This game doesn't have any review. Be the first one to review it!

Add Review


  • snestalgia SnesTalgia
    2017-08-13 12:27:04 -0300 Thumb picture

    Top 100 Jogos Japoneses de Super Nintendo

    Conheçam mais jogos de Snes que só foram lançados no Japão e provavelmente você nem sabia da existência

    3
  • kawens ^__^
    2015-04-11 17:24:35 -0300 Thumb picture
    kawens checked-in:
    Post by kawens: <p>Completando um mês com meu Xperia Play, estou qu

    Completando um mês com meu Xperia Play, estou quase terminando o capítulo 3 de Feda. Até agora meus emblemas tem variado entre Grifo e Valquíria, por causa das minhas boas ações.

    E explorando o deserto, eu estava em busca da sacerdotisa Teita, que controla o monstro do deserto, um Vorme:

    Ela se recusa a entrar pro grupo porque ele é "bonzinho" demais *rs

    Em compensação, meu grupo aumenta mais uma vez, agora com o homem-leão Shishi


    E agora meu "exército" conta com 10 guerreiros controláveis:

    Essa captura foi feita na cidade que fica na costa, nas docas. Vou ter que enfrentar uns piratas hehehe

    7
  • kawens ^__^
    2015-04-04 19:35:29 -0300 Thumb picture
    kawens checked-in:
    Post by kawens: <p>Fazendo check-in de um jogo que, apesar de ser d

    Fazendo check-in de um jogo que, apesar de ser de origem japonesa, consegue ter um elenco variado e interessante de ambos os gêneros. Como será que ele consegue? Deve ser o que chamam de "milagre". Talvez competência? Um ciclo de produção menor que 9~10 anos? O fato de não ser um spin-off travestido de sequência numerada da franquia principal?

    Uma coisa é certa: não se desculpam por diferenças culturais ou porque é mais "fácil" assim. O ápice da conveniência.

    Vamos ao progresso:

    Depois de ajudar a cidade de Reuben, o grupo de desertores foi primeiramente convidado e depois conscrito a participar do Exército de Liberação, que luta contra a tirania do Império. 

    Quem extendeu o convite foi o bovídeo casca-grossa Koumei, líder do exército daquela região. Apesar de austero, ele parece ser gentil, mas sem ser condescendente.

    E assim, uma das primeiras missõs de Brian, agora capitão, é investigar a terceira área, um deserto:

    Depois de perder a pesquisa que resultou nos demi-humans, o Império parece estar atrás de outra força que pode ser transformada em arma para extender sua tirania. Acabei de explorar o templo onde haviam boatos da aparição dessa entidade. A sacerdotisa que cuida do templo foi sequestrada, e uma voz do além disse que eu precisava procurar por algo, mas não deu mais pistas...

    As batalhas estão melhores agora: em maior número e exigindo um pouco mais de estratégia, mas não são a parte principal do jogo. 

    8
  • kawens ^__^
    2015-04-02 18:29:27 -0300 Thumb picture
    kawens checked-in:
    Post by kawens: <p>Quase terminando a área 2. Uma coisa é certa, o

    Quase terminando a área 2. Uma coisa é certa, o grupo que fez a tradução está de parabéns. O texto flui que é uma beleza. O jogo tem um vocabulário mais rico que outros jogos costumam ter. 

    read.me do patch contém um monte de informações bacanas, como o fato do projeto ter durado uma década, além de comparações com a série SF (uma delas o fato de Feda ter um clima mais adulto por exemplo).

    No esforço de conter as atrocidades do império, mais dois se juntaram ao grupo:

    Roiss, uma guerreira humana (que não esconde a quedinha por Brian):

    E Shane, um homem-pássaro:

    Mas antes, fui salvar algumas donzelas da cidade de Reuben que haviam sido sequestradas por um monge não muito "cristão", se é que vocês me entendem ( ͡° ͜ʖ ͡°)

    E depois de salvar as garotas, algumas delas respondem de uma forma completamente verossímel. Como eu disse muitas vezes antes, os personagens desse jogo, mesmo alguns NPCs, não são umas pedras ou portas como se costuma ver por aí. Eles são "street-smarts", malandros, e isso é uma delícia. Várias vezes o jogo me arrancou um sorriso ou gargalhada.

    A próxima missão é encontrar um antídoto para a transformação de pessoas inocentes em demi-humans. 

    Estou gostando muito do jogo, principalmente pela história. O sistema de batalha não tem tanta profundidade assim. Aliás, você não tem centenas de batalhas aleatórias por segundo, como alguns jogos fazem. 

    7
    • Micro picture
      warrior_ · about 7 years ago · 2 pontos

      Este jogo é demais! Meu primeiro JRPG, e o mais legal que eu achava, era justamente em elaborar estratégias para eliminar o inimigo, sensacional, levei três dias, dia e noite, até chegar o fim.

  • kawens ^__^
    2015-04-01 21:09:26 -0300 Thumb picture
    kawens checked-in:
    Post by kawens: <p>Continuando a explorar a área 2, minha missão é

    Continuando a explorar a área 2, minha missão é chegar até uma cidade chamada Reuben. Estou seguindo as orientações de não eliminar os demi-humans controlados pelo Império. Isso gerou duas coisas:

    - Um centauro se juntou ao grupo, graças ao meu comportamento misericordioso:

    E aqui não tem só um tipo de emblema (hehehehehehehehehhehehehee)

    Próxima parada: cidade de Reuben.

    11
    • Micro picture
      artoriasblack · over 7 years ago · 2 pontos

      esse jogo tem um "quê" de Shining Force

    • Micro picture
      ricardosc · over 7 years ago · 2 pontos

      Estava jogando o Feda no emulador no PC, mas parei um bom tempo por motivo de força maior(PS3) :)

  • kawens ^__^
    2015-03-31 20:01:19 -0300 Thumb picture
    kawens checked-in:
    Post by kawens: <p>Quando um jogo é divertido, gosto de compartilha

    Quando um jogo é divertido, gosto de compartilhar mais detalhes da experiência. 

    Aliás, existe outro fator que deixa tudo melhor: eu joguei MUITO pouco rpg no Snes. No início da era SNES, era pré-internet, pré-pirataria, o acesso aos jogos era muito mais restrito. 

    O tamanho da tela e os controles do Xperia Play deixam tudo ainda melhor.

    Vamos ao progresso:

    Gargalhei alto quando vi essa referência:

    Avancei para a área 2, um laboratório de experiências químicas. "Bio-weapons" ANTES de Resident Evil hahaha

    Putz, em que jogo hoje em dia você vê um personagem que tortura crianças com objetos pontiagudos? 

    Na opção "CAMP", você pode acampar e conversar com seus companheiros. Pelo que entendi existe um sistema de alinhamento, alguns personagens não vão continuar no seu grupo caso você aja de uma determinada forma. Me lembrou um pouco de DA:I essa coisa de acampamento *rs Dá até pra gerenciar recursos...

    E o mais novo integrante é um feiticeiro elfo sombrio:

    Engraçado, porque ele me parece um baita "white knight" por causa de seu discurso e atitudes.

    Uma coisa que reparei, foi que, pelo menos nessa primeira "área", houveram poucas batalhas. Não é uma reclamação, porque o jogo é gostoso de se ler. Os diálogo são bem escritos, e tem um pouco daquela profundidade com humor que gosto tanto. Os personagens são carismáticos, e dá vontade de ver como vão se desenvolver.

    5
  • kawens ^__^
    2015-03-30 16:31:08 -0300 Thumb picture
    kawens checked-in:
    Post by kawens: <p>Enfim, comecei de verdade. A primeira vez que ou

    Enfim, comecei de verdade. A primeira vez que ouvi falar esse nome foi muitos anos atrás, antes de eu ter jogado qualquer jogo estilo tactics. A primeira vez que vi algo do jogo, foi um conjunto de gifsets num tumblr com tema de games uns meses atrás.

    Apresentação:

    A história se situa num mundo onde existem outras raças além da humana. Não dá pra reclamar de falta de diversidade: versões humanóides de lobos, lagartos, centauros, sem contar o dragão que passeia pelos céus e serve como "aeronave" pras forças do mal. 

    Depois da apresentação, que achei longa (num bom sentido) pra um jogo de SNES, surge o protagonista, Brian Stelbart, que começa a questionar os métodos do império. 

    Quando contraria um superior que começa a desenvolver um comportamento sádico, ele é aprisionado para posterior execução. Acontece que existem outros insatisfeitos com o rumo atual, e que o ajudam a desertar.

    Entre eles Ain (ubis?), da imagem acima, e Dora, uma loba que usa uma besta <3

    Ainda consegui encontrar Dan, um lagartóide que usa machado:

    E a mais recente, Eris, a healer:

    Sistema:

    Uma das coisas mais bacanas é que a deserção dos primeiros membros do grupo não passa batida pelo império. Enquanto se movimenta pelo mapa, vários pelotões vem ao seu encalço. 

    Eles se movem junto com você, então dá pra fugir e/ou contornar, pelo menos por enquanto. A não ser quando eles caem do famigerado dragão.

    Na batalha, lembrei do pouco que joguei de Shining Force (Mega Drive):

    Assim como SF, tenho que elogiar quem fez o design de UI. No turno de seu personagem, você pode mover ele livremente pelo cenário (respeitando o alcance de cada personagem) e aí escolhe uma ação selecionado as direções. 

    A minha única queixa é a demora para as resoluções das animações de ataque. 

    Por um lado é fantástico ver a arte em movimento, mas por outro, o personagem dá o golpe, rolam uns 2 segundos de foco da ação, e não dá pra pular. Ainda bem que o emulador tem uma opção de acelerar. As animações lembram aquele jogo de luta por turnos do Yu Yu Hakusho.

    Dificuldade:

    Fiz a burrada de deixar o protagonista no alcance de 4 inimigos: adivinhem o resultado. 

    Em vez de uma singela tela de game over, tem um final alternativo onde se agradece por todos os guerreiros que lutaram contra a tirania do império:

    Que bom que fui pelo menos enterrado decentemente e com homenagens póstumas. 

    Carreguei o save e continuei a estória. Aliás, o texto desse jogo tem um primor que não se vê normalmente! Não só o estilo de escrita tem um teor mais maduro, ainda existem nuances que só adultos irão perceber. Sem contar que alguns personagens são bem "malandros" hehehe

    Exemplo-spoiler: quando Eris, a curandeira, que ainda não havia se juntado ao grupo permaneceu na vila, apesar de Brian ter alertado que era perigoso, ele diz:

    "Fuja de uma vez! Eles podem te matar... ou ainda pior!"

    15
    • Micro picture
      ofelipelee · over 7 years ago · 2 pontos

      OPA, curti o jogo. Vi a referência ao Shining Force e alucinei.

    • Micro picture
      game_zone · over 7 years ago · 2 pontos

      tenho do SEGA SATURN !! tenho o FEDA REMAKE !!

      1 reply
    • Micro picture
      game_zone · over 7 years ago · 2 pontos

      e claro do NES tbm ^^

      1 reply
  • kawens ^__^
    2015-03-18 22:29:27 -0300 Thumb picture
    kawens checked-in:
    Post by kawens: <p>Só pra não dizer que eu não fiz nada no jogo: as

    Só pra não dizer que eu não fiz nada no jogo: assisti a abertura. Ela é longa, tem bastante estória só nessa parte inicial, e eu achei isso aqui profundo pra um jogo desse tipo:

    Meses atrás vi um set de gifs no tumblr desse jogo e me interessei bastante. Pretendo jogar um pouco mais dele logo logo. 

    10
  • kawens ^__^
    2014-09-07 11:55:13 -0300 Thumb picture

    Faz alguns dias...

    Que tenho visto gifs do jogo Feda no site PixelClash

    Que animações bacanas :D

    O jogo tem tradução: http://www.romhacking.net/translations/349/

    Já fiz o patch e estou passando pro celular pra testar quando sobrar um tempinho.

    (De acordo com o Romhacker, é um rival de Shining Force :D )

    7
    • Micro picture
      nakero · over 8 years ago · 0 pontos

      Shining force não tem rivais u.u'

    • Micro picture
      le · over 8 years ago · 0 pontos

      É quase igual mesmo, mas Shining Force é muito melhor.

    • Micro picture
      le · over 8 years ago · 0 pontos

      Recomendo especialmente o 2 de Mega (o melhor de todos na minha opinião) e o Resurrection of the Dark Dragon de GBA, que é um remake do primeiro de Mega (que continua bom, mas o de GBA foi ampliado em relação a ele, apesar de eu gostar mais do estilo gráfico do de Mega).

Keep reading &rarr; Collapse &larr;
Loading...