Medium picture

noblenexus Rafael

"We do not stop playing because we grow old. We grow old because we stop playing."


2 months ago 2022-07-19

Marvel's Avengers

O jogo mais esperado por todo mundo que assistiu a primeira fase do MCU nos cinemas começando lá com o Homem de Ferro lá no meio dos 2000s, mas eai ele entregou tudo isso e bateu com as expectativas dos fãs e da comunidade ou assim como os filmes foi mudando de público e de tom?

Graficamente falando o jogo é sensacional, efeitos, luzes, tecidos tudo ficou impecável pesando um caminhão no hardware como todo bom jogo AAA. O mesmo pode ser dito da jogabilidade que está bem responsiva, intuitiva e simples. Cada herói tem um estilo diferente e da pra sentir isso nos controles. A campanha tem fases diversas com horas de inimigos e até momentos de fuga bem na pegada Tomb Raider mesmo o que caiu super bem para um game de super-heróis.

Então o jogo é bom né?

Éééééé´mais ou menos, mais ou menos.

Em todos esses aspectos, sim. Porém quando falamos de enredo, protagonista e exploração o jogo é bem medíocre. Começando com o plot que de início parece algo bem interessante, com o sacrifício do capitão américa, a queda dos vingadores e o surgimento dos “não-humanos”, mas depois de pouco tempo a história foca totalmente nos dramas adolescentes da nossa protagonista Kamala Kahn que ganhou os poderes do senhor fantástico e por alguma razão é chamada de miss Marvel na interface, mas não no game....

Wat?

E com dramas adolescente você quer dizer de com quem ela vai ao baile da escola, bullying e espinhas? Nope....quer dizer mais ou menos, enfim. Me refiro ao maior companheiro de todo adolescente que é a insegurança e a vontade de pertencer a algum grupo e isso é basicamente o que guia a personagem por toda a trama. Ela parece ter sido feita para aquele mega fã de heróis que se sente deslocado, um perfil bem comum porque todo mundo está deslocado na adolescência, alguns só fingem que não melhor. Dessa forma a protagonista se conecta muito com pessoas dessa faixa, mas pouco com o resto, que foi meu caso.

O plot de fundo começa com conspiração, passa para vilania 101 com gênio do mal e tudo mais, porém mais para o final rola plot twists, robôs que roubam poderes, estações espaciais, criogenia e um conselho de vilões misteriosos. Não vou contar exatamente o que vai aonde, mas é bem sessão da tarde onde nada tem profundida ou consequências, temos vários momentos de heróis agindo como crianças e a protagonista dizendo como é fã deles e que como é legal estar lá, daí a galera fica com cara de bunda e faz os lances para agradar a fã número 1.

Acabei de reparar que resumi o jogo todo, nem precisar jogar mais.

A campanha em si é só um grande aquecimento para as mecânicas online que o jogo tem com loot de equipamentos melhores para cada herói, builds, skins e tudo aquelas coisas que estamos acostumados como ficar farmando várias vezes as mesmas fases tentando dropar aquele item em especifico. O que pode ser muito divertido em coop, mas ainda sim se torna muito repetitivo porque o jogo tem pouca variedade de inimigos e mapas então só na campanha você já vai ter visto a maioria, que são muito bonitos e bem espaçosos, mas não chega a dar aquele sentimento de mundo aberto que combina perfeitamente com jogos de super-herói.

Como poderia um jogo com tantos herois assim ter mundo aberto

E esse é definitivamente o maior crime do jogo, a ausência de um open world. Jogos como Spider-Man e Batman Arkhan são o que são por colocar mundos recheados de coisas para se fazer e formas criativas dos heróis transitarem por esses mapas. Coisa que teria sido muito bem-vinda nesse jogo, mas no final ficou de fora.

No final Marvel’s Avangers poderia ter sido um jogão, mas se contentou em ficar bem ali no meio termo. É um game divertido de se jogar, mas extremamente repetitivo e com uma campanha passável.

7.5 7.5 10
Overall
8.5 Gameplay
6.0 Story
7.0 Music
10 Graphics
Boa jogabilidade
Controles de voo respondem bem
Voice acting de qualidade
Trama fraca
Protagonista passiva
Ausencia de open world

10 of users found this review helpful.


Outras críticas do mesmo autor:

Keep reading → Collapse ←
Loading...