Medium picture

echonn Efraim Echonn

Se você acha Dark Souls difícil; é por que nunca jogou Ghost'n Goblins.


over 7 years ago 2014-01-02

Killer is Dead


Suda 51 é um japonês simpático com ideias interessantes que enche suas obras com uma estética bastante peculiar. Assim como Tim Burton, Guilhermo del Toro, Clive Baker, entre outros, Suda 51 tenta empurrar seu universo emblemático em um mercado tão mal-acostumado com blockbusters estilo Naughtydog que fazer uma análise de uma de suas obras requer cuidado.

Killer is dead me lembra os contos de Edgar Allan Poe que costumava ler quando criança, onde o clima soturno sempre estava presente, mesmo a luz do dia. Assim como outros, suas obras não são para todos, carecem de elementos comuns e previsíveis, constantes em blockbusters que caem no gosto popular. Fique certo de que não estou falando que Killer is dead é uma obra única e espetacular, longe disso, mas a tentativa de se colocar uma visão diferente num jogo merece respeito quando nos referimos a uma indústria repleta de remakes e anuidades.

Mondo, personagem principal, caracteriza-se por um ter um braço mecânico, carregar uma espada katana e gostar de ovos cozidos. Trabalha para uma agência que caça perigosos criminosos e assassinos ao redor do mundo. Sua aventura começa pela caça da cabeça de um lunático que vive, adivinhe onde, no lado escuro da lua e deseja dominar o mundo.
Considerado pela crítica ocidental como o mais nonsense projeto de Suda até então, o jogo teve uma recepção aqui no ocidente bastante fraca, conseguindo notas baixíssimas da imprensa especializada mas foi aclamado no Japão, recebendo uma das maiores notas da Famitsu (35 de 40) uma das mais importantes e tradicionais revistas de games japonesas.

Tecnicamente o jogo é bom, jogabilidade fluida e mecânicas precisas em quase toda a trajetória com pequenos e pontuais bugs. Nada de especial vemos aqui porém, não é na jogabilidade que o Suda adiciona nada, tampouco na história sem pé nem cabeça. O que este jogo tem a mais é justamente o clima. O desenho escuro e a trilha sonora sombria te colocam num universo que faz seus sentidos embrulharem.

Não invista seu dinheiro nele se você não for fã do Suda 51, ou jogador que procure por algo diferente. Mas vale a pena baixar a demo, pegar emprestado ou alugar para conhecer.

6.5 6.5 10
Overall
7.0 Gameplay
5.0 Story
7.0 Music
7.0 Graphics
Clima soturno
Boa jogabilidade
Bugs pontuais
História sem pé nem cabeça

2 of users found this review helpful.


Outras críticas do mesmo autor:

Keep reading → Collapse ←
Loading...