This game doesn't have any review. Be the first one to review it!

Add Review


  • 2021-07-30 19:20:52 -0300 Thumb picture
  • fonsaca Adriano Luís Fonsaca
    2021-07-26 17:35:10 -0300 Thumb picture
    fonsaca checked-in:
    Post by fonsaca: <p>Enfim consegui gravar um segundo CD que meu PS2

    Enfim consegui gravar um segundo CD que meu PS2 lê. Só que, na hora da troca de discos, o PS2 não reconhece a substituição... se não me falha a memória, esse bug acontece com todo jogo de PS1 que tem mais de um CD. O problema é que Parasite Eve não possui a opção de salvar quando se termina o primeiro disco, logo não conseguirei fechar novamente... bem, eu tentei.

    23
    • Micro picture
      jcelove · 5 days ago · 2 pontos

      Oxe, o ps2 bug na troca de discos? Não sabia disso. Tem mod é? Modchip que zoa a compatibilidade. Joguei bem pouco ps1 no ps2 mas nunca soube de problemas assim.

      7 replies
    • Micro picture
      seufi · 5 days ago · 2 pontos

      Esse jogo e o 2º mereciam uma coletânea pras novas gerações. Eles têm uma jogabilidade excelente e uma história muito boa. São de uma de ouro há muito extinta da SE

      1 reply
    • Micro picture
      tiagotrigger · 5 days ago · 2 pontos

      Triste esse bug ai. Comigo nunca aconteceu então nem sabia disso.

      1 reply
  • fonsaca Adriano Luís Fonsaca
    2021-07-22 11:28:36 -0300 Thumb picture

    PS2 melhor que PS4?

    Na luta pra conseguir gravar um segundo CD funcional para o meu PS2, acabei religando o primeiro disco. Como acabei de jogar o Final Fantasy VIII Remastered no PS4 (e na mesma televisão LED) a comparação se faz necessária. O FF VIII R tem o aspecto da tela 4:3, mas deixaram os personagens e inimigos (nas batalhas) com uma "bela definição HD". Ok, mas os cenários ficam bem borrados pq eles não mexeram nisso e alguns personagens coadjuvantes tbm ficam assim pq não remodelaram eles...

    Já um jogo de PS1, jogado num PS2  e engatado na TV com um cabo de vídeo componente (o Parasite Eve aqui), fica: widescreen, os gráficos "antiquados e quadriculados" acabam tendo uma disposição melhor pela tela e a imagem fica, no geral, melhor do que a do FF VIII R! Em especial os cenários, claro. Só que achei o geral melhor, estranho ver bonecos full HD com o resto zuado. Gente, realmente esses remasters são balela pra te sugar dinheiro. A próxima vez que for rejogar o FF VIII será no PS2. Azar daquela versão do PS4.

    18
    • Micro picture
      thiagoreis · 10 days ago · 2 pontos

      É o que as empresas mais fazem.. Remasters Porcos, que qualquer emulador minimamente configurado, gera uma imagem melhor e mais agradável... Preguiça das empresas..

      3 replies
    • Micro picture
      thiones · 10 days ago · 2 pontos

      Pra mim esse remaster só vale mesmo pelos troféus. Por poderia ser o mesmo lá de 99 que não faria diferença nenhuma(mas com preço compatível pra um jogo de 22 anos de idade).

      1 reply
    • Micro picture
      mastershadow · 10 days ago · 2 pontos

      Foda isso, pq como os cenarios são fotos, eles nao se dao ao trabalho de refazer as fotos em alta resoluçao, ai acaba ficando essa aberração mesmo

      1 reply
  • netogermano Neto Germano
    2021-05-10 12:33:36 -0300 Thumb picture
    netogermano checked-in:
    Post by netogermano: <p>#img#[774139]</p><p>Terminado!</p><p>&nbsp;Taí u

    Terminado!

     Taí um jogo que sempre ouvi falar bastante quando tinha meu Playstation, mas, nunca cheguei a jogar... Mas isso mudou depois que decidi jogar os RPGs de PS1 no meu vita. 

    Acontece que muitas vezes meu vita passa meses parado, na real, infelizmente não curti muito a biblioteca do vita, então o que mais jogos são emulador ou PS1/PSP. Porém nem isso andei fazendo mais... Daí, decidi então ir atrás dos RPG's do PS1, porque não só são um dos gêneros que mais se sobre-saiu no PS1, como tem a chance também de ser os menos datados e por serem longos é ainda melhor. Então, como já tinha o Parasite Eve no Vita, comecei por ele.

    E que bom que eu fiz, gostei muito do jogo, a história, gameplay, são bons, mesmo que com alguns probleminhas. Acho que o que eu menos gostei do jogo foi a incerteza que você tem, porque não é possível comprar nada, então te falta segurança do que você vai obter, e o sistema de level up achei meio confuso e com isso, só depois de algumas horas foi que vi o menu pra melhorar a barra de ação da personagem... Mas, tudo foi caminhando bem depois que me acostumei com o sistema do jogo. Só foi tenso mesmo o final, porque como você só controla um personagem, muitas vezes não sobra margem pra erro.

    Tanto é que zerei sem nenhuma cura e se a ultima forma do boss não causasse tão pouco dano, não tinha rolado não. Hehe

    20
    • Micro picture
      jcelove · 3 months ago · 2 pontos

      Boa, PE é ótimo ainda hoje. Gosot mais de jogar ele que o 2, que tbm é muito bom, mas puxou bem mais pra survivor horror estilo RE.

      O sist de evolução é bem simples até, o que pegou?

      O inventário limitado é uma chatice mesmo. a primeira vez que joguei foi em japones e cheguei no navio no final sem saber que o Wayne podia guardar itens na delegacia. Só saquei qdo ele aparece antes do final boss e pergunta se quer guardar ou pegar alguma coisa além de guardar as armas que vc vai usar no NG+.hehe

      Ai fiquei nesse sufoco pq passei o jogo todo jogando fora item de cura e arma pensando que não podia segurar e cheguei no final boss basicamente só com os medicine 4 que o amrinheiro da no barco.hehehe

      3 replies
    • Micro picture
      zefie · 3 months ago · 2 pontos

      Sempre tive curiosidade com esse mas também nunca joguei. Acho que devo animar depois de ler o livro que serviu de inspiração pro jogo

      1 reply
  • 2021-04-19 08:43:02 -0300 Thumb picture

    #331 - Parasite Eve [PlayStation] 1998

     Com o aumento da popularidade do terror graças a Resident Evil, a Squaresoft lançou um jogo que mistura elementos de survival horror com RPG. A história do jogo é uma espécie de sequência de um romance japonês de mesmo nome. O jogador controla Aya Brea, uma agente novata da NYPD. Durante um show de ópera, todos os convidados e artistas entram em combustão espontânea, exceto Aya e a cantora, que se revela mais tarde como Eva. Durante o combate, o jogador precisa desviar dos ataques dos inimigos enquanto espera a barra ATB encher e daí executar uma ação. O jogador pode alterar o atributo de armas e armaduras usando as ferramentas. Foi o primeiro jogo da Squaresoft com classificação M para adultos.

     - O jogo já te ganha na abertura, com uma música fantástica e marcante. Depois temos a cena da ópera com todos em chamas, apavorante, mas muito bem construída. A temática de combustão espontânea é uma ameaça bem assustadora, então o clima de suspense e terror está presente o tempo todo. Os gráficos são um grande destaque, com criaturas grotescas, cenários realistas e animações incríveis. O trabalho de Yoko Shimomura na trilha sonora é impecável, com um estilo inorgânico e sombrio. O combate do jogo é muito bom e o jogador precisa estar sempre atento para desviar dos golpes e ficar atento para que o inimigo esteja dentro do raio de ação para conseguir atacar. O sistema de armas e upgrades também é muito bem aplicado.

    Nota pessoal: ★★★★★

    @andre_andricopoulos, @old_gamer, @ziul92, @mardones, @porlock, @darlanfagundes, @jokenpo, @darth_gama, @armkng, @lgd, @noyluiz, @marlonildo, @volstag, @manoelnsn, @gus_sander, @willguigo, @thecriticgames, @sergiotecnico, @srdeath, @melkorbelegurth, @avmnetto, @spider, @denis_lisboadosreis, @fredson, @hyuga, @wcleyton, @bobramber, @carlosneto, @thiagobrugnolo, @rensan, @eduardo_wrzecionek, @christciamn, @warconnor, @dobkeratops_king [Quem quiser ser marcados nas próximas postagens, é só botar nos comentários] 

    45
    • Micro picture
      warconnor · 3 months ago · 3 pontos

      nossa amo
      apesar de não ter zerado joguei bastante

      1 reply
    • Micro picture
      _gustavo · 3 months ago · 4 pontos

      Fácil um dos melhores do PSX, apesar que pessoalmente eu sou mais fã do segundo, porém joguei muito o 1 tbm na época

      3 replies
    • Micro picture
      thecriticgames · 3 months ago · 2 pontos

      Zerei o jogo fazendo ambos finais, gosto mas talvez por só ter jogado nos emuladores fora da época eu acho que ele envelheceu um pouco mal com respeito a dificuldade e a velocidade, o acho um game lento e bem difícil principalmente pra quem deseja arriscar a Chrysler Building.

      2 replies
  • onai_onai Cristiano Santos
    2021-04-18 20:38:56 -0300 Thumb picture

    Out of Phase

    Em 1998 eu finalmente entendia para que serviam as mitocôndrias!

    23
    • Micro picture
      jcelove · 3 months ago · 2 pontos

      Eu tbm.hehe

    • Micro picture
      fonsaca · 3 months ago · 2 pontos

      Pior que era uma febre na ciência da época essa coisa de mitocôndrias. Apesar de não ter precedentes por serem extremamente padronizadas, a galera citava essa pira de combustão espontânea e afins em várias obras audiovisuais.

  • 2021-04-12 14:28:32 -0300 Thumb picture
    30
    • Micro picture
      jongamezon · 4 months ago · 3 pontos

      lindaa

    • Micro picture
      danielgfm · 4 months ago · 2 pontos

      Parasite Eve 1 e 2, dois jogos deliciosos da Square.

    • Micro picture
      qu0re · 4 months ago · 1 ponto

      Ficou maravilhosa, eu só a vi no Third Birthday, la ela estava com cabelo curto, não se se nos originais ela tinha um mais longo, mas ainda assim

  • 2021-03-08 13:18:58 -0300 Thumb picture

    Falaremos hoje de um jogo com uma protagonista badass: Parasite Eve

    Parasite Eve é um RPG que mistura elementos de turno e ação, desenvolvido e publicado pela Squaresoft no ano de 1998 para o Playstation. O jogo é uma sequência do romance Parasite Eve, escrito por Hideaki Sena; é também o primeiro jogo da série de videogames Parasite Eve.

    O jogador assume o papel de Aya Brea, uma novata do departamento de polícia de Nova Iorque, indo assistir a uma ópera no Carnegie Hall com um encontro às cegas na cidade de Nova York na véspera do Natal de 1997. Durante a ópera, todos no prédio entram em combustão espontaneamente, exceto Aya e uma atriz no palco chamada Melissa Pearce.

    Aya confronta Melissa no palco, e Melissa diz que as mitocôndrias de Aya precisam de mais tempo para se desenvolver. Ela foge para os bastidores, com Aya dando a perseguição. Nos bastidores, Melissa então se transforma em uma besta e foge para o esgoto, declarando que seu nome agora é Eva (Eve).

    Então,os próximos eventos do jogo ocorrem ao longo de um período de seis dias, enquanto Aya investiga e tenta impedir Eve, que planeja destruir a raça humana por meio da combustão humana espontânea.

    No gameplay, Parasite Eve é um jogo que mistura elementos de ação e turno. Após o jogador passar por um ponto específico, há uma chance de um encontro aleatório. Os inimigos se materializam e atacam o jogador na mesma tela em que movem Aya pelo mapa, sem mudar de tela, entrar em outro ambiente ou um modo batalha.

    Na batalha, o jogo usa um sistema de combate em tempo real pausável com uma barra de tempo ativa (ATB) que define o tempo que deve ser aguardado até que o jogador possa realizar sua próxima ação.Enquanto espera por sua vez, o personagem do jogador Aya pode ser movido para se esquivar dos ataques inimigos.

    A cada turno, o jogador pode escolher entre atacar com sua arma equipada, usar PE (Parasite Energy) para lançar magias de ataque, defesa ou assistência, usar itens, trocar a arma ou armadura e fugir da batalha.

    Se o jogador escolher atacar, a batalha pausa brevemente e uma cúpula / esfera simbolizando o alcance da arma aparece, permitindo ao jogador mirar em um inimigo dentro do alcance. Quanto ao PE, ele recarrega durante a batalha.

    32
    • Micro picture
      supernova · 5 months ago · 2 pontos

      Saudades deste jogo

    • Micro picture
      gusgeek · 5 months ago · 2 pontos

      <33

    • Micro picture
      kalini · 5 months ago · 2 pontos

      Amo muito esse game pelo visual dos monstros epor ter uma protagonista feminina com muita atitude.

      1 reply
  • fonsaca Adriano Luís Fonsaca
    2021-01-31 12:26:56 -0200 Thumb picture
    fonsaca checked-in:
    Post by fonsaca: <p>Novamente, o esgoto foi bem mais rápido do que l

    Novamente, o esgoto foi bem mais rápido do que lembrava, talvez pq não fiquei explorando e ganhando leveis. A centopeia foi o primeiro chefe que me tirou muita vida e é mais complicado de desviar, mas o melhor colete que achei até agora tem justamente a habilidade que faz a Aya se curar sozinha. Parasite Eve, afinal, é um jogo bem direto e intuitivo. Até agora foi só equipar as melhores armas e coletes que está sendo um passeio. Nem tive que parar pra evoluir. Só tem que ficar esperto com o HP, perigoso deixá-lo menos da metade.

    Chefe vencido e foi a hora de mudar de CD, mas poxa Square, não tem opção de salvar antes de trocar! Me lasquei e perdi o progresso, pq ainda não peguei o segundo disco...

    27
    • Micro picture
      onai_onai · 6 months ago · 2 pontos

      Cuidado com a lacraia!

      3 replies
    • Micro picture
      jcelove · 6 months ago · 2 pontos

      Vale a pena explorar os esgotos, tem uns itens legais incluindo uma supertool se me lembro. Ela permite passar atributos de uma arma pra outra sem destrui-la.

      Se quiser desafio passa na werehouse antes de ir pro museu. La é uma area totalmente opcional mas com inimigos muito acima do nivel do jogo ate agora incluindo um boss q pose matar a aya com 1 hit depebdendo do nivel q ela esta. Mas a recompensa é o lanca missil at4, arma mais forte do jogo normal.

      Era comum os jogos trocarem de disco sem salvar antes nessa epoca, PE ainda da uma colher de cha pq tem um telefone perto antes de triggar a cena.

      1 reply
    • Micro picture
      mastershadow · 6 months ago · 2 pontos

      Apanhei de primeira do boss opcional da Warehouse, depois voltei la full pistola, com a pistola que permite 2 turnos e detonei ele ahuuaua

      1 reply
  • fonsaca Adriano Luís Fonsaca
    2021-01-30 13:27:46 -0200 Thumb picture
    fonsaca checked-in:
    Post by fonsaca: <p>O tempo passa e o tempo voa (<del>e a poupança B

    O tempo passa e o tempo voa (e a poupança Bamerindus continua numa boa), fazem quase duas semanas desde a última vez que joguei.

    O hospital foi mais fácil do que me lembrava e agora estou indo para o famigerado esgoto, mas imagino que o pior ainda estará por vir: o museu.

    Esqueci de comentar anteriormente, mas interessante como muitos jogos (especialmente os mais antigos) tentavam justificar seus sistemas na narrativa como aqui no PE. Parece um detalhe bobo, mas acrescenta bastante na composição do todo num jogo.

    Uma das coisas que menos gosto em RPGs são os inventários limitados. Ok que dá uma "realidade" você não ter uma "mochila infinita/sem fundo", mas sempre achei muito limitador. Você acaba usando menos ainda as opções de itens pq acaba jogando tudo no estoque e esquecendo de muita coisa. Fora isso, interessante jogos com equipamentos melhor pensados. Prefiro que um jogo tenha uma lista com só algumas dezenas de equipamentos, mas com cada um sendo memorável e específico do que 500 que mudam um atributinho ou outro.

    Uma coisa que não lembro se já li/vi/ouvi alguém dizendo com certeza: se os amuletos que o Maeda dá pra Aya servem para alguma coisa ou se só são enfeite. Parece que até hj existe uma lenda acerca disso e algumas pessoas acham que serve pra algo e outras não.

    28
    • Micro picture
      lordsearj · 6 months ago · 3 pontos

      Esse pra mim é até hoje um dos melhores que joguei, de todos os estilos. Está no meu TOP 10.
      Vou jogar de novo ainda.

      1 reply
    • Micro picture
      onai_onai · 6 months ago · 2 pontos

      Eu acho legal quando limita a quantidade de itens porque fico imaginando o personagem levando as coisas numa mochila e com isso escolhendo apenas o realmente necessário. O que me faz lembrar também os RPGs de livros. É a Poupança Bamerinduuuuus, dus, dus, dus!

      1 reply
    • Micro picture
      rax · 6 months ago · 2 pontos

      Boa observação.

      Eu curto quando tem um inventário ilimitado para dar uma sensação que eu to jogando um VIDEO GAME e NÃO precisa ser realista 100% o tempo todo com o mundo real (ao meu ver isso fica meio boring ser realista toda hora num jogo,mas entendo e respeito quem curte inventário limitado por ser mais realista.)

      4 replies

Load more updates

Keep reading &rarr; Collapse &larr;
Loading...