terminar ele.

    Umas semanas atrás fiquei com vontade de jogar algum RPG de SNES, fiquei pensando qual deveria pegar quando, do nada, veio "Terranigma" na minha cabeça. Eu lembrava que ele era um dos jogos que estavam na minha lista, mas não lembrava bem o motivo... Então fui dar uma pesquisada para refrescar a memória e ver se valia a pena mesmo. Quando li que se tratava de um RPG que se passava no mundo real (na verdade, uma paródia do mundo real), e que ainda tinha o Brasil na parada, eu não tive dúvidas de que era ele que eu devia jogar.

    Achei os gráficos do game medianos. Na mesma época saíram uns RPGs bem mais bonitos no console, mas as "cutscenes" parecem bem impressionantes para um jogo de SNES. O desenho dos cenários às vezes é confuso e falho... achei eles meio repetitivos também. E apesar de ter adorado aquele efeito de globo girando enquanto viajava pela Terra, achei o mundo um tanto quanto vazio. Os pontos de interação no mapa nem sempre são evidentes, então é necessário ficar andando por cada cantinho para conseguir encontrar os locais onde é possível "entrar", isso torna a exploração do mapa algo bem chato de se fazer.

    A trilha sonora é ótima. Às vezes, sem eu nem estar jogando, uma ou outra música do jogo ficava tocando na minha cabeça.

    A jogabilidade é meio complicada. Teve uma parte que tinha um baú que eu não conseguia alcançar de jeito nenhum... Tive que apelar pra um detonado pra ver como pegar, foi então que descobri que para pegá-lo eu tinha que correr e pular na DIAGONAL!!! Pular na diagonal num jogo de SNES?? Achei isso ridículo. Também senti falta de um botão próprio para correr. E aquele menu "diferenciado" do game não é nem um pouco prático. Outra coisa estranha é que não dá pra vender itens no jogo. Suas armas e armaduras velhas devem ser jogadas fora para abrir espaço para as novas... foi a primeira vez que vi isso num RPG.

    As batalhas são em tempo real e isso é ótimo, pois deixa o combate bem mais rápido. As batalhas contra os chefes são bem fáceis também, quer dizer, tirando a batalha contra o maldito chefe da "Espanha". Cheguei nele e não conseguia fazer dano nenhum, apelei pro detonado de novo e descobri que precisava usar magia para derrotá-lo, o problema é que eu NÃO estava comprando os anéis de magia. Como as pedras pra comprar eles são muito raras, eu só pegava um anel de cada tipo. Eu tive sorte que já estava num nível bom quando cheguei nele, do contrário não teria passado. O chefe final é um saco também... Não por ser difícil, mas porque nós não temos nenhuma dica de como atacá-lo.

    O enredo do jogo é legalzinho, mas o que eu gostei mesmo foi o fato de eles terem parodiado e feito referências a fatos históricos reais.

    Eu tava louco pra chegar na cidade que representava o Brasil, e foi muito legal quando finalmente cheguei lá. A cidade faz referência ao Rio de Janeiro (é claro), tem o Cristo, referências ao carnaval, e barraquinhas de comida com nomes em português.

    Eu tava jogando uma rom traduzida por fãs, então pensei que isso fosse trabalho deles, mas ao olhar um vídeo de um gringo jogando o game, vi que não, o jogo original tinha isso mesmo. Foi muito legal da parte dos desenvolvedores terem se dado ao trabalho de pesquisar isso.

    Também há referências ao futebol, com esse garotinho aí que sonha em ser um grande jogador como o do pôster na parede do quarto dele. Bom, tem o Rio, o carnaval, o futebol... só faltou os macacos andando pelas ruas, não é? Não há macacos nas ruas, mas um dos NPCs tem um macaco sambista como bicho de estimação... Uhauhsauh!!!

    O zeramento do jogo é bonito, eu gostei muito!!! Acho que fiz quase tudo o que tinha pra fazer, só me faltou habilitar uma "ilha secreta" que deve ser liberada na primeira parte do jogo... Só que eu não sabia, e quando soube, não dava mais pra fazer, e eu não quis jogar de novo só pra fazer isso também.

    4
  • 2022-03-22 10:19:56 -0300 Thumb picture

    Terranigma

    Medium 3906369 featured image

    O Planeta possui duas faces.

    Uma face externa e a outra interna.
    O Lado da Luz e o Lado Negro.
    46 bilhões de anos desde o nascimento do planeta (acho que esqueceram da vírgula ai),
    Crescimento e Declínio possuíam vontades antagônicas.
    Na vontade do Lado da Luz, temos uma nova vida a florescer.
    Já do Lado Negro, temos a vontade de que eras de gelo venham a surgir.
    O desejo do Lado da Luz, é de gerar criaturas inteligentes.
    E então, uma era de rápido progresso se inicia.
    O desejo do Lado Negro, é gerar medo e desarmonia.
    Eles são chamados também de ‘Deus’ e ‘Demônio’.

    ► Matéria by Richer Belmont (ou SOMA como preferir)

    São com essas palavras é que se inicia Terranigma. Um jogo, diga-se de passagem, no mínimo interessante! Jogo este que desfecha uma trilogia iniciada pela ENIX em 1992, para o Super Nintendo que conta com outros dois grandes jogos: Soul Blazer, Illusion of Gaia e por fim Terranigma, este o último e considerado por muitos o melhor episodio da "saga". Produzido pela Quintet em 1995, vemos o quanto o trabalho da empresa evoluiu ao longo dos anos, tanto artisticamente quanto no quesito gameplay. Aqui temos um jogo praticamente obrigatório a qualquer fã do gênero, com todos os quesitos muito acima da média e um sistema de jogo que fará você jogar e jogar cada vez mais! Aliando muito bem o estilo RPG e Ação.

    Esta pequena vila, parece ter saído diretamente de um sonho!

    Apesar de excelente, Terranigma passou despercebido pela maioria das pessoas em sua época, isso devido à sua má veiculação na America do Norte. O jogo foi lançado em larga escala apenas no Japão e no continente Europeu um ano depois, não sendo liberada nos EUA, creio eu devido aos atrasos na época de lançamento ou porque o já “cansado” super Nintendo, cedia lugar aos consoles da concorrência, mais potentes e mais novos nos lares americanos.

    Eu mesmo, só fui conhecer ele muitos anos depois já no auge da emulação. E confesso que SÓ AGORA o peguei para jogar decentemente. É, fazer o que! Antes tarde do que nunca, né?

    Aqui, iremos encarnar Ark, um garoto “arteiro” e indisciplinado, que vive feliz e tranquilo em uma pequena vila no interior do planeta, chamada Crysta. Além de ser o queridinho de sua melhor amiga Elle, a garota “sensação” dessa pequena vila. Fazendo com que muito de seus amigos sintam inveja dele, afinal, quem não gostaria de ser acordado todo dia pela garota mais bonita do pedaço? Mas… sempre tem um “mas”, nem tudo é o que parece nesse vilarejo. E tão logo, Ark descobre uma porta, no qual ele e seus amigos foram instruídos pelo próprio prefeito a nunca abrir! Mas a curiosidade acaba falando mais alto e após voltar de um breve passeio para se desculpar de mais uma de suas traquinagens, Ark se ve em um dilema entre seus colegas estão tentando arrombar a porta de qualquer forma, cabendo a você decidir ou não, se quer participar dessa “brincadeira”. Independente de sua escolha, a tal porta acaba sendo aberta, e é ai que os problemas realmente começam! La dentro, Ark descobre uma estranha caixa juntamente com uma pequena criatura que irá guiá-lo durante toda a sua jornada, além de explicar sobre a tal caixa misteriosa, que também serve como o menu do personagem.

    「Dentro da Caixa 」

    Após esses eventos, todos os moradores da vila são congelados, incluindo sua adorada Elle! Com exceção dele mesmo e do ancião da vila, que aparentemente estava fora.

    A partir dai é que a aventura realmente começa. Ciente do tamanho do problema, o prefeito instruí Ark a sair para “fora da vila”, aonde cinco torres o aguarda. E somente assim as pessoas de Crysta poderiam voltar ao normal. Mas afinal, o que é “fora da vila”? É isso o que vamos descobrir agora mesmo! Ao colocar os pés para fora do portal, temos um verdadeiro “choque” com a realidade. Crysta, àquela vila que parecia ter saído de um sonho, está em um mundo completamente hostil e inóspito. Afinal, estamos no interior do planeta! Rios de lava, formações geológicas assustadoras e a desolação tomam conta da paisagem! É como a expressão “pensar fora da caixa”; muitas vezes estamos tão fechados em nossos próprios “mundos” ou cotidianos, que esquecemos completamente o que de fato há la fora! E a verdade, quase nunca é tão bela quanto aquilo o que achamos!

    Mas, a história de Terranigma vai muito mais além disso. Logo você descobre que cada uma dessas torres, representa um dos continentes do mundo da superfície e sendo assim, além de libertar os moradores de Crysta, Ark também tem a difícil tarefa de libertar as almas de todos os seres vivos do mundo exterior, e sendo assim reconstruir todo o planeta!

    「Fora da Vila 」

    Contar mais de fato é estragar a surpresa, além do mais ainda estou jogando e posso lhe dizer que o jogo vai ficando cada vez melhor!

    Graficamente o jogo é um espetáculo para os olhos, se levarmos em consideração a plataforma. Illusion of Gaia, já contava com gráficos muito bonitos e bem definidos, mas Terranigma da um passo à frente, figurando entre um dos melhores gráficos do SNES, em minha opinião! A trilha sonora é outro espetáculo à parte. Como no jogo visitamos diversas áreas do planeta e mais para frente, conhecemos varias culturas mundo a fora, a trilha sonora é bem variada e sortida, colocando o jogador realmente no clima do jogo! Rola até um sambinha em Liotto (que é baseada na cidade do Rio de Janeiro), vê se pode!

    Terranigma tem se mostrado uma grata surpresa à esse jogador vos fala, embora já tivesse tentado jogá-lo muitas vezes no passado, nunca o terminei. Espero que dessa vez consiga concluir essa aventura e conhecer o seu desfecho!

    Série Soul Blazer:

    Aproveitando a deixa, que tal falarmos um pouquinho sobre a saga “dosSoul Blazer? Ou melhor dizendo os “salvadores de almas” ou “guiadores de almas” como vocês preferir.

    Tudo começou em 1992, com o lançamento de Soul Blazer, desenvolvido pela Quintet e distribuído pela Enix para o Super Nintedo. Aqui devemos guiar um jovem que tem a missão de libertar as almas aprisionadas por um demônio conhecido como Deathtoll. A aventura se desenvolve em pequenas partes e conforme as almas vão sendo libertadas, uma cidade começa a se desenvolver. E sendo assim, nosso herói terá que passar por vários desafios, dungeons enormes e resolver alguns quebra cabeças, afim de continuar avançando e a libertar mais almas. Apesar de antigo, o jogo conta com bons gráficos e uma jogabilidade simples e direta. O que o torna até certo ponto viciante!

    Illusion of Gaia:

    Enquanto que no jogo anterior era tudo muito simples e direto, Illusion of Gaia, ou Illusion of Time (na Europa) representa uma imensa evolução em relação ao seu irmão mais mais velho. O principal destaque desta sequência é a jogabilidade mais ampla e refinada, assim como uma trama bem mais trabalhada. Aqui controlamos Will, filho de arqueólogos que desapareceram misteriosamente durante uma expedição na Tower of Babel, e foram dados como mortos.

    Cabe agora ao jovem órfão Will, explorar um vasto e misterioso mundo ameaçado por uma força sobrenatural. Passando por localizações reais, como A Grande Muralha da China, Pirâmides, ruínas de civilizações perdidas, além de contar com o apoio de seus amigos e algumas ajudinhas “extras”, para assim entender melhor o mundo a sua volta e a solucionar o misterioso desaparecimento de seus pais, e óbvio salvar o mundo!

    Illusion of Gaia foi lançado em 1994, e ao menos até agora é o meu favorito dessa saga. Eu até tenho o cartucho original com a caixa, que dei a incrível sorte de arrematar em um leilão por “apenas” 90 Reais, mais o frete. Um verdadeiro achado e muita sorte conseguir isso.

    19
    • Micro picture
      ryou · 3 months ago · 2 pontos

      Ora ora, você de volta aqui!

      1 reply
  • ntampinha Natalia
    2021-10-06 00:32:56 -0300 Thumb picture
    ntampinha checked-in:
    Post by ntampinha: <p>Depois de mil anos sem aparecer por aqui, resolv

    Depois de mil anos sem aparecer por aqui, resolvi dar o ar de minha graça (😜) para fazer meu primeiro e único check-in em Terranigma.

    Que jogo fantástico!

    Amei a história de Terranigma. O enredo é bem maduro, trazendo muitos paralelos com o mundo moderno e críticas quanto a preservação ambiental, a ganância e o impacto da evolução humana no planeta, por exemplo (tudo isso sem perder sua característica de fantasia e entretenimento, é claro).

    Foi tudo tão bem feito que, mesmo sendo um game da década de 90, suas críticas continuam atuais. O jogo envelheceu muito bem!!!

    Como eu joguei em tempos beeeem alternados durante a pandemia, acabei não entrando aqui para registrar meu progresso. Então este é mais um check-in de finalização mesmo...

    Eu amei a história, a trilha sonora, e adorei os sidequests (ajudar no desenvolvimento das cidades foi muito divertido). O mapa do game é bem grande e tem muitos lugares para se visitar, apesar dos métodos de viagem não serem tão práticos...

    Adorei zerar Terranigma e acompanhar Ark nessa aventura tão diferente. Super recomendo o jogo!

    19
  • speedhunter Renan Loiola
    2021-07-28 16:34:04 -0300 Thumb picture
    speedhunter checked-in:
    Post by speedhunter: <p><strong>Uma analogia a Jesus Cristo e o Cristian

    Uma analogia a Jesus Cristo e o Cristianismo?

    Enfim, a jornada de Ark chegou ao fim com mais dúvidas do que respostas. Mas o que poderia ter sido algo negativo (considerando que a trama deixa muitas incógnitas), considero como algo necessário todo o mistério que se passa através do enredo.

    A ressureição da biodiversidade, humanidade e sua respectiva reconstrução tecnológica, repassa uma verdadeira e madura narrativa com diversas alegorias a sociedade moderna, assim como também diversas referências religiosas (talvez, um dos motivos de não ter sido lançado nos EUA, ficando apenas limitado ao Japão e Europa).

    Terranigma é um JRPG ousado, com uma narrativa altamente avançada e madura, apesar de sua simplicidade linguística, a abordagem é curiosa e criativa. Se colocamos no contexto em que foi lançado, não tínhamos tantos JRPGs com tramas maduras, com exceção de Tactics Ogre e Final Fantasy VI, era raro de se ver alguma produtora ousando nesse aspecto.

    Concluo que o último título da finada Quintet para o Super Nintendo, seja uma experiência obrigatória para fãs do gênero (e foi uma ótima grata surpresa!). É simplesmente uma joia que infelizmente não teve a devida atenção durante muitos anos, devida a obscuridade da Enix aqui no ocidente.

    10/10 MASTERPIECE!

    (Seria Ark Jesus?)

    21
    • Micro picture
      jcelove · 11 months ago · 3 pontos

      Provavelmente as referências tenham sido um dos fatores que impediram a localização nos EUA, mas a Enix não era um ba publisher mesmo pra jogos familiares.hehe

      Porme lembrar muito Mana no gamepla acabei largando ele rápiido, nem cheguei no Rio U_U, mas um dia pego, talvez quando milagrosamente conseguir terminar alundra, algum dia.hehe

      8 replies
  • danielretrolevel Daniel Lunas
    2021-07-19 19:06:24 -0300 Thumb picture
    Post by danielretrolevel: <p>Boa noite amigos e amigas, é com muita alegria q

    Boa noite amigos e amigas, é com muita alegria que venho lhes convidar para o possível ÚLTIMO episódio de Terranigma! Esse Action RPG que conseguiu superar todas as expectativas, que já eram altíssimas! E de quebra, existe uma grande chance do zeramento vir com PLATINA! Pega a pipoca e vem!

    https://www.twitch.tv/retro_level

    1
  • danielretrolevel Daniel Lunas
    2021-07-05 18:59:15 -0300 Thumb picture
    Post by danielretrolevel: <p>Boa noite pessoal maravilhoso! Bora começar a se

    Boa noite pessoal maravilhoso! Bora começar a semana de bom humor e com um dos games mais lindos do Super Nintendo! Terranigma está cada vez mais interessante, e creio que estamos rumo ao fim do game. Pega a pipoca e bora!

    https://www.twitch.tv/retro_level

    1
  • danielretrolevel Daniel Lunas
    2021-06-28 19:24:23 -0300 Thumb picture
    Post by danielretrolevel: <p>Boa noite gelada meus queridos e queridas! Venha

    Boa noite gelada meus queridos e queridas! Venha se aquecer com a gente enquanto jogamos Terranigma, em busca de trazer o planeta terra de volta ao que era antes, e pegando uns troféus no caminho.

    https://www.twitch.tv/retro_level

    3
  • danielretrolevel Daniel Lunas
    2021-06-21 19:21:49 -0300 Thumb picture
    Post by danielretrolevel: <p>Boa noite povo mais lindo desse mundo! Bora cont

    Boa noite povo mais lindo desse mundo! Bora continuar nossa aventura no Action RPG tão maravilhoso quanto vocês!? Terranigma de Super Nintendo nos aguarda! pega a pipoca e vem.

    https://www.twitch.tv/retro_level

    2
  • speedhunter Renan Loiola
    2021-06-16 16:27:47 -0300 Thumb picture
    speedhunter checked-in:
    Post by speedhunter: <p><strong>VOLTAMOS DEPOIS DE UM "HIATO"</strong></

    VOLTAMOS DEPOIS DE UM "HIATO"

    Cheguei com 30 horas de jogatina e ainda, seria muito difícil resumir do que se trata Terranigma. Bem verdade que apesar de sua narrativa ter uma premissa simples de ser compreendida, não pode ser interpretada de forma simplória, uma vez que muitos mistérios e dúvidas cercam a narrativa do jogo.

    Como falei no check-in anterior, o principal objetivo de Ark é "ressuscitar o planeta" e a humanidade também faz parte dessa ressureição. Esse salto temporal segue com algumas distorções. Enquanto o Japão é ultra tecnológico, a Europa segue vivendo em situação medieval, o que na minha interpretação, mesmo com o ressurgimento da humanidade, Ark de alguma forma, causou alguns paradoxos temporais dentre o atual contexto.

    Tudo ainda segue de forma misteriosa e contado de forma bem lenta. Por ter elementos de top down, algumas áreas tem uma progressão complicada devido a puzzles que não são claros. Como não quero estragar minha experiência, fujo de qualquer guia no YT! Mas o avanço tem sido bem vagaroso por conta desse "pequeno" detalhe. 

    (Cuidado para não ser assaltado Ark!!!)

    24
    • Micro picture
      jcelove · about 1 year ago · 2 pontos

      No meu caso estrago a experiencia se ficar empacado em puzzle querendo avançar na historia sem conseguir. Alundra que o diga XD

      Also esse rio de janeiro ta qse tao zoado qto o real mesmo.hehe

      1 reply
    • Micro picture
      thiagobrugnolo · about 1 year ago · 2 pontos

      Caramba 30 hs é coisa pra caramba hehehe, quando joguei terminei em umas 25 hs, mas utilizei um guia, pois tem algumas partes que realmente trava e não dá para ter a mínima ideia do que fazer.

      1 reply
    • Micro picture
      santz · about 1 year ago · 2 pontos

      Olha o nosso Cristo rapá! A progressão dele é meio confusa, especialmente quando abre para a gente explorar o mundo inteiro.

      1 reply
  • danielretrolevel Daniel Lunas
    2021-06-07 19:28:03 -0300 Thumb picture
    Post by danielretrolevel: <p>Boa noite meus queridos e queridas! Vamos começa

    Boa noite meus queridos e queridas! Vamos começar a semana com uma obra de arte! Bora continuar Terranigma, esse Action RPG MARAVILHOSO! Vem que temos muitos troféus pela frente.

    https://www.twitch.tv/retro_level

    2

Load more updates

Keep reading &rarr; Collapse &larr;
Loading...