This game doesn't have any review. Be the first one to review it!

Add Review


  • 2021-07-22 09:28:20 -0300 Thumb picture

    Combo#358 [Win](1999): Outcast & Tomb Raider: The Last Revelation

     O jogo desenvolvido pela Apeal traz uma série de avanços tecnológicos para criação de um mundo aberto realista. O jogador controla Cutter Slade que é enviado para o planeta Adelpha e interage com os nativos Talan, que estão vivendo uma guerra. Além de interagir com os NPCs, o jogador tem uma série de habilidades e acesso a armas variadas para ajudar na exploração do mundo. O jogo usa uma tecnologia semelhante ao Voxel para criar objetos 3D bem detalhados e vários efeitos de luz, reflexo, fluído, fogo e muitos outros. - Um jogo revolucionário em todos os sentidos. A narrativa é envolvente, a jogabilidade é boa e os gráficos são espetaculares. O jogador é livre para explorar o mundo e interagir com os vários elementos que o jogo propõe.

    Nota pessoal: ★★★★☆

    ----------------------------------------------------------------------

    ----------------------------------------------------------------------

     Desenvolvido ao lado de Tomb Raider III, a Eidos continuava com a ambição de lançar um jogo novo da franquia todo ano, mesmo com o time cansado e sem ter muito tempo para criar algo inventivo. As aventuras de Lara Croft agora é no Egito, onde ela explora as antigas tumbas para aprisionar o espírito do deus Set. O jogo segue as mesmas mecânicas de seu antecessor, com leves ajustes na jogabilidade e um novo motor gráfico capaz de criar texturas e objetos ainda mais complexos. - O quarto jogo da série não inova muito, mas traz mais uma aventura fantástica e muito bem produzida, tanto nos gráficos como no level design mais simplificado. A narrativa também recebeu uma baita atenção e o jogo no geral é bem positivo.

    Nota pessoal: ★★★☆☆

    @andre_andricopoulos, @old_gamer, @ziul92, @mardones, @porlock, @darlanfagundes, @jokenpo, @darth_gama, @armkng, @lgd, @noyluiz, @marlonildo, @volstag, @manoelnsn, @gus_sander, @willguigo, @thecriticgames, @sergiotecnico, @srdeath, @melkorbelegurth, @avmnetto, @spider, @denis_lisboadosreis, @fredson, @hyuga, @wcleyton, @bobramber, @carlosneto, @thiagobrugnolo, @rensan, @eduardo_wrzecionek, @christciamn, @warconnor, @romline5 [Quem quiser ser marcados nas próximas postagens, é só botar nos comentários]

    30
    • Micro picture
      jcelove · 5 days ago · 5 pontos

      Outcast é putro exemplo de jogo que tinha tudo pra revolucionar na época e foi bem elegiado pela critica mas passou batidaço pra maioria da galera. No meu caso não rodava no pc da xuxa da época, mas o visual era top mesmo. Curiosamente ele recebeu um remake anos atrás que passou igualmente batido.hehe

      TR 4 inovou bastante pra mim na época. Eu tinha detestado a dificuldade desbalanceada do 3 e tava cansado daquelas áreas enormes cheias de puzzles confusos no cenário e traps, o 4 além de finalmente trazer uma narrativa bacana e com continuidade boa durante as fases trazia um conceito meio aberto onde se voltava em algumas delas. Tinha o esquema de explorar a Lara jovem e mostrar um pouco de seu passado tbm que era bem legal. Virou meu favorito na época apesar de parte da fanbase não ter gostado das mudanças (tirar a mansão e se passar em um único país)

      6 replies
    • Micro picture
      _gustavo · 4 days ago · 4 pontos

      Last Revelation é o melhor TR da era clássica fácil, dificuldade bem balanceada, principalmente se comparado ao 3 que é muito confuso sem um guia

      1 reply
    • Micro picture
      andre_andricopoulos · 5 days ago · 3 pontos

      Só conheço esse "OUTCAST"

      https://youtu.be/PWgvGjAhvIw

      2 replies
  • 2020-09-22 23:12:38 -0300 Thumb picture
    heron_moraes checked-in:
    Post by heron_moraes: <p>Sim, eu tenho essa relíquia em mídia física, mas

    Sim, eu tenho essa relíquia em mídia física, mas quando vi recentemente em promoção na Steam por R$ 3,95, não resisti e peguei a versão digital também pra reviver essa história épica!

    Um dos primeiros games de mundo aberto que joguei na vida, e provavelmente um dos primeiros em que fiquei triste em zerar. hehe A saga do ex-Seal Cutter Slade pelos confins de Adelpha ajudando o povo Talan a combater um líder tirano, enquanto tenta descobrir o que aconteceu com a equipe de cientistas terráqueos que ele foi enviado para proteger. Destaque para as interações e diálogos recheados de sarcasmo por parte de Slade e - muitas vezes - inocência dos Talan.

    Embora jogabilidade bem datada, a história é bem cativante e me arrancou boas risadas mais uma vez. Inclusive me despertou interesse em jogar o remake "Outcast: Second Contact", que apresenta gráficos atuais e muito bonitos. Pena que está fora do meu orçamento (R$ 123,99 na Steam). Mas assim que entrar em promoção, certamente comprarei pra conferir as melhorias do game.

    3
  • 2017-11-09 13:30:55 -0200 Thumb picture
  • 2017-10-27 15:10:07 -0200 Thumb picture
  • 2017-05-26 13:46:18 -0300 Thumb picture
  • 2017-04-22 14:23:17 -0300 Thumb picture
    Post by headshotgamer: <p><a href="https://www.youtube.com/watch?v=_lgLOg-

    Review

    0
  • 2017-03-30 16:19:08 -0300 Thumb picture

    OUTCAST: SECOND CONTACT

    ...PRIMEIRO TRAILER DO FUTURO TÍTULO DE PS4; REMAKE DO JOGO DE PC DE 1999.

    9
  • 2016-08-18 18:28:37 -0300 Thumb picture

    CONFIRA AS PRIMEIRAS IMAGENS DO REMAKE DE OUTCAST

    Mais um remake de game clássico é anunciado! Depois de System Shock (que está ficando lindo), agora temos notícias de que Outcast (não é Outlast não) receberá uma repaginada no visual, contando com gráficos incríveis (dá uma olhada nas imagens abaixo) e uma jogabilidade melhorada para auxiliar na imersão do mundo visitado no game.

    Outcast foi lançado originalmente em 1999 e traz a história de Cutter Slade, um Navy Seal americano que possui uma missão muito peculiar: Escoltar três cientistas para uma dimensão paralela e impedir que a criação de um buraco negro acabe destruindo a Terra.Simples, não?

    O game tornou-se famoso pela exploração dos ambientes abertos em um mapa bem amplo (não era um Skyrim, mas para a época era bem grande), uma interação bem interessante com alienígenas utilizando um sistema de reputação, uma troca de visão entre primeira e terceira pessoa e uma história super divertida que envolvia profecias, viagens interdimensionais e até mesmo deuses ancestrais.

    E ele era mais ou menos assim:

    Com previsão de lançamento para março de 2017 para as principais plataformas atuais (PC, XONE e PS4), Outcast – Second Contact está sendo desenvolvido pela Appeal Studios (responsável pelo jogo original, o que promete uma BOA fidelidade para a obra) e irá trazer uma visão bem menos poligonal para o game, possibilitando explorar de forma muito mais rica o universo criado.

    Saca só a diferença de visual:

    6
  • 2015-06-30 21:28:47 -0300 Thumb picture
    Post by headshotgamer: <p>Galera, fiz uma review pra esse jogo, eu acho el

    Galera, fiz uma review pra esse jogo, eu acho ele muito bom, claro levem em consideração que o jogo saiu em 1999:

    0
  • 2015-06-15 18:49:11 -0300 Thumb picture
    tfantoni checked-in:
    Post by tfantoni: <p>Sete horas. Sete dolorosas horas.</p><p>A sensaç

    Sete horas. Sete dolorosas horas.

    A sensação de completo desperdício é iminente. O jogo inteiro se resume a andar, andar e andar, matar alguns aliens irritantes (e perigosos quando em bando), andar de novo, falar com mil npc's pra descobrir onde está outros npc's, andar mais, coletar um bazilhão de itens, andar, perguntar N vezes onde acho fulano, onde vende almôndegas mutantes, onde tem esse bicho, onde ONDE ONDE ONDE.

    A única coisa genuinamente boa que ainda se manteve nesses 16 anos foi alguns comentários sarcáticos/zueros do protagonista, sendo talvez um dos mais inesperados "morra de inveja, arquivo X!". E outros breves momentos engraçados vindo de outros personagens.

    De resto? Nope. Exceto pela trilha, talvez, que é meio épica demais em alguns momentos e bugada o suficiente pra gerar alarmes falsos, alertando que há supostos inimigos mesmo em áreas seguras. Na real o jogo como um todo é bugado. Perdi a conta das vezes que fiquei presa na geometria de algum canto.

    E mesmo sendo uma merda hercúlea pra mim, ainda não consegui desistir. Ainda quero acreditar que a "parte incrível" está por vir - é só ter paciência, não é? Existe sim uma história incrível lá na frente! Ou pelo menos até cair na mesma sina que tive com Anachronox.

    O jogo era absolutamente impressionante e inovador em 1999? Certamente. A história recontada no Arena IG é interessantíssima. Mas quando vejo as mil recomendações dele, me parece mais fruto de fanboyzice/nostalgia pura do que qualquer outra coisa. Quase nada o sustenta hoje, de tão "fruto do seu tempo" que é.

    2

Load more updates

Keep reading &rarr; Collapse &larr;
Loading...