dnnzao

Curto games, mangás, livros, e colecionaveis..Não gosto de rótulos, mas sou uma pessoa tranquila.

You aren't following dnnzao.

Follow him to keep track of his gaming activities.

Follow

  • guee Guilherme Campos
    2013-10-22 06:08:58 -0200 Thumb picture
    Thumb picture

    Loja da Kotobukiya em Akihabara - Tóquio

    Post do blog DO WANT

    Cuidado para não se babando na frente do pc e esquecer de viver. Eu já estou pensando em vender tudo que tenho para ir morar ali naquela esquina pedindo umas esmolinhas.

    ---

    Conheça a fantástica loja da Kotobukiya em Akihabara - Tóquio

    Todo colecionador que se preze sonha em, um dia, conhecer o estúdio da sua empresa favorita ou a loja que distribui praticamente todo o seu catálogo de colecionáveis já lançados. Até mesmo o mais sério e tranquilo colecionador, ao entrar em uma loja dessas, será bombardeado com tanta informação, tanta coisa bacana, que no mínimo irá arrancar alguns bons fios de cabelo.

    Localizada em Akihabara – distrito da cidade de Tóquio responsável por contar com estabelecimentos com as últimas novidades de games, eletrônicos, animes e filmes – a loja da Kotobukiya possui ao todo 5 andares separados por tipos de colecionáveis e temas.

    Neste primeiro vídeo você terá a oportunidade de conferir os 5 andares deste templo do colecionismo.

    1º ANDAR - Destinado aos mangás, animes e games, neste primeiro piso o visitante encontrará todo tipo de cacarecos para celular, camisetas, adesivos e canecas, entre outros, todos inspirados em séries como Evangelion e Monster Hunter.

    2º ANDAR - Subindo as escadas, o visitante terá a oportunidade de conferir uma vasta quantidade de colecionáveis (mais canecas, camisetas…) destinados ao público feminino. No segundo piso encontram-se também itens exclusivos da Bandai/Namco, prometendo deixar até mesmo o fã mais hardcore dos games destas empresas chorando ajoelhado enquanto deseja comprar tudo. E se isso não fosse o bastante, neste mesmo andar existe um cantinho só com itens colecionáveis inspirados nas obras do fantástico Estúdio Ghibli.

    3º ANDAR - Reservado para as estátuas, action figures e especialmente para as figuras Bishoujo, o terceiro piso guarda ótimas surpresas para fãs de One Piece, Ultra Man, Metal Gear Solid,Homem de Ferro, entre outros personagens. Além disso, existe um espaço para quem curte customizar figuras ou até mesmo montar garage kits. Nesta sessão, é possível encontrar tintas, pincéis, displays para exibição e mais uma infinidade de itens.

    4º ANDAR - Se o seu coração não explodiu nos pisos anteriores, creio que daqui ele não irá passar. Neste piso o visitante encontrará o showroom da empresa, com os colecionáveis mais recentes ou até mesmo os que serão lançados em um futuro próximo. Figuras de ação e estátuas daMarvel, DC Comics, Star Wars, Final Fantasy, Tekken, Evangelion e Gundam aguardam os fãs, devidamente separadas por sessões.

    5º ANDAR - Espaço destinado para eventos, entrevistas e exposições, o quinto andar é a cereja no bolo deste fantástico empreendimento. Ilustrações e pinturas de Shunya Yamashita decoram o lugar, além de artes conceituais exibidas ao lado de figuras de ação e estátuas, que tornam este último andar um verdadeiro colírio para os fãs.

    Já no segundo vídeo, você terá a oportunidade de conhecer a “Neném” (sorry, não entendi a pronúncia da moçoila e entendo muito menos nomes em japonês, portanto, chamei ela assim para ficarmos mais íntimos), funcionária que tem a “árdua” tarefa de trabalhar neste centro de perdição nerdística. Além da “Neném”, vocês conhecerão também Tomomi Iwasaki, um dos responsáveis por gerenciar a loja.

    Caso você esteja passeando em Tóquio, não deixe de dar um pulinho nesta fantástica loja! O endereço é: 1-8-8 Sotokanda, Chiyodaku, Tóquio – Japão

    FONTE - DO WANT

    74
  • yon Rafael
    2013-10-19 23:45:46 -0300 Thumb picture
    Thumb picture
    56
    • Micro picture
      rodolphoal · over 7 years ago · 0 pontos

      KKKKKKKKKKKKKKKKK parece photoshop mas foi boa..

    • Micro picture
      alexlordblade · over 7 years ago · 0 pontos

      tem uma coisa faltando nesse anuncio ai ...!

    • Micro picture
      alexlordblade · over 7 years ago · 0 pontos

      O telefone pra contato

  • dnnzao Denio Barbosa Junior
    2013-10-01 18:20:26 -0300 Thumb picture
  • jogadorpensante Jogador Pensante
    2013-09-18 18:48:16 -0300 Thumb picture
    Thumb picture

    Like a boss

    Rockstar revelou que Grand Theft Auto V se tornou a mídia de entretenimento de maior sucesso em menor tempo.
    O jogo arrecadou por volta de U$800 milhões nas primeiras 24 horas.
    O maior lançamento do cinema foi Harry Potter e as Relíquias da Morte - Parte 2, com U$ 483 milhões.

    Grand Theft Auto V

    Platform: Playstation 3
    7095 Players
    725 Check-ins

    31
    • Micro picture
      mateusmassa · almost 8 years ago · 0 pontos

      Bateram CoD? uau

    • Micro picture
      juninhowii360 · almost 8 years ago · 0 pontos

      E olha que so tem pra dois consoles hein...

    • Micro picture
      luyrar · almost 8 years ago · 0 pontos

      cara, a cada ano as vendas de videogame vem batendo record pqp.

  • dnnzao Denio Barbosa Junior
    2013-08-29 00:00:04 -0300 Thumb picture
    Post by dnnzao: A distribuição dos pokemons shiny vai acontecer tam

    A distribuição dos pokemons shiny vai acontecer também no Brasil! YEY!
    http://nintendoworld.com.br//4090-ARTIGOS-SAIBA-ONDE-CAPTURAR-OS-LENDARIOS-SHINY-DE-SINNOH
    Vou dar tag nos mais populares/que lembrei na hora aqui para ajudarem a espalhar a notícia. @lifox @zir0 @danpandahell @lica

    Pokemon Black Version 2

    Platform: Nintendo DS
    2333 Players
    289 Check-ins

    4
    • Micro picture
      lica · almost 8 years ago · 0 pontos

      Não tenho o jogo... =( Queria ter só para pegar os ditos...

  • zir0 Fernando Januario
    2013-08-01 12:30:45 -0300 Thumb picture
    Thumb picture

    Segunda fase comcurso de terror , HORA DE VCS VOTAREM

    Ae gale finalmente chegamos ao momento os 4 foram escolhidos , mais antes por que não as palavras de seu anfitrião zir0 o dinossauro :

    Esse concurso realmente foi uma ideia do+ interessante tivemos poucos textos mais ao menos tivemos conteúdo. então devo agradecer todos os participantes, todos que contribuiriam, todos aqueles que não quiseram escrever + apoiaram , nossos juízes e claro @lica @saraiva e @solidrenan ,e e claro resto da galera que vai votar nas melhores historias de terror elegendo o melhor

    mais entao vamos la

    Os 4 selecionados para votação foram.............

    TANANANANANA

    @amnitrox - Com "Dorset Valley"
    @danielgfm - Com "A Torre Negra
    @gakuma Com "O Joãozinho"
    @vitorgamer COM "O Wii 666"

    Indicado ao premio especial, historia mais HUeira (lembrando não vale votar nele) :
    @romgb
    ( ainda estamos pensando que fazer com vc hue)

    Esses 4 caras vão disputar ao grande premio 5 joguinhos da steam , para isso VC Alva espectador neste post , nos falara qual e a melhor historia dos entre os 4.
    o Truta com a maior votação ganha e vira o mestre do terror do alva ate que inventem outra coisa

    ENTÃO VOTEM

    A seguir o texto de cada um para quem não quer procurar :

    Dorset Valley - Uma short story baseada no universo de Fallout.

    A chuva castigava os telhados da delegacia de polícia de Dorset Valley, as velhas e surradas vigas de madeira no teto rangiam enquanto Logan procurava por qualquer coisa útil no meio dos documentos velhos e mofados que estavam guardados nas mesas dos oficiais.
    Sua lanterna dançava na penumbra do escritório, iluminando com uma pálida luz fria as partículas de poeira no ar. O cheiro de metal enferrujado e pólvora entoxicava seus pulmões conforme seus olhos varriam o ambiente em busca de alguma bateria esgotada. Os deuses não o haviam abençoado nos últimos dias... Talvez seria melhor ter voltado para Megaton e se juntado aos Seguidores do Apocalipse.
    Havia quase dois meses desde que deixara para trás as familiares paredes de metal do Vault 101, apenas para se encontrar na imperdoável vastidão que varria as ruínas da região de Washington. Seu Pip-Boy agora brilhava com uma fosca luz verde no escuro, indicando os fracos níveis de radiação ao seu redor. Havia um grupo de Ghouls nas redondezas, e fora esta a razão que o levou a buscar abrigo na delegacia. Há dois dias acabara seu estoque de comida, os bifes de Brahmin já apodreciam na sua mochila, e restava apenas um cartucho de balas 10mm e algumas .32 que estavam carregadas no seu rifle.
    Sentou-se no chão para se descansar da frustrada tentativa de achar comida, e começou a carregar o cartucho de sua pistola com as balas 10mm, buscando ignorar a dor que sentia no estômago. Decidiu acampar na delegacia, apenas reforçando as já existentes barricadas nas outras portas, até que uma sala que lhe havia escapado chamou sua atenção. A porta de metal do delegado era repleta de amassados, provavelmente dos bestiais invasores que tentaram derrubar a porta com força bruta. Alcançou sua chave de fenda na cintura e destrancou a porta com um grampo de cabelo, surpreendendo-se ao encontrar alguns Stimpacks e um revólver .44 carregado na mesa, junto de mais oito balas e uma faca de combate.
    Ao virar-se para a porta, no entanto, teve a estranha sensação de estar deixando algo escapar, e então deparou-se com um alçapão no chão da delegacia. Trancada pelo console do delegado, como era-se de esperar. Ligou o monitor e as letras verdes ganharam vida, inundando a tela preta que agora iluminava a sala, usando proxys e hackeando portas, o alçapão finalmente se destrancou com o som audível de “clank” à sua frente. Descendo as escadas que davam para a profunda escuridão que o separava da sala que estivera e do que quer que estivesse no outro lado, não pode esconder sua apreensão em continuar. A porta do alçapão se fechou violentamente sob sua cabeça, não mais do que alguns metros acima. Voltar não mais era uma opção.
    Conforme chegava ao final da escada, o cheiro de metal e pólvora da superfície parecia perfume se comparado ao cheiro mórbido de sal e decomposição que exalava no fundo do alçapão. O sangue manchava o símbolo da Umbrella Corporation na parede, e cápsulas de balas varriam o chão do que outrora fora um laboratório de testes que secretamente tinham apoio governamental devido às fortes tensões militares que se davam entre os EUA e a China.
    Logan puxou o cão do seu recém-adquirido revólver e procedeu com cautela os corredores mal-iluminados do subsolo de Dorset Valley. O silêncio absoluto do ambiente era quebrado apenas por um monótono gotejar que vinha do fundo do corredor, até que um estridente som de arranhar começou a ser escutando em meio à goteira.
    A cada passo, o cheiro de sangue ficava mais forte e as balas do revólver pesavam em seu braço. Os corpos de soldados brutalmente desmembrados estavam expostos no chão dos corredores em meio às poças de sangue coagulado que banhavam as cápsulas metálicas no solo. O som de seus passos ecoava nas paredes de concreto, deixando pegadas em meio ao sangue.
    Uma fraca luz emanava pela fresta da porta, as sombras projetadas na parede dançando conforme a lâmpada pendia de um lado para o outro. Um gemido veio do outro lado da porta, e as mãos de Logan agora agarravam com firmeza seu revólver, seu indicador pousado no gatilho, pronto para acabar com a vida de qualquer que fosse a hostil criatura na sala a sua frente. Seus olhos percorreram mais uma vez o corredor pelo qual acabara de se esgueirar, nenhuma alma viva a vista.
    Inalou o pesado ar do corredor e abriu lentamente a porta, apenas para se deparar com a desfigurada imagem de uma mulher com diversos buracos de bala no peito. Na sua arcada dentária encontrava-se um enorme pedaço do braço do pobre coitado que estava morto no chão. A carne de seu rosto pendia em sua cabeça, em meio ao sujo cabelo que cobria parte de seus olhos brancos e sem vida. O inconfundível cheiro de formol se grudava nos farrapos de suas roupas, e em seu braço direito um buraco deixava exposto seus ossos.
    Logan lentamente ergueu o braço e seu dedo escorregou para o gatilho. Sentiu então a combustão da pólvora no cano do revólver e o coice da arma fazendo seus braços vibrarem. O som ensudercedor do tiro ecoou por toda a facilidade, alertando quaisquer outras daquelas terríveis criaturas profanas. Teria agora que se preparar para os malditos, cujos gemidos já eram audíveis. Seus lentos passos martelavam sua cabeça, precessores para a sua tão postergada morte.
    Observou seu perecido alvo e não havia dúvidas que acabara de matar um morto, sua massa cinzenta espalhada na parede adicionava mais um componente orgânico à abstrata obra de arte que se via no azulejo da pequena sala. Ao voltar a si, encontrou-se paralizado, como se os grilhões do inferno o prendessem em seu lugar. Haveria invadido a casa dos mortos? Os mutantes da superfície haviam sido afetados pela radiação, mas teriam estes pobres coitados sofrido o mesmo destino? Não. Isso era mais do que fruto de uma simples radiação, pois os Super-Mutantes da superfície eram selvagens, bárbaros, buscando poder e glória. Mas estes... estes mortos-vivos... eram movidos apenas por seus instintos, por sua fome.
    Demorou um instante para que os grilhões se apertassem ao redor de seus braços e pernas, e então duas mãos se enrolaram ao redor de seu pescoço. Meia dúzia de mãos agora agarravam seus membros, rasgando através do tecido de sua pele, unha encontrando carne, enquanto olhava para trás, apenas para encontrar o corredor vazio, e os corpos que padeceram ali simplesmente aproveitavam o festim os dado. Os caninos de um dos soldados perfuraram o ombro de Logan, se deliciando no quente líquido que agora fluía de suas veias. Seu grito ecoou nos corredores mais uma vez, seguido de mais cinco tiros. No fim do corredor, um homem de óculos escuros observava atrás de um vidro espelhado.

    Obrigado por lerem e espero que gostem! :D
    -------------------------------------HUE-----------------------------------------------------------------
    danielgfm

    Projeto Cidade Transversal: A Torre Negra

    Por mais que se tentasse o contrário, jamais conseguiria retroceder ao seu estado anterior. As perdas de tudo que tivera nunca mais seriam reavidas e quantas, e quantas, vezes tentou, em vão, voltar-se a um momento no qual nunca mais existiu?

    Ele olhava absorto para o local onde estava por último e sentia uma certa repulsa, no começo quase insignificante, de si mesmo por não estar sentindo mais nada, ou, pelo menos, era isto que achava.

    Outras pessoas se aproximavam do mesmo local e observavam cautelosamente o estado atual do lugar. Um cheiro putrefe saía de algum lugar do chão, mas ninguém conseguia achar o local preciso e, tão pouco, que cheiro era aquele, muito mais provável que as pessoas estivessem imaginando aquela sensação, como sempre ocorria num momento de aflição como aquele.

    Alguém havia perguntado na multidão: "O que houve?"

    Várias respostas foram dadas, mas somente Ele sabia a resposta correta, ou achava que sabia. Abaixou-se vagarosamente para em frente do local e revolveu a terra, uma mistura estranha que calcário, areia de praia e rocha magmática emergia dali, o que não era comum na região onde estava, o que causava ainda mais estranheza em toda aquela situação.

    "Foi de súbito, sabe..." - Comentava um casal do lado dele. "Apenas aconteceu... e ninguém sabe realmente o porque... como um passe de mágica, entende...?" - Falou a mulher meio incrédula. O homem que estava do seu lado coçava a cabeça tentando entender a situação.

    E cada vez mais pessoas se juntavam ao redor. Ele ainda tentava analisar a situação como um todo, mas pouco ainda conseguia entender. Enquanto fazia isto, ele não notava que o cenário ao redor começava a escurecer, uma espécie de sombra estava a tomar conta de todo o lugar.

    Se levantou e atravessou os passantes que estavam ali. Ouviu, então, sirenes da policia e uma provável ambulância. Alguém havia morrido? Como? E ainda estaria o corpo? Na verdade, como alguém poderia ter morrido?

    "Um clarão." - Disse um senhor de certa idade. "Estava indo na direção oposta, carregando o meu carrinho de mão, quando eu vi uma explosão, um raio..." - Coçou o queixo por um tempo e gritou como uma forma de afirmação para si mesmo. "Sim, foi um RAIO! um raio sem trovão, caiu aqui e... e... simplesmente aconteceu..." - E continuou a coçar o queixo.

    A situação estava se tornando cada vez mais complicada, as pessoas, pelo visto, pareciam ter visões diferentes ao que havia acontecido ali, ou, quem sabe, estavam todos bebados e não sabiam exatamente o que estavam dizendo.

    Ele queria ter uma visão mais clara do que estava acontecendo, afinal de contas, era o principal interessado naquele assunto. Suspirou e ficou zanzando por um tempo no local. As poucas árvores que ficavam ali por perto não deixavam nenhuma pista, na verdade, o evento havia acontecido num descampado aberto, sendo que, de um lado havia uma grande cerca onde, dali em diante, começava uma fazenda de plantação de milho. Alguns metros depois o descampado, algumas parcas árvores, depois disso o inicio de um vilarejo e uma estrada que parecia seguir no infinito. Aquilo tudo tinha sido muito estranho para ele.

    E chegaram a policia e a ambulância. As mesmas perguntas que outras pessoas vinham a fazer quando ali chegavam foram feitas novamente pelos oficiais responsáveis e ninguém tinha certeza do que havia acontecido. Agora Ele não estava entendendo nada, pois ninguém se dirigia diretamente a Ele.

    "Não se preocupe..." - Falou uma voz suave atrás dele, tocando-lhe o ombro. "Você não morreu..."

    A escuridão ficou ainda maior e agora estava ficando completamente assustado. Se não transparencia antes, agora, se tivesse com a bexiga cheia teria mijado naquele exato instante.

    - "Se não morri, o que está acontecendo?"

    "Uma provação." - Disse a voz que se mostrou mesmo ao meio da escuridão. "Uma provação que você mesmo quis se provocar, porque precisava..."

    "E como eu não me lembro disso?"

    "Porque, ao chegar na Cidade Transversal nem todas as pessoas sabem o porque do seu caminho, de fato..."

    "E qual é a minha provação?"

    "Ver o extraordinário acontecer..." - E virou Ele em direção do local. E dali a sombra fulgurou num único lugar ainda mais forte. "Um milagre chamado evolução."

    "Evolução?"

    "Sim, você foi o primeiro de muitos do seu universo a se transformar naquilo que muitos temem... ser diferentes... neste caso, no seu universo, a sua raça terá o poder de controlar a massa escura e, consequentemente, a matéria ao seu redor. O que aconteceu com você é que como primeiro ser a chegar numa massa de efeito crítica, não suportou o peso das informações e acabou por se espalhar por completo pelo seu mundo..."

    "E?"

    "Agora fica a sua escolha. Você agora é apenas a projeção da sua essência aqui na Cidade Transversal. Iremos lhe devolver no mesmo lugar em que você 'sumiu' e terá de escolher entre sumir por completo ou ajudar a sua raça a evoluir..."

    "O que acontecerá se eu escolher a primeira ou a segunda opção?"

    "Simples... a primeira opção não ajudará a sua raça a seguir uma trilha segura de evolução, a segunda, o completo contrário, mas, no fim de tudo, vocês deixarão de existir..."

    "Deixaremos de existir? Mas porque?"

    "Um poder que vocês estão adquirindo não deixará quaisquer outras raças muito pacientes, provavelmente, como já aconteceu com muitas outras raças, vocês serão obrigados a se mudar... a virarem sombras... sombras de sois infinitos além do limiar..."

    "Então, você, esta Cidade Transversal, está tentando me ajudar, nos ajudar, a seguir um caminho e o nosso irremedíavel fim? Não haveria nenhuma outra escolha..."

    "Infelizmente não, o destino da sua raça já foi completamente traçado, alguns de vocês ainda poderão viver na Via Lactea, mas muitos outros ou morrerão ou desistirão da sua forma humanoide. Agora a maneira de como vão desistir dependerá da sua escolha..."

    "Outras raças já tiveram tais escolhas?"

    "Sim, e todas elas muito dificeis, menos ou mais que as suas... Agora está na hora... vá."

    E uma Torre Negra pairou no meio do local. E a escolha havia sido feita
    ----------------------------------------------------------HUE----------------------------------------
    gakuma

    O Joãozinho...

    Joãozinho era um garoto inteligente, desde cedo muito estudioso e prestativo. Estava ainda na segunda série, mas já se destacava. - Tem um futuro brilhante. As professoras diziam em coro quando ouviam o nome do garoto.

    Mas Joãozinho não era apenas inteligente, estudioso e prestativo. Joãozinho era um apaixonado por jogos eletrônicos.

    Por influência de sua mãe, gamer da época do Super Nintendo, Joãozinho começou a conhecer os clássicos ainda na barriga da mãe. Acabou crescendo com eles, já que seu pai havia falecido em um acidente de trânsito, poucas semanas antes do seu nascimento.

    Ao contrário da maioria dos garotos da sua idade, Joãozinho gostava do desafio, sempre prometera que seria o melhor, em tudo o que fizesse. Era assim na Escola, nas suas obrigações, não seria diferente nos games.

    Logo cedo começou a buscar jogos cada vez mais complicados até que, quando completou sete anos, finalizou Battletoads, um jogo que nem mesmo sua mãe havia terminado em seus dias de desempenho competitivo.

    A mãe, orgulhosa, enchia o peito e era só elogios ao pequeno, em seu círculo de amigos. - Meu moleque perfeito. Ela dizia.

    Jogo após jogo, Joãozinho sempre enfrentara o último chefe, o final boss, como seu inimigo pessoal. A mãe não era religiosa e não imbuiu a religiosidade no garoto, mas Joãozinho sentia que, aquele último chefe, cada um deles, eram o próprio Diabo, a entidade que havia levado seu pai. Que havia lhe privado da companhia tão amável que era seu pai.

    Então Joãozinho em sua tenra idade, buscava a paz interior a cada batalha, e mais que isso, buscava se aproximar, vingar até, aquela figura paterna que havia perdido, sem sequer conhecer.

    Hoje não era um dia diferente para o "Moleque Perfeito", mais uma vez a donzela estava em perigo, mais uma vez o vilão, com barra de health points, os HPs, cheia, ocupando quase todo seu campo de visão e pronto para destruir seu mundo.

    Joãozinho, com a longa espada dupla empunhada partiu para cima do monstro, aplicando um golpe vertical que destruiria a cabeça do seu algoz. Destruiria se o poderoso monstro não tivesse bloqueado o golpe com apenas um dos braços.

    Joãozinho logo jogou o peso na perna direita e saltou para a esquerda, escapando do abraço que certamente o mataria. Girou a espada no ar e abriu um grande corte nas costas do monstro, mas aquilo não fora nada, como ele mesmo viu quando, o monstro agarrou sua espada, o puxou para perto e com um golpe, o jogou contra o teto do lugar.

    Sentiu sua barra de energia diminuir consideravelmente. Sabia que não conseguiria vencer aquele inimigo do método tradicional.

    Correu pelo labirinto onde estavam com o monstro em seu encalço, destruindo tudo por onde passava. Então encontrou o que procurava.

    Com um sorriso no rosto, sacou a marreta de combate e girando sobre o próprio corpo, acertou a enorme ponta de metal no rosto do monstro. Praticamente viu a barra de energia do monstro desaparecer, então correu até a donzela, para ver como ela estava.

    Chegou até a pobre mulher, pôs dois dedos no pescoço dela, como tantas vezes viu os agentes da televisão o fazendo. Sentiu uma ponta de horror lhe tomar quando viu que a donzela havia morrido.

    Isso era impossível, como podia? Ele era o herói, ele havia derrotado o monstro. Onde estava o final feliz? A realização? Então Joãozinho se deu conta, aos poucos as feições a sua frente começaram a tomar forma, as roupas da donzela desapareceram, revelando o corpo nu, e a face da sua mãe.

    Joãozinho deu dois passos para trás, não conseguiu chorar, seu cérebro, acostumado ao final feliz, onde o herói salva a donzela, não conseguia compreender o que estava acontecendo ali.

    Então sentiu o baque nas costas, um golpe tão forte que o jogou sobre o corpo sem vida da sua mãe. Virou, pouco antes de desmaiar e viu o homem, com sangue correndo no lado esquerdo do rosto, e feições quase bestiais.

    Todos aqui do bairro ainda choram quando lembram da história do Joãozinho e da Nice, não foi assim que aconteceu, mas gosto de lembrar daquele garoto tão cheio de vida assim. Como um garoto que não se entregou nem quando viu o corpo violentado da sua mãe sobre a mesa da cozinha.

    A polícia não encontrou o assassino, nada de anormal para o nosso país, mas me dá calafrios de pensar que um monstro destes está solto por aí.

    ----------------------------------------------------HUE----------------------------------------------

    vitorgamer
    O Wii 666

    Já faz um bom tempo que eu queria um console de mesa da Nintendo. Quando criança, eu tinha um SNES e de lá pra cá só comprei um Game Boy Advance. Um dia, vi uma oferta tentadora enquanto navegava na internet: Um Nintendo Wii por apenas cem reais. Quando cliquei na propaganda, fui direcionado a um site de negócios daqueles em que você mesmo pode anunciar e vender produtos. O console era a única oferta do usuário e não havia nenhum comentário. Descobri que o Wii vinha com um HD externo com 666 jogos, entre eles grandes games como Mario e Zelda. Comprei na hora. Péssima escolha.
    O Wii veio pelos correios, acompanhado de uma carta que dizia: “Obrigado por repassar a”. Mas a carta não parecia terminar ali, pois a letra “A” havia sido escrita com uma grande linha depois dela e a carta não havia remetente. Enfim, segui todas as instruções do Manual e entrei no programa que representava o HD externo. Uma tela preta apareceu, e depois, os nomes dos jogos. Escolhi logo Mario Galaxy, pois era um game cujo ouvi falar muito bem. Quando apertei o botão A, um ruído agudo e estrondoso foi emitido. O aviso pedindo para colocar a corda de segurança não foi mostrado e o jogo logo iniciou. A música de introdução parecia ser tocada ao contrário, enquanto o Mario estava desacompanhado da Luma. Mesmo meio assustado, apertei A+B e iniciei o jogo.
    Criei minha File no jogo e comecei. Apareci em Star Festival, mas os Toads não estavam lá e a fase estava sem música. Fui andando pelo caminho até que cheguei onde a cutscene em que Bowser sequestra Peach aparece. Em vez dela, o rosto deformado da Peach gritando surgiu na tela. Logo em seguida, Um número 6 branco apareceu numa tela preta. Assustei-me muito então reiniciei o console na hora. Mesmo muito horrorizado, fui jogar outro jogo: Super Smash Bros:Brawl. Iniciei o modo história e de repente apareci num corredor escuro, em que não dava para ver nada senão o Kirby como lutador. Fui andando para frente no corredor e, depois de 15 minutos, Mario apareceu na minha frente. Tentei dar um golpe nele, mas apenas foi emitida a voz do Mario dizendo “Good try!”(Boa tentativa!) . De repente, a bola de Final Smash apareceu. Quebrei-a e, dessa vez, tentei dar o golpe especial em Mario. Mal eu apertei 1, apareceu uma figura do rosto do Mario escorrendo sangue na tela, e, com a sua voz, foi emitida a frase “You can’t beat me”(Você não pode me vencer). Logo depois, o número 66 branco em um fundo preto apareceu.
    Incrivelmente, tive forças para reiniciar o console e selecionar um novo jogo. Notei que os nomes dos outros jogos haviam desaparecido. Enfim, liguei o jogo Epic Mickey. Fui colocado diretamente numa cidade sombria e escura, sem nenhum habitante. Não suspeitei nada, já que o jogo em si é meio sombrio. Mas eu estava errado. Andei um pouco e entrei na única casa colorida da vila. Lá dentro estava Oswald. Fui falar com ele e ele disse “Mickey, o que houve com você? Quer se olhar no espelho?”. Sem pensar, respondi “Sim”. Não havia percebido o quão horrível estava o rosto de Mickey. Seus globos oculares saíram do rosto e haviam cicatrizes por todas a cabeça. Sua orelha estava rasgada ele estava esboçando um sorriso maligno e sangrento. Ele também estava fazendo uma risada sombria e grossa. Logo depois, apareceu uma mensagem, junta ao número 666. “Obrigado por repassar a maldição do Wii 666. Agora, venda o console e estará livre da morte.” Minha espinha gelou. Mesmo aterrorizado, li o remetente. “-Lúcifer.

    BOM HORA DE VOTAR RAPAZIADA

    23
    • Micro picture
      zir0 · almost 8 years ago · 0 pontos

      @romgb hue boa, e vote em alguem

    • Micro picture
      crazyphoenix · almost 8 years ago · 0 pontos

      kkk ri demais com a história do Wii...

    • Micro picture
      realgex · almost 8 years ago · 0 pontos

      Muito triste viu...

  • edureptilia Eduardo Bispo
    2013-08-11 19:40:23 -0300 Thumb picture
    Thumb picture

    History of Metal Gear (1987-2013)

    Não é a história da saga sendo explicada e sim uma retrospectiva dos jogos, mostrando a evolução deles, enfim, achei legal e quis compartilhar!!!

    1. Metal Gear (1987)
    2. Snake's Revenge (1990)
    3. Metal Gear 2 : Solid Snake (1990)
    4. Metal Gear Solid (1998)
    5. Metal Gear Solid: VR Missions (1998)
    6. -Metal Gear Solid Integral (1999)
    7. Metal Gear Solid : Ghost Babel (2000)
    8. Metal Gear Solid 2 : Sons of Liberty (2001)
    9. Metal Gear Solid 2 : Substance (2002)
    10. Metal Gear Solid : The Twin Snakes (2004)
    11. Metal Gear Solid 3 : Snake Eater (2004)
    12. Metal Gear Acid (2004)
    13. Metal Gear Acid 2 (2005)
    14. Metal Gear Solid 3 : Subsistence (2005)
    15. Metal Gear Solid: Digital Graphic Novel (2006)
    16. Metal Gear Solid : Portable Ops (2006)
    17. Metal Gear Solid : Portable Ops Plus (2007)
    18. Metal Gear Solid Mobile (2008)
    19. Metal Gear Solid 4 : Guns of the Patriots (2008)
    20. Metal Gear Online (2008)
    21. Metal Gear Solid Touch (2009)
    22. Metal Gear Solid : Peace Walker (2010)
    23. Metal Gear Arcade (2010)
    24. -Metal Gear Solid : HD Collection (2011)
    25. -Metal Gear Solid : Snake Eater 3D (2012)
    26. -Metal Gear Solid: Social Ops
    27. Metal Gear Rising : Revengeance (2013)
    28. -Metal Gear Solid: The Legacy Collection 1987-2012 (2013)
    29. Metal Gear Solid: Ground Zeroes
    30. Metal Gear Solid V: The Phantom Pain
    Eu mesmo não sabia da existência do Metal Gear Solid Touch!!! rsrsrs
    "This is good... Isn't it?"

    Metal Gear Solid 3: Snake Eater HD

    Platform: Playstation 3
    1090 Players
    196 Check-ins

    48
    • Micro picture
      solidrenan · almost 8 years ago · 0 pontos

      Já tinha visto o video, muito foda!!! Mas colocar Snake's Revenge nessa retrospectiva... O Kojima odeia esse jogo

    • Micro picture
      thii · almost 8 years ago · 0 pontos

      Foda man, Pega meu like aee

    • Micro picture
      christciamn · almost 8 years ago · 0 pontos

      MGS <3

  • lifox Liii
    2013-08-05 19:21:46 -0300 Thumb picture
    Thumb picture
    55
    • Micro picture
      itsahghost · almost 8 years ago · 0 pontos

      AEHUAHEAUHE Essa propaganda <3

    • Micro picture
      lifox · almost 8 years ago · 0 pontos

      puro amor! ♥

    • Micro picture
      mateusmassa · almost 8 years ago · 0 pontos

      Papai Noel também joga Zelda *-*
      kkk

  • dnnzao Denio Barbosa Junior
    2013-06-27 17:22:17 -0300 Thumb picture
    Post by dnnzao: Participei de um vídeo gravado por um amigo meu, o

    Participei de um vídeo gravado por um amigo meu, o @peruzor. Nós jogando um TF2 de madrugada e rindo muito....ele faz bons vídeos comentados e é muito engraçado, chequem o canal dele depois para mais vídeos!

    Team Fortress 2

    Platform: PC
    9884 Players
    376 Check-ins

    0
  • dnnzao Denio Barbosa Junior
    2013-06-13 13:01:28 -0300 Thumb picture
    Post by dnnzao: Admito que NUNCA joguei outros jogos de TLoZ a não

    Admito que NUNCA joguei outros jogos de TLoZ a não ser o Oracle of Seasons, mas fica a dica pra quem é fã da série:

    The Legend of Zelda: Ocarina of Time

    Platform: N64
    15360 Players
    348 Check-ins

    5
    • Micro picture
      vine · about 8 years ago · 0 pontos

      Depois do Majora's eu fui perdendo meu interesse gradativamente pela série, depois de TP eu desisti totalmente, aquele Zelda de ficar balançando Wii-Mote só veio pra colocar o último prego no caixão do meu interesse pela franquia. Eu acompanhei a Nintendo até o GC, mas depois desisti.

    • Micro picture
      dnnzao · about 8 years ago · 0 pontos

      Nossa @vine, você é o primeiro que vejo com uma opinião assim (diferente da imensa maioria dos fans de TLoZ que conheço). Legal, mas o quê achou do vídeo?

Keep reading &rarr; Collapse &larr;
Loading...