This game doesn't have any review. Be the first one to review it!

Add Review


  • 2022-09-12 22:03:41 -0300 Thumb picture

    Comparitlhando uma live

    Olá Pessoal. A minha amiga da Steam, Alana, está em live jogando Stardew Valley. Quem quiser e poder dar uma força, com certeza ela agradece.
    https://www.twitch.tv/alaninhaisnthere

    2
  • giulyb giuly
    2022-09-05 13:36:29 -0300 Thumb picture
    Post by giulyb: <p>teamoteamoteamo</p>

    teamoteamoteamo

    1
  • 2022-08-10 08:26:02 -0300 Thumb picture

    Ranking Semanal Steam #012

    Bom dia galera !

    Hora de conferir o desempenho da semana !

    -----

    @mastermune alcançou o topo da semana, parabéns ! 🏆

    @gv_silva garantiu a prata ! 🥈

    @_gustavo ficou com o bronze 🥉

    @marcelokiss487 ficou na quarta posição 🎖

    @tyagoextreme fechando o top 

    -----

    Boa semana a todos !

    Interessados em participar do ranking, acessem esse link !

    https://alvanista.com/steamtadores/posts/3911788-limpeza-novidades-e-novas-regras

    @arthurdias25, @_gustavo, @railracer, @noblenexus, @carlospenajr, @emphighwind, @gv_silva, @sweet_lorelei, @leoaldrighi, @sergiotecnico, @marcelokiss487, @mastermune, @mysteron , @ghoulslasher, @tyagoextreme, @foxwire96, ,@ramonplayerone @victorlemes @lleogame @dlima

    28
  • rafa9000 Rafael Gazola Ghedini
    2022-08-02 10:01:20 -0300 Thumb picture

    Desafio 30 dias de games - dia 27 - Jogo indie favorito

    Aqui a coisa fica dificil, amo tantos indies, acho que vou ficar com um empate ou melhor 3 empates. Os meus jogos indies favoritos e os que eu mais joguei de certa forma são Stardew Valley, Terraria e Hollow Knight. Todos os 3 são puta jogos com uma gameplay gostosinha e viciante alem de muito bem feita, ótimo level designe, trilha sonora viciante, como não ficar na cabeça com as musiquinhas de Stardew Valley? Como não se viciar pela caça a minerios e tesouros em Terraria, explorando cada caverna, cada dungeon e bioma? Como não se encantar com o estilo artistico e historia de Hollow Knight?

    Menção horosa a Celeste e sua gameplay/level designe perfeitinhos alem de historia e a Dont Starve e sua ótima gameplay de sobrevivencia/crafting.

    14
  • gabrielluiz Gabriel Luiz
    2022-07-17 23:29:57 -0300 Thumb picture
    gabrielluiz checked-in:
    Post by gabrielluiz: <p>Finalmente criei coragem e completei o centro co

    Finalmente criei coragem e completei o centro comunitário. Essa é minha segunda fazenda, na primeira eu fui pelo caminho da Joja. Terminei no outono do ano 2.

    Sempre fico com vontade de experimentar um chá verde.

    5
    • Micro picture
      voltaico · 2 months ago · 2 pontos

      Depois que se joga uma vez, fica bem fácil terminar no primeiro ano mesmo. Passei 5 anos fazendo as coisas em um save, quando fui rejogar depois da atualização, fazia dinheiro até respirando hahaha
      O jogo de uma vida. ❤️

  • barbapixels BarbaPixels
    2022-06-26 16:35:03 -0300 Thumb picture
    barbapixels checked-in:
    Post by barbapixels: <p><strong style="background-color: initial;">Check

    Check-in #02: Voltando na Fazenda!

    Apesar de ser o jogo que mais joguei nos últimos dez anos, nunca fui capaz até hoje de fazer o final perfeito em Stardew Valley. Estou há alguns meses com o projeto de finalmente encontrar a perfeição, e hoje decidi voltar à minha fazenda.

    Geralmente eu curto jogar Stardew Valley ouvindo podcasts, pois combina super bem!

    9
  • 2022-05-29 22:32:22 -0300 Thumb picture

    Bem vindo @cosunsc!

    Seja bem vindo ao Alvanista @cosunsc! A rede é demais, com certeza você vai gostar! =]

    1036

    20
  • 2022-05-09 14:09:49 -0300 Thumb picture

    Stardew Valley ultrapassa 20 milhões de cópias vendidas

    Stardew Valley, o simulador RPG de vida na fazenda lançado em 2016, já alcançou 20 milhões de unidades vendidas em todas as plataformas. 

    O site oficial do jogo revelou que até março de 2022, ele já havia vendido mais de 20 milhões de cópias em todas as plataformas, com 13 milhões de cópias apenas no PC.


    Ele foi anunciado em 2016 e, em dois meses, ultrapassou o marco de 1 milhão de cópias vendidas. Em janeiro de 2020, Eric Barone, desenvolvedor do jogo, havia mencionado que ele já tinha ultrapassado a marca de 10 milhões de cópias vendidas e, em agosto de 2021, o game alcançou 15 milhões.

    Eric Barone está trabalhando em um novo jogo agora, chamado Haunted Chocolatier, onde o jogador trabalhará em uma fábrica de chocolates/castelo assombrado. O protagonista irá morar no castelo e fazer doces com base em ingredientes que encontrar.

    "Em Stardew Valley, o foco era mais humilde: viver da terra, plantar comida, e conectar com as pessoas e natureza ao seu redor. Porém, como meu próximo game, queria explorar possibilidades mais fantásticas... experiências que levam você além do ordinário. É aí que entra o chocolate mágico assombrado."

    7
    • Micro picture
      kess · 5 months ago · 2 pontos

      Ver isso me faz ter saudades de Monster World, um jogo de fazendinha que tinha no facebook...
      Stardew Valley é um daqueles jogos que parecem eternos, como Minecraft, GTA e afins...

  • tiagotrigger Tiago Prado Oliveira
    2022-03-01 22:44:03 -0300 Thumb picture
    tiagotrigger checked-in:
    Post by tiagotrigger: <p>Joguei um tempão em coop local esses dias e acho

    Joguei um tempão em coop local esses dias e acho que fiquei mimado com isso. É muito mais legal de jogar do que single player. Você faz as coisas tudo mais rápido. Enquanto um vai pra um lugar o outro faz outra coisa. Mesmo que esse tipo de jogo ainda seja bem lento as coisas parecem mais rápidas no coop.

    16
    • Micro picture
      noblenexus · 7 months ago · 2 pontos

      Tudo é melhor em coop, Jogos de fazendinha ficam bem menos tediosos assim, eu sempre jogo com a minha mulher em coop, jogar solo esse hoje em dia parece errado srsr

      1 reply
  • danielgfm DoomGuy
    2022-01-25 10:35:56 -0200 Thumb picture

    Muito mudou, mas também não mudou.

    Medium 3898217 featured image

    Desde que eu entrei no Alvanista, a minha base de jogos era o PS3 / PSP / Nintendo DS / PC, sendo este último a minha plataforma de fato desde 2001 e ainda me dou muito bem com ela, principalmente porque é aqui que estão os meus amados emuladores (Vida longa a emulação).

    Sempre fui - e serei - um grande defensor da emulação, faço isto desde 1997 e, até agora, não vejo motivos para largar o osso, na verdade, com os consoles da geração passada sendo emulados, e tendo ainda um quão sem números de consoles e computadores que eu nunca emulei na vida, tenho infinitos títulos para jogar, então.

    Ainda assim, não é porque eu goste de emulação que eu não compre jogos. Não digo que eu gastei 5000 reais em jogos, porque só pego em promoção, mas tenho uma boa quantidade de títulos originais nos consoles, até que tenho.

    Chegou 2013 e vieram o PS4 e o XBoX One e nem dei bola para eles, principalmente pelo fato que sempre começo de geração rola muito os jogos de transição e nada de interessante para se gastar - pelo menos para mim - então continuei de boa com o meu combo aí acima e seguimos em frente.

    Ano vem, ano vai, e nada de interessante aparecia nestes dois sistemas, o Wii U, que era um tablet sem ser um tablet da Nintendo, nasceu e morreu mais rápido que o Dreamcast, então a Nintendo quase me passou batido com exceção da minha extrema vontade de pegar um Nintendo 3DS - que ainda existe até hoje -, mas por conta dos preços praticados no Brasil, ficou só na vontade.

    Então chegou 2017!

    Era mais um ano típico, com alguns exclusivos saindo para ambas as plataformas, nada de mais, só que veio a primeira bomba. A Nintendo apostou todas as suas fichas num console híbrido chamado Nintendo Switch e aquilo chacoalhou o mercado gamer como nunca se fazia tempo!

    O Nintendo 3DS foi deixado de lado e, finalmente o Project Café deu o verdadeiro ar da sua graça. O Wii U foi, digamos assim, um protótipo para o que viria a ser o Nintendo Switch e este só veio ao mundo por conta do Nvidia Shield, um tablet criado pela mãe das placas de vídeo Geforce, mas não vem ao caso.

    E, no mesmo ano, a Microsoft veio com uma aposta diferenciada, seguindo os passos da Netflix, trouxe o Gamepass, um serviço que permite ao jogador, pagando uma mensalidade, ter acesso a uma boa quantidade de jogos no XBoX One e isto me chamou a atenção inicialmente, mas pela biblioteca que dispunha, ainda deixei de lado.

    Precisou de dois anos para eu ser convencido a ir para a nova geração.

    Estamos em 2019

    Foi no dia 15 de Abril de 2019 que eu fiz as contas, olhei o catálogo e pensei comigo mesmo, agora vale a pena pegar um XBoX One. Acabei adquirindo um modelo S, com 2 controles e 1 TB, fiz isso porque só um controle custava - e ainda custa - caro para caramba e, com ele, vinha a promoção também de experimentar o Gamepass por 3 meses e, minha mãe do céu, joguei e aproveitei demais o console nesses 3 meses.

    A possibilidade de jogar títulos da Microsoft no dia do lançamento foi algo bem interessante, além do fato de ter vários jogos bons, meia-boca e ruins para experimentar para ver se valia a pena comprar ou não, também era bem interessante.

    E no ano que eu comecei a usar o Gamepass, no mesmo mês, a Microsoft anunciou o Ultimate Gamepass, que unia a Live Gold com o GamePass, após os meus três meses de Gamepass, comprei dois anos de Live Gold e converti para Ultimate e, assim aproveitei mais do que nunca, recebendo os jogos da Live Gold e jogando no GamePass.

    Mas as surpresas não pararam por aí, houve o lançamento do Gamepass para o PC e quem era Ultimate poderia também aproveitar no PC e, algum tempo depois, o EA Play também se uniria ao GamePass tanto no PC quanto no console...

    Nem vou falar do Xiscláudio porque agora não tem porque não aproveitar os jogos do Gamepass, seja no PC, no console ou no celular. E a Sony agora vai querer entrar na brincadeira de Retrocompatibilidade, que antes não estava nem aí e também competir com o Gamepass, aparentemente.

    E o povo não sabe brincar

    Mas e o meu envolvimento com o PC? Ah, esse continuou de boa. Cliente fiel do Steam, recebia vez ou outra os jogos grátis do GoG, do Origin e do Uplay, criando assim uma bela coletânea digital e aproveitava, quase sempre, as promoções que o Steam fazia no meio e no fim do ano, porque os precinhos eram bacanudos.

    Mas aí veio a Epic, com a sua Store, e aí o negócio ficou "feio" para o lado do Steam. Apesar de sua loja ainda ser confusa de navegar, o Epic veio com algo que chamou a atenção de muitos jogadores de PC, como foi o meu caso, que é dar JOGOS GRÁTIS.

    Não sei qual é a macumba capitalista que a Epic anda fazendo, mas estou aqui com cerca de 100+ acumulados na Epic Store e, nesse ínterim, a Amazon também entrou na brincadeira dando jogo de "graça" se você é assinante do programa Prime dela.

    Neste ínterim, seja no XBoX, seja no PC, oficialmente falando, estou com um pouco mais de 500 jogos originais para se jogar e, literalmente, muita coisa mudou, mas quase nada mudou também, porque me falta é tempo hábil para jogar isso tudo, sem contar que tem alguns títulos que requerem muito tempo e dedicação, como é o maldito Stardew Valley.

    Jogar é muito bom, ter o que jogar é melhor ainda, não importando a plataforma que você tenha em mãos!

    27
    • Micro picture
      tiagotrigger · 8 months ago · 3 pontos

      Ou seja, o que mudou é ter mais jogos e menos tempo pra jogar. xD

    • Micro picture
      fagnerale · 8 months ago · 1 ponto

      Vc usa emulação desde 97, nessa época eu nem pensava eu usar, eu gostava é de ter muitos cartuchos, tinha originais, mas a grande maioria eram aqueles que vinham 5 ou 10 jogos, mas alguns jogos eu não encontrava, assim muito tempo depois comecei a usar emulação pra jogar aqueles que eram difíceis de encontrar. E agora a cada troca de geração eu não saio comprando eu espero pq no começo de geração tem muitos jogos de bem fracos e poucos que chamem atenção

      1 reply

Load more updates

Keep reading &rarr; Collapse &larr;
Loading...