This game doesn't have any review. Be the first one to review it!

Add Review


  • noyluiz Luiz Henrique Santos
    2021-01-29 05:46:25 -0200 Thumb picture

    Quem discordar é bobo e feio

    Medium 758358 3309110367

    *Capas japonesas meramente ilustrativas e a capa de touhou 1 tbm*  

    21
    • Micro picture
      notbot · 3 months ago · 2 pontos

      Nossa... nunca cheguei a pensar que tinha gente que não curtia Shadow of the Colossus. por que tu não gosta?

      4 replies
    • Micro picture
      santz · 3 months ago · 2 pontos

      Revenge of Shinobi é meio overrated mesmo.

      1 reply
    • Micro picture
      mateusfv · 3 months ago · 2 pontos

      Eu gosto muito da história do FF IV até a metade mais ou menos, quando começa muito aquela putaria das morte fake, lavagem cerebral a rodo, e no final espaço e et gigante acho que perde a mão, se ele fosse naquele setting medieval o jogo todo e sem aquele monte de putaria que citei, seria facil minha história favorita em um FF, pq a abertura dele com o Cecil pensando na vida dele, até a parte que ele se torna palidino pra mim chuta a abertura de qualquer jogo kk

      GTA SA é um jogo fácil de ficar pendente, muito gigante e tem umas missão muito absurda de dificuldade tipo as do Zero, só a partir do IV que a Rockstar aprendeu a fazer missão normal kk

      Muita gente não gosta do HOD mesmo, mas eu prefiro de longe ele do que a porra do COTM, e aquela fisica zoada do caralho dele kk

      O primeiro SMT é um bom caso mesmo do pq eu gosto disso kk, a Atlus devia fazer um remake dos primeiros dois SMT, ao invés de ficar fazendo a porra dos Persona, pq eles precisam urgentemente de um, os jogo envelheceram muito mal :vida

      1 reply
  • cristalescuite CRISTALESCUITE
    2020-11-10 15:20:57 -0200 Thumb picture
    cristalescuite checked-in:
    Post by cristalescuite: <p>Finalizado&nbsp;</p><p>#img#[745677]Primeirament

    Finalizado 

    Primeiramente, os Class Trials desse jogo são bem melhores comparados aos do primeiro, infelizmente o único assassinato que eu sabia quem era o assassino foi o do capitulo 5(O plot foi bom mas foi previsível) o ultimo Class Trial mas felizmente esse não era o final do jogo

    em geral o jogo e superior ao primeiro, e com melhores waifus (Chiaki best girl).

    14
    • Micro picture
      zefie · 6 months ago · 1 ponto

      Já viu o anime do 3? Se não me engano, um dos "lados" acontece antes do 2 e um depois, a história é bem legal xD

      1 reply
  • cristalescuite CRISTALESCUITE
    2020-11-01 12:44:36 -0200 Thumb picture
    cristalescuite checked-in:
    Post by cristalescuite: <p>Terminei o primeiro caso é já começou bem melhor

    Terminei o primeiro caso é já começou bem melhor que o primeiro jog, não fazia ideia de quem era o primeiro assassino diferente do outro jogo que todos eram meio óbvios

    8
  • lukenakama Lucas
    2020-10-28 16:52:20 -0200 Thumb picture
    lukenakama checked-in:
    Post by lukenakama: <p>Puhuhuhu, Danganronpa 2 tá finalizado meus consa

    Puhuhuhu, Danganronpa 2 tá finalizado meus consagrados...

    Bem, começando pelo capítulo 5...

    PUTA QUE ME PARIU, MEUS AMIGOS...

    Resumidamente ele foi o crime perfeito e sem falhas, tudo realmente tem lógica, tudo foi arquitetado da maneira mais perfeita possível, nada é previsível, e os poucos de elementos mais "Sobrenaturais" que ele usa, são os recursos de suspensão de descrença que já nos foi apresentado no começo do jogo, como o culpado, como foi feito pra ele ser o culpado, como a vítima influenciou nisso tudo, puta merda que capítulo perfeito, eu realmente não tava sendo capaz de concluir o julgamento pois eu tava incrédulo e não tava acreditando que fizeram isso mesmo...

    Achei muito legal como esse jogo realmente desenvolve os personagens, dá pra sentir empatia por todos eles, porque você realmente entende a situação deles e não consegue imaginar como você lidaria com isso se fosse você no lugar deles (Afinal, é isso que empatia significa kkk)

    As nuances e reviravoltas que tem em praticamente todos os personagens, faz parecer os personagens do primeiro Danganronpa, cascas vazias.

    E tivemos o sexto capítulo, foi realmente MUITA informação pra associar, mas eu até gostei dele no geral, acho que tirando o epílogo que é meio forçadinho, mas eu gostei, tem Deus Ex Machina pra cacete, mas acho que tudo funciona, e você realmente não sabe qual será a decisão dos personagens, você se sente perdido com eles ali, e as ligações com o primeiro jogo, claro que é um Retcom danado porque não tem como os roteiristas terem pensado nisso já no primeiro jogo, mas ainda assim, não é como se eles tivessem metido o foda-se e colocado quaisquer explicações, eles foram além, e acho que ficou tudo bem amarradinho.

    No geral, achei Danganronpa 2 foda pra cacete.

    Ele tem mais problemas do que o primeiro, ele dá uma viajada bem maior que o primeiro, mas ele não deixa de trabalhar toda mitologia da série, e ainda trabalha de maneira esplêndida.

    Os minigames durante os trials são meio chatinhos no começo, mas tu acaba pegando o jeito e raramente algo como "Meat on the Bone" vai acontecer de novo.

    Ele aplica várias soluções fáceis pra vários problemas, e isso até pode desvirtuar todo mistério em cima do jogo, mas não muda o fato de que eu adorei a experiência e fiquei fascinado por cada mistério do game, e consegui até perdoar o fato de isso tornar alguns elementos falhos, porque eu curti e acho que é isso que importa.

    Mesmo que por exemplo, a "Transformação" no final seja roubada e tirada de Deus sabe lá da onde, eu não pude deixar de me empolgar enquanto isso acontecia, então é, espero que tenham entendido meu ponto.

    Os casos foram bem arquitetados pra caramba, o culpado sempre é alguém que você não imaginava que seria, que tem um motivo pessoal pra estar fazendo isso, e não apenas o fizeram pra ganhar dinheiro ou pra não revelarem seu segredo, como no primeiro game.

    É legal explorar as ilhas, mas pude sentir que é meio broxante pois o sistema é o mesmo, você chega numa nova ilha, tem quatro locais pra explorar, você explora pra reunir informações, um assassinato ocorre, avance para a nova ilha, não vai ter tantos eventos na ilha passado, e apenas repete o ciclo até acabarem as ilhas; Sim, é a mesma coisa dos andares do primeiro Danganronpa, mas acho que são duas medidas diferentes, porque uma é uma escola, e a outra é uma fucking ilha, então acho que seria mais legal terem usado todas as ilhas em cada capítulo, ou pelo menos tivessem mais eventos ligados a tal caso, só que em outra ilha, lembro poucas vezes que isso aconteceu, mas enfim.

    Achava mais legal o Free Time no primeiro jogo do que nesse segundo, sendo honesto, mas beleza, isso é só um extra.

    As execuções são bem mais escrachados aqui do que no primeiro game, mas acho que pra temática do jogo combinou bem.

    O elenco do jogo é bom pra caramba, e os dubladores realmente fizeram um ótimo trabalho, contudo eu ainda não consegui sacar qual era o propósito de alguns personagens pra história além de todo esse negócio de matança, como a Ibuki, a Sonia e o Kazuichi, que não quase nada de sentido, não tem trabalho de personagem em cima deles, eles apenas transbordam uma personalidade diferentona, porém é bem diferente de outros personagens como o Teruteru, que é um merdinha que eu odiei, mas pelo menos teve algo em cima dele, foi um trabalho simples mas legal de personagem.  Não é como se Danganronpa 1 não tivesse uns personagens sem propósito também, como o Hiro ou o Hifumi, mas comparando o trabalho de texto de personagens dos dois jogos, o do segundo é absurdamente melhor, então era de se esperar que esses personagens sem propósito não existissem, mas ok, não muda o fato de que eu achei o trabalho de personagens do 2 bem melhor.

    Então resumindo, Danganronpa 2 teve umas escolhas de Design de game que não me agradaram no começo, mas eu me acostumei a esse novo setting, além de optar pelo caminho mais fácil pra resolução de mistérios, mas eu ainda consegui curtir, mas não muda o fato de que foi uma resolução bem menos corajosa do que no primeiro.

    Então, eu entendo alguém falar que acha Danganronpa 2 pior do que o 1, tanto quanto também entendo alguém falar que acha ele melhor do que  o 1, eu pessoalmente fico em cima do muro e dou empate, ele tem mais defeitos que o primeiro, mas também tem mais qualidades.

    Então basicamente, na minha opinião, Danganronpa 2 é melhor do que o primeiro em trabalho de texto sobre os personagens, em emoção que ele passa e na arquitetura dos casos, enquanto eu acho o Danganronpa 1 melhor do que esse segundo nos personagens em si, pela personalidade dele e no que eles representam pra franquia, o final também acho mais corajoso, e nas mortes em si ele é bem mais impactante, a primeira execução do primeiro game por exemplo é a única que o levo a sério pela tensão da cena, da execução, a trilha sonora e direção de arte, enquanto as outras dos dois jogos são bem mais escrachadas, mas acho as do primeiro bem mais legais do que a do segundo, porque gostei mais do visual delas e são menos loucas (Ainda que tirando a primeira execução do primeiro jogo, não consigo levar a sério nenhuma execução da franquia pois são todas bem surreais, mas as do primeiro são bem menos loucas do que no segundo, mas isso é devido a temática do segundo game) e achar os corpos também, já que enquanto no segundo jogo eu me apeguei mais nos culpados, no primeiro eu me apeguei mais as vítimas dele, encontrar o segundo corpo no primeiro game, meu amigo, aquilo foi demais pra mim.

    Mas enfim, no mais, Danganronpa 2 foi uma ótima experiência, realmente não me arrependo de ter jogado 80 horas da franquia em um período de 1 mês, e por hora vou pausar (Vou só ler Danganronpa Zero na verdade) mais porque não tenho opção, pois ainda preciso comprar o Danganronpa Another Episode pra dar sequência a série, eu vou comprar no final do ano provavelmente na promoção de final de ano da Steam (Devo comprar junto com os jogos de Zero Escape e Ace Attourney) aí eu jogo esse spin-off, vejo os dois Animes do Danganronpa 3, vejo os especiais, jogo o V3 e finalizo a franquia com o mangá Gaiden:Killer Killer que eu sei que não é importante pra história, mas quero ler.

    Mas bem, por hora...

    Praticamente 1/3 da minha jornada com a série está completa, e o resto que falta eu me aventuro lá pro final do ano.

    Nono game zerado do ano.

    14
    • Micro picture
      jcelove · 6 months ago · 1 ponto

      Virou fã mermo, parabains!hehe
      Tem uma light novel nesse que abre de bonus com uma side story tbm se me lembro.

      Eu gostei de algumas partes do 2 e dos personagens tbm, principalmennte dos 4 devas os destruction U_U hehe, mas no geral acho o primeiro mais mais fechadinho. O lance de propositalmente fazer o elenco parecido com o do primeiro era pra ser um grande plot twist mas me desagradou de cara e a sucessão de deux ex machina no final não conseguiu tirar todo o desagrado inicial pra mim, achei uma solução fraca demais e muito mirabolaante, mas como a série virou o Velozes e furiosos das VNs, com uma mirabolância mais afetada que outra a cada jogo, até que contiz com a smaluquices que virão nos próximos games.hehe

      2 replies
  • lukenakama Lucas
    2020-10-20 19:49:03 -0200 Thumb picture
    lukenakama checked-in:
    Post by lukenakama: <p>Mais um caso, mais surpresas...</p><p>#img#[7422

    Mais um caso, mais surpresas...

    Devo dizer que eu nunca fiquei com o coração tão acelerado enquanto jogava um jogo, digo, até o final, eu não conseguia acreditar no que estava vendo.

    O plano foi perfeito, mas o culpado, meu Deus, eu não esperava e nem queria isso, justo talvez meu personagem favorito do jogo.

    O argumento do porque ele fez isso faz sentido, a situação em si desse capítulo é muito tensa, não tinha muito como evitar mesmo, ou alguém morria ou alguém morria kkkk

    Ainda assim, durante todo quarto trial, só pude ficar nessa situação...

    Bem, mas é como foi dito, é seguir em frente, pois a matança continua.

    Sobrou tão pouca gente, agora os casos vão ficar mais tensos ainda, porque as únicas mortes vão ser de personagens que você se apegou demais, já que como eles sobreviveram mais que os outros, logo, você se apega mais a eles.

    Danganronpa 2 não tem um cast com uma identidade visual tão boa quanto o do primeiro jogo, e talvez a maioria das personalidades dos personagens sejam bem xerocados do do primeiro jogo, mas ainda assim, o trabalho de personagens inserido em cada um realmente foi fantástico, não consigo nem imaginar como vai ser o cast do terceiro jogo.

    Bem, capítulo 4 concluído, volto a jogar quinta ou sexta, já que o próximo check-in será bem especial.

    22
    • Micro picture
      yamisekai · 7 months ago · 2 pontos

      Um dos meus casos favoritos... é bem chato e injusto o que acontece com os personagens nesse capitulo.....

      1 reply
  • lukenakama Lucas
    2020-10-18 23:29:37 -0200 Thumb picture
    lukenakama checked-in:
    Post by lukenakama: <p>E o Luke não para com Danganronpa né!? E eu que

    E o Luke não para com Danganronpa né!? E eu que pensei que só ia começar o 2 no começo de novembro, acaba que eu já tô na metade dele kkkk

    Aaaaaaaa, novos horizontes, cinema, hospital, balada e até mesmo um motel nessa nova ilha, claro que tudo isso serviu como palco de novas tragédias, e como posso dizer!?

    ESSE FOI O MELHOR CAPÍTULO DA SÉRIE ATÉ ENTÃO...

    Sério, a arquitetura do caso, as reviravoltas, tudo é perfeito, se encaixa, não é previsível, ele acaba de uma forma que você não espera, não deixa pontas soltas, o peso emocional dele, tudo que ele traz pra história, além do desenvolvimento fantástico de personagens, sério, esse capítulo 3 foi uma maravilha...

    Personagens que eu odiava viraram personagens que eu adoro, e personagens que eu adorava viraram personagens que eu odeio, foda demais.

    Ouvi pessoas dizendo que o final do segundo jogo é ruim, isso me deixa com medo, mas até lá, só me resta aproveitar.

    Nesse último mês meu tempo de Steam deu mais que o tempo dos últimos 5 anos que eu sou membro reunidos, brabão...

    Antes de jogar o V3, preciso comprar o Ultra Despair Girls, devo fazer isso quando ele entrar em promoção, talvez lá pro final do ano, até lá, como seria melhor eu jogar ele antes do V3 e antes de ver os Animes do 3, vou deixar um pouco de lado a saga (Talvez só ler aquela Light Novel, Danganronpa Zero) e me focar em outras coisas.

    Bem, capítulo terminado, foi com certeza uma excelente experiência, Danganronpa 2 erra em várias coisas, mas acerta em muito mais.

    19
    • Micro picture
      jcelove · 7 months ago · 2 pontos

      Eita, empolgou mermo com a série.hehe
      O 2 me desapontou um pouco a principio pq achei o cast muito parecido com os estereótipos do primeiro, chegando ao absurdo de ter o Togami versão gordão, além de ser bem mais longo principalmente na reta final que da uma esticada infinita, mas tem uns plot twists interessantes.

      O final não é ruim, eu diria que foi o que salvou o jogo pra mim mas é um baita de um deus ex machina e a prova que a série tava descambando pra niveis absurdos de nonsense, que continuou com todo vapor no Ultra despair grls e no v3 tbm.ehhe

      1 reply
    • Micro picture
      yamisekai · 7 months ago · 2 pontos

      eu particulamente não gosto muito desse capitulo , achei a motivação meio meeh entre outras coisas , mas a proposito , sabia que tem uma versão desse jogo fan-traduzido para br? caso tenha interesse eu recomendo dar uma olhada

      1 reply
  • lukenakama Lucas
    2020-10-17 19:58:35 -0300 Thumb picture
    lukenakama checked-in:
    Post by lukenakama: <p>Já deve tá todo mundo cansado dos meus check-ins

    Já deve tá todo mundo cansado dos meus check-ins da série, mas não tem jeito, eu não paro de jogar essa porra, não tem como kkkkkk

    Teorias da conspiração...

    Muito brabo kkkkk

    kkkkkkk do nada carai

    Tá com sono né?

    Gostei desse caso 2, tem ótimas reviravoltas e no fim tudo se encaixa.

    Adorei o paralelo com a realidade dos personagens (Com o motivo sendo mais que o jogo da morte, e sim algo que aconteceu antes dele) emocionante e tudo mais, além de usufruir de ótimos recursos, não de gameplay, mas de narrativa, tudo pra não deixar o trial boring.

    Só queria que não tivessem aumentado tanto o número de Truth Bullets, falhei bastante vezes no Trial por ter muitas opções, além de que tem as sessões de que você apresenta um argumento que contradiz ou corrobora o que alguém diz, então as variáveis são altíssimas, mas beleza.

    Enfim, trial bastante legal, mostrando que a cada caso jogado na franquia, a série sempre sabe se reinventar e não deixar as coisas previsíveis ou maçantes.

    Danganronpafag é foda kkkk

    20
  • lukenakama Lucas
    2020-10-16 19:52:29 -0300 Thumb picture
    lukenakama checked-in:
    Post by lukenakama: <p>Comecei...</p><p>O início tem um clima tão amigá

    Comecei...

    O início tem um clima tão amigável, que quase te engana antes da merda começar a rolar, e não demora muito, dessa vez fizeram na própria caixa de texto do jogo...

    Doki Doki Literature Club o caralho, Danganronpa fez antes.

    Conhecendo os novos personagens numa viagem que tinha 0% de chance de dar errada, só que não...

    Ainda não decorei o nome de todo mundo nem me apaguei a todos os personagens, mas tem uns bem interessantes mesmo...

    E o primeiro assassinato ocorre, ainda que eu não faço ideia do que caralhos tá acontecendo, mas bem, isso é Danganronpa...

    E bem, eu realmente não gostei muito do novo "Hangman's Gambit" mas beleza.

    Sobre o trial, realmente emocionante, o culpado é inesperado, ele tem várias reviravoltas, faz bastante sentido, dá pra se apegar ao culpado mesmo após tudo isso, a mecânica deu uma melhorada e agora a gameplay tá bem mais profunda, apesar de que ainda é difícil me acostumar com as novidades, e a lógica as vezes me parece meio quebrado, então várias vezes não sabia qual era a resposta certa, e bem, eu falhei umas 7 vezes logo no primeiro trial, foda kkkk

    Bem, no começo fiquei preocupado que a sequência não fosse atingir minhas expectativas, e até achei que não ia gostar tanto desse segundo game, por causa que a principio eu tinha achado os personagens meio whatever, e explorar a ilha é bem mais chato do que a escola do primeiro jogo, achei que ia cair naquelas sequências que trouxeram excesso de coisas e fez o original perder a fórmula, mas até que consegui me acostumar a esse novo ambiente, gostei do primeiro trial, as reviravoltas foram ótimas, então acho que o segundo jogo vai atingir minhas expectativas, tal qual espero que o V3 também vai.

    17
    • Micro picture
      manoelnsn · 7 months ago · 2 pontos

      Nesse segundo só gostei mesmo da princesa lá, esqueci o nome dela...

  • katsuragi Jefferson Trindade
    2020-07-13 05:54:55 -0300 Thumb picture

    Desafio dos Favoritos

    Fui marcado pelo @jcelove (Thanks!) neste novo @desafio.
    Basicamente tenho de fazer um Top 5 e usar de 15 tópicos para dizer por que gosto de tal jogo um tanto assim. 

    Como tô meio bugado, vou seguir o exemplo de vocês, se sair errado me dá um toque, 'kay ?

    ZA RULES:

    Copie e cole o texto até então, marque a persona @desafio e desafie mais 3 pessoas e não estenda demais o seu post pra não virar uma verborragia de elogios, dai a quantidade de tópicos já contada (é legal falarmos dos nossos favoritos eu sei :) ) mas po lota de imagens, já que só cabem 10 por posts mesmo).

    Meus últimos desafios marcados acabei dando mancada... já que vira e mexe eu dou uma sumida da Rede, então deixei a galera na mão... por essas, eu peço desculpas. Eu não desgosto de fazer, muito pelo contrário, curto bastante por ajuda a gente a se conhecer ainda mais, mesmo que alguns possa mostrar bastante repetitividade (os meus então... vish).
    Mas sem mais delongas, bora lá ? Minha lista é bem óbvia pra quem me conhece...
    Eu não tenho tanta dificuldade de fazer um Top 5, honestamente. São 5 franquias as minhas favoritas e 5 títulos específicos que estão sempre lá no meu pedestal. Vamos a eles ?

    5 - Megaman X6

     - Trilha sonora espetacular, pegando facilmente um lugar bem alto entre as outras trilhas sonoras na franquia, apesar de muitos não gostarem do jogo, esse ponto é um fato inegável.

    4 - Resident Evil 2 (PS1)

    - Conteúdo até demais para um jogo que foi refeito desde o começo, proporcionando bem mais de 20h de jogo e um enredo que complementa o primeiro extremamente bem e soube como aperfeiçoar e melhorar tudo introduzido no primeiro título, revolucionando ainda mais o Survival Horror.

    - Personagens extremamente cativantes, Claire é até hoje minha segunda personagem favorita dentro da franquia devido a como seu personagem é construído, extremamente humana diante de toda a situação e nunca deixando esse ponto de lado.

    3 - Shin Megami Tensei: Strange Journey

    - A Jornada Estranha deixa o setting clássico de Tóquio de lado e tem uma pegada mais americanizada, se passando numa fenda que se abriu na Antárctica e os design de personagens assim como o Layout da Schwarzwelt deixam isso extremamente claros e isso é um dos maiores atrativos do jogo, com cada setor sendo mais único e bizarro que o outro.

     - Eu gosto de falar de trilha sonora né ? Infelizmente sim! E é impossível falar de Strange Journey sem citar o trabalho macabro que Meguro fez com a OST do jogo. Desde seu primeiro encontro com seu primeiro Demon, que não pode ser reconhecido até ser derrotado e analisado (adicionando ao fator de tensão do jogo), cada faixa é escolhida de forma com que você se sinta intimidado a qualquer momento. O mais fraco e simples Slime parece um Deus do Olimpo diante do tocar de "The Fear of God", o tema de batalha do jogo. E o Slime pode muito bem se tornar um deus diante do jogador descuidado, qualquer bobeira é Game Over...

    - Nenhum Megaten Mainline foi de trabalhar personagem algum, o foco é sempre nas ideologias e conflitos das diferentes raças, crenças ou cultos e nisso tudo relacionado a Chaos, Law foi construído. Strange Journey ainda segue essa base porém, seus personagens representantes destes alinhamentos foram muito bem mais cuidado que os que vieram a representa-los nos jogos anterior. Zelenin cresce de uma forma que você você passa raiva em como ela mais tarde cai nas mãos de Mastema, Jimenez por outro lado, é um personagem fantástico que demonstra a compaixão diante de demônios e abre mão da sua humanidade justamente por se importar tanto com um. Aspectos assim nunca foram muito explorados nos títulos anteriores (Soul Hackers talvez tenha tentado abordar isso com o sistema de relacionamento de Demons mas não chega nem perto do significado) e é por mais esse ponto que eu tenho Strange Journey no meu pedestal na franquia toda. 

    2 - Castlevania: Portrait of Ruin

    - O bias como meu jogo favorito da franquia não me impede de citar fatos sobre Portrait of Ruin e um deles é que o jogo é o Metroidvania mais grande dela toda, contando com um total de 1000% do que você tem de fazer de mapa dentro e fora do Castelo.

    - E já aproveitando sobre o "dentro e fora do castelo", isso é outro ponto maravilhoso dele, diferente dos títulos anteriores onde estamos quase que o tempo todo confinado dentro do Castelo, com sua mecânica de "quadros", podemos adentrar em outras áreas para explorarmos e assim darmos uma descansada do tema Castelo. De pirâmides a academias escolares abandonadas e até mesmo cidades distorcidas, esse é um dos pontos fortes que destacam o jogo e colocam ele facilmente lá na frente pra mim: diversidade.
    Você tem muito a explorar no jogo e ele nunca te deixa na mão nessa questão, e a variedade de inimigos só aumenta a cada quadro novo explorado, dando uma inovada em como combate-los e deixando as coisas sempre frescas.

    - E o que ele tem de áreas, ele também não falta em conteúdo. Junto com os já citados 1000% total de mapa a se realizar, ele contém uma boa quantia de Quests a se realizar caso o jogador queira dar uma descansada da rotina principal e voltar a explorar áreas antigas. E não só isso, tanto Jonathan possui uma gama única de habilidades e subarmas para se utilizar, Charlotte também tem um emaranhado enorme de magias para utilizar, fazendo com que o jogador tenha uma opção enorme ao seu dispor para combater tudo quanto é inimigo, e o sistema de gameplay Cooperativo onde é possível jogar com os dois ao mesmo tempo só aperfeiçoam ainda mais, fazendo com que o jogador tome mais estratégias durante lutas mais complicadas.
    Jonathan pode chamar a atenção de inimigos para si mesmo e aguentar a pancada enquanto Charlotte pode carregar uma magia forte na retaguarda e talvez dar o golpe decisivo.
    Não bastando isso, o jogo contém um total de CINCO personagens extras para serem desbloqueados e curtir todo o castelo e as áreas do quadro uma outra vez caso queira revisitar o jogo denovo o futuro mas quer uma experiência um pouco mais nova. Um Metroidvania que pode facilmente dar mais de 40h de jogo para aquele que quiser degustar tudo o que ele tem a oferecer.

    - Personagens... ah, personagens... como eu amo esse Cast todo do jogo, até mesmo os vilões são carismáticos, mesmo que não deêm tanto as caras. Porém, Jonathan e Charlotte são extremamente divertidos de se conhecer e jogar com. A cada momento especial do jogo você pode acessar a opção de Talk no menu principal e tanto ambos fornecem dicas ao jogador quanto podem realizar uma conversação dependendo do que está rolando. As lutas entre chefes são alguns dos momentos mais divertidos de se checar essa opção. Dou destaque contra a Astarte em Sandy Grave, chefe que pode fazer Jonathan se apaixonar durante a luta e forçar o jogador a lutar sozinho com a Charlotte. Caso derrote Astarte durante a transe de Jonathan, Charlotte manda ele "Tomar jeito" e ele responde com o famoso "Foi mal...", são momentos simples assim que dão riqueza a jogos e mais alma ainda a eles, detalhes simples mas que estão ali e crescem os personagens mais e mais, fazendo você se apegar a eles.
    E o jogo possui provavelmente a Final Boss mais fantástica da franquia inteira. 
    Dracula e Death ao mesmo tempo. Se você está em dois, nada mais justo que os vilões atacarem juntos também não é ? Simplesmente fenomenal...

    1 - Danganronpa 2: Goodbye Despair

    - O exemplo de continuação.
    Danganronpa 2 aperfeiçoa tudo o que fez o primeiro Danganronpa ser um jogo especial e único e expande e torna tudo ainda melhor, sendo ainda mais longo, com Trials mais complexos e capítulos também tão longos quanto e as mais mirabolantes formas de se assassinar alguém.

    - Com seu enredo que usa da mesma premissa inicial que o jogo anterior, mas as formas como as coisas se desencadeiam e no final são resolvidas, diferente do jogo anterior, são raros o momento onde você de fato sente raiva ou desgosto do criminoso, apenas pena. Diante de uma situação onde se é colocado com estranhos, ás vezes a cabeça pode te afetar, você sente falta daqueles que gosta... é aí que o "desespero" pode vir a tomar conta. 
    E esses personagens enfrentam isso na pele a cada novo capítulo, onde são a confiança que eles tentam construir para superar toda a situação ferrada, é colocada a teste quando um dos seus companheiros é misteriosamente assassinado.

    - Os já citados Class Trials são um dos aspectos que tornou Danganronpa uma das séries mais únicas dentro de um mercado repleto de mesmice. Debater e encontrar a verdade enquanto se resolve puzzles, mas antes disso tudo, passando por uma sessão de investigação do caso de assassinato e ao voltar ao Trial, ver como cada peça cai uma por uma fazem com que o jogador na maioria das vezes não acredite em como aquilo foi realizado e ao final, a conclusão deixa muitos de boca aberta. Tudo isso acompanhado de muito drama e tensão e discussões longas e pesadas, que andam de mãos dadas com uma trilha sonora simplesmente fenomenal.

    - Um dos, se não o Cast de personagens mais único que eu já vi num jogo.
    Todas essas caricaturas são os meus anjos e eu protegerei cada um deles até o último suspiro da minha vida... Esses personagens são extremamente únicos e extremamente especiais um dos outros e apesar de serem "Super Colegiais", eles tem problemas e passam por tantas dificuldades quanto a gente e conhecendo cada um deles no jogo, você vê o quão precioso eles são e a animação que continuou o arco deles só me fez ama-los mais e mais.
    Dentre toda a franquia, o Cast de Danganronpa 2 é provavelmente o que mais sofreu dentre todos os outros, sendo submetidos a situações horríveis apenas para ter de reviver todo o inferno mais uma vez.
    Hinata, o protagonista do jogo é o mais especial de todos pra mim por que eu via muito do meu eu antigo nele e um pouco até hoje. 

    - Enfrentar a verdade. Ás vezes nós gostamos de esquivar dos fatos e realidades e tentar distorcer tudo para ficar mais conveniente. Mas... nem sempre isso pode ser feito e é necessário aceitar a verdade, por mais difícl que seja ou o quanto ela vá doer, o jogo ensina constantemente essa lição para o jogador e é algo que se levado para fora, pode fazer você crescer mais como pessoa e também ajudar a passar por diversas dificuldades pois dificuldades são obstáculos que se superados, você pode seguir ainda mais forte.

    Eeeee acho que é isso aí ? Talvez eu tenha me perdido em algum momento, urgh... é muito difícil falar desses jogos e ter de se segurar, normalmente eu saio fazendo uma bíblia enorme... ehehe

    Eu vou convidar quem quiser para fazer o desafio! Mas especialmente queria ver a lista do @emphighwind , @kotarou e @vinix e do @zefie e o @zir0 !

    41
    • Micro picture
      _gustavo · 10 months ago · 3 pontos

      Não tem Gacha, achei fake shaushauhsaushsa
      Excelente lista, preciso experimentar a série Danganronpa ainda ^^

      3 replies
    • Micro picture
      geekanalisando · 10 months ago · 2 pontos

      A ambientação do Portrait Of Ruin é realmente sensacional. Curto quase todos os Castlevanias, mas esses do DS são meus favoritos. No meu caso, particularmente o Order Of Ecclesia. Difícil alguém citar algum deles como favorito... :)

    • Micro picture
      vinicios_santana · 10 months ago · 2 pontos

      Conheci tardiamente Resident evil 1 e 2 e se tornaram favoritos do ps1, foi muito bom de jogar, mesmo atualmente.

  • rafaelssn Rafael Nogueira
    2019-08-21 12:54:31 -0300 Thumb picture
    Post by rafaelssn: <p>Via&nbsp;<a href="https://www.zerochan.net/" tar

    Medium 655129 3309110367

    Via Zerochan

    22

Load more updates

Keep reading &rarr; Collapse &larr;
Loading...