This game doesn't have any review. Be the first one to review it!

Add Review


  • msvalle Marcos
    2022-07-03 15:48:33 -0300 Thumb picture
    msvalle checked-in:
    Post by msvalle: <p><strong><em>Concluído!</em></strong></p><p>É, re

    Concluído!

    É, realmente deixaram a bola cair nesse aqui. Ficou bem abaixo dos dois primeiros, e com a banalização da violência e morte, perdeu bastante pontos comigo.
    Isso para não falar dos problemas criados com a novidade adicionada nesse aqui - como se o campo morfogenético já não fosse confusão suficiente hehe
    Ainda por cima, achei a quantidade de escape rooms pouca, esse aqui é bem mais Visual Novel.

    21
    • Micro picture
      jcelove · about 1 month ago · 1 ponto

      Esse saiu no auge do sucesso dos jogos da Telltale, acredito que tenham influenciado pq a pegada é diferente, mas spesar dos furos eu curti a revelaçao mirabolante sobre sigma d phi no final.hehe

      1 reply
  • msvalle Marcos
    2022-06-30 17:07:51 -0300 Thumb picture
    msvalle checked-in:
    Post by msvalle: <p><strong><em>Spoilers a frente!</em></strong><br>

    Spoilers a frente!
    .

    .

    .

    A teoria de que McFly seria um assassino em De volta para o futuro traz um pouco do brilho dos outros jogos para esse, pena que esse brilho está envolto no sangue das carnificinas e dos personagens enlouquecidos matando uns aos outros... XP

    23
    • Micro picture
      carlospenajr · about 1 month ago · 1 ponto

      Eu não lembro desses detalhes desse 3° jogo, mas tem umas coisas doidonas nele (e algums furos tb XD)

      4 replies
  • msvalle Marcos
    2022-06-25 12:40:37 -0300 Thumb picture
    msvalle checked-in:
    Post by msvalle: <p><strong><em>Spoilers a frente!&nbsp;</em></stron

    Spoilers a frente! 

    A fragmentação em equipes de uma narrativa já fragmentada não está funcionando para mim. Para o que Zero chama de "Decision Game", acaba que não significa nada, pois basta "voltar" e fazer outra escolha. 

    Sem contar que não entendo como podemos estar "pulando" entre as equipes, considerando as explicações dos jogos anteriores. 

    Confesso que não estou tão animado quando nos dois primeiros jogos. As "escape rooms" não fazem sentido, e algumas resultam em carnificinas que independem do jogador. 

    27
    • Micro picture
      jcelove · about 2 months ago · 1 ponto

      Jogos mortais quanticos espaço temporais.hehe
      Sera que vc entrara pro grupo de decepcionados com o final Marcos?vamos ver os proximos eps.hehe

      1 reply
    • Micro picture
      zefie · about 2 months ago · 1 ponto

      Já eu vou começar o The Nonary Games, vi que tem no Game Pass e pretendo jogar pelo x cloud no celular enquanto estiver deitado antes de dormir, aí só vou voltar nesse depois. xD

      1 reply
    • Micro picture
      infernape · about 1 month ago · 1 ponto

      Esse foi uma grande decepção mesmo, todo esquisito, sem o charme dos outros dois

      1 reply
  • msvalle Marcos
    2022-06-22 22:09:06 -0300 Thumb picture
    msvalle checked-in:
    Post by msvalle: <p>Uma coisa que está me incomodando nesse aqui é c

    Uma coisa que está me incomodando nesse aqui é como o jogo foca no enfrentamento entre os participantes, praticamente forçando isso. 

    Nos anteriores era mais elaborado, contando com a desconfiança natural do ser humano para estimular a competição. 

    Espero que melhore mais para a frente. 

    27
    • Micro picture
      jcelove · about 2 months ago · 1 ponto

      esse é o mais na pegada jogos mortais dos 3. hehe

      1 reply
  • msvalle Marcos
    2022-06-22 08:14:19 -0300 Thumb picture
    msvalle checked-in:
    Post by msvalle: <p>Quando você acha que não é possível ficar ainda

    Quando você acha que não é possível ficar ainda mais complexo, o novo jogo lhe mostra como você estava errado. 

    O fluxograma agora foi dividido em vários! 

    E meu primeiro "bad ending" foi assustador... 

    25
    • Micro picture
      jcelove · about 2 months ago · 1 ponto

      Foi o massacre da serra eletrica?

      3 replies
    • Micro picture
      zefie · about 2 months ago · 1 ponto

      Eu preciso continuar esse, comecei ele na época do hype pelo novo filme dos Jogos Mortais e acabei esquecendo depois.

      1 reply
  • 2022-02-02 00:50:24 -0200 Thumb picture
    zefie checked-in:
    Post by zefie: <p>Acabei de começar e.... terminei. xD&nbsp;<br>Ac

    Acabei de começar e.... terminei. xD 
    Acho que foi o jogo mais rápido que já terminei até hoje (nem o Far Cry 4 é tão rápido).

    O jogo é uma pegada estilo Jogos Mortais: um grupo acorda preso em celas, com um bracelete no pulso esquerdo e sem saber o que está acontecendo. 

    Eis que surge um cara vestido de Plague Doctor e fala que quer jogar um jogo. Ele joga uma moeda pra cima e pisa nela quando ela cai no chão, depois te faz escolher qual lado saiu. Eu acertei o lado e aí ele liberou geral HUEAHUEAHUEAUHAEUHUHAE.

    Bom, agora é jogar a história "direito" pra ver o desenrolar da coisa, já que pelo jeito não é pra ter final feliz. xD

    22
    • Micro picture
      dlima · 6 months ago · 1 ponto

      kkkkkkk aconteceu cmg tb
      ei já jogou os outros da série? o 999 e o VLR?

      3 replies
    • Micro picture
      bobramber · 6 months ago · 1 ponto

      Kkkk... Assim é rápido mesmo.

  • anduzerandu Anderson Alves
    2021-10-15 16:51:38 -0300 Thumb picture

    Registro de finalizações: Zero Escape: Zero Time Dilemma

    Zerado dia 15/10/21

    Lá pra 2009 eu voltava ao mundo dos jogos com força graças à aquisição de um Nintendo DS e a facilidade de algo que era novo pra mim: um flashcard. Graças a esse tal de flashcard eu poderia baixar e jogar qualquer jogo do portátil sem gastar grana adicional como até então vinha sendo com meu GBA SP. Pensa numa pessoa feliz de finalmente jogar meus Zeldas e Metroids da vida, e de verdade já que emular DS e o uso da styllus com o mouse era um saco.

    Foi graças à aquela época também que descobri ótimas franquias como Ace Attorney, além de um amor pelos gêneros relacionados a Visual Novel e Point & Click de Time Hollow e Professor Layton. E foi na minha busca por jogos bons que conheci esse tal de 999 (9 Hours 9 Persons 9 Doors), um jogo bem sangrento e adulto que misturava toda aquela coisa de Escape Room e a série de filmes Saw. O enredo me pegou fácil, o que eu não esperava, e basicamente se resume à um grupo de pessoas presas num local tendo que fazer escolhas e resolver quebra-cabeças para conseguir sobreviver).

    Bom, eu amei 999 e isso inclusive me despertou a curiosidade em jogar, anos depois, Danganronpa no PSP (outro jogo que curti bastante). Já na época do 3DS houve uma sequência para o jogo de DS chamada de Zero Escape: Virtue's Last Reward. A ideia era meio que a mesma, mas com personagens, locais, puzzles e história diferentes.

    Lembro que peguei VLR emprestado com uma menina que mal conhecia e curti a experiência, apesar de que a ideia já não era novidade pra mim e o jogo era longo demais, lotado de texto e muito cansativo. Isso me fez evitar jogar o terceiro, Zero Time Dilemma, por anos! Já fazem o quê? Uns 7 anos?

    Bom, mesmo com urgências maiores na lista, resolvi começar ZTD recentemente pois bateu a vontade de jogar algo do gênero e mais despreocupado.

    Fazem anos que joguei o anterior e posso dizer que é possível jogar ZTD sem conhecer os anteriores, mas a recomendação é mesmo jogar na ordem para pegar umas referências aqui e ali. Alguns detalhes mencionado e mesmo personagens que voltaram eu sequer percebi até muito depois e não senti que perdi nada por não lembrar deles. Senti mesmo que fica mais como uma pequena recompensa por acompanhar a série.

    Vou deixar como consideração também não jogar a versão de 3DS como eu fiz. Apesar de que fazer os puzzles com a caneta no touchscreen é muito prático, os visuais ficam muito limitados na resolução do console e frequentemente tem serrilhados. Jogar com o áudio em japonês seria outra dica visual, pois o jogo tem muita cinemática de diálogo e as bocas ficam totalmente fora de sincronia em inglês (ainda assim insisti na língua pois não curto o áudio JP em quase nenhum jogo).

    Minha última dica é a seguinte: esse título é o pior da franquia, que é excelente. Quer conhecer? Joga os anteriores e não comece por aqui mesmo. Sendo assim esse texto fica mais pra quem já conhece ZTD.

    A aventura segue meio que a mesma lógica das anteriores em que as pessoas estão confinadas num recinto distante da civilização e devem cumprir objetivos dentro de um tempo, assim como tomar decisões para poderem avançarem e sobreviverem mais um tempo.

    Uma grande diferença aqui é que os participantes do jogo estão divididos em três grupos de 3 pessoas do início ao fim, quase sem qualquer contato com os demais, sendo que nos jogos anteriores as pessoas se juntavam e decidiam que ficava com quem para seguir diferentes rotas, até se encontrarem novamente mais a frente.

    Além disso, em ZTD cada prova tem uma duração curta (apesar de que na verdade nunca há um cronômetro e serve apenas no contexto do enredo) e no final da prova ou os participantes morrem ou sucedem, sendo que nesse caso são injetados com uma droga que fazem esquecer todos os acontecimentos das duas últimas horas.

    Isso é muito importante pois nesse jogo, após os incidentes iniciais, você tem diferentes provas soltas para escolher. Você escolhe uma delas, a completa e é jogado de volta nessa tela de escolha. Para os participantes, é como se nada tivesse acontecido.

    Já para o jogador é um contínuo jogo de experimentos em que você toma uma decisão e vê no que dá. Completando essa sequência, volte ao ponto de escolha e selecione a outra opção para ver o que aconteceria e assim por diante.

    É comum que cada fragmento de memória desses se desmembre em várias histórias diferentes. Eu mesmo fazia todos os caminhos possíveis em cada fragmento para então voltar à tela de escolha, onde iria para uma nova prova com mais decisões e bifurcações baseadas em escolhas.

    Muitas vezes você poderá ver todos os caminhos e resultados numa primeira exploração de uma prova, mas as vezes há bloqueios (explicados/lógicos ou não) e você deverá voltar mais tarde. Isso aconteceu bastante quanto mais eu chegava perto do final. Haviam momentos que um trio de deprava com uma trava desbloqueável com código e eu não fazia ideia se tinha esquecido, se não tinha visto ou prestado atenção. A verdade é que você terá que ir por outra memória até uma hora ou outra, inclusive podendo ser por meio de outros trios, achar uma dica para acessar aquele terminal.

    Esse negócio de memórias é uma verdadeira confusão e pelo que vi essa é uma das maiores reclamações dos jogadores de ZTD. Como eu disse, essas memórias estão lá para você escolher como desejar jogar, mas há sim uma certa lógica de diferentes timelines.

    Um exemplo disso é que no início os três trios devem votar em algum dos outros trios e grupo que receber dois votos é morto. Há uma timeline em que o time C ganha dois votos e morre, em outra quem ganha os dois votos é o time Q e em outra o time D. Há ainda uma timeline em que cada time vota em outro sem repetir, o que resulta em 100% de sobrevivência entre os participantes.

    O lance é que as vezes você vai jogar uma memória e vai ver que tais personagens morreram e isso tudo é baseado nessa escolha. Isso ocorro várias vezes durante a aventura, mesmo que você ligue ou não.

    Mais tarde eu percebi que havia um botão que mostrava as timelines da imagem acima e ajudava a seguir uma lógica. Infelizmente nem isso vai ajudar muito pois muitas vezes uma linha do tempo fica impossibilitada de ser continuada e você terá que seguir outra. Mais pra frente, os personagens ficam conscientes de seus poderes de trocar timelines e mudar acontecimentos e fazem isso com ainda mais frequência e a confusão vai a 300% com falas tipo "nessa história só nós dois estamos vivos mas se trocarmos para o momento antes da votação podemos averiguar uma informação com fulana na história onde apenas Carlos está morto". Mas sério, fica tão complexo que eu nem consigo replicar.

    Antes desse ponto o jogo é até fácil de seguir, mesmo sendo quase sempre meio confuso. Apesar das muitas cinemáticas (mal animadas), o enredo é muito interessante durante a jogatina o tempo quase todo. Como os diálogos são animados com cutscenes o tempo todo, não fica maçante como em Virtue's Last Reward, onde você passava um tempão só apertando A para ir de uma caixa de diálogo para a próxima e a próxima e a próxima. Trauma define aquele jogo pra mim.

    Porém, VTD fica cansativo no seguinte: puzzle atrás de puzzle. Você seleciona uma memória e terá que fugir de uma sala. Você a explora, experimenta com os itens, resolve os quebra-cabeças e sai. É bem legal. Em seguida o enredo se desenvolve de alguma forma, você seleciona os diferentes caminhos e logo estará de volta a tela de seleção de memória, onde você iniciará uma nova prova: outro puzzle. Nos dias mais inspirados a sensação é de que eu estava jogando puzzle seguido de puzzle com descanso de 5 minutos com as cutscenes da história entre eles.

    Para compensar, conforme memórias mais "avançadas" foram desbloqueadas para dar prosseguimento na campanha, essas salas de escape desapareceram e deram lugar a seções de apenas cinemáticas seguidas de mais cinemáticas em diferentes timelines, com eventuais digitações de códigos aqui e ali de cinemáticas de outras timelines. É nesse momento também que o jogo deixa seu lado mais cruel dos "Jogos Mortais" para dar lugar ao seu lado mais metafísico, poderes e lógicas loucas, viagens no tempo e afins e você deixa de jogar para tentar entender o que diabos está acontecendo.

    Eu não vou mentir que estava viciado no enredo e queria ver onde daria e como explicariam certas coisas. Mas também cheguei à um momento em que me questionei até onde ZTD era um videogame. Quer dizer, as salas de puzzles sumiram e ainda precisavam de mim, o jogador, para tomar algumas decisões e digitar códigos aqui e ali usando minha memória ou lógica das dicas dadas, mas eu estava assistindo a tanta cutscene que aquilo poderia bem ser um seriado, filme ou anime. Bom, pelo menos o enredo estava tão bom que pude focar no jogo sem questionar muito o que acontecia fora dele.

    Já nas últimas das minhas 23 horas jogando, travei em alguns dos raros momentos. Uma dessas travadas eu tive que pesquisar e cheguei à conclusão de que deveria repetir memórias iniciais em uma ordem específica para desbloquear mais delas. Ou seja, não adiantava ter jogado todos os caminhos pois os jogos só estava considerando certas ações no desenvolvimento da trama assim: se eu tinha que escolher entre A e B, C e D, E e F, o jogo seguia a lógica dos acontecimentos como sendo B, D e F, pois foram as últimas escolhas de cada time.

    Houve ainda outro momento travado que eu tive que pesquisar na internet o que fazer e mesmo assim tive muita dificuldade. Não havia nada de novo e nada faltava, apenas memórias trancadas. Por fim achei um código para digitar em uma máquina. Pesquisei na internet onde acharia esse código ou dica no jogo e nem isso eu consegui achar!

    Resumindo: Zero Escape: Zero Time Dilemma é um bom jogo com enredo melhor ainda mas, embora melhore em alguns quesitos em relação ao anterior, cai um bocado na qualidade da série. Eu não vou mentir que o que me segurou foi o enredo, bem escrito e sua jogabilidade mais tranquila, embora jogar qualquer coisa do gênero a noite seja um risco para a integridade do 3DS graças às minhas pescadas de sono e o chance do console cair no chão durante esses momentos.

    De bom: enredo muito bom. Trilha sonora boa. Facilidade de trocar de histórias e timeline, assim como trocar a dublagem entre inglês e japonês. Puzzles bacanas e tranquilos e sem exageros. O jogo inclui a opção de reler os textos num log (ótimo para quem costuma dormir acordado volta e meio e não quer perder informações importantes), assim como um bloco de notas para escrever com a caneta. Cinemáticas 3D deixam o enredo muito agradável de ser acompanhado, ao contrário do jogo anterior que jogava mil e uma janelas com texto para você ir passando. Duração ok da campanha e me faz questionar como aguentei 8 horas a mais que isso em Virtue's Last Reward. Curto o lance dos muitos desfechos.

    De ruim: as cinemáticas são meio toscas e a dublagem em inglês, sobretudo, sofre bastante com isso. Muitos momentos que ou você faz puzzle atrás de puzzles ou assiste cinemática atrás de cinemática. Personagens que voltaram de jogos anteriores ficaram feios em 3D. No 3DS o jogo peca nos visuais e ter duas delas raramente é útil. As timelines são uma verdadeira bagunça e o jogo as bagunça ainda mais com trocas frequentes no final. Achei o final um bocado sem graça. Odiei as partes que eu não tinha mais o que fazer nas memórias e não tinha ideia do que poderia estar faltando. Achei que o jogo poderia sinalizar na tela de memórias quais já foram 100% completadas ao invés de me fazer entrar e sair no menu de cada uma delas, o que leva tempo. O sistema de combinar itens nesse jogo é bizarro. Muito confuso!

    No geral, curti o jogo pesar dos apesares, mas sinto que ele foi melhor por suprir uma vontade de jogar algo no estilo do 999 ao invés de re-jogá-lo. Fico feliz também em ter completado a série, que é muito bacana. Volto a recomendar a franquia, mas sendo jogada em ordem. Agora é juntar coragem e iniciar Danganronpa 3 um dia, visto que o gosto amargo que o 2 deixou na minha boca foi muito mais forte que o do Virtue's Last Reward. Jogo massa!

    12
  • 2019-09-15 18:04:31 -0300 Thumb picture
    dlima checked-in:
    Post by dlima: <p>me pareceu bem mais fumado doq os outros da seri

    me pareceu bem mais fumado doq os outros da serie, mas agora q acabou deu ate pra entender tudo, e nossa excelente franquia, tem inclusive memes de excelente qualidade.

    o bom q a historia de tao complicada vc fica sem saber oq deve ser spoiler ou nao

    1
  • cristalescuite CRISTALESCUITE
    2019-09-15 14:55:29 -0300 Thumb picture
    cristalescuite checked-in:
    Post by cristalescuite: <p>Finalizado :D#img#[659770]#img#[659771]gostei ba

    Finalizado :Dgostei bastante do jogo mas porque já havia jogado um pouco não fiz questão de terminar rápido.

    não tenho mais nenhuma screenshot que não seja spoiler...

    19
    • Micro picture
      lukenakama · almost 3 years ago · 1 ponto

      Parabéns, conheço bem pouco a franquia.

    • Micro picture
      ridan · almost 3 years ago · 1 ponto

      Boa! Acho a série Zero Escape muito boa. Mas dos 3 o meu favorito ainda é o 999.

    • Micro picture
      lipherusyt · almost 3 years ago · 1 ponto

      Foi boa o/

  • 2019-09-06 01:03:44 -0300 Thumb picture
    dlima checked-in:
    Post by dlima: <p>de boa começando o jogo e uma escolha dps, boom,

    de boa começando o jogo e uma escolha dps, boom, um final desbloqueado,Kotaro deve ta fumando um baseado esquisito, assisti até os creditos achando ser pegadinha

    2

Load more updates

Keep reading &rarr; Collapse &larr;
Loading...