This game doesn't have any review. Be the first one to review it!

Add Review


  • 2022-03-24 08:34:30 -0300 Thumb picture
    Post by grindingcast: <div>Chegando com o primeiro da nossa nova serie de

    Chegando com o primeiro da nossa nova serie de posts, falando ai de RPGs que a galera não da muita bola, mas vale a pena dar uma conferida!


    Summon Night Swordcraft Story:

    Um charmoso jogo de Game Boy Advance, perfeito para o RPGeiro que está procurando algo mas curto e descontraído. O jogo tem um combate de ação

    divertido e apesar de seu plot em si não ser nada complexo,

    as interações dos personagens compensam bastante. Esses tem muito carisma e me arrancaram boas risadas enquanto jogava.

    O ponto mais interessante do jogo é que a escolha de ser um menino ou menina mudam muito as interações e diálogos ao decorrer do jogo, isso somado que cada guardião possível, que você escolhe no inicio do game, adicionam mais uma camada de mudança nesses diálogos, dando a esse jogo muita personalidade e um fator replay interessante.

    Infinite Undiscovery:

    Um dos raros JRPGs exclusivos do Xbox 360 que poucas pessoas tiveram a oportunidade de conferir. Infinite Undiscovery é um belíssimo jogo que veio para mostrar a potência dos vídeo games da sua geração, seja pelo visual ou pela sua jogabilidade.

    Um dos RPGs de ação com um combate divertido e engajante, com uma grande variedade de personagens. O jogador monta a sua equipe com 4 personagens, porém, em certos momentos do jogo terá de montar várias equipes, tendo que jogar com todas elas e assim tirando proveito desses vários personagens disponíveis.

    Esses personagens não são apenas legais de ter ao seu lado em combate, eles também são ótimos companheiros ao longo da aventura, com interações interessantes entre os membros desse grupo de pessoas que está tendo libertar o mundo das correntes que o prende.

    Se você está procurando por um vasto mundo para se explorar e engajar em vários combates com uma boa variedade de personagens com habilidades diferentes, então vale a pena dar uma conferida neste jogo.

    25
    • Micro picture
      ersatzgott · 2 months ago · 2 pontos

      Um dos poucos exclusivos do 360 que me chamam atenção, queria jogar

    • Micro picture
      gicba · 2 months ago · 2 pontos

      Pessoal curte Infinite Undiscovery?? Essa é nova pra mim. Eu engolia quase qualquer coisa na época que saiu e até eu achei zoadinho

    • Micro picture
      noyluiz · 2 months ago · 2 pontos

      Tem a série Ys ( e os avulsos da Falcom como Zwei), tem série Dept. Heaven (Riviera,Yggdra Union, knight of nightmare) e os avulsos da Sega no DS mesmo (os Etrian Odyssey, Deep Labyrinth, Contract, Master of the Monster Lair, Infinite Space, Sand of Destruction,os Luminous Arc, Rondo Of Swords, The Dark Spire, Phantasy Star 0, etc)

  • 2021-11-24 14:56:02 -0200 Thumb picture

    E hoje falemos de Summon Night: Swordcraft Story de GBA

    Summon Night: Swordcraft Story é um RPG de ação desenvolvido pela Flight-Plan e publicado pela Banpresto no JP e Atlus no ocidente no ano de 2003 para o Gameboy Advance.

    Três anos antes de começar a história do jogo, Shintetsu, o Senhor do ferro deu sua vida para proteger sua esposa, seu filho e toda região de Wystern, e foi homenageado como um herói por seu sacrifício.

    Trés anos depois, os restantes Craftlords organizaram um torneio para escolher o novo Senhor do ferro. O jogador assume o papel de filho de Shintetsu e luta para conquistar o título em homenagem ao pai.

    O filho(a) de Shintetsu vence algumas das partidas,e uma figura misteriosa, eventualmente, o presenteia com a Espada do Oeste. Esta espada foi usada para selar um grande mal, e o jogador passa a ser encarregado da arma assim que o selo se torna ineficaz.

    Antes que o torneio possa ser concluído, o jogador fica sabendo de uma inquietação crescente entre os Craftlords e descobre que Lubert, o Senhor de Amber, e Ureksa, Senhora de Jade, estão tentando dominar o poder do espírito destrutivo Parista e fecharam um acordo com a nação estrangeira de Deigleya para dividir o controle da besta.

    Então, o jogador irá precisar do poder das outras 3 espadas, para conseguir selar o espirito de Parasita de uma vez por todas.

    O jogo progride ao longo da história dia a dia, tendo um total de 10 dias, onde o jogador atravessa a cidade de Wystern e o Labirinto. A cada dia, mais níveis do labirinto são desbloqueados e o jogador deve viajar mais fundo para completar as missões.

    Um dos principais focos do jogo é forjar armas para lutar. Para forjar uma arma, o jogador precisa da técnica da arma e dos materiais para criá-la. As armas também tem duração e podem ser quebradas.

    As batalhas acontecem dentro das dungeons. Elas são iniciadas em encontros aleatórios. Na tela de combate, em side scrolling, o jogador será colocado em uma pequena área com um a quatro oponentes.

    O jogador é capaz de: andar, correr, pular, atacar, defender, invocar sua besta guardiã e usar itens. Podem ser equipadas até três armas e até quatro itens e feitiços diferentes que podem ser colocados na besta guardiã.

    26
    • Micro picture
      artoriasblack · 6 months ago · 2 pontos

      gostei do visual do game, talvez o pegue

    • Micro picture
      santz · 6 months ago · 2 pontos

      Joguinho muito top. Batalha estilo Tales of Phantasia.

    • Micro picture
      iuritoadstool · 6 months ago · 2 pontos

      Excelente apresentação, mano. Lembro de jogar Summon Night em meados de 2006, via emulador de GBA, e apesar de não ter progredido muito (sei lá porque parei de jogar na época), a experiência que tive foi satisfatória.

      Espero revisitá-lo eventualmente.

  • 2020-01-31 12:37:01 -0200 Thumb picture
    _fernando checked-in:
    Post by _fernando: <p>Fui abrir um pouco aqui antes de começar o 2, e

    Fui abrir um pouco aqui antes de começar o 2, e esse jogo tem Post-Game. Da pra fazer luta de exibição no torneio e ganhar premios dependendo do tempo, conseguir mais armas, e o Labirinto tem ainda mais andares, e o mais engraçado é que O Cleru ter virado Craftlord continua kkkkk geralmente não salvam o que aconteceu em um RPG depois que termina, nice.

    Mas não vou Fazer porque to afim de ir logo pro 2 :v

    16
  • 2020-01-31 10:57:40 -0200 Thumb picture
    _fernando checked-in:
    Post by _fernando: <p>Finalizado, e é o sexto no ano(agora voltei a co

    Finalizado, e é o sexto no ano(agora voltei a contar kkkk). Tem um pouco de spoiler aqui. 

    O lance de que o torneio que o Cleru tava participando pra virar craftlord era só pra que as pessoas não se importassem tanto com os terromotos e fato com que Parista, o vilão do jogo, só ficou mal porque os craftlords ali da cidade do jogo fizeram besteira no passado da um toques bem legal pra historia, e é legal ver a galera se juntando pra ajudar o Cleru no final.

    E antes da luta final o espirito de Gelo, que é meio que o irmão gemeo de Parista, pergunta se você quer ou não sacrificar a alma do seu Summon(que no meu caso é o Rasho) pra fazer a arma pra derrotar o bicho. Eu tive que dizer que não, porque por mais que assim seja meio cliche, sacrificar o Rasho seria errado, já que tem um outro jeito pra conseguir a arma, que é bem rápido. 

    E o Final Boss foi tranquilo, só fiquei lá acertando com a Drill, me curei umas 3 ou 4 vezes(alias, é bem facil se curar nesse jogo), e usei uns Astral Guard e Quickmoves. 

    O final é bem simples, Parista é derrotado e não morre, só volta pro mundo dele junto com o espirito de gelo, o Cleru resgata a garota que é sequestrada lá, vira Craftlord, e no final tem um dialogo bem legal com o Rasho, e é isso. 

    Bem, foi umas 16 horas, e mesmo sendo um jogo bem simples, eu realmemte gostei bastante, se fosse pra eu da uma nota provavelmente seria um 8. Agora vou comecar O 2, tomara que seja melhor Como dizem

    19
    • Micro picture
      gennosuke6 · over 2 years ago · 2 pontos

      Parabéns, véi! o/ Nunca joguei essa franquia, mas parece bacana.

      1 reply
    • Micro picture
      the_muriel · over 2 years ago · 2 pontos

      Parabéns, eu to querendo muito jogar ele, porque eu tinha jogado quando mais novo e não lembrava o nome kkkkkkkkk

      1 reply
    • Micro picture
      matheusps92 · over 2 years ago · 1 ponto

      Boa o/ Eu joguei com a personagem feminina na época e acabei pegando a Sugar como summon, foi bem engraçado :V
      Pretende jogar o segundo? O sistema de exploração dele é BEM diferente do primeiro.

      1 reply
  • 2020-01-30 23:36:13 -0200 Thumb picture
    _fernando checked-in:
    Post by _fernando: <p>Cara, que jogo bom.</p><p>To com umas 11 horas,

    Cara, que jogo bom.

    To com umas 11 horas, e já avancei muito. 

    Peguei o jeito de como usar a Drill, e usei as que fui forjando não só nas lutas normais, mas também pra quebrar as armas dos bosses, e com isso to pra fazer uma outra Drill muito boa agora. E continuo usando a espada e o Knuckle também. E realmente, apesar desse jogo ser facil, não deixa de ter um sistema de craft e de batalha ótimo. 

    É legal também como no fim de cada dia da pra escolher com qual dos personagens vai falar, já que com exceção da Razzy, os outros sao bem legais, principalmente o Rasho e o Sakuro, que são de longe os que tem os melhores dialogos com o Cleru. 

    Acho que agora to perto do final, se eu tiver lembrando direito

    19
    • Micro picture
      manoelnsn · over 2 years ago · 2 pontos

      Sim, o jogo é bem legal, apesar de fácil e curtinho

      3 replies
    • Micro picture
      jcelove · over 2 years ago · 2 pontos

      Achei ele maneiro, mas cansei rápido e acabei largando no meio da dungeo.hehe

      4 replies
    • Micro picture
      santz · over 2 years ago · 1 ponto

      Esse lance dos diálogos entre as missões é muito maldito. Você escolhe uma pessoa e não tem como saber como será o diálogo com os outros. Pelo menos isso não interfere em nada.

      1 reply
  • 2020-01-29 13:50:38 -0200 Thumb picture
    _fernando checked-in:
    Post by _fernando: <p>Comecei ontem, e to com umas duas horas de jogo.

    Comecei ontem, e to com umas duas horas de jogo. E nossa, que jogo legal. 

    O sistema de craft é muito bom. Apesar da lanca e da Drill serem meio chatas, a espada, machado, e Knuckle sao bem legais, e da pra ir adequando a cada situação.

    Pegar os materiais funciona muito bem também, porque o Labyrint, que é a Dungeon pricipal do jogo pra isso, é ótima de se explorar.

    E o combate é bem divertido e fluido também, mesmo sendo no geral bem facil. Você pode atacar, defender, e usar as magias e itens de Support equipadas no Summon, e uau, funcionam muito bem mesmo. 

    E o enredo é muito simples, mas ainda assim, o lore é bem legal, e os personagens sao muito carismaticos, principalmente o Rasho. 

    Ah é, e eu quase terminei esse jogo uma vez, mas parei porque eu era ruim kkkkk dessa vez vou até o fim

    20
    • Micro picture
      matheusps92 · over 2 years ago · 2 pontos

      Pelo que eu lembro dá pra quebrar as armas dos chefes com o Drill, aí você ganha a blueprint pra fazer elas. Dá pra fazer com qualquer arma, mas com o Drill é bem mais fácil.
      Se tá gostando do primeiro eu recomendo jogar o segundo depois, ele é melhor em tudo =P Queria muito que relançassem esses jogos em outra plataforma, tomara que venha pro Switch xD

      1 reply
    • Micro picture
      santz · over 2 years ago · 1 ponto

      Não vai demorar muito para o labirinto ficar chato pra porra. Eu usava espada, machado e lança. A lança é uma das melhores armas, pois consigo atacar a galera de longe.

      2 replies
  • santz Santz
    2020-01-03 10:12:21 -0200 Thumb picture

    Jogo finalizado nº: 356 - Action RPG rápido e divertido

     Um dos meus RPGs favoritos da vida é o Tales of Phantasia, muito devido ao seu combate. Descobri a série Summon Night e o seu jogo para GBA me pareceu muito convidativo. O jogo conta a história de um menino (ou menina) e seu companheiro que vai participar de um torneio para se tornar um CraftLord. Vamos conhecendo vários companheiros e vilões que vão dar mais riqueza da história, envolvendo os pais do protagonista. A história é bem divertida e cheia de diálogos. Os gráficos são um ponto forte, pois tudo é muito detalhado e conciso. As músicas são boas também, mas nada muito marcante.

     O combate do jogo é o que mais me agradou no jogo. Apesar dos encontros aleatórios, podemos golpear com diferentes formas de ataque e usar magias da entidade que o acompanha. No meu caso, foi o Rosho, um capetão. A parte de craft é bem simples até. Juntamos uma quantidade X de até 4 tipos de minerais e formamos uma arma. Durante todo o jogo, só usei espada, lança e machado. A parte mais chata do jogo é o labirinto, um lugar dividido em andares feito para ficar upando. Nada demais, se não fosse o design do labirinto que é sempre o mesmo durante todo o jogo. Por fim, foi uma experiência muito bacana.

    29
    • Micro picture
      bartd3 · over 2 years ago · 2 pontos

      parabéns xD

      1 reply
    • Micro picture
      zxkuroi · over 2 years ago · 2 pontos

      Adoro esse jogo, tem o 2 também, quando puder, dá uma conferida ;)

      1 reply
    • Micro picture
      romaopedro199 · over 2 years ago · 2 pontos

      Se você gostou do 1.... o 2 é bem melhor, com certeza tá na minha lista de melhores RPGs

      1 reply
  • 2019-12-25 23:43:08 -0200 Thumb picture
    Post by _fernando: Eu não cheguei a terminar esse Summon Night, parei

    Eu não cheguei a terminar esse Summon Night, parei bem no fim, logo antes do ultimo boss, e por algum motivo que não lembro, mas é sem duvida um jogo bem legal.
    Btw, o Rasho é disparado o melhor summon

    Curto como uma adaga, eficaz como uma espada

    Review by: @manoelnsn

    Summon Night: Swordcraft Story é um jogo lançado pra Game Boy Advance em 2003, sendo um spin off dos jogos da série...

    Keep Reading →
    15
  • manoelnsn Manoel Nogueira
    2019-12-01 18:31:19 -0200 Thumb picture
    manoelnsn checked-in:
    Post by manoelnsn: <p>Finalizado!</p><p>#img#[673530]</p><p>Foram umas

    Finalizado!

    Foram umas 12 horas de jogo, ele é bem curtinho e fácil, porém não deixa de ser divertido!

    Demorei um tempão pra perceber que tinha que quebrar as armas dos inimigos pra conseguir craftá-las depois. Sim, nesse jogo tu pode vencer as lutas por duas formas: drenando o hp dos inimigos ou quebrando as armas deles, é bem legal.

    Também tem algumas magias que tu pode usar, mas tirando a de cura, as outras não compensam muito, já que tudo no jogo leva um bom dano de hits físicos, especialmente àqueles desferidos pelas costas.

    Tem até um cameo de algum dos personagens do Summon Night original (que é tático), mas nada que te obrigue a jogar os jogos da franquia principal pra entender, já que tudo nesse game é bem simples e fácil de entender. Nada de mais, nada de menos, só um RPG legal e bem curtinho, bom pra quem quer jogar algo do gênero, mas não tem muito tempo pra tal XD

    E quem for jogar e quiser dar umas risadas, peque a Pratty e escolha a Sugar como Guardian beast, aahuahuaha

    25
    • Micro picture
      jcelove · over 2 years ago · 2 pontos

      Esse eu achei legalzinho mas oarei pra jogar outra coisa e nunca mais voltei. Agora nao animo mais.hehe

      2 replies
    • Micro picture
      santz · over 2 years ago · 2 pontos

      Eu também achei o jogo bem mediano e divertidinho. Eu não crafitei nenhuma arma quebrando a do oponente. Deve dá mó trabalhão.

      3 replies
  • manoelnsn Manoel Nogueira
    2019-11-26 13:04:49 -0200 Thumb picture
    manoelnsn checked-in:
    Post by manoelnsn: <p>Joguei mais algumas horinhas no final de semana,

    Joguei mais algumas horinhas no final de semana, mas acabei esquecendo de fazer o check-in...

    Basicamente venci mais algumas lutas no torneio e explorei um pouco mais da dungeon na busca de materiais pra fazer novas armas pra protagonista.

    Aliás, gostei bastante do sistema de batalha aqui. É um action bem simples, onde tu tem uma barra de HP e uma barra da durabilidade da arma que tu tá usando, que vai diminuindo à medida que tu dá dano nos inimigos. Ainda não aconteceu da minha barr ira a zero, mas creio que a arma quebre e tu tenha que fazer outra, o que não é uma tarefa difícil.

    A história tá tão simples quanto o gameplay, mas tá bem divertida, ainda mais com as interações da protagonista, Pratty, com a Sugar, ahuahua

    A última batalha, contra a Razzy, uma moleca que ficava pulando feito uma condenada e era difícil de acertar, foi bem chatinha, mas nada muito complicado.

    Enfim, o jogo deve ter pouco tempo de duração, então não deve demorar muito pra terminar.

    24
    • Micro picture
      zandryx · over 2 years ago · 2 pontos

      Esse eu joguei no emulador do celular kkk Me viciei nele na época, é bem gostosinho de jogar e olha q não peguei por indicação, fui olhando os nomes de algumas roms e resolvi testar esse só pq achei o nome legal rs

      1 reply
    • Micro picture
      santz · over 2 years ago · 2 pontos

      Opa, zerei esse jogo ontem ^^ Deu 15 horas de jogo. Curioso você jogar com a menina. Essa Sugar aí não tem na campanha masculina. Ela é tipo a rival?

      3 replies
    • Micro picture
      vinicios_santana · over 2 years ago · 2 pontos

      Curioso com esse sistema de batalha.

      1 reply

Load more updates

Keep reading &rarr; Collapse &larr;
Loading...