darleysantos676

Amante de games, música, séries e filmes, e crente no poder de formação de caráter dessas mídias!

You aren't following darleysantos676.

Follow him to keep track of his gaming activities.

Follow

  • 2021-07-09 19:24:14 -0300 Thumb picture
    Thumb picture
  • anduzerandu Anderson Alves
    2021-07-02 16:55:03 -0300 Thumb picture
    Thumb picture

    Registro de finalizações: Sky: Children of the Light

    Zerado dia 01/07/21

    Caraca, vocês conheciam esse jogo? Sky: Children of the Light é um jogo dos criadores do famoso indie Journey, muito conhecido na época de exclusividade do PS3, mas originalmente disponível apenas em plataformas mobile (iOS e Android), o que provavelmente explica o porquê de eu nunca ter ouvido falar nele, e me faz questionar quantos jogos assim existem e eu não conheço.

    Bom, eu tenho que iniciar dizendo que não sou muito fã de Journey. Meus amigos falavam bastante dele e eu joguei bem atrasado, lá pra 2014, mas a minha experiência foi bem "tanto faz". Talvez funcionasse melhor quando jogos indie mais "cabeça" não fossem tão comuns. Também não achei graça em flOw, Flower nem no mais recentemente terminado Abzû.

    Eu não conhecia esse Sky, mas ele foi lançado pro Nintendo Switch há uns 3-4 dias e... de graça! Como assim?

    Baixei, iniciei e, puts, que joguinho bonito! Mesmo no modo portátil do console ele é incrivelmente chamativo pelos visuais. De cara também é perceptível as semelhanças artísticas com Journey, incluindo o personagem que você controla e sua capa esvoaçante. O jogo ainda está em português brasileiro!

    A premissa é a mesma do jogo do PS3: uma jornada com interações pelos mapas e, principalmente, seu lado social. Ao andar por aí você vai ver outras pessoas, só não vai saber seus nomes. A comunicação fica por conta de sons aleatórios que você faz ao apertar um botão e algumas poses e gestos que você desbloqueia jogando.

    Há diversas mecânicas que só podem ser feitas em duplas ou grupos ou que ao menos são mais fáceis assim. Em uma das primeiras áreas você já encontrará uma porta com dois "botões" que só podem ser ativados por duas pessoas. Você pode ficar por lá e esperar alguém passar para te ajudar, inclusive alguém que também precise entrar lá. 

    Como o jogo é recente, é bem fácil ter muitas pessoas na grande maioria das áreas (tive alguma dificuldade apenas em umas áreas finais, em que esperei e ninguém apareceu), mas é bem legal saber que o jogo é vivo, inclusive enquanto você não está jogando.

    Abrindo o menu com o botão + haviam várias opções, incluindo adicionar amigos. Pois é, é meio que possível jogar multiplayer com seu pessoal, mas ao mesmo tempo não consegui convidar quem me adicionou no jogo, incluindo um amigo de longa data do Switch, para se juntar a mim. Como o console também não tem chat no sistema, eu fiquei com amigos na lista de Sky mas sem poder fazer nada com eles. Qual o sentido? Talvez se combinássemos de nos encontrar numa área, mas isso demandaria comunicação por fora...

    Sky tem esse lado social, de jogar em grupo e se ajudar que é muito legal, mas qual o objetivo do jogo?

    Bom, seu objetivo é seguir em frente na campanha linear (mais uma vez, como Journey). Dá para terminar rapidinho! Mas a cada nova área alcançada você pode explorar o mapa, usar do seu voo e ir onde quiser. A sensação de liberdade é sensacional! Já nos mapas há alguns elementos de interesse bem bacanas:

    -Espíritos que ao serem tocados com seu fogo meio que contam uma história por "momentos". Eles aparecem num lugar e você deve ir até lá, onde um personagem ou mais estarão numa pose. Toque-os e você terá que seguir outro rastro até o próximo ponto da história e assim até o final em poucos passos. Fica muito por conta da imaginação mas é sempre algo triste ou bonito e no final você ganha um itenzinho.

    Esse item é somado aos que você já tem e ao alcançar a próxima meta em quantidade, você ganha um upgrade de asas. Quanto mais upgrades, mais você pode voar por aí. Além do mais, quanto mais você tiver de asa, mais você pode pode usar uma interação que ateia fogo, acende tochas e outros relacionados. Lembra daquelas portas que mencionei que só abriam com duas pessoas? Ambos devem acender uma tocha de um lado para acionar o dispositivo. E caso você tenha voado demais ou se molhado, drenando todo o seu poder de asas, você deve procurar outra fonte de calor para se regenerar, o que geralmente quer dizer pontos acesos por outras pessoas ou mesmo as próprias outras pessoas que acendem uma vela e você pode se curar. Em partes difíceis eu cheguei a ficar parado com uma tocha até curar a todos aqueles que estavam próximos e tinham fica sem energia (o personagem fica cinza e sem brilho).

    -Estátuas e afins que desbloqueiam novas constelações. Essa parte é curiosa: algumas estátuas, espíritos etc desbloqueiam uma nova constelação que garante um novo gesto para você. Você ainda pode gastar pontos adquiridos jogando, eliminando plantas negras do mapa e afins para fazer upgrades e desbloquear estrelas das constelações, que agem como árvores de habilidades. 

    As estrelas desbloqueiam gestos novos e diversos itens cosméticos, como roupas, penteados, máscaras e muito mais. Isso é legal pois todo mundo é bem parecido no início, mas mais pra frente vi uma galera que chamava bem a atenção, com máscaras e chapéus bacanas, e que ainda se encaixavam dentro da proposta de Sky. E era bem perceptível, o que é curioso num jogo em que todo mundo é meio bege/marrom/cinza.

    Aí entra uma parte que até eu entender, me dava medo: a parte paga. Para quem não é bom com exploração, não encontra tudo (eu não encontrei) ou quer cosméticos específicos, é possível gastar dinheiro de verdade para conseguir essas coisas e provavelmente ficar bem mais forte/resistente, ter maior liberdade de voo etc. Bom, ao menos terminar o jogo de graça foi tranquilo.

    Agora a parte mais importante que eu não mencionei, o ponto mais alto de Sky: toda a parte audiovisual. Sua arte, sua sonoplastia.

    Esse jogo definitivamente se beneficia demais de ser jogado numa tela grande ao invés de um dispositivo mobile, e de preferência como eu fiz, usando um headphone.

    Nenhuma e eu repito, NENHUMA imagem desse post ou disponível na internet faz jus ao que SKY é. Esse jogo é LINDO, meus amigos, LINDO! Quer dizer, no início tem umas partes bem bonitas e tal, mas quanto mais você joga, mais incrível ele fica, além de sempre explorar diferentes formas de cenários e diferentes formas de ser bonito.

    Há algumas seções que você voa sobre as nuvens com cenários que farão a sua imaginação... voar? É algo celestial, algo divino e uma experiência que mistura a chance de viver no melhor do psicodélico Disney (e eu sou ênfase a VIVER, não assistir) com uma forma de arte digna dos anos 70, 80 e como eram representadas as coisas. Que legal que alguém conseguiu representar essas coisas de uma forma tão singular! Eu acho que precisava massagear minha mente assim.

    E eu nem cheguei a citar a trilha sonora de arrepiar, que me fazia sentir num cinema, sem ser óbvia que mistura instrumentos clássicos e trilha sonora de clássicos cults com um ar moderno muito bem encaixado. Que experiência! Dá uma jogada nisso aqui, Vangelis!

    Resumindo: Sky: Children of the Light é surpreendentemente sensacional, algo que nunca esperava depois da minha experiência com jogos como Journey, muito menos de um título gratuito (e tão completo).  Esse jogo merece reconhecimento, merece uns prêmios bem grandes por sua arte e sua trilha sonora sem igual. Volto a dizer que é uma baita de uma experiência!

    De bom: visuais lindos, ainda mais depois das primeiras partes. Os cenários fazem você viajar, seja voando pelas nuvens, seja olhando para o céu. Cara, isso estava mesmo rodando no meu Switch? A parte social do jogo é muito bacana e funcional, além de não tirar aquela particularidade de que a jornada é SUA. Uma beleza de explorar e muitas áreas para você voltar no futuro e poder abrir. Enredo sensacional e o final me deixou sem ar! No Switch há um modo de gráfico e um de desempenho, como em outros jogos, mas aqui não vi muita diferença na beleza no modo desempenho, então recomendo sim jogar em 60 fps. Jogo em português brasileiro. Poucos comandos. Super imersivo. Possibilidade de jogar com amigos, embora eu não tenha entendido essa parte. Cenários originais. Fator replay grande e interessante.

    De ruim: no final eu tive problemas com bugs onde haviam muitos inimigos. Alguns desses desafios do final são meio injustos, como pedras que ficam caindo sem parar e inimigos que sempre te acham e te ferram. Algumas coisas você tem que aprender por si só e eu ficava perdido em relação a como funcionavam, como o lance de constelações e melhorias.

    No geral, apenas jogue esse jogo. Eu que não tenho curtido muitos jogos ultimamente, amei isso aqui, e isso vindo de alguém que não é fã desse tipo de experiência. Aproveite que é de graça, jogue na TV e tente jogar com fones. No final das contas, umas 4 horas devem ser o bastante, mas a vontade de continuar no looping e ir atrás dos 100% é grande. Preciso de mais jogos sociais e vivos assim!

    Sky: Children of the Light

    Platform: Nintendo Switch
    2 Players

    16
    • Micro picture
      marviiu · 24 days ago · 2 pontos

      Foi lançado primeiramente exclusivo para iOs, demorou uma eternidade para chegar no Android, mas eu não curto jogar no celular. Tava esperando sair nos consoles/PC, Acho que finalmente agora poderei experimentar Sky. Tinha feito uma postagem no dia do lançamento, e você nunca ter ouvido falar dele, não é coincidência. Lançamento de celular passa desapercebido por quem joga videogame nas outras plataformas. algo só causa mais impacto quando é da nintendo.

      http://alvanista.com/marviiu/posts/3734450-lancou-hoje

  • 2021-07-02 19:21:11 -0300 Thumb picture
    Thumb picture

    Versões e acessórios do Sega Saturn

    Medium 3872698 featured image

     O Sega Saturn foi um console da Sega que não conseguiu se sustentar no mercado e teve poucos modelos ao longo dos anos. O original japonês lançado em 1994 tinha carcaça cinza e a versão americana, lançada no ano seguinte, tinha uma aparência similar, só que com tons de preto. Em 1996, a Sega lança um outro modelo no Japão, todo branco e com botões cinzas e a versão americana também seguiu essa nova carcaça, mas mantendo a cor preta em evidência. No Japão, onde o console deu mais certo, a Sega licenciou a fabricação para outras empresas, então foram lançados V-Saturns pela JVC-Victor e Hi-Saturn pela Hitachi. A própria Sega lançou uma última versão do Saturn em 1998, com uma carcaça transparente que mostrava os componentes internos.

     Assim como todos os consoles lançados, o Saturn também teve uma dezena de controles especiais. Dos controles oficiais da Sega, temos o clássico gamepad sem fio com conexão infravermelho. O 3D Control Pad, que traz um formato arredondado e um analógico para jogos em 3D. O Shuttle Mouse e Saturn Keyboard, para jogos portados de PCs ou orientados a teclado e mouse. Para tentar simular experiências de Arcade, a Sega lança mais alguns controles. Começando pelo Virtua Stick, com o formato de comandos de Arcade, o Virtua Gun, para jogos de pistola de luz, o Arcade Racer Joystick para jogos de corrida, o Saturn Twin-Stick para Virtual-On e o Mission Stick para simuladores de vôo e combate.

     Agora vamos trazer os periféricos lançados por terceiros. Dentre os vários controles com função de turbo, tem alguns bem curiosos, como é o caso do SBom Joycard, que trazia o Bomberman na carcaça, o Explorer, com um pegador cumprido, o Voyager, com um formato de três pontas bem singular e o The Maximizer, com um design parecido com Arcade, mas com botões bem fora do convencional. O SS Joypad AI permitia programar comandos em botões especiais e tem uma telinha de LCD auxiliar. O Rac-Con é um manche analógico com gatilho, o ASCII Grip X possui todos os botões do Saturn para jogar com apenas uma mão e por fim, o bizarro Densha de Go! Controller feito apenas para um jogo, um simulador de trem.

     Falando agora de acessórios diversos, temos o Taisen Cable, que permite conexão entre dois Saturns para jogar games multiplayer parecido com LAN. O 6 Player Adaptor era usado para jogos multiplayer para até 10 jogadores, usando dois desses periféricos. O Saturn teve alguns cartuchos especiais, como o Video CD Card, para reproduzir filmes em CD, o Extended RAM Cartridge para 1 ou 4 MB extra de memória para o console, e os cartuchos de modem para acessar o serviço de internet da Sega, o NetLink, mas ainda era serviços básicos, como e-mail, conteúdo para download, rank, etc. O Sega Saturn também teve um drive de disquete para armazenamento extra e a impressora Pri Fun para imprimir uma screenshot do jogo.

    @andre_andricopoulos, @old_gamer, @ziul92, @mardones, @porlock, @darlanfagundes, @jokenpo, @darth_gama, @armkng, @lgd, @noyluiz, @marlonildo, @volstag, @manoelnsn, @gus_sander, @willguigo, @thecriticgames, @sergiotecnico, @srdeath, @melkorbelegurth, @avmnetto, @spider, @denis_lisboadosreis, @fredson, @hyuga, @wcleyton, @bobramber, @carlosneto, @thiagobrugnolo, @rensan, @eduardo_wrzecionek, @christciamn, @warconnor, @anonim, @romline5 [Quem quiser ser marcados nas próximas postagens, é só botar nos comentários]

    60
    • Micro picture
      artigos · 23 days ago · 3 pontos

      Parabéns! Seu artigo virou destaque!

    • Micro picture
      andre_andricopoulos · 24 days ago · 2 pontos

      Nunca tive...mas joguei bastante SATURN na casa do meu primo...

      1 reply
    • Micro picture
      kess · 22 days ago · 2 pontos

      Seguindo a guerra da geração anterior, Nintendo X Sega, se a Sony não tivesse entrado no páreo, será que o Saturn teria ganho do N64?

      1 reply
  • 2021-07-02 19:53:32 -0300 Thumb picture
    Thumb picture

    Os casos estranhos dos animes modernos #4

    Medium 3872689 featured image

    E aqui estamos, com mais um dos Casos Estranhos dos Animes Modernos! E hoje, nessa fria Sexta-Feira de Julho, trago aqui no Arco mais alguns dos recorrentes problemas da indústria atual de animação nipônica que consegui notar nos meus singelos anos de vida. E para quem não viu as partes anteriores:

    Parte 1

    Parte 2

    Parte 3

    Agora, chega de papo e bora pro que interessa!

    ______________________________________________________________________________

    08 - CGI como se não houvesse amanhã!

    As famosas imagens geradas por computador, ou CGI, também estavam presentes nos animes antigos, especialmente naqueles surgidos a partir do final da década de 90. Blue Submarine Nº 6 e Heat Guy J são alguns dos exemplos onde essa tecnologia, que permite fazer aparatos complexos e detalhados de forma bem mais barata, era utilizada. Na época, isso era visto muitas vezes como algo "do futuro", que dava um ar tecnológico (igual acontecia com os jogos de PS1, apesar de ser feio que dói na maioria absurda dos casos) para a obra. Porém, nos dias atuais, isso deixou de ser um simples artífice ocasional para se tornar extremamente recorrente. 

    Em qualquer cena onde envolvam multidões, veículos ou qualquer coisa minimamente complexa as CGIs comem solto, e quando o character design da obra em si já é absurdamente detalhado e cheio de peculiaridades as chances da obra INTEIRA ser adaptada dessa forma são bem altas, tal como aconteceu com Ghost in the Shell e Berserk recentemente, ou mesmo com aquele longa horrível de Dragon quest V, blergh!

    Claro que não irei dizer que a computação gráfica é o fim da indústria de animação, já que a DreamWorks fez um trabalho excelente com Shrek e Madagascar (ao menos com os primeiros filmes dessas séries), porém no caso dos animes, eles sempre se destacaram por variedade de estilos e traços sendo feitos da maneira tradicional, com clássicos como Ghost in the Shell ou mesmo Perfect Blue nos parecendo tão lindos e inexoráveis ao tempo devido a isso, e perder essa característica tão única só fará as animações nipônicas perderem cada vez mais sua identidade. Até mesmo o Ghibli, conhecido por seus trabalhos magníficos com animação, resolveu dar a bunda pras CGIs recentemente... Triste...

    09 - A inebriante fofurentice fetichista

    Os japas possuem uma cultura extremamente diferente da nossa, isso é fato. Mas isso não se resume a comerem de pauzinho e lerem de trás pra frente como também a todo o modo como enxergam o mundo que os cerca. Um exemplo disso é a mania absurda que eles possuem com coisas fofinhas (chamadas de kawaii), com mascotes bonitinhos serem absurdamente populares, com exemplos não faltando como Hello Kitty, Pikachu, Jack Frost e por aí vai...

                Personagem Hikaru Usada, do anime Di Gi Charat, de 1999

    E, obviamente, isso acabou transpassando pros animes, e como a estilização vista neles tende a retratar pessoas inocentes com olhos enormes, personagens mais "kawaii" sempre estiveram presentes, com muitas obras até mesmo sendo repletas deles. Quem aí não se lembra de Sakura Card Captors, com a protagonista de olhos enormes e roupinhas coloridas soltando seus "aiaiai yukito" nas manhãs da Globo?

    E é aí que o famigerado "moe" entra. Os roteiristas japas sabiam que coisas fofinhas faziam sucesso com o público, então pensaram em uma maneira de elevar isso até a enésima potência, de modo a não apenas alguns personagens (ou eventuais mascotes) ficassem mais adoráveis como absolutamente tudo: cenários, narrativas, roupas, adultos, cachorros, astros do céu profundo, colorização, falas, personalidades, tudo fosse alterado para esse fim. 


    O motivo pelo qual o character design dos animes mais recentes passou a ter curvas mais suaves, cores mais chamativas e feições mais infantis não foi ao acaso...

    As personagens femininas foram as mais afetadas, já que como o mercado de animação japa é sustentado em sua maioria por homens, quanto mais elas chamassem a atenção dos espectadores (e quanto mais, inconscientemente, o público-alvo quisesse coabitar com elas) melhor seria... 

    Em resumo, o moe é o fetichismo desenfreado desse apelo japonês ao fofinho e bonitinho. Ele não apenas provoca no espectador aquele sentimento que pessoas comuns têm ao verem um ursinho de pelúcia ou algum filhote de cachorrro ("ahhn, que fofinho, eu quero abraçar!" ) como também o âmago dos impulsos sexuais do seu público-alvo (do tipo "ahn, que fofinho, eu quero dar uma furunfada!"). O psicólogo Tamaki Saitō, por exemplo,  considera que o moe é usado pelo otaku como a encarnação de um tipo particular de sexualidade, sustentando e satisfazendo eles em um mudo ficcional, onde não precisam da dura e implacável realidade.

    Parasyte, um anime de 2014 baseado em um mangá de 1989. Por mais que a narrativa e personagens tenham ficado intactos, o character design teve que se adaptar aos tempos modernos...

    Se o moe ficasse limitado à pornografia (nos eroges, hentais e Neptunias da vida) não haveria problema algum (afinal, tem gosto pra tudo), o problema é que essa desgraça se alastrou pelo mainstream da animação japonesa, e por ser um tipo de fanservice que pode passar despercebido aos olhos menos atentos, muita gente acaba consumindo sem saber que está vendo fap material pra otaco com pelo na mão! 

    Kyoto Animation, o arauto amaldiçoado do moe, um estúdio que se especializou em fazer essa merda, mesmo tendo altíssimos valores de produção, o que é um grande desperdício, como se pode ver na sua única obra decente (e que não tem essa desgraça): Fullmetal Panic Second Raid...

    Ele também acabou se tornando uma padronização, a ponto de character designs ficarem mais infantis e genéricos apenas para que o produto pudesse alcançar, nem que seja um pouco, dessa fatia gorda e rentável de mercado... Afinal sexo vende, né? Mesmo que seja com um fetiche por coisas extremamente fofinhas e que, à primeira vista, pareçam ser apenas escolhas artísticas feitas ao acaso...

    ______________________________________________________________________________

    Bem, por hoje é só! Até o próximo post, no qual pretendo trazer um "quadro" novo pro Arco, espero que gostem!

    30
    • Micro picture
      ashnim · 24 days ago · 2 pontos

      O filme do Dragon Quest V é bom, só não é pior do que aquele filme do Mario Bros

      1 reply
    • Micro picture
      thecriticgames · 24 days ago · 2 pontos

      Maluco, CGI como se não houvesse amanhã é um bagulho de me dar ódio, Berserk minha obra niponica favorita recebeu aquela heresia, um negocio onde justamente um dos pontos fortes é o visual foi adaptando ficando escabrosamente horroroso! Dai vai um amigo meu que sempre acuso de ter filtro pequeno pra obras e conteúdos (é o cara que assiste, joga, ri de qualquer coisa, o tipo de cara que em plenos 2010 deixava de aproveitar o sabado pra ver A Turma do Didi com suas piadas que nem meu pai consegue rir) e esse amigo assiste essa nojeira e me fala: a cara não influencia em nada, não vejo problema com isso.

      OBS: O mesmo cara me diz que o remake de RE 3 é legal e que ver o jogo inteiro pelo YouTube conta como zerado.

      1 reply
    • Micro picture
      tiagotrigger · 24 days ago · 2 pontos

      E aquelas explosões de montanhas em que eles animam uns cubos (literalmente) com cgi pra tudo quanto é lado. xD

      1 reply
  • lica Liliane Santana
    2021-06-20 12:34:04 -0300 Thumb picture
    Thumb picture

    2021

    Tentando ao máximo voltar a jogar e frequentar a Alva, mesmo passando por todo esse caos. 

    Infelizmente, jogar é o que menos fiz nos últimos meses devido à problemas pessoais e ao grande desafio profissional de ser professora em tempos de pandemia e ensino remoto. 

    Foram altos e baixos, muita tensão e ainda não acabou... Tive muito sorte por não ter pego a doença e não ter perdido ninguém da minha família. 

    Recentemente consegui me vacinar contra a Covid por ser professora e espero que todos se vacinem o quanto antes e continuem se cuidando. 

    Tenho usado outras redes sociais, especialmente Twitter e Instagram, então vou deixar meus contatos aqui, mas a ideia é buscar sempre relatar minhas jogatinas aqui mesmo na Alva. 

    Beijos e se cuidem! 

    😘

    Twitter: 

    https://twitter.com/licatrek

    Instagram: 

    https://instagram.com/licatrek

    https://instagram.com/licallector

    51
    • Micro picture
      jcelove · about 1 month ago · 2 pontos

      Valeu o esforço lica. Esse período de covid ta punk mesmo. Atuar em aula remota pode ser bem complicado dependendo da carga que tem. Graças a Deus ta bem e não perdeu ninguém, continua se cuidando e qdo der pra jogar alguma coisa da uma passada aqui.

      1 reply
    • Micro picture
      zefie · about 1 month ago · 2 pontos

      Força aí Lica! Uma prima e uma tia minha também são professoras (além da amiga com quem eu divido a PSN) e elas estão passando um grande sufoco mesmo nessa situação toda. Aguenta firme, que a luz no fim do túnel aos poucos está chegando :)

      1 reply
    • Micro picture
      volstag · about 1 month ago · 2 pontos

      Opa, já te seguia, mas fui de novo te add porque esqueci hahaha

      1 reply
  • thiones Sebá Oliveira
    2021-06-20 23:55:32 -0300 Thumb picture
    Thumb picture
  • 2021-06-18 13:40:22 -0300 Thumb picture
    Thumb picture

    Ranking Semanal de Dificuldade (07/06 a 13/06)

    Quer participar? Leia as orientações em https://cutt.ly/BsGHkxk

    Se puder, fique em casa. Se for sair, use máscara.
    E sempre lave bem as mãos.

    Bem vindos ao ranking semanal de dificuldade! O ranking que separa platinadores de garapeiros!

    @ztrevolz conquista a almejada platina de dificuldade!

    @diogo_paixao garante o ouro!

    @mason assegura com a prata!

    @adriiano_a aparece para ficar com o bronze!

    @darleysantos676 fecha o top de dificuldade da semana!

    (Clique na imagem para ampliá-la)

    Marcando os esforçados:

    SladerAngel (@sladerangel) | igor_park (@igor_park) | TheGamerClubber (@andre_andricopoulos) | msvalle2011 (@msvalle) | JhunVallim (@jhunvallim) | ZandryX (@zandryx) | Barroq (@barroq) | ragafe (@vianna) | Sr-Nicko (@srnicko012) | cacotives (@cacotives) | CRISTALESCUITE (@cristalescuite) | gus_geek (@gusgeek) | kIeber7777 (@kleber7777) | bcns29 (@brunocesar10) | Hero-of-time-JJJ (@kratos1998) | GlacialZefie (@zefie) | Thraphik (@thraphik) | HilquiasCortez (@hilquias) | Eisfeld_L3al (@eisfeld_l3al) | SirXavier676 (@darleysantos676) | zirototoro (@zir0) | licatrek (@lica) | sergiotecnicobr (@sergiotecnico) | Ramzarify (@ramzarify) | Matsugaki01 (@matsugaki) | lordxsnow (@kalasjunior) | darlanfagundes (@darlanfagundes) | thiagofslima_ (@thiagofslima) | gregalexander00 (@gregalexander00) | Thiones (@thiones) | DantyBr (@game_zone) | nery_de_lima (@emphighwind) | chimianopao (@chimianopao) | hcaandrade2 (@hcaandrade) | LisboaReis (@denis_lisboadosreis) | EridsonKess (@kess) | Renato1bmatos (@warbraz) | Wild_Dark_Shadow (@wild_dark_shadow) | ArthurDias25 (@arthurdias25) | beadama_ (@beadama) | ThiaguimReis (@thiagoreis) | santiago-chrono (@chronoxplay) | iketeshima (@ike_teshima) | diogolpaixao (@diogo_paixao) | adriiano_a (@adriiano_a) | zTREVOLz (@ztrevolz) | Daniel_Sonny573 (@daniel573) | Soullfox (@soullfox) | ZehKarlos (@z3karlos) | jhonyfera-rio (@jhonyfera) | DeadMemories25 (@deadmemories25) | CarlosPenaJr (@carlospenajr) | MateusFV8 (@mateusfv) | Last_Wander (@mason) | mostardinha2 (@foxwire96)

    20
    • Micro picture
      kess · about 1 month ago · 1 ponto

      Excelente resultado com apenas 3 troféus!

    • Micro picture
      darleysantos676 · about 1 month ago · 1 ponto

      Nossa mãe!!! É raro eu aparecer num top 5 hahah! Esses troféus de Resident Evil Umbrella Chronicles são bem chatinhos de pegar mesmo! Agora estou no Darkside Chronicles, acho que vou acabar aparecendo por ae de novo.

    • Micro picture
      game_zone · about 1 month ago · 1 ponto

      galera ai ta tensa, e eu aqui sem minha plusssssssssssss

  • 2021-06-18 13:39:54 -0300 Thumb picture
    Thumb picture

    Ranking Semanal de Pontos (07/06 a 13/06)

    Quer participar? Leia as orientações em https://cutt.ly/BsGHkxk

    Se puder, fique em casa. Se for sair, use máscara.
    E sempre lave bem as mãos.

    Bem vindos ao ranking semanal de pontos! Vamos ver quais foram os caçadores de platina mais ativos da semana?

    @ztrevolz conquistou a almejada platina!

    @msvalle leva o ouro!

    @carlospenajr garante a prata!

    @mason fica com o bronze!

    E @diogo_paixao fecha o top 5 da semana!

    (Clique na imagem para ampliá-la)

    Marcando o povo:

    SladerAngel (@sladerangel) | igor_park (@igor_park) | TheGamerClubber (@andre_andricopoulos) | msvalle2011 (@msvalle) | JhunVallim (@jhunvallim) | ZandryX (@zandryx) | Barroq (@barroq) | ragafe (@vianna) | Sr-Nicko (@srnicko012) | cacotives (@cacotives) | CRISTALESCUITE (@cristalescuite) | gus_geek (@gusgeek) | kIeber7777 (@kleber7777) | bcns29 (@brunocesar10) | Hero-of-time-JJJ (@kratos1998) | GlacialZefie (@zefie) | Thraphik (@thraphik) | HilquiasCortez (@hilquias) | Eisfeld_L3al (@eisfeld_l3al) | SirXavier676 (@darleysantos676) | zirototoro (@zir0) | licatrek (@lica) | sergiotecnicobr (@sergiotecnico) | Ramzarify (@ramzarify) | Matsugaki01 (@matsugaki) | lordxsnow (@kalasjunior) | darlanfagundes (@darlanfagundes) | thiagofslima_ (@thiagofslima) | gregalexander00 (@gregalexander00) | Thiones (@thiones) | DantyBr (@game_zone) | nery_de_lima (@emphighwind) | chimianopao (@chimianopao) | hcaandrade2 (@hcaandrade) | LisboaReis (@denis_lisboadosreis) | EridsonKess (@kess) | Renato1bmatos (@warbraz) | Wild_Dark_Shadow (@wild_dark_shadow) | ArthurDias25 (@arthurdias25) | beadama_ (@beadama) | ThiaguimReis (@thiagoreis) | santiago-chrono (@chronoxplay) | iketeshima (@ike_teshima) | diogolpaixao (@diogo_paixao) | adriiano_a (@adriiano_a) | zTREVOLz (@ztrevolz) | Daniel_Sonny573 (@daniel573) | Soullfox (@soullfox) | ZehKarlos (@z3karlos) | jhonyfera-rio (@jhonyfera) | DeadMemories25 (@deadmemories25) | CarlosPenaJr (@carlospenajr) | MateusFV8 (@mateusfv) | Last_Wander (@mason) | mostardinha2 (@foxwire96)

    15
    • Micro picture
      kess · about 1 month ago · 1 ponto

      Bem parelho, apenas uma colocação abaixo da dificuldade com esses 3 troféus!

  • darleysantos676 Darley Santos
    2021-06-12 22:25:26 -0300 Thumb picture
    Post by darleysantos676: <p>Então é desse jogo que estão falando tanto hoje

    Então é desse jogo que estão falando tanto hoje (12/06/2021) na Alvanista??? Aparentemente um jogo fap mas que possui conteúdo sombrio?

    (5 minutos depois...)

    Putz!  Agora que percebi que a rede Alvanista começou  a me dar um feed de posts de 3 anos atrás!!! E tudo só desse jogo, wtf!?!

    Somente Monika

    Review by: @manoelnsn

    Doki Doki Literature Club é uma Visual Novel indie lançada em Setembro de 2017 para PCs por um estúdio desconhecido...

    Keep Reading →
    10
    • Micro picture
      jcelove · about 1 month ago · 4 pontos

      Conteúdo sombrio é apelido. é talvez a maior bait da história dos GAEMS

    • Micro picture
      manoelnsn · about 1 month ago · 1 ponto

      Sim, é um jogo fap que te trola com uma dona que quebra a quarta parede. E de graça, ahuahaua

  • 2021-06-09 12:10:15 -0300 Thumb picture
    Thumb picture

    Ranking Mensal de Pontos (Maio/2021)

    Quer participar? Leia as orientações em https://cutt.ly/BsGHkxk

    Se puder, fique em casa. Se for sair, use máscara.
    E sempre lave bem as mãos.

    Vamos ver como os @platinadores se saíram em Maio?

    (Clique na imagem para ampliá-la)

    Marcando o povo:

    SladerAngel (@sladerangel) | igor_park (@igor_park) | TheGamerClubber (@andre_andricopoulos) | msvalle2011 (@msvalle) | JhunVallim (@jhunvallim) | ZandryX (@zandryx) | Barroq (@barroq) | ragafe (@vianna) | Sr-Nicko (@srnicko012) | cacotives (@cacotives) | CRISTALESCUITE (@cristalescuite) | gus_geek (@gusgeek) | kIeber7777 (@kleber7777) | bcns29 (@brunocesar10) | Hero-of-time-JJJ (@kratos1998) | GlacialZefie (@zefie) | Thraphik (@thraphik) | HilquiasCortez (@hilquias) | Eisfeld_L3al (@eisfeld_l3al) | SirXavier676 (@darleysantos676) | zirototoro (@zir0) | licatrek (@lica) | sergiotecnicobr (@sergiotecnico) | Ramzarify (@ramzarify) | Matsugaki01 (@matsugaki) | lordxsnow (@kalasjunior) | darlanfagundes (@darlanfagundes) | thiagofslima_ (@thiagofslima) | gregalexander00 (@gregalexander00) | Thiones (@thiones) | DantyBr (@game_zone) | nery_de_lima (@emphighwind) | chimianopao (@chimianopao) | hcaandrade2 (@hcaandrade) | LisboaReis (@denis_lisboadosreis) | EridsonKess (@kess) | Renato1bmatos (@warbraz) | Wild_Dark_Shadow (@wild_dark_shadow) | ArthurDias25 (@arthurdias25) | beadama_ (@beadama) | ThiaguimReis (@thiagoreis) | santiago-chrono (@chronoxplay) | iketeshima (@ike_teshima) | diogolpaixao (@diogo_paixao) | adriiano_a (@adriiano_a) | zTREVOLz (@ztrevolz) | Daniel_Sonny573 (@daniel573) | Soullfox (@soullfox) | ZehKarlos (@z3karlos) | jhonyfera-rio (@jhonyfera) | DeadMemories25 (@deadmemories25) | CarlosPenaJr (@carlospenajr) | MateusFV8 (@mateusfv) | Last_Wander (@mason) | mostardinha2 (@foxwire96)

    19
    • Micro picture
      ztrevolz · about 2 months ago · 1 ponto

      Galera jogou pouco esse mês.

    • Micro picture
      kess · about 2 months ago · 1 ponto

      15º, no topo da metade inferior. Saindo dos últimos, isso é uma vantagem. Basicamente o Ceará dos platinadores!

Keep reading &rarr; Collapse &larr;
Loading...