2021-07-07 14:41:03 -0300 2021-07-07 14:41:03 -0300

Quem são os reis fundadores em Resident Evil 8: Village?

Single 3873328 featured image

Certamente Resident Evil 8: Village possui um enredo fascinante e cheio de mistérios. Existem aspectos da estória que não possuem esclarecimentos no jogo, fazendo com o que jogador crie teorias. Por um lado, é algo interessante, mas por outro é um pouco decepcionante a ausência de explicações sobre certas coisas.

De qualquer forma, assim como em Resident Evil 4, a estória de Resident Evil 8 ocorre em um vilarejo e existem dúvidas intrigantes. Quando e quem fundou este vilarejo? O que são as quatro estátuas gigantes? Qual a finalidade do Cálice do Gigante? É necessário buscar respostas para tentar solucionar este grande enigma.

Eventualmente Ethan Winters, o protagonista, chega em uma caverna e, após conversar com a Velha e pegar a Chave de Asas, percebe-se que existe uma gravura na parede. Além de constar o símbolo da Umbrella Corporation, existem desenhos de possíveis monarcas, os brasões e nomes das famílias dos quatro lordes: Dimitrescu, Beneviento, Moreau e Heisenberg. O que isso significa?

Ethan continua avançando até chegar em um local com estátuas enormes e uma construção no centro. Estas estátuas representam os mesmos monarcas que estão na imagem na caverna? Sim, quanto a isto não há dúvidas, mas o que é este local? De fato, são várias perguntas e podemos encontrar algumas respostas por meio de documentos e, obviamente, interpretações.

Antes de tudo, é fácil perceber que o vilarejo é muito antigo. Ele aparenta estar parado no tempo, afinal, não apenas as casas são velhas, mas as próprias vestimentas dos moradores são antigas. Lembrando que a estória do jogo acontece no ano de 2021.

Aliás, uma coisa que evidencia que o vilarejo é isolado, além das questões geográficas, é no documento “Diário de Ernest” localizado no Moinho do Otto. Nele consta que o Duque esporadicamente entrega jornais velhos ao Ernest, coisa que é proibida por Miranda, a líder do culto religioso que atualmente predomina no vilarejo. Mesmo sabendo disto, Ernest acha as novidades do mundo lá fora fascinantes e se arrisca a lê-las.

Percebe-se o quanto Miranda deseja manter os moradores ignorantes sobre outras coisas do mundo, algo similar ao filme estadunidense “A Vila” de 2004.

Apesar disto, existem documentos no jogo que reforçam a ideia de que este vilarejo é muito antigo, mais precisamente três documentos: “Os Labirintos”, “História da Vinicultura” e o “Diário do Oficial”.

O primeiro documento está no Castelo Dimitrescu, mais precisamente no Cômodo do Comerciante:

"Os Labirintos

Labirintos de Norshteyn

Norshteyn, um artífice do fim do século XIX, era considerado herege em sua terra natal. Ele vagou pela região até se acomodar em um vilarejo remoto.

Ele criou 4 labirintos: o Castelo, A Casa na Colina, a Roda d’Água e a Torre de Ferro. Ao terminá-los, ele tirou a própria vida com um tiro na têmpora.

(...)"

Ao que tudo indica, Norstheyn era um artesão, ou seja, manufaturava objetos e chegou no vilarejo no fim do Século XIX, ou seja, entre 1890 e 1900. Devido os labirintos que construiu, possivelmente se inspirou nas construções que provavelmente já existiam no vilarejo como o castelo, a casa de Beneviento, o reservatório e a fábrica, afinal, com o advento da Revolução Industrial, fábricas já existiam neste período.

O segundo documento está na Adega, também no Castelo Dimitrescu:

"História da Vinicultura

A vinicultura do Castelo Dimitrescu tem origem no século XV, muito antes dos atuais moradores do castelo.

(...)"

Devido o nome do castelo, é possível pensar em um primeiro momento que Alcina Dimitrescu vive no vilarejo há muito tempo, aliás, que sua família vive há séculos nesta região no Leste Europeu, porém sabemos que Dimitrescu é de fora do vilarejo e o castelo foi dado a ela, conforme ela mesma afirma em seu diário. O detalhe importante no documento “História da Vinicultura” é que a vinicultura do castelo, portanto, a fabricação de vinhos, começou no Século XV, ou seja, entre 1401 e 1500. Talvez este é o período em que o castelo foi construído e eventualmente a vinicultura começou.

Deduz-se que o vilarejo já existia nesta época, sendo assim, o vilarejo foi criado no Século XV? É possível, mas ainda existe o terceiro documento no qual pode ser encontrado na fortaleza:

"Diário do Oficial

Enfim chegaram as ordens do Rei… “Recuar”.

Frustra-me que tenhamos que deixar o forte na fronteira para os hereges. Se eu tivesse mais tempo, sei que poderia virar o combate.

Não… Preciso ser sincero. É minha curiosidade que me une a este lugar.

Há certas ruínas nos arredores que, segundo os nativos, são bem antigas.

O local cerimonial com quatro estátuas gigantes. As cavernas com murais gravados nas paredes. A base de pedra que chamam “Cálice do Gigante”. De onde vieram os construtores destas obras? Para onde foram? É uma pena que tenhamos que abandonar o local sem descobrir."

Infelizmente este documento não possui uma data ou citação de algum período, todavia, evidentemente a pessoa que escreveu este documento é de uma época em que as quatro estátuas gigantes já existiam e, possivelmente, o vilarejo. Aliás, o rei que esta pessoa se refere provavelmente não é um dos quatro monarcas que estão na imagem na caverna ou nas estátuas gigantes, haja vista suas dúvidas acerca das construções citadas.

O diário deste oficial possivelmente é de uma época em que ocorria uma guerra entre duas ou mais civilizações e que possuíam divergências religiosas, afinal, o próprio oficial utiliza a palavra “hereges” para provavelmente se referir aos seus inimigos.

Realmente não há como saber exatamente quando o vilarejo foi fundado, certamente foi em um período medieval, portanto, entre os Séculos V e XV.

E quem são estes quatro monarcas? Conforme o jogador avança, é possível encontrar diversos tesouros e existem quatro que estão relacionados a estes quatro monarcas: a Taça de Cesare, o Cálice de Berengario, o Anjo do Padre Nichola e a Travessa de Guglielmo.

A taça pode ser encontrada em um baú usando a Chave da Luiza. Na descrição consta que é uma “Taça antiga estimada por Cesare, um dos quatro fundadores”.

O próximo tesouro é encontrado no túmulo de Claudia Beneviento no qual é protegido por um monstro extremamente forte e horrível. Na descrição consta que é um “Cálice antigo estimado por Berengario, um dos quatro fundadores”.

O terceiro tesouro fica no Moinho do Otto e que também é protegido por outro monstro muito forte. Na descrição consta que é uma “Estatueta de anjo antiga, muito estimada por Nichola, um dos quatro fundadores”.

Por fim, o quarto tesouro fica na fortaleza, após a batalha contra Urias. Na descrição consta que é um “Prato antigo estimado por Guglielmo, um dos quatro fundadores”.

Claramente estes são os nomes dos quatro monarcas que fundaram o vilarejo séculos atrás. Analisando as artes conceituais do jogo, existe a arte chamada “Ruínas das Estátuas dos Quatro Reis” e o comentário do diretor de arte é muito pertinente: “Estátuas dos quatro reis com um cálice no centro. Antigamente, os reis, que fundaram o vilarejo, protegiam o cálice”.


Diante disto, estes reis aparentemente se uniram e fundaram este vilarejo, mas por quê? Simplesmente queriam criar um reino ou império nesta região? As ruínas que existem na área da fortaleza e onde estão as estátuas gigantes indicam que esta localidade foi palco de conflitos entre povos de reinos diferentes. O próprio documento “Diário do Oficial” é uma prova disto. O castelo que hoje pertence a Alcina Dimitrescu evidentemente é muito antigo, existem vários locais tanto na fortaleza quanto no castelo que deixam isto cada vez mais claro.

Na Estrada Deserta existem figuras desgastadas nas paredes, sendo assim, era um local religioso? Talvez uma espécie de igreja ou monastério? É possível. Estas figuras possuem uma similaridade com pinturas de Igrejas Católicas Ortodoxas.

Certamente vários reinos surgiram e acabaram neste lugar desde quando os reis fundaram o vilarejo até o nascimento de Miranda. Ao finalizar o jogo, descobre-se que Miranda tinha o objetivo de ressuscitar sua filha, Eva, na qual faleceu em 1919 devido a gripe espanhola. Após descobrir sobre o Megamiceto, Miranda deu início a sua busca incessante de trazer Eva de volta independentemente das consequências. Ela transformou o vilarejo em um regime teocrático tirânico para concretizar seu objetivo.

Apesar disto, ainda há uma dúvida que permanece: por qual razão os reis protegiam o Cálice do Gigante? Após Ethan coletar os quatro frascos que contêm partes de Rose e inseri-los no cálice, o mecanismo libera o enorme objeto. Analisando a descrição do item consta que é um “Cálice de pedra gigante para encaixe num pedestal. Há espaço para quatro frascos”.

Depois que Ethan coloca o cálice no Campo Cerimonial, o mecanismo ativa uma espécie de elevador e eleva uma ponte para ir à fábrica de Heisenberg. Por meio do Diário de Miranda é descoberto que ela testou as capacidades regenerativas de Rose e por isto a dividiu e a reviveu no “regulador do Megamiceto, o Cálice do Gigante”.

Dito isto, o Cálice do Gigante é um regulador do Megamiceto? É um dispositivo capaz de controlar o Megamiceto? Talvez um dispositivo que impede que o Megamiceto saia do subterrâneo e se espalhe pela superfície assim como acontece no final do game?

Considerando que isto esteja correto, faz sentido os quatro reis protegerem o cálice. Isto significa que eles sabiam sobre o Megamiceto? Quem sabe, pode até ser. O Megamiceto existe desde a época medieval? É possível. Analisando o enredo de Resident Evil 4, mais precisamente o documento “Anotações do Castelão”, identifica-se algo interessante:

"Anotações do Castelão

Por muitos anos, a família Salazar serviu como os soberanos deste castelo. No entanto, nem tudo é brilhante, pois meu legado tem um passado negro.

Há muito tempo, havia um grupo religioso com raízes profundas nesta região, chamados Los Illuminados. Injustamente, porém, o primeiro castelão do castelo tomou seus direitos e poderes.

Como seguidor desta religião e como Oitavo Castelão, sentia que era meu dever e minha responsabilidade me livrar daquele pecado.

Eu sabia que a melhor forma de me livrar do pecado era devolvendo o poder aos que o perderam uma vez, os Los Illuminados.

Como esperado, isso levou pouco tempo, mas pudemos restabelecer as Las Plagas que estavam lacradas. Com este êxito, eu estava a um passo de reviver os Los Illuminados.

A razão pela qual eu liberei as Plagas das profundezas do castelo e as dei para Lorde Saddler não foi apenas para pagar pelos pecados de meus ancestrais, mas tinha certeza de que o Lorde faria melhor uso deste poder para ajudar a salvar o mundo.

(...)"

Aparentemente as Las Plagas existem há séculos, afinal, passaram-se oito gerações dos castelões da família Salazar. Supondo que cada castelão durou 60 anos, portanto, um pouco mais de 400 anos de existência, e considerando que a estória de Resident Evil 4 ocorre em 2004, a família Salazar descobriu o parasita Las Plagas por volta da década de 1580? Talvez sim. É possível também que a descoberta das Las Plagas seja mais antiga ou não.

Independente disto, tanto as Las Plagas quanto o Megamiceto são organismos que existem há séculos e que eventualmente foram descobertos e selados para que ninguém os utilizassem, pelo menos por um tempo.

Talvez os quatro reis fundadores protegiam o cálice para que ninguém soubesse do Megamiceto e o usasse para seus propósitos, assim como Miranda fez. Talvez isto esclarece a razão de conflitos nesta região, ou seja, talvez alguns povos fossem guiados por lendas que diziam que neste local há uma fonte de algo especial. Infelizmente Miranda encontrou o Megamiceto por acaso, dando origem ao enredo de Resident Evil 8: Village.

Obviamente isto tudo é uma teoria. Mesmo se estiver correta, faz sentido não existir uma explicação sobre as estátuas gigantes, o Cálice do Gigante e a fundação do vilarejo, afinal, já se passou tanto tempo que ninguém mais sabe.

Outra questão interessante é que alguns argumentam que Dimitrescu, Beneviento, Moreau e Heisenberg são descendentes dos quatro reis fundadores, ou seja, cada rei tinha sua dinastia e os atuais lordes são os atuais chefes destas supostas casas reais. Embora seja uma teoria interessante é difícil de aceitá-la devido a falta de evidências. Uma coisa que vai contra esta tese é o fato de a Dimitrescu ser de fora do vilarejo, ou seja, se ela fosse efetivamente descendente de um dos reis seria uma moradora do vilarejo desde sempre.

Apesar disto, qual seria a razão dos nomes e símbolos das famílias Dimitrescu, Beneviento, Moreau e Heisenberg estarem na imagem na caverna? Talvez Miranda tenha escrito os nomes das famílias e criado seus respectivos símbolos e os colocado na parede para demonstrar a divindade dos quatro, portanto, algo relacionado ao seu culto. Talvez os quatro lordes sejam apenas uma alusão aos reis fundadores que comandavam a vila assim como os quatro lordes o fazem atualmente.

De qualquer forma, presume-se que os quatro lordes não são descendentes dos reis fundadores.

Dito tudo isto, conclui-se que possivelmente o vilarejo foi fundado entre o Século V e XV pelos quatro reis, Cesare, Berengario, Nichola e Guglielmo, pois descobriram o Megamiceto e criaram o Cálice dos Gigantes para impedir que este organismo se espalhasse pela superfície. O castelo provavelmente foi construído no Século XV e as demais construções devem ter sido feitas aos poucos com o passar dos séculos.

Talvez este assunto não seja algo tão importante para o enredo de Resident Evil 8, porém, devido os mistérios que permeiam o vilarejo, é um tema interessantíssimo que pode gerar discussões.

Resident Evil Village

Platform: Playstation 4
50 Players
40 Check-ins

20
  • Micro picture
    artigos · 3 months ago · 2 pontos

    Parabéns! Seu artigo virou destaque!

  • Micro picture
    kess · 3 months ago · 2 pontos

    Isso é uma das coisas menos explicadas, e os elementos para descobrirmos são os que apontou. De resto, sobra apenas especulação, de algo bem mal explicado, e que certamente data de muito antes do começo de toda a trama envolvida no desenrolar do game.

  • Micro picture
    jongamezon · 2 months ago · 2 pontos

    eu nao entendi foi nada desse village, o principal, o que é o cadou, miranda encontrou ele se nao me engano, e como ele foi parar la?

    2 replies
  • Micro picture
    jongamezon · 2 months ago · 1 ponto

    ah isso msmo, o megamiceto q ela encontrou na caverna. achei a historia muito sem graça pra logo da umbrella kk

Keep reading → Collapse ←
Loading...