2021-04-24 08:24:27 -0300 2021-04-24 08:24:27 -0300

Cadê as explosões óticas?

Single 3862878 featured image

Sendo bem sincero aqui com os senhores que ainda leem as minhas abobrinhas.

Eu já passei pelo lançamento da Quarta, Quinta, Sexta, Sétima, Oitava e a Nona Geração de consoles e, sério, parece que a cada geração que passa, parece não haver reais motivações para pegar os consoles recém-lançados nos primeiros meses.

Da terceira para a quarta tivemos as explosões de polígonos e a mudança para o CD, e isto chamou muita atenção, além que no primeiro ano desta geração diversos títulos vieram a ser criados para suprir a nova demanda.

Da quinta para a sexta, tivemos o refinamento dos polígonos e a Sony acertou em cheio em criar um console que também era um aparelho de DVD, popularizando e muito o seu PlayStation 2 e a SEGA apostou pesado em jogos online - não devemos, jamais, esquecer do Phantasy Star Online.

E ainda tivemos a entrada da Microsoft no mercado gamer. Nada calada da noite tínhamos a Nintendo com o seu GBA e sua dominação inteira do mercado de portáteis.

Da sexta para a sétima, veio o Bluray do PS3, a popularidade do 360 e a grande inovação do momento, o Wii. E todos os consoles, assim como na geração passada, recebendo os mais diversos jogos após o seu lançamento.

E ainda tivemos as respostas das duas empresas para com os controles de movimento do Wii, a Microsoft com o Kinect e a Sony com o PSMove. Nintendo imprimindo milhões com o Wii e o NDS!

A Oitava geração foi considerada por muitos a bem meia-boca até então. Os consoles apostaram na arquitetura x86-x64, tornando mais fácil os ports para o Windows PC e vice-versa. As máquinas viraram verdadeiros centros de entretenimento. O Blu-Ray dominou, mas os títulos foram escassos num primeiro momento, principalmente porque apostou-se muito em Remaster.

A Nintendo pisou na bola com o WiiU, o 3DS, apesar do efeito 3D sem o óculos não decolou tanto quanto o NDS e a Sony se despediu dos portáteis com o PSVita.

Demorou um pouco, mas os jogos vieram, fazendo com que essa geração já não tivesse a urgência de pegar um console novo. No meio do caminho, com publicadoras e consumidores cagando literalmente para o Wii U, a Nintendo volta - COM TUDO - apostando pesado no híbrido console de mesa e portátil, Nintendo Switch (para quem não sabe, projeto original da Nvidia, o Shield) -, e que volta foi essa?

Agora nesta geração, foram lançados o Series e o PlayStation 5 e, sério, cadê os jogos da nova geração? Por conta da oitava e da nona geração serem basicamente a mesma coisa - PS5 e Series são apenas upgrades literais do que temos no One e no PS4 -, a retrocompatibilidade foi possível e, assim, se você já tem jogos físicos ou digitais dos sistemas anteriores, pode jogar no seu sistema atual, daí fica a pergunta, para que pegar agora então?

Se formos no Wikipedia, a grande maioria dos jogos que estão sendo lançados para os dois sistemas desta geração são, na verdade, crossplataform, isto é, estão sendo lançados para o PS4 & PS5, One & Series, fazendo com que, a priori, basicamente não tenhamos jogos estritos da geração atual.

Mas a tendência disso, claro, é mudar, só que, pelo visto, vai ser para daqui a 2 anos e olhe lá. Uma pena, porque realmente para mim não tem um só jogo até agora 6 meses que me faça comprar um console. Quem sabe daqui a 2 anos.

Porque os preços também não ajudam.

41
  • Micro picture
    zefie · 3 months ago · 3 pontos

    XSX e PS5 só realmente valem à pena neste momento para quem não teve o One X ou o PS4. Quem entrou na geração X/PS4 não tem nada que justifique a aquisição dos novos neste momento, já que vão jogar basicamente a biblioteca da geração anterior (com melhorias de desempenho, mas no fim anda que compense os preços assombrosos).

  • Micro picture
    artigos · 3 months ago · 3 pontos

    Parabéns! Seu artigo virou destaque!

  • Micro picture
    tassio · 3 months ago · 2 pontos

    A muitos e muitos anos que eu perdi esse interesse ~pelo console~ que vai rodar o jogo, mas continuo me interessando demais é PELO JOGO E APENAS O JOGO EM SI. Esse treco de "geração" eu deixei de me importar com isso a muito tempo.

    1 reply
  • Micro picture
    vinirimar · 3 months ago · 2 pontos

    Acho que isso aconteceu no lançamento dessa última geração tb. Lembro que tinha um ps3 com TLoU e GTA5. E os principais títulos de interesse no ps4 no começo foram os mesmos jogos. Eu aliás terminei de jogar ambos só no ps4. O Switch só saiu com o BotW meio por acaso (digo, era pra ter saído no WiiU), título mais de peso foi sair 6 meses depois, que foi o Odyssey. E mesmo no Switch, muitos dos títulos foram ports do WiiU, como tivemos uma penca de remaster/remake nos demais consoles de mesa. Vou dar um palpite de tiozão aqui, tirado da minha orelha: o lançamento de tanto remake/remaster, muito impulsionado pela nostalgia (e talvez a própria nostalgia em si), limita a inovação. Mas confesso que talvez só precisemos de mais títulos pra que elas comecem a aparecer, vamos descobrir se meu palpite estava certo com mais tempo.

  • Micro picture
    kess · 3 months ago · 2 pontos

    Pelo menos isso é um bom motivo para a escassez de chips não ser um atrapalho tão grande. Eu sou late adopter mesmo, então, o PS5 só deve rolar lá por 2024, na média que tenho comprado os anteriores...

  • Micro picture
    jongamezon · 3 months ago · 1 ponto

    As vezes eu sinto que os videogames hoje se tornaram algo generico. Eu não brilho meus olhos como quando eram anunciadas coisas ate o PS2

    6 replies
  • Micro picture
    venomsnake · 3 months ago · 1 ponto

    Sobre esses jogos estarem saindo crossGen, ainda bem ! Estamos no meio de uma pandemia, um videogame novo de 5K não está nas prioridades de gastos.

    Sobre não terem lançamentos de peso pra esses consoles, o tempo pra produzir um jogo AAA de peso vem aumentando, então não me assusta que demorem a surgir novos AAA de peso pra nova geração, além de que a gente tá indo pro segundo ano de pandemia o que deixou tudo mais difícil.

    Não sobra muita motivação pra migrar agora, mas eu entendo as razões do por que esses consoles novos serem tão "inatraentes". ( Mas não vou negar, eu quero um series X pra ontem)

Keep reading → Collapse ←
Loading...