Medium picture

pauloaquino Paulo Aquino

Eu viajo pelos games. Eu vivo aventuras. E eu jogo pra bater nos outros.


about 8 years ago 2014-09-09

Double Dragon V: The Shadow Falls

Em 1987 o mundo conheceu um sucesso que "abriria a porteira" pra que viessem outros jogos como Final Fight, Golden Axe, Streets of Rage...

Em 1995, ainda no oba-oba dos fighting games, a SNK nos brindaria com sua versão "a la Street Fighter". OK que foi feita a partir de um filme caído sobre Double Dragon.

Mas eu vim aqui falar é do "primo pobre" desse jogo da SNK.

No caso, falo do "primo morador de rua, craqueiro, desdentado e analfabeto" do Double Dragon da SNK.

Falo de Double Dragon V - The Shadow Falls. De Mega Drive. Tambem fizeram essa caca pra SNES, mas...

http://www.youtube.com/watch?v=isTDGmwAlJA

VÉI, QUE TROÇO CAÍDO!...

Vocês devem estar pensando: "De boa, @pauloaquino? Você anda bem 'bonzinho' nas suas críticas".

Não vou mentir, quando se trata de videogame, meu primeiro gênero favorito vai sempre ser luta. Mas... Sabe quando algumas coisas simplesmente não dão certo como jogos de luta?

Falem o que for do Sonic the Figthers! Mas pelo menos ele não é que nem esse... ...esse cocô!

E sim, eu já tive o desprazer de jogar essa coisa que não é melhor que o horário eleitoral!

GRÁFICOS

Até que bem feitos. Aliás, obrigação em qualquer console: ter gráficos decentes (e daí pra cima). Mas who cares? Hoje em dia neguinho "descasca" pra gráfico, não sei por quê. Eu não sou baba-ovo de gráfico, então, já sabem a minha resposta.

Desde quando os irmãos Lee usam espadas? E o resto do elenco? Um monte de "quem mesmo?". Os personagens mais carismáticos que você já viu, desde o Porygon (o tal que fez um monte de criança japonesa dar "tela azul da morte") do Pokémon...

Parece que o jogo foi feito como se fosse um tie-in pra um desenho animado de Double Dragon (tô falando sério: isso existe), que pra mim, esse desenho é que nem aquele desenho americano de Darkstalkers: ninguem sabe, ninguem viu, e é melhor que fique assim!

E parece que ambientaram esse game em um mundo pós-cataclísmico. Belezga, o game de 1987 se passa em uma NY pós-cataclísmica, mas...

Na prática, os gráficos são uma das pouquíssimas coisas que prestam nesse jogo, pena que uma hora eles acabam cansando... Afe!... Próximo ítem...

SOM

Não se enganem.

Um narrador chatinho. Vozes pouco inspiradas. As músicas? Você certamente não se lembrará de nenhuma delas.

Acho que não faria a mínima diferença se tivessem colocado na trilha sonora do game alguma música da Anitta (*vomita*) ou o barulho daquele seu vizinho de parede com parede usando furadeira.

Não fosse por ser 16 bits (como se fizesse diferença), ia parecer outro lixo tóxico chamado My Hero (ECA!!!...)

CONTROLE

Senta e chora...

Agora, o essencial em um game. E um dos pontos onde Double Dragon V mais dá vergonha alheia.

Uma coisa que nem merecia ser chamada de controle.

Cada personagem tem seis ataques básicos (alguns nem isso), quatro golpes próprios e um agarrão. *boceja*

Os comandos são ruinzinhos de entrar, os controles são lentos e pouco intuitivos.

MESMO que você vença pelo menos UM round, terá sido na base do bom e velho voadora-e-rasteira, e ainda assim, por pura sorte.

GAMEPLAY

Preciso mesmo falar?

Um confuso (ISSO MESMO) esquema de fatality genérico.

Um modo Quest pouco inspirado, e que, contando os defeitos do game, nem vale a pena.

Pode-se chamar um amigo pra jogar o modo Versus. Mas seguramente ocorrerá uma dessas situações:

A) ele vai dizer "Bebeu água da privada?!";

B) mesmo que ele tope, cinco minutos depois ele vai perguntar se você não tem King of Fighters 13, Injustice, ou mesmo Super Street Fighter 4...

SOCO DE BEBEZINHO

Pela minha declaração pessoal, esse aborto seria o oposto polar do Dragon Ball Z Budokai 3...

Double Dragon V entraria na categoria "prefiro esquecer que um dia eu encarei isso daí". É um sério rival de Shaq Fu pelo posto de pior fighting game de todos os tempos.

Star Wars - Masters of Teras Kasi ainda seria mais rock n' roll.

Esse jogo é muito vergonhoso. Vergonhoso mesmo! Uma verdadeira meleca! Passem bem longe disso daí!... Ô bagulho chulé, véi!!...

E aquela Dominique (acho que é esse o nome lá da "senhôura", aquele sub-chefe), aquele fóssil, nunca vai merecer uma só... ..."homenagem"... ...minha.

Sério! Qual foi a maconha estragada que a Tradewest fumou quando fez essa atrocidade que nem mesmo merecia ser chamada de game?

(*faz no game o chamado "cuecão", e enfia o mesmo game na lixeira*)

Leilão de jóias é muito melhor do que esse jogo! Tá louco...

0.5 0.5 10
Overall
3.0 Gameplay
1.5 Story
1.5 Music
5.0 Graphics
Se alguem descobrir algum, me avise
Controles lentos e golpes pouco precisos
Quem já viu fatality genérico que depende de que os dois personagens estejam caídos no chão?
Você não se lembrará de nenhuma das músicas
Billy e Jimmy descaracterizados, e demais personagens com zero de carisma
Os gráficos depois de algum tempo cansam a vista

0 of users found this review helpful.


Outras críticas do mesmo autor:

Keep reading → Collapse ←
Loading...