2017-04-13 11:54:31 -0300 2017-04-13 11:54:31 -0300
diegobrasilia Diego Lopes

Conversei com um amigo no Facebook, resolvi compartilhar com vocês...

O termo "Souls-Like" está sendo bastante usado pela mídia e aos poucos está sendo bem aceito em meio a comunidade de games, o termo visa classificar jogos como Nioh, Lords of the Fallen, Salt & Sanctuary, Necropolis e o atual The Surge... Inclusive em uma entrevista para o site "Do You Even Game Bro?" o diretor de The Surge, Jan Klose, usou o termo em uma de suas respostas e disse estar adorando jogar Bloodborne e que na empresa (Deck 13) existe um monte de fãs da série do Miyazaki... Bem, meu amigo fez uma indagação "O que Dark Souls tem de novidade? Outros RPGs de Ação já usavam as mecânicas dele antes...", de certa forma concordo com ele, mas fiz uma análise fria sobre o assunto e respondi ele, mas quero compartilhar com vocês:


"Que Demon's Souls e Dark Souls não têm tantas novidades isso eu concordo, e é até meio difícil em 2009 criar algo completamente novo nessa área de ação e RPG... Mas o que o Miyazaki fez foi polir e achar a fórmula perfeita pra esse gênero de jogo, o RPG de Ação hardcore...


Assim como aconteceu por exemplo com GTA III e Half-Life, esses dois jogos foram lançados em épocas onde o mundo aberto com carro e o FPS já não eram mais novidade, existia o Driver 2 e o Quake (q já era um refinamento enorme de Doom ou Duke Nukem)... Porém o que o GTA III e Half-Life fizeram foi elevar o FPS e Open World à outro nível completamente inacreditável pra época deles, e por isso hoje são considerados referências principais pra "mundo aberto" e "FPS com enredo".

Toda a indústria foi influênciada por esses jogos, e não por Doom ou Driver 2 que foram pioneiros mas não polidos e revolucionários.

O mesmo aconteceu com Souls, é o polimento e perfeição até o momento pra um RPG de Ação onde a maestria está nos mínimos detalhes do combate, level design, direção de arte, mecânicas e etc... O que Souls possui são inspirações do Miyazaki (Zelda, Castlevania, Shadow of the Colossus, Lovecraft, livros de RPG que ele lia quando criança), então o que temos são puzzles + metroidvania (áreas fechadas no começo mas abertas depois com segredos) + monstros e mistérios + mundo solitário com história oculta + fantasia épica e colossal (As Crônicas de Gelo e Fogo tb são uma das inspirações dele).

Com esses elementos comuns o Miyazaki conseguiu uma fórmula realmente única, dele... Mesmo com tantos jogos atuais e antigos utilizando das mesmas características nós ainda conseguimos sentir que "esse jogo não é um Souls" ou "esse jogo está se inspirando em Souls" e não apenas "ahhhhh, é só um RPG QUALQUER"... É como a Coca-Cola, que usa ingredientes comuns que qualquer um consegue comprar na farmácia, internet, supermercado, mas e a fórmula? Consegue fazer exatamente igual?"

E aí, concorda?

Dark Souls

Platform: XBOX 360
2371 Players
344 Check-ins

9
  • Micro picture
    marcusmatheus · about 4 years ago · 2 pontos

    O que eu mais gostei na série Souls foi o modo como a história é contada. Pois busca-la é uma campanha à parte que exige atenção em detalhes e muitas buscas paralelas.

    Tirando a física bugada (e roubada) do jogo, as Boss battles são outro ponto que me marcou na trilogia.

  • Micro picture
    pacheco_marcolino · about 4 years ago · 1 ponto

    Acho que com os comentarios acima não sobra muita coisa a dizer, a verdade é que a serie Souls é algo diferente com tantos elementos comuns e ela realmente faz o jogador " jogar " o game com total atenção e foco e o prende em meio ao cenario e a historia .... algo muito foda, os jogos realmente valem a pena e mesmo jogando um ou todos os jogos ( da from software ) nenhum deles passa a sensação de " mais do mesmo. "

Keep reading → Collapse ←
Loading...