This game doesn't have any review. Be the first one to review it!

Add Review


  • eikesaur Eike Gabriel
    2022-07-31 01:21:50 -0300 Thumb picture

    Metal Gear Solid V: Ground Zeroes - Finalizado

    Ainda pretendo me aventurar no universo Metal Gear algum dia, já que ainda não tinha jogado absolutamente nada da saga (até então), mas peguei esse aqui que tá mais pra uma DLC, aí joguei bastante até completar todas as fases (até repeti algumas porque achei legais).

    Zerado: 22/07/2022

    @desafioanual

    Lista de jogos finalizados em 2022:

    1. God of War: Chains of Olympus (PSP)

    2. Submerged (Xbox One) (-Backlog)

    3. Gunman Clive (Nintendo 3DS) (-Backlog)

    4. Star Wars Battlefront (XBOX)

    5. Pinstripe (Xbox One) (-Backlog)

    6. Zatch Bell: Electric Arena (GBA)

    7. Dragon Ball Z: Shin Budokai (PSP)

    8. Tekken Advance (GBA)

    9. Cartoon Network Speedway (GBA)

    10. F1 2009 (PSP)

    11. Sonic & All-Stars Racing Transformed (Xbox 360)

    12. Crash of the Titans (PSP)

    13. Pokémon Platinum (Nintendo DS)

    14. Show do Milhão 2014 (Android)

    15. Pokémon Leaf Green (GBA)

    16. Super Mario Bros. (Nintendo 3DS)

    17. SEGA Rally Revo (PSP)

    18. SteamWorld Dig (Nintendo 3DS)

    19. Power Stone (PSP)

    20. Surf's Up (PSP)

    21. Cartoon Network: Battle Crashers (Nintendo 3DS)

    22. Mario Kart DS (Nintendo DS)

    23. Power Stone 2 (PSP)

    24. Tatsunoko vs. Capcom: Ultimate All-Stars (Nintendo Wii)

    25. Mario Kart Wii (Nintendo Wii)

    26. Killer Instinct (Xbox One)

    27. Street Fighter II (Arcade/Xbox One)

    28. Burnout Paradise Remastered (Xbox One)

    29. Darksiders 2: Deathinitive Edition (Xbox One)

    30. Pokémon Yellow (Nintendo 3DS)

    31. Mario Sports Superstars (Nintendo 3DS)

    32. Metal Gear Solid V: Ground Zeroes (Xbox One)

    18
  • longnplay Luiz Alberto
    2022-06-08 12:40:49 -0300 Thumb picture
    Post by longnplay: <p>https://www.youtube.com/watch?v=WMIKbM-PWrY</p>

    12
  • hyuga Sérgio Henrique
    2022-05-22 20:54:34 -0300 Thumb picture
    hyuga checked-in:
    Post by hyuga: <p>tava meio entediado hoje então peguei esse jogo

    tava meio entediado hoje então peguei esse jogo pra zerar por ser bem rapidinho

    O jogo tá lindo demais, kojima caprixa mesmo e aquela cena dos caras tirando a bomba de dentro da paz!! deu pra sentir agonia naquela cena. Depois liberou umas missões secundárias que eu não quis rejogar

    Lista de jogos finalizados 2022

    1. Resident Evil Revelation finalizado 08/01/2022

    2. Killing Floor 2 Platinado 22/01/2022

    3. Dirt 5 finalizado 29/01/2022

    4. UFC 4 finalizado 23/02/2022

    5. For Honor finalizado 27/02/2022

    6. Ghost of tsuchima legends finalizado 06/03/2022

    7. Sonic forces finalizado 12/03/2022

    8. Sonic Forces Episode Shadow finalizado 13/03/2022

    9. Path of Exile finalizado 13/03/2022

    10. Lilith commander battle for sanctuary 19/04/2022

    11. Monster Hunter Iceborne (DLC) finalizado 22/04/2022

    12. God of War III Remastered finalizado 29/04/2022

    13. Metal Gear Solid  V Ground zeroes finalizado 22/05/2022

    21
  • bazinh0 Alessandro
    2022-02-03 03:33:27 -0200 Thumb picture
    bazinh0 checked-in:
    Post by bazinh0: <p>Não tinha jogado esse ainda, tá lindão!</p><p>#i

    Não tinha jogado esse ainda, tá lindão!

    6
  • darleysantos676 Darley Santos
    2021-12-31 19:13:01 -0200 Thumb picture
    darleysantos676 checked-in:
    Post by darleysantos676: <p><strong style="background-color: initial;">METAL

    METAL GEAR SOLID - GROUND ZEROES

    100% - 30/11/2021

    *

    ************************************************************************

    Cronologia da série Metal Gear Solid

    1-[1964] Metal Gear Solid 3: Snake Eater (2004)

    2-[1970] Metal Gear Solid: Portable Ops (2006)

    3-[1974] Metal Gear Solid: Peace Walker (2010)

    4-[1975] Metal Gear Solid V: Ground Zeroes (2014)

    5-[1975] Metal Gear Survive (Spin-off) (2018)

    6-[1984] Metal Gear Solid V: The Phantom Pain (2015)

    7-[1995] Metal Gear (1987)

    8-[1999] Metal Gear 2: Solid Snake (1990]

    9-[2005] Metal Gear Solid (Integral; The Twin Snakes) (1998; 1999; 2004)

    10- [2007-2009] Metal Gear Solid 2: Sons of Liberty (2001)

    11-[2014] Metal Gear Solid 4: Guns of the Patriots (2008)

    12-[2018] Metal Gear Solid: Rising Revengeance (2013)

    ************************************************************************

    Metal Gear Solid V Ground Zeroes, lançado em 2014, é um capítulo da saga que funciona como prólogo de MGS 5 The Phantom Pain. E que prólogo!

    É o primeiro jogo da série a ser desenvolvido com jogabilidade em mundo aberto, e todo o design e universo do game estão potencializados nesse novo formato, abrindo novas e amplas possibilidades de exploração, infiltração, espionagem e combate, ampliando a capacidade estratégica do game. Mas além do mapa e jogabilidade em mundo aberto, o jogo traz um salto de qualidade nos quesitos de gráficos (cenário, iluminação, sombra), sonoridade e cinemática, o que facilita a imersão do jogador num jogo que muitas vezes parece mesmo um filme de ação de alta qualidade. O jogo causou bastante impacto quando lançado por causa desse “upgrade”, inaugurando uma nova era para a franquia. Mas por se tratar de um prólogo, é de se esperar que sua duração não seja muito grande: o mapa não é tão grande quanto seria uma cidade ou uma região de vilarejos, pois o jogo se passa em uma base militar dos EUA em Cuba, e as missões podem (podem!!) ser feitas rapidamente, com recordes de tempo. Mas apesar das supostas limitações de extensão do mapa e duração das missões, o jogo proporciona várias possibilidades de se executar e concluir uma mesma missão, e isso é certamente um prazer à parte, um deleite! Dá pra terminar a missão principal em poucos minutos, mas não é essa a questão – as possibilidades de gameplay são satisfatoriamente variadas. Para o jogador, a base de detenção (Campo Ômega) pode funcionar como um grande campo de treinamento ou simulação em que se pode cumprir os objetivos de várias formas. Talvez mereça mesmo um estudo de caso.

    O jogo é dividido em uma missão principal de resgate e busca de informação, e outras missões paralelas e extras. Missão principal: Ground Zeroes, consiste no resgate de Chico e Paz Ortega Andrade da base militar americana em Cuba, uma instalação da Marinha americana para fins de detenção e informação. Missões paralelas: Eliminação da Ameaça dos Renegados - consiste em eliminar dois fuzileiros americanos criminosos de guerra; Resgate do Agente de Inteligência - resgate de agente infiltrado da Mother Base, que está caracterizado como sendo o próprio Hideo Kojima, e tem em sua posse uma fita cassete; Aquisição de Informações Confidenciais – consiste em entrar em contato com um agente secreto dos EUA na base e obter fitas cassetes com informações sobre as atividades da instalação secreta; Destruição das Plataformas Antiaéreas - se trata de destruir as defesas antiaéreas para permitir a operação de ataque aéreo do esquadrão, e se situa mesmo como a missão final, justamente devido seu final surpreendente. Missões-Extras: DÉJA-VU - Snake tem que recriar cenas de Metal Gear Solid 1, momentos icônicos do jogo, e termina com um questionário de 10 perguntas-pegadinhas ao final, sendo feitas por Liquid Snake, totalizando 20 se contar os dois níveis de dificuldade, a missão é uma verdadeira homenagem a MGS1, ressaltando a ligação de Big Boss com Solid Snake (Big Boss ter de fazer isso funcionaria com uma previsão do futuro? Um paradoxo temporal? Visto que na cronologia, entre um jogo e outro existe um espaço de 30 anos); JAMAIS VU - na pele de Raiden (protagonista de Metal Gear Solid 2 e Metal Gear Solid Rising Revengeance), deve-se eliminar snatchers ou bioroids (alienígenas) que estão disfarçados de fuzileiros dos EUA, essa missão é mais uma amostra do interesse de Kojima por seres paranormais ou supernaturais; nas duas missões extras, a base está com poucos soldados, está meio vazia, e a ambientação fica bem interessante, com os sons da noite ecoando. Uma observação final: depois de percorrer toda a base militar ao terminar todas as missões, conhecendo então todos os seus cantos e extensão, a animação introdutória da missão principal fica muito mais interessante de assistir.

    No tocante à lore da saga, o jogo traz um arquivo de grande densidade de informações! No menu, o tópico “CONTEXTO” traz o histórico de Snake (ou Big Boss) dede MGS 3 - quando era um agente da unidade de forças especiais FOX e viveu o drama envolvendo sua mentora e mãe das forças armadas dos EUA, a Boss - passando por MGS Peace Walker - quando, após abandonar os militares, atuar em vários conflitos mundo afora como mercenário, e se fixar na América do Sul com seu grupo militar privado MSF, acaba aceitando correr o risco de cair no embuste de um agente da KGB disfarçado de professor da Costa Rica, ao mesmo tempo que ganhava em troca a Mother Base, uma base de operações em mar aberto, onde expandiu seu exército com a boa reputação junto aos revolucionários sandinistas, e onde conheceu os personagens Chico e Paz - até os fatos atuais, quando Big Boss invade a base militar dos EUA em Cuba para resgatar Chico e Paz do interrogatório da Cipher ou XOF ou o que quer que seja, enquanto uma suposta inspeção nuclear da ONU acontece na Mother Base.

    No menu de arquivo, há também o tópico “FITA CASSETE”, onde temos acesso às “Fitas de Chico” (que compreende o período dos dias 7 a 15 de março de 1975, e mostram o drama de Chico e Paz sendo interrogados e torturados para falar sobre Big Boss e sobre Cipher/Zero...), à “Gravação do Agente” (onde o vilão Skull Face fala com um prisioneiro torturado, e faz todo um discurso justificando sua visão de mundo, falando sobre vingança, fala sobre como desde cedo vivenciou as desgraças da guerra), e aos “Dados Confidenciais” (ruídos, obtidas durante as missões).

    As fitas de “Informação Pré-Missão” mostram o histórico/background do jogo, isto é, os bastidores da suposta inspeção da ONU, a relação disso com o encarceramento/ interrogatório de Paz e Chico, o histórico dessa base militar peculiar (e como a CIA e outras agências, como a Cipher, passaram a usar esse lugar como instalação secreta), e mais os preparativos da missão de infiltração e resgate na ilha.

    As fitas de “Espionagem da Paz”: contêm os “relatórios da Paz” em sua atividade de espiã a serviço da Cipher durante o incidente Peace Walker, funcionam como um sucinto resumo de Peace Walker - sinaliza as atividades da CIA na América Central disputada pelo Oriente e Ocidente, relata as visões sobre Dissuasão segundo ponto de vista da CIA de Coldman e da KGB de Zadornov, faz observações sobre Big Boss em suas atividades na mother base, mas como são relatos sob a ótica da Paz, é dada ênfase para o poder e atividade da Cipher, organização que estaria acumulando tanto poder que se pode falar até em “governo sem fronteiras”, um poder de vigilância totalitária, afirmando sempre como a Cipher está acima disso tudo. Contêm os “registros de comunicação”, que mostram a comunicação da Paz diretamente com... a Cipher, e as ordens de sequestrar o Metal Gear Zeke. Os “10 diários da Paz”, direto dos eventos de Peace Walker, que são nada mais que registros pessoais de Paz, sobre como conseguiu enganar a todos e se infiltrar na mother base, suas observações arrogantes sobre os outros membros da base, sua luta em tentar manter o foco no objetivo da missão e não ceder ao afeto das pessoas, observações gerais sobre as relações humanas dentro da mother base, se mostrando dividida entre a missão dada pela Cipher de tentar negociar com Snake ou mata-lo, e a perspectiva de ter uma vida diferente com aquelas pessoas.

    E as fitas de “Música” com referências a outras obras, tanto do universo Metal Gear Solid (como a Medley de MGS PW, Resurgence do primeiro MGS, Theme of Tara de Metal Gear, ou uma música de MGS Rising) quanto de fora desse universo também (o jogo Zone of the Enders, outra parceria Hideo Kojima e Konami, ou Ride of the Valkyries from The Vakyries Act III de Richard Wagner, ou a música licenciada “Here’s To You”, de Joan Baez e Ennio Moricone). Tem opção de importar músicas do sistema para dentro do jogo, no meu caso eu poderia importar músicas de God Of War Ascension e Heavy Rain.

    Sobre a música "Here to You " é uma canção originalmente composta pelo compositor italiano Ennio Morricone , com letra escrita e cantada por Joan Baez, foi lançada em 1971 com o filme Sacco e Vanzetti. É dito que a letra da música faz “referência às mortes dos anarquistas americanos nascidos na Itália Nicola Sacco e Bartolomeo Vanzetti durante a década de 1920, em particular como eles foram considerados erroneamente executados por uma decisão do tribunal dos Estados Unidos devido às suas opiniões políticas anarquistas, ao invés de terem realmente cometido os crimes de que foram acusados (roubos e assassinatos)” [web]. Além de sua execução já na introdução de Ground Zeroes, é dito que "Here to You" é tocada durante os créditos finais de Metal Gear Solid 4: Guns of the Patriots, mas não na sua versão original, como em GZ. A música seria a segunda da série Metal Gear a não ser composta pela própria Kojima Productions. Dentro do jogo, ela é tocada no toca-fitas de Chico, como um “presente” de Skull Face, que também a reproduz durante a tortura de Paz. A letra diz: “Um brinde a vocês, Nicola e Bart / Descansem para sempre em nossos corações / O último e último momento é seu / Essa agonia é seu triunfo”.

    Para fazer o 100% do game, deve-se atentar aos recordes de jogo (sistema de rank de E a S, com inúmeros tópicos de registros para cada missão) e aos desafios - registros de tarefas como “marcação mais rápida dos inimigos”, neutralização, tempo de conclusão mais rápido, terminar sem matar ou sem usar armas, extração, aquisição de fitas, destruição de torres de madeira, arrombamento de portas, coletar as logos FOX, eliminação de corvos e ratos - nos dois níveis de dificuldade, Normal e Difícil, sendo esta a dificuldade mais “realista”, em que os inimigos te veem de mais longe, suspeitam e verificam mais facilmente, e em algumas missões o número de inimigos aumenta.

    O game está todo legendado e localizado em português.

    Ao platinar esse jogo, obtive a seguinte badge do Mypst: Kojima – Bronze - Platine ou complete 3 jogos dirigidos por Hideo Kojima.

    Segue abaixo transcrições de textos do próprio jogo, tanto do Contexto quanto das prévias das missões:

    “1) ‘Para nós, não existe vitória’ – Snake. Lá vivia um homem que era uma lenda entre os mercenários. Um homem que montou uma unidade de mercenários descomunal, muito antes do advento das empresas militares privadas, e que ousou declarar-se uma nação. Um homem que, protegido por sua nação, fez-se inimigo da sociedade capitalista moderna e do mundo. Essa é sua história.

    2) ‘Não somos mercenários. Não somos uma legião de estrangeiros. A MSF é um negócio, um novo tipo de negócio’ – Kazuhira Miller. Conhecido pelos codinomes ‘Snake’, e depois ‘Big Boss’, ele provou sua capacidade como agente da FOX, uma unidade de forças especiais dos EUA, mas um certo incidente o incitou a se separar dos militares, e dizem que vagou por zonas de guerra em todo o mundo como um mercenário. Em 1974, Snake e seu parceiro, Kazuhira Miller, estavam conduzindo um pequeno grupo de mercenários na América do Sul, quando receberam a visita de um homem que se dizia professor da Universidade pela Paz da Costa Rica. De acordo com o professor, houve vários incidentes envolvendo um grupo armado misterioso na Costa Rica, um país sem um exército militar próprio. O professor estava acompanhado por um de seus estudantes, uma garota chamada Paz, que havia sido sequestrada e agredida por esse grupo. O professor e Paz ofereceram contratar Snake para tirar o grupo da Costa Rica, contudo, Snake percebeu o engodo no mesmo instante.

    3) ‘Meu nome é Paz, e farei de tudo para defender o que meu nome representa’ – Paz. O professor era na verdade um agente da KGB, e o grupo armado em questão, financiado pela CIA. Na Guerra Fria, operações clandestinas no exterior entre agentes dos EUA e soviéticos não eram novidade, mas a motivação da CIA era um mistério. A Paz escapou de uma das instalações do grupo da CIA trazendo consigo uma fita cassete. Nela, constava a voz de uma mulher conhecida como a mãe das forças especiais – The Boss. Como havia uma música popular de 1973 tocando ao fundo, fazia sentido concluir que a gravação havia sido feita recentemente. Snake ficou impressionado. The Boss supostamente estava morta. O que ela estaria fazendo na Costa Rica?

    4) ‘Vou fazer pela garota, pela Paz’ – Snake. The Boss era a mentora de Snake, e a única mulher que ele havia amado. Mas, dez anos antes, Snake foi forçado a matar The Boss em uma missão – uma lembrança amarga que ainda o assombrava. Embora soubesse que ela não poderia ter sobrevivido, Snake não conseguiu recusar a proposta do professor. Dizendo para si mesmo que estaria intervindo como um elemento dissuasivo para um país indefeso – além de honrar a ‘Paz’ – Snake partiu para a Costa Rica. Lá, se deparou com uma unidade da Frente Nacional de Libertação Sandinista (SNLF – Sandinista National Liberation Front) que havia fugido da Nicarágua. Após ir contra o regime de Somoza, que era a favor dos EUA, esses rebeldes se tornaram alvo do grupo da CIA, que matou o comandante deles, deixando a unidade fragmentada.

    5) ‘Todos me tratam como uma criança, eu já não aguentava mais isso’ – Chico. Snake resgatou os Sandinistas e os convidou para ficarem na Mother Base – uma base de operações em alto mar fornecida pela KGB. Os filhos do comandante derrotado, Amanda e Chico, viram um pouco do herói Che Guevara em Snake, e passaram a idolatrá-lo. Isso provocou uma rápida expansão das forças de Snake. No entanto, ele nem estava perto de descobrir as reais intenções da CIA na Costa Rica.

    6) ‘Creio na paz através da dissuasão nuclear’ – Huey. Snake então encontrou Huey, um cientista preso em uma cadeira de rodas que estava sendo forçado a trabalhar para a CIA. Huey revelou o plano assustador da CIA – estavam desenvolvendo um sistema em que, caso ocorresse a detecção de lançamento nuclear inimigo, uma I.A. analisaria todos os dados disponíveis e executaria automaticamente um ataque nuclear em retaliação contra os alvos apropriados. Embora projetada para aumentar o poder da dissuasão nuclear, Coldman, o chefe de estação da CIA na América Central, na verdade planejava lançar a carga nuclear para demonstrar a eficiência da retaliação automatizada. Só faltavam cinco dias para essa ‘demonstração’. Snake correu até o laboratório de desenvolvimento par interromper a conclusão da I.A.

    7) ‘Você abandonou tudo – seu país, identidade, passado e ideais... Mas tem uma coisa que você ainda não abandonou’ – Miller. Após infiltrar-se no laboratório, Snake foi recebido pela voz da fita, a mesma voz de sua mentora, mas que na verdade era a voz da I.A. do sistema de retaliação. A desenvolvedora, Dra. Strangelove, havia selecionado The Boss – que era conhecida como o maior soldado de todos os tempos – como modelo intelectual para a I.A. No entanto, sucumbindo a uma obsessão pessoal, Strangelove saiu do propósito original da pesquisa – não só reproduziu a voz da The Boss, mas também estava prestes a trazer sua psique de volta à vida em forma de I.A. motivada por um tipo estranho de amor. E se The Boss pudesse ser revivida com todos os seus detalhes, apesar de estar em forma de I.A.? Snake hesitou, já que a ideia de Stangelove tocou em seu sentimento de perda. Com a guarda baixa, Snake foi capturado imediatamente. A I.A. de The Boss estava concluída, e o Peace Walker, um tanque de batalha articulado, equipado com uma carga nuclear e que hospedava esse sistema de retaliação por I.A., foi ativado.

    8) ‘Eu fui criado para lutar, sou uma arma’ – Snake. Snake lutou em vão enquanto o Peace Walker se preparava para lançar a carga. E com a catástrofe iminente, foi uma máquina que salvou a humanidade da aniquilação nuclear – a I.A. de The Boss afundou o Peace Walker no fundo do lago Nicarágua, interrompendo o lançamento. Com a crise já deixada para trás, Snake se aproveitou da mobilização recente para continuar a expansão da Mother Base sem limites. Snake percebeu que a I.A. agiu para salvar o mundo, mas isso não mudou o fato de que a escolha final desse sistema baseado na mente de The Boss foi o de largar as armas. Sendo ele próprio uma arma, Snake sentiu o ato como se sua própria vida tivesse sido rejeitada. Sem um dissuasivo, Snake e Miller convidaram os doutores Huey e Strangelove para ingressar na Mother Base e desenvolver o Metal Gear ZEKE, uma arma bípede que equiparam com uma ogiva nuclear, e acabou tornando a unidade uma potência nuclear.

    9) ‘Esse lugar não será mais o meu ‘céu’ – Paz. Enquanto isso, a Mother Base aceitou a Paz, que já era órfã, mas com o fim da crise perdeu também seu benfeitor da KGB. Contudo, tudo isso foi arquitetado por uma agência de inteligência conhecida como Cipher. Sob ordens da Cipher, Paz se aproximou de Amanda, Chico e dos outros, enquanto explorava a base cada vez mais, com planos secretos de roubar o ZEKE. Seu objetivo era usar a arma como barganha para forçar Snake a se tornar parte da divisão militar da Cipher. A tentativa de Paz falhou quando Snake derrotou o ZEKE, e ela foi arremessada nas águas do Mar do Caribe. Foi então que Snake descobriu que Chico havia se apaixonado por ela. O diário que ela mantinha na base foi descoberto alguns dias depois. Nele, foi revelada a história de uma jovem garota dividida entre servir a Cipher ou seguir o próprio coração.

    10) ‘Aqui é o Chico. A Cipher me prendeu em uma base militar dos EUA em Cuba’ – Chico. Com a possível revelação de Paz para a Cipher sobre a existência da carga nuclear de Snake, a Agência Internacional de Energia Atômica (IAEA) contatou a Mother Base para solicitar uma inspeção nuclear. Se vazasse informação sobre a existência de uma arma nuclear na unidade de Snake, ela seria severamente criticada em todo o mundo. Huey, agindo por conta própria, informou a IAEA que a Mother Base iria permitir a inspeção. Sua ideia era a de que se mantivesse o ZEKE escondido dos inspetores, mostrariam à comunidade internacional que não eram uma ameaça. Sem ter como cancelar a inspeção, Snake e seu grupo seguiram com as preparações. Enquanto isso, Amanda, que havia sido enviada a Cuba para ajudar os Sandinistas, descobriu que Paz sobreviveu. O momento não poderia ser pior. Com suspeitas de que ela havia traído a organização, Cipher capturou Paz e estava interrogando-a em uma base militar dos EUA no extremo sul de Cuba. Chico descobriu isso e saiu para salvar Paz por conta própria. Pouco tempo depois, uma mensagem de rádio de Chico chegou à Mother Base, dizendo que ele havia sido capturado.

    11) ‘Sei que tudo dói agora, mas passará em breve’ – Paz. Tendo uma noção da verdadeira identidade da Cipher, Snake não poderia permitir que o conhecimento de Chico e Paz caísse nas mãos deles. Além disso, se conseguisse resgatar a Paz, poderia conseguir obter informações dela que o ajudariam a lutar contra a Cipher. À beira de uma inspeção nuclear, Snake decidiu ir até Cuba..”

    “Em uma era onde o mundo ainda era dividido em oriental e ocidental... The Boss, mãe das forças especiais e heroína da Segunda Guerra Mundial, desertou para a União Soviética. Sob ordens do governo norte americano, seu último aprendiz, Naked Snake, tirou sua vida. Mas, para The Boss, a deserção não passava de um disfarce. Ela foi criada para se sacrificar e evitar uma guerra nuclear – Essa foi sua missão final. The Boss usou o Snake para garantir que o Legado dos Filósofos (Philosophers’ Legacy), um vasto investimento militar sob controle do Exército Soviético, alcançasse os Estados Unidos. Por essas ‘conquistas’ tão grandiosas, Snake recebeu o título de ‘Big Boss’. Após dar as costas para os EUA, Snake começou a recrutar soldados com a ajuda de Kazuhira Miller, um homem que ele conheceu na zona de guerra. Em 1974, a dupla construiu uma base secreta no Mar do Caribe. O exército privado de Snake continuou crescendo, até que a necessidade de possuir um elemento dissuasivo os induziu a obter uma arma nuclear. Enquanto isso, Major Zero, o homem que já havia trabalhado com Snake para criar a unidade de forças especiais FOX, usou o Legado dos Philosophers para expandir sua organização de inteligência, a Cipher. Cipher continuou alastrando suas raízes às camadas mais profundas dos Estados Unidos. Sem ter um grupo militar próprio, Zero desejava juntar-se novamente a Snake, seu amigo camarada, e enviou Paz, sua agente, para fazer contato. Apesar de Paz ter tentado roubar o Metal Gear Zeke, um tanque de batalha articulado e equipado com uma carga nuclear, Snake conseguiu impedi-la. Após ser lançada da cabine do ZEKE, Paz desapareceu, carregada pelas ondas do Mar do Caribe.”

    “A estrutura da Mother Base é composta por pessoas recrutadas em campo, principalmente pelo Snake, e por pessoas que decidem ingressar voluntariamente. Além de mercenários e soldados que serviam a governos, o lugar também abriga pesquisadores e outros civis. Juntos, todos formam um grupo sem fronteiras, ideologias ou ismos, sem distinguir idade, sexo, nacionalidade ou raça. O exército de Snake tem espiões que operam em todo o mundo. Os membros da inteligência investigam regiões de conflito, fortalezas e instalações de alto-risco, além de outros lugares de interesse. Investigam as forças instaladas, a logística, rotas de suprimentos, viabilidade das operações, cadeia de comando e padrões comportamentais – chegando até a obter os nomes e rostos de familiares dos membros. Essas informações são registradas para ajudar no planejamento de infiltração”

    “Após a vitória na guerra Hispano-Americana, os Estados Unidos obtiveram concessão de uma área em Cuba que foi colocada sob jurisdição militar. Mesmo com o despertar da Revolução Cubana nos anos 50, os EUA não deram sinal de que deixariam a base. A tensão tomou a forma de campos minados estendidos por ambos os lados, dividindo a base e o território cubano.”

    “O Estado Mario Conjunto (JCS), composto pelos chefes do exército, marinha, aeronáutica e dos fuzileiros, é a maior autoridade militar dos EUA. Ele está subordinado à Secretaria de Defesa e ao Pentágono.”

    “A base de descarte de armas nucleares na Ilha de Shadow Moses do arquipélago Fox, no Alasca, foi atacada e capturada por Forças Especiais de Última Geração, coordenadas por membros da FOXHOUND. Os terroristas dominaram centenas de ogivas nucleares e estão exigindo que o governo entregue os restos mortais do Big Boss. Solid Snake é chamado novamente para uma missão ultra-secreta para lidar com a maior ameaça terrorista que o mundo já viu.”

    *

    *

    *

    @platinadores

    6
  • luchta Ewerton Ribeiro
    2021-09-28 19:15:27 -0300 Thumb picture
    luchta checked-in:
    Post by luchta: <p><strong>Check-Out</strong> | Um dia eu ainda ter

    Check-Out | Um dia eu ainda termino esse jogo!

    11% de conclusão. Eu tento passar as missões, mas definitivamente os jogos de stealth não são a minha praia. Ei pago um pal para esse jogo por conta da otimização e beleza dos visuais dele. Claro que é um jogo muito bom, afinal é um Metal Gear feito pelo Kojima!

    Só vou instalar o Metal Gear Solid V: The Phantom Pain quando fazer 100% desse, mas está complicado demais. Acho que com tempo eu vou ver um detonado no YouTube para me ajudar.

    9
  • luchta Ewerton Ribeiro
    2021-01-22 06:45:16 -0200 Thumb picture
    luchta checked-in:
    Post by luchta: <p>Testei o&nbsp;<strong>Metal Gear Solid V: Ground

    Testei o Metal Gear Solid V: Ground Zeroes em resolução 2K (2560 x 1440) na minha TV nova, e mesmo com minha placa velhina ele segurou 60 FPS. Essa Fox Engine é boa pra caramba, esse Metal Gear deve ser o jogo mais bem otimizado da história. E pensar que o LIXO da KUNAMI abandonou essa engine ano passado e voltou a usar a Unreal Engine, pois com a saída do Hideo Kojima e equipe, eles não tiveram como atualizar e melhorar a engine. Isso me faz ter mais raiva ainda dessa empresa. Não sei se o Death Stranding é tão bem otimizado, afinal ele usa a Decima Engine, que foi melhorada pelo pessoal da Kojima Productions, em todo caso, ainda posso me deliciar com esse jogo e o MGS: PP. E a na minha opinião a KONAMI cometeu um crime contra humanidade com suas decisões.

    9
    • Micro picture
      santz · almost 2 years ago · 2 pontos

      Das companhias clássicas japonesas, acho que é a pior companhia. Ou será que a Nintendo é pior?

      1 reply
    • Micro picture
      tiagotrigger · almost 2 years ago · 1 ponto

      Pois é, jogo bonitão e jogabilidade excelente, pena que já era.

  • mateusfv Mateus
    2020-12-31 15:51:34 -0200 Thumb picture

    Top 10 piores de 2020

    Agora chegou o momento de falar mal mesmo da cambada, apesar que no geral essa minha lista tem vários jogos certificados pela sociedade G.A.M.E.R como ruins, tirando uns 2 que vão dizer que sou maluco, ou que não entendo "obras de arte".

    Mas bem vamos numerar a desgraça:

    Numba 10 - Call of Duty: World at War

    O primeiro jogo da Treyarch na franquia tá longe de ser um dos melhores CODs, ele tem a capacidade de ser mais linear que os outros jogos da franquia que já são lineares, e oque eu quero dizer com isso, digamos que no primeiro MW tenha alguma missão me quem se tem um certo campo aberto pra andar, tipo tem a estrada e umas arvores do lado que daria pra pegar um cover.

    Nesse jogo só da pra andar pela estrada e ao redor dela tem uma parede invisível gigante kk, fora isso a campanha no pacifico é chata pra caralho, agora a parte jogando com o Dimitri na frente europeia ai sim é bacana, tanto que o Reznov voltou pro primeiro BO e o Miller nem se sabe oque aconteceu.

    Numba 9 - Infamous Second Son

    Pessoalmente eu desgosto mais desse jogo do que do primeiro Infamous, mas tenho que admitir que ao menos tem mais oque se fazer nele do que no primeiro jogo.

    Ainda sim é um jogo ruim :v

    Numba 8 - Infamous

    O primeiro Infamous com certeza é um jogo pior que o primeiro Uncharted, mas de longe, missões tudo ruim, história que se leva a sério demais, mundo aberto vazio cheio de inimigo te dando tiro de tudo quanto é canto, e acho que é isso, a evolução do primeiro pro segundo jogo é dia e noite.

    Numba 7 - Final Fantasy XV

    4 patetas ficam acampando pelo seu reino ao invés de ir tomar o seu lar de volta, esse é o resumo do FF XV, esse jogo tem o combate ruim (aonde é só segurar um botão, e esperar tudo morrer), história mais bagunçada e perdida que cego em tiroteio, e é o sinônimo de jogo feito as pressas e nas coxa, ainda sim ele tem uma trilha sonora do caralho, e por incrível que pareça é divertido de jogar, é um guilty pleasure fudido, mas com certeza é um jogo ruim.

    Numba 6 - Assassin's Creed Unity

    Acho que não existe um patch nesse mundo que resolva esse jogo, sim ele é bem menos bugado que no lançamento, ainda sim ele continua um jogo ruim igual kk

    História ruim, protagonista bunda mole do caralho que é um pau mandado da ordem, combate horrível, o inicio do fim com os elementos de RPG que pelo visto acabaram com a franquia, o jogo trava tanto quanto aqueles velho de bar da esquina, e sim ainda existe uma boa quantidade de bugs nesse jogo.

    Resumindo o negócio é ruim mesmo :v

    Numba 5 - Prince of Persia (2008)

    Me lembro que quando falei que esse jogo era ruim pro @jcelove, ele não tinha acreditado de primeira, mas foi só começar a jogar que percebeu a parada divertida que é ficar catando bolinha de luz por ai kk.

    Eu acabei jogando ele de volta pq n tinha mais nada pra jogar no PS3 na época, e sim ele continua horrível, gameplay muito, mas muito simplificado, no nível 4 babys, tanto que é impossível de morrer no jogo, história até interessante mas que n é trabalhada bem, e né, catar 1 trilhão de bolota de luz pra poder progredir no jogo, eu acho o Prince e a Elika dois personagens legais, pena que o jogo deles é tão merda assim.

    Numba 4 - Resident Evil 6

    A questão é, alguém realmente gosta dessa porra? kk

    A campanha "menos pior" é a do Leon de fato, ainda sim ela é ruim pra cacete, assim como todas as outras 3 campanhas desse jogo, esse jogo atira pra tudo quanto é lado e não acerta em lugar nenhum.

    É aquela velha história, quando se tenta agradar todo mundo, no final você não agrada ninguém :v

    Única contribuição dele pra série foi fazer ela "voltar as origens", mesmo que o voltar as origens da Capcom seja feito nas coxa kk

    Numba 3 - Journey

    "Ah mas esse jogo é uma obra de arte", "Ah vc não entendeu a mensagem do jogo", e pra isso eu digo "minha bola esquerda", essa porra mal é um jogo, e é mais um da grande leva de indie leseira que a galera paga um pau fudido por ser algo "diferente".

    Porém se você sofre de insônia, esse "jogo" pode te ajudar a pegar no sono rapidinho kk

    Numba 2 - Metal Gear Solid 4: Guns of The Patriots

    Falei que se o jogo fosse ruim, ele iria aparecer nessa lista aqui também.

    Com certeza a pior novela mexicana interativa que tive o desprazer de jogar.

    Novamente se não souber do que estou falando:

    Numba 1 - Metal Gear Solid V: Ground Zeroes

    Nem tem como defender essa demo paga safada, que mesmo se fosse de graça ainda seria ruim por conta do level design horrível que ele tem de 1 bilhão de inimigo em um mapa minúsculo kk

    A única vantagem sobre os outros é que ao menos acaba rápido, tipo uma meia hora :v

    -----------------------------

    E com isso termino novamente mais uma lista do ano, agora só falta as dos melhores, aonde vão dizer que eu sou feio e bobo, além de estar errado, pois falei mal da "obra prima" do Kocina Japonesa.

    Lista com os tops anteriores

    24
    • Micro picture
      santz · almost 2 years ago · 2 pontos

      Cara, o primeiro Call of Duty é tão foda. Eu curti demais quando joguei, cheio de ação e momentos tensos. O fato do jogo ser linear não é um demérito, é só um estilo de level design.

      2 replies
    • Micro picture
      andre_andricopoulos · almost 2 years ago · 2 pontos

      Second Sim é maravilhoso, não?

      3 replies
    • Micro picture
      kratos1998 · almost 2 years ago · 2 pontos

      Ainda nao joguei o Second son, mas eu amo o primeiro, que absurdo kkkkkk

      2 replies
  • endome Endome
    2020-09-10 14:43:51 -0300 Thumb picture
    endome checked-in:
    Post by endome: <p>Enfim, joguei (E zerei) Ground Zeroes. Apesar de

    Enfim, joguei (E zerei) Ground Zeroes. Apesar de ser BEEEEEM curto, arrisco dizer que ele é melhor que o Phantom Pain inteiro!

    Enfim, foi uma breve experiência, mas amei cada segundo dela. Arrisco dizer que é um dos melhores Metal Gear disparado!

    7
    • Micro picture
      augus · about 2 years ago · 2 pontos

      Não dá para não olhar para essa última imagem e não ouvir, automaticamente, o boss falando : "Kept you waiting, huh".

      1 reply
    • Micro picture
      mastershadow · about 2 years ago · 1 ponto

      Pelos menos nesse a gente joga com o Big Boss kkkkkkk

  • luchta Ewerton Ribeiro
    2020-07-13 07:24:39 -0300 Thumb picture
    luchta checked-in:
    Post by luchta: <p><strong>Check-Out</strong></p><p><a href="https:

    Check-Out

    Eu salvei o Hideo Kojima, ele tomou uns tiros mas tá vivo. A KONAMI tinha capturado o cara e mantido ele de refém, mas o Snake foi ao resgate. Infelizmente, sem a mente brilhante desse homem essa organização maligna criou Metal Gear Survive, que teve consequências terríveis para a humanidade. Mas pelo menos o Kojima está livre e feliz para trabalhar nos jogos que quer!

    13
    • Micro picture
      felipe_souza_c · over 2 years ago · 3 pontos

      Konami Konami... agora são eles que sentem a "Dor Fantasma".

    • Micro picture
      endome · over 2 years ago · 2 pontos

      Tá melhor q o Self insert do Neil Druckmann no Tlou 2 :V

      3 replies

Load more updates

Keep reading &rarr; Collapse &larr;
Loading...