2023-01-09 10:42:39 -0200 2023-01-09 10:42:39 -0200
historia_dos_games Darlã Fagundes

Versões e acessórios do Dreamcast

Single 3949933 featured image

 O Dreamcast teve muitos modelos lançados, mas a maioria era apenas carcaças coloridas. O mais diferente é o Divers 2000 CX-1, que era uma TV com o console embutido e um programa para vídeo chamada. O acessório mais popular do Dreamcast é o VMU, um Memory Card com a principal função de guardar arquivos, mas com uma tela LCD monocromática que reproduz mini-games. Ele pode ser usado como uma tela auxiliar em alguns jogos, mas também podia ser usado como um console portátil, pois tinha botões de ação, direcional, saída de som e a possibilidade de jogar multiplayer conectando um VMU com outro. Os jogos podiam ser baixados pela internet ou extraídos de alguns GD-ROMs. O Neo Geo Pocket também podia ser conectado ao Dreamcast para funções especiais em certos jogos.

 Como era muito comum na época, diversos fabricantes criaram controles alternativos para o Dreamcast. Muitas variações melhoram a ergonomia, adicionava mais botões de ação para jogos de luta, alteravam o formato do direcional em cruz, entre várias outras mudanças. Outra variante que teve aos montes foram controles de Arcade, twin-stick, volante e diversos modelos de pistola de luz devido à biblioteca do Dreamcast possuir muitos jogos portados de Arcades da NAOMI. Outro destaque do console era sua conectividade à internet. Eram vendidos muitos kits com esse propósito, que incluía um mouse, teclado, modem (para modelos que não vinham com a entrada Ethernet), CD de conexão, pacotes de softwares e muitas ou alternativas. Foi o primeiro console com suporte massivo a conectividade online.

 Houve também muitos acessórios curiosos feitos pela própria Sega. O microfone vinha num formato de VMU sem tela para se conectar ao controle e emitir comandos para o jogo bizarro Seaman, mas que também funcionava em outros games. Os controles de maracas foram feitos para jogar Samba de Amigo como nos Arcades. O módulo de karaokê era acoplado ao console e tinha funções específicas para o propósito. O controle de vara de pesca vinha com um sensor de movimento e giroscópio para jogar games de pesca, mas também podia ser usado Virtua Tennis e até SoulCalibur. O Dreameye era uma câmera digital que podia ser usada para tirar fotos e salvar no VMU, bem como participar de vídeo chamadas online. O Dreamphone servia como um telefone comum quando a linha estivesse ocupada pelas funções online do console.

@andre_andricopoulos, @ziul92, @mardones, @darlanfagundes, @jokenpo, @darth_gama, @armkng, @lgd, @noyluiz, @marlonildo, @volstag, @manoelnsn, @gus_sander, @willguigo, @thecriticgames, @sergiotecnico, @avmnetto, @denis_lisboadosreis, @fredson, @hyuga, @wcleyton, @bobramber, @thiagobrugnolo, @eduardo_wrzecionek, @knight0kun, @romline5, @dantlast, @marcelokiss487, @diego_lacuna [Quem quiser ser marcados nas próximas postagens, é só botar nos comentários]

40
  • Micro picture
    darlanfagundes · 20 days ago · 2 pontos

    O videogame q mais amei em minha vida...embora eu só tenha jogado 3 jogos nele...rsrs... Era o fim da vida da locadora que eu frequentava, ela morreu uns 3 anos depois do Dreamcast...

    1 reply
  • Micro picture
    denis_lisboadosreis · 20 days ago · 2 pontos

    Controles confortáveis fizeram falta.

    1 reply
  • Micro picture
    andre_andricopoulos · 19 days ago · 2 pontos

    Nossa...quanta tralha...kkkk

    Eu me diverti só com o controle, o memory e o console mesmo

    1 reply
Keep reading → Collapse ←
Loading...