bobramber

Atari > Mega > PS1 > PC/emulação. Gosto de RPGs e conhecer jogos tidos como melhores.

You aren't following bobramber.

Follow him to keep track of his gaming activities.

Follow

  • bobramber Jefferson Da Silva Prado
    2022-05-13 13:13:46 -0300 Thumb picture
    bobramber checked-in to:
    Post by bobramber: <p>RPG dungeon crawler por turno que foca na explo
    Etrian Odyssey

    Platform: Nintendo DS
    162 Players
    26 Check-ins

    RPG dungeon crawler por turno que foca na exploração em primeira pessoa de um labirinto misterioso usando uma party criada pelo jogador, com o diferencial de um mapa preenchido pelo player.

    O jogo foi criticado pelo sua alta dificuldade, mas considerado bastante recompensador

    A história é simples: criamos uma guilda para explorar e mapear o misterioso Labirinto de Yggdrasil, próximo à cidade de Etria, a pedido de seus governadores.

    Para quem não conhece, este meme ajuda a dar uma ideia

    O jogo é bastante difícil e me lembrou SMT Nocturne, já que podemos morrer para qualquer inimigo comum e o salvamento é restrito à cidade (ainda bem que uso save state).

    A série conta com seis jogos, dois spin-offs e dois remakes

    Havia começado ele durante o home office (terminando o primeiro bioma) e achei muito interessante, mas preferi deixá-lo para jogar no trabalho - visto depender bastante de mouse para desenhar o mapa. Recomecei há alguns dias e já não lembrava como o início é cabuloso, pois morria facilmente e toda hora tinha que voltar à cidade para ressuscitar membros da party.

    O que mais me deixou perdido foi a quantidade de habilidades que cada classe possui, então li sobre algumas builds e optei por seguir uma pronta da internet

    Ao invés de jogar o remake, preferi conhecer a série em ordem, pois li que muda algumas coisinhas, sendo mais uma reimaginação do que propriamente um remake.

    É relaxante desenhar os mapas

    Acabo de terminar novamente a primeira parte, provavelmente não jogarei até o final, já que é bastante difícil... Talvez o faça com cheats, mas ativá-los também costuma me desanimar. Veremos até onde chego.

    Game indicado para galera que curte um RPG old school e hardcore, visto ser difícil, punitivo e possuir um ritmo lento

    20
    • Micro picture
      kipocalia · 2 days ago · 1 ponto

      Eu terminei esse mas perdi o save quando eu fazia o pos-game.

      1 reply
    • Micro picture
      noyluiz · 2 days ago · 1 ponto

      Tem uma bela diferença entre o Nocturne e o Etrian 1... Nocturne é justo

      3 replies
    • Micro picture
      onai_onai · 1 day ago · 1 ponto

      Esse terminei na raça, mas foi um sofrimento!

      1 reply
  • bobramber Jefferson Da Silva Prado
    2022-05-12 16:38:09 -0300 Thumb picture
    bobramber checked-in to:
    Post by bobramber: <p>Adaptei o critério de NOTA para RANK, para dar m
    Mario Kart 64

    Platform: N64
    11103 Players
    69 Check-ins

    Adaptei o critério de NOTA para RANK, para dar mais destaque aos jogos que fizeram história:

    S – Acima de 9

    A – 8 a 9

    B – 6,5 a 8

    C – 5 a 6,5

    D – 3 a 5

    E – Abaixo de 3

    ---

    RANK ENTRE OS MELHORES DE TODOS OS TEMPOS: E (cálculo aqui)

    Conhecendo os melhores jogos do ano em que...

    foram lançados vários jogos fodas (mas Mario Kart não é um deles)

    ---

    Segundo jogo da franquia de kart mais conhecida dos games. Foi um sucesso comercial e aclamado pela diversão e alto fator replay dos modos multiplayer, embora tenha sido um desapontamento em comparação ao jogo original.

    São 16 pistas e mais 4 para batalhas, e pela primeira vez é possível carregar mais de um item ao mesmo tempo

    Iniciei o game empolgado, afinal sempre curti o jogo de SNES, fui nas 50cc e acabou sendo mais fácil do que pensei, e bem sem graça. Então comecei uma nova copa nas 100cc, aí foi bem disputado, consegui vencer a terceira corrida no último instante, empatando com 18 pontos com o Wario e a Peach:

    A última corrida prometia muita emoção, com três pilotos habilidosos disputando o título. E eis meu resultado:

    Mesmo nas 100cc e com toda essa disputa, achei o jogo bem sem graça, afinal é Mario Kart, e jogo de kart tem que ser jogado em multiplayer.

    Segundo jogo mais vendido do console. A série principal está em sua oitava entrada

    21
    • Micro picture
      tiagotrigger · 4 days ago · 1 ponto

      Que triste, o tanto de jogo bom que ficou com nota menor que 3, vão parecer que são ruins. E o Mario Kart já entrou nessa leva. xD

      5 replies
    • Micro picture
      thiones · 3 days ago · 1 ponto

      Pior que esse é o MK que eu mais gosto.

      1 reply
    • Micro picture
      santz · 3 days ago · 1 ponto

      Esse é pior Mario Kart de toda a franquia.

      1 reply
  • bobramber Jefferson Da Silva Prado
    2022-05-11 10:17:02 -0300 Thumb picture
    bobramber checked-in to:
    Post by bobramber: <p>NOTA ENTRE OS MELHORES DE TODOS OS TEMPOS: <str
    Wave Race 64

    Platform: N64
    1033 Players
    9 Check-ins

    NOTA ENTRE OS MELHORES DE TODOS OS TEMPOS: 2,3 (cálculo da nota aqui)

    Conhecendo os melhores jogos do ano em que...

    lançaram o Fiat Palio

    ---

    Jogo de corrida de jet sky aclamado pelos controles satisfatórios e dinâmica do ambiente aquático, com animações fluidas e física realista.

    Relançado para Wii e Wii U em 2007 e 2016

    Além de vencer os oponentes, o jogador deve passar pelo lado indicado por diversas bóias, ganhando um boost a cada acerto, dando um aspecto tático ao escolher fazer a curva ou passar reto. Ao errar cinco vezes durante a corrida é desqualificado.

    Wave Race de Game Boy, jogo anterior lançado em 1992

    Confesso que achei que seria bem sem graça, até por não mais curtir corridas – gênero que era um dos meus favoritos na adolescência. Porém o jogo é divertido, tanto pela mecânica de manobrar em volta das bóias, quanto pelo efeito da movimentação aquática, bastante imersivo.

    Originalmente concebido como um F-Zero na água, com barcos de alta velocidade e capacidade de transformação, mas a ideia foi abandonada por não ter um diferencial de outros games da época

    Correr pelas marolas chegou a trazer uma nostalgia das vezes em que ia pescar com meu pai, na tenra idade. Era numa represa e com bote a remo, mas algumas poucas vezes meu pai emprestou um motor e era sensacional passar em “alta velocidade” (para uma criança) pelas ondinhas criadas pelo próprio barco.

    Wave Race: Blue Storm, sequência lançada para Gamecube em 2001

    Sentimentalismo afora, o que mais curti no game foi a sensação de estarmos correndo na água, com balanço e física compatível.

    Venci o campeonato no nível normal (que é bastante fácil), usando save state no início de cada corrida. Foram seis pistas e dei alguns loads ao ficar preso em um obstáculo ou ao ser desqualificado.

    24
    • Micro picture
      thiagobrugnolo · 5 days ago · 2 pontos

      Adorava esse jogo, ele tinha uma física e água impressionantes para a época. Vixe, nem sabia que havia um Wave Race pro GB, depois quero conferir por curiosidade, hahahaha.

      3 replies
    • Micro picture
      santz · 4 days ago · 1 ponto

      Esse jogo também foi uma grata surpresa quando o conheci. Tudo nele funciona de maneira incrível e a sequência para GameCube é ainda melhor. MAS, é mais um jogo meio esquisito de ser considerado um dos melhores de todos os tempos.

      3 replies
  • eikesaur Eike Gabriel
    2022-05-06 17:11:51 -0300 Thumb picture
    Thumb picture

    Censo Alvanístico 2022 - Fechado!

    Estava dando uma olhada em algumas postagens mais antigas do alvanista, para ver se encontrava alguém do meu Estado, e me deparei com esse post de mais de 8 anos atrás: https://alvanista.com/danielgfm/posts/2525353-dond...

    Sabendo disso, pensei em lançar o Censo Alvanístico 2022, que tem como intuito o de promover uma maior interação entre os usuários aqui da rede, além de ajudar a nos conhecermos melhor e atualizar os dados do post que postei o link ali em cima, já que de 8 anos para cá, muitos usuários entraram ou deixaram a rede.

    Com isso, vou fazer apenas algumas simples perguntas, até pra não ficar entrando muito em assuntos pessoais, ou pra não ficar uma coisa "chatona" de se responder, certinho? 

    Aí, quando eu ver que essa postagem não está mais recebendo respostas, vou elaborar um outro post com um compilado de todas as informações postadas aqui, de forma bem detalhada e bacana de se visualizar.

    -> Perguntas:

    1 - Quantos anos você tem?

    Opção A - Menos de 18 anos.

    Opção B - Entre 18 e 30 anos.

    Opção C - Mais de 30 anos.

    2 - Onde você mora?

    Cidade - Estado (que você mora)

    3 - Há quantos anos você está no Alvanista?

    Opção A - Menos de 1 ano.

    Opção B - Entre 1 e 4 anos.

    Opção C - Mais de 4 anos.

    -> Como responder?

    Vou dar a minha resposta como exemplo:

    1 - Opção B.

    2 - Imperatriz - MA.

    3 - Opção B.

    Tão vendo? É bem simples!

    Lembrando, quem não quiser responder, não responda, e quem quiser, sinta-se livre para colaborar :)

    Compartilhem para que esse post chegue no maior número de pessoas!

    120
    • Micro picture
      onai_onai · 9 days ago · 4 pontos

      Vejamos: 1 - C (sou praticamente um jovem ancião), 2 - Caucaia - Ceará (mas como trabalho em Fortaleza, cresci lá e trabalho lá, vivo nas duas cidades), 3- C (quando entrei aqui tudo era mato). É isso aí!

      3 replies
    • Micro picture
      polarxenon · 9 days ago · 3 pontos

      Legaaaaal!
      1 - Opção B.
      2 - São Bernardo do Campo - SP.
      3 - Opção C.

      2 replies
    • Micro picture
      gicba · 9 days ago · 3 pontos

      1-B
      2-Guarulhos, SP
      3-C. Eu tô nessa coisa desde 2013, pra ser exato. E só saio daqui quando o site cair duro de vez

  • bobramber Jefferson Da Silva Prado
    2022-05-06 14:23:41 -0300 Thumb picture
    bobramber checked-in to:
    Post by bobramber: <p>Fiquei interessado após os posts do&nbsp;@manoel
    Mazes of Fate

    Platform: Gameboy Advance
    26 Players
    20 Check-ins

    Fiquei interessado após os posts do @manoelnsn

    Ia fazer meu esquema de sempre: um check-in após algumas horas de jogo e outro ao finalizar (ou desistir); mas acabei me enrolando e terminando, então vai ser um só.

    FINALIZADO em 21h

    RPG em primeira pessoa bastante simples e fácil. Na história, os deuses antigos querem transformar a humanidade em homens-bode, uma raça submissa, mas não contavam com um grupo de aventureiros...

    O foco é na exploração de dungeons labirínticas com combate em tempo real

    Comecei o jogo no celular, durante uma viagem, e viciei. Tanto que o passei para o PC do trabalho e parei com o Rhapsody para focar nele. Depois de uns dias deu uma cansada e passei a revezá-lo com a aventura musical.

    Não sei por que minhas prints saem com a parte inferior cortada

    A party tem até três pessoas: meu personagem principal focou em one-hand weapon, parry (defesa) e eloquência; o segundo foi um ladrão com small weapon, lockpick e search; e o terceiro um guerreiro nato, two-hand weapon, parry e celerity (atacar mais rápido), de longe meu melhor personagem para o combate.

    A habilidade de lockpick é praticamente inútil, pois tem pouquíssimos baús trancados e com um espólio bem fraco

    Quando o guerreiro saiu da party, experimentei uma meio-maga que causava mais dano com a adaga do que com a magia, assim que possível a troquei por um mago padrão, que causava uma miséria de dano com seus ataques elementais, e as magias de suporte não eram necessárias devido à baixa dificuldade do game. Perto do final pude voltar ao guerreiro bombado.

    Tomei alguns game overs, por ficar andando com pouca vida, devido preguiça de descansar... Veja só: “preguiça de descansar”

    A estrutura da exploração é simples: nas cidades conversamos com as pessoas para descobrir novos lugares, que podem ser dentro da própria cidade ou no overworld. Consultei um detonado apenas três vezes: duas delas por fazer dias que não jogava e não lembrava o que fazer; e outra por não saber para onde ir mesmo.

    A habilidade de eloqüência, creio eu, serve para completar algumas poucas sides quests sem precisar de força

    Senti falta de uma explicação ou informação na tela sobre os pesos dos equipamentos, já que nada é mostrado ou falado sobre, mas acredito que influenciam na velocidade do personagem.

    Os locais são grandes, mas bastante lineares. Ideal seria ter o mapa (que vai se preenchendo automaticamente) sempre aberto em outra tela, mas o mini-mapa já ajuda e podemos abrir o mapa completo com apenas um botão.

    Healing rate serve para recuperar vida mais rápido, seja andando pelas masmorras ou descansando (camping), mas como podemos fazer isso quase que a qualquer momento, apenas agiliza um pouco, inútil para quem acelera com o fast forward (meu caso)

    Somente a última dungeon possui uma complexidade maior - nem se compara a todas as demais - sendo um vai e volta com muito sobe e desce, até tive que achar uma passagem secreta sozinho, pela primeira vez no game, já que as outras que encontrei foram através dos avisos dados pela skill do meu ladrão.

    Tem um remake para Nintendo DS

    Explorei quase 100% de todos os lugares, deixando apenas algumas salas que não sabia como abrir. Ao final tinha uns 150 itens de cura, dos quais precisei de apenas 6 para derrotar o chefão. Portanto minha recomendação para quem tiver interesse no jogo é que não se preocupe com as batalhas.

    Costumava ser um aventureiro, mas tomei uma flechada no joelho...

    25
    • Micro picture
      thiagobrugnolo · 9 days ago · 2 pontos

      Mazes of Fate é bacaninha, joguei o comecinho mas acabei deixando de lado pra jogar o Golden Sun e depois nunca mais retomei. Vamos ver se ano que vem consigo retomar, pois esse ano já listei o que quero jogar, hahaha.

      Um detalhe legal desse jogo é que ele foi produzido por um estudio argentino.

      1 reply
    • Micro picture
      manoelnsn · 9 days ago · 1 ponto

      Boa, esse jogo é legal demais. Como eu tinha vindo do Anvil of Dawn eu tirei ele de letra, já que lá a coisa é bem mais bruta e as dungeons são muuuito mais complexas e talz.

      Tudo aí no Mazes of Fate é bem simplificado, mas acho ele um dos melhores jogos pra quem tá acostumado com rpg japa e quer começar nos ocidentais.

      2 replies
    • Micro picture
      ronigodoy · 8 days ago · 1 ponto

      Pó joguei a versão de DS, fiquei mega interessado na versão do GBA, achei bem charmosa.

      1 reply
  • bobramber Jefferson Da Silva Prado
    2022-05-05 14:59:47 -0300 Thumb picture
    bobramber checked-in to:
    Post by bobramber: <p><em style="background-color: initial;"></em></p>
    Rhapsody: A Musical Adventure

    Platform: Playstation
    177 Players
    7 Check-ins

    O jogo é bem méeee... Mas é bonito que só, então vamos focar nas imagens:

    FINALIZADO em 10h

    Enfrentei o Naruto e passei na Sapolândia, até tomei sopa de mosquito lá:

    Passei por mais alguns belos lugares:

    Andei de barco pirata e enfrentei um quadro:

    Mas me perdi muitas vezes, precisando recorrer a guias. Por exemplo, essa chave do Oasis (um dos últimos lugares em que fui na campanha), o portador dela estava nos fundos de um restaurante, localizado em uma das primeiras dungeons do game:

    Como se não bastasse toda a facilidade das batalhas, ainda temos o Metal Jelly, que dá toneladas de XP... A batalha final durou alguns turnos a mais, mas sem representar perigo algum:

    ---

    O beijo do amor verdadeiro! Estranho beijar sem ter um encontro antes, afinal sequer conversamos por cinco minutos... Beijar é difícil, mas ser o amor verdadeiro não?! Huuum

    Aí o príncipe joga aquela conversinha "Você é diferente..."

    Que resulta no “Aceito”:

    Agora me conta, quem deu o golpe em quem?

    28
    • Micro picture
      jcelove · 11 days ago · 1 ponto

      Olha p gorpe.hehe
      Ele é um jogo simplao mas bem agradavel, parabens.
      Pena q as sequencias nao tem traduçao ate hj.

      3 replies
    • Micro picture
      topogigio999 · 11 days ago · 1 ponto

      duração de 10 horas me agrada hem... a propósito, você está usando algum filtro no emulador? ou o jogo é bonito assim mesmo?

      1 reply
    • Micro picture
      thiagobrugnolo · 11 days ago · 1 ponto

      Agora animei mais ainda de jogar pela possibilidade de terminá-lo em 10 hs, já que estou com aquela listinha de jogos "curtinhos" pra jogar, hahahahahaha. Ah e ele tem um visual bem botinho mesmo.

  • bobramber Jefferson Da Silva Prado
    2022-05-04 13:45:38 -0300 Thumb picture
    bobramber checked-in to:
    Post by bobramber: <p>NOTA ENTRE OS MELHORES DE TODOS OS TEMPOS: <str
    Quake

    Platform: PC
    1949 Players
    29 Check-ins

    NOTA ENTRE OS MELHORES DE TODOS OS TEMPOS: 3,1 (cálculo da nota aqui)

    Conhecendo os melhores jogos do ano em que...

    morreu Renato Russo

    ---

    Demorei em voltar a esta minha série porque estava me divertindo muito com Duke Nukem 3D, não queria começar Quake e acontecer de um jogo desanimar o outro, por serem do mesmo gênero.

    ---

    FPS sucessor de Doom, agora totalmente 3D

    Na história, o governo vem fazendo testes com teletransporte, quando um ser ao qual foi dado o codinome de 'Quake' os intercepta e conecta ao seu próprio sistema de teleporte, enviando hordas à dimensão humana para testar a capacidade bélica. O protagonista do jogo é enviado por um portal para deter os planos do inimigo de invasão à Terra.

    O jogador deve transpor diversos labirintos medievais enquanto enfrenta os monstros enviados por Quake

    Não curti a ambientação gótica e escura do game. Achei os mapas mais simples, imagino que porque o game seja focado no combate e não na exploração, ou ainda focado em multiplayer e não na campanha. Ainda assim supriu a diversão que DN3D me trazia.

    O jogo foi aclamado pela sua física realista 3D, enervantes efeitos sonoros e músicas atmosféricas

    Joguei a versão melhorada lançada em 2021, passando pelos quatro episódios originais, mas não me animei de finalizar os episódios extras. Fiquei travado uma vez na parte cheia de plataformas flutuantes, mas foi só deixar para o dia seguinte e consegui passar.

    Jogos da série

    Ao coletar as quatro runas e abrir caminho ao último chefe, fiquei travado nele, tentando derrotá-lo de várias formas. Como faltava só ele, não tive paciência de deixar para depois e pesquisei na internet a resolução para esse puzzle.

    O game teve um desenvolvimento controverso e, devido a diferenças criativas e falta de liderança, a maior parte da equipe deixou a desenvolvedora após o lançamento

    Gostei do jogo, mas não tanto quanto Duke Nukem, tanto é que printei a tela apenas uma vez, essa abaixo, quando finalizei. Pelo menos foi mais curto, tanto que há speedruns de 12 minutos.

    FINALIZADO

    20
    • Micro picture
      andre_andricopoulos · 11 days ago · 2 pontos

      RENATO RUSSO morreu? 😰

      ...

      Brincadeira...e sem graça...mas enfim 😬

      1 reply
    • Micro picture
      onai_onai · 10 days ago · 1 ponto

      Lembro exatamente do dia em que o Renato Russo morreu. Curto Legião Urbana até hoje.

      1 reply
    • Micro picture
      santz · 11 days ago · 0 pontos

      O Quake 1 é bem mais ou menos, mas o 2 é uma revolução.

      1 reply
  • bobramber Jefferson Da Silva Prado
    2022-04-29 09:58:56 -0300 Thumb picture
    bobramber checked-in to:
    Post by bobramber: <p>RPG tático em que uma jovem parte numa jornada p
    Rhapsody: A Musical Adventure

    Platform: Playstation
    177 Players
    7 Check-ins

    RPG tático em que uma jovem parte numa jornada para resgatar um príncipe que foi transformado em pedra por uma bruxa. Essa jovem tem o poder de dar vida a bonecos, que passam a ser seus companheiros de batalha.

    Os desenhos são ótimos - cidades, menus, portraits, mapas - tudo muito bonito, colorido e caprichado

    Como bem falou @manoelnsn em sua recente crítica, não há muito de tático nesse RPG, principalmente por ser ridiculamente fácil. Seria melhor explicá-lo como ele se autodefine: um RPG musical, visto o foco na parte artística e cutscenes cantadas (com voz), exatamente como em um musical.

    A história, como se pode perceber, é bem bobinha: resgatar o príncipe da bruxa

    Embora simples, precisei consultar um guia algumas vezes, pois tem muito vai e vem, tanto nas cidades, como em dungeons que já passamos (pelo menos no início, estou com 6h de jogo).

    A quebra da quarta parede é ótima, mas aconteceu poucas vezes até então

    Falando em dungeons, elas são horríveis; ambientes pequenos e feitos de copia e cola. As áreas de batalha e inimigos seguem o esquema das dungeons, sendo bastante repetitivos. É um RPG que não dá vontade alguma de explorar as cavernas, tanto pela falta de diversidade, quanto pela falta de dificuldade; pelo menos a frequência de encontros aleatórios é baixa.

    O jogo possui duas sequências exclusivas japonesas, mas que sequer possuem tradução por fãs

    Existem pouquíssimas sidesquests, sempre relacionadas a algum boneco que recrutamos e, ao completá-la, a alma do companheiro vai para o céu, mas ainda assim continuamos com ele na equipe... Poxa, podiam ao menos retirar ele do grupo, tanto para dar um sentimento de dever cumprido, quanto aumentar levemente a dificuldade, ao perdermos um membro de nível elevado.

    Mais algumas belas imagens dos cenários e retratos

    Faz semanas que comecei, já era para ter terminado, mas acabei viciando num dungeon crawler de GBA, o qual comentarei em um outro check-in.

    Alguns dos momentos de cantoria

    Sério, fico babando nesses cenários, a jogabilidade é bem ruinzinha, mas vale a pena só para ver o próximo lugar. Até enrolei neste parágrafo para poder colocar mais screens:

    36
    • Micro picture
      onai_onai · 17 days ago · 2 pontos

      A arte é bonita mesmo.

    • Micro picture
      fonsaca · 17 days ago · 1 ponto

      Esse jogo é bacaninha e até que fácil, gostei quando zerei ele. Hehe!

      2 replies
    • Micro picture
      _gustavo · 17 days ago · 1 ponto

      To esperando o remake sair na Steam pra pegar esse

      1 reply
  • bobramber Jefferson Da Silva Prado
    2022-04-28 08:54:06 -0300 Thumb picture
    bobramber checked-in to:
    Post by bobramber: <p><em style="background-color: initial;"></em></p>
    Shin Megami Tensei: Nocturne

    Platform: Playstation 2
    549 Players
    144 Check-ins

    Não vinguei... DROPEI com gosto

    Resolvi jogar Nocturne por gostar da atmosfera sombria, cheia de demônios e sem o foco em dates e desenvolvimento de personagens de Persona... Li que SMT verte para o lado dungeon crawler da coisa. No entanto, seu âmago é em combate, fundamentado pela famosa dificuldade, que exige dominar as mecânicas de magias, fraquezas, fusões, entre outras disponíveis.

    Após passar sufoco com o Matador (precisando recorrer a um guia)...

    ... Dante foi um passeio no parque, devido seus ataques serem físicos e eu já possuir os buffs/debuffs para minimizá-los

    Estava indo bem, revezando-o com outros jogos. Quando estava no level 34, chegando à prisão Kabukicho, consegui o candelabro do Motoqueiro Fantasma, liberando mais uma área no Labirinto de Amala. Fui explorá-la e finalmente as lutas aleatórias me encheram o saco:

    Foi quando resolvi procurar códigos de trapaça: um acelerador de grind (multiplicador de XP) em conjunto com um desativador das batalhas aleatórias. Com essas artimanhas fui até o topo do Obelisk, quando novamente fiquei de saco cheio e desisti de vez do game.

    Pelo detonado que consultei, de 27 partes do jogo, completei 18 antes de jogar a toalha

    Como já disse, o grande foco do game, a meu ver, são as batalhas. E a dificuldade delas é relacionada ao quão preparado estamos, não somente com relação a level, mas principalmente aos demônios e habilidades que farmamos... Não é uma jogabilidade que tenha me agradado. Além de que me sentia perdidão na história. Até assisti um vídeo depois explicando a história, muito fragmentada e filosófica para minha cabeça.

    Essa dungeon foi bem legal, com o puzzle que invertia tudo

    Ainda assim, o que mais gostei é da sensação de perigo que sempre nos rodeia, até mesmo nas cidades, já que são raros os locais em que não há combates, e mesmo um combate simples pode resultar em game over... Isso casa muito bem com o renascimento do mundo cheio de demônios e toda a atmosfera do game.

    “... não há nada que você consiga realizar neste mundo.” Hikawa acertou

    33
    • Micro picture
      jcelove · 18 days ago · 2 pontos

      Puxa, que pena que nao empolgou ate o final. Eu so joguei o 3 pelo youtub, quando consegui o disco meu ps2 ja tava morto, mss jogudi bastante o DDS2 e sdi onauznto é frustrante.
      Eu encararia so pelo dante, mesmo ele sendo bem inutil no final.hehe

      5 replies
    • Micro picture
      kalini · 18 days ago · 1 ponto

      O sistema de batalha dele é um dos melhores que vi. E tem umas musicas ok. E só. O resto é complicado, mas ainda assim é disparadissimo o melhor jogo de toda a serie.

      A historia é extremamente simples, pessoal que faz overthink dela (e de qualquer outra coisa vaga). É só reconstruir o mundo de acordo com a mentalidade de uma pessoa. A narrativa no geral é bem fina.

      1 reply
    • Micro picture
      vante · 18 days ago · 1 ponto

      Is that Dante from Devil May Cry series?!

      1 reply
  • bobramber Jefferson Da Silva Prado
    2022-04-27 10:59:02 -0300 Thumb picture
    bobramber checked-in to:
    Post by bobramber: <p><em>Quer aumentar o número de jogos finalizados?
    Thirty Flights Of Loving

    Platform: PC
    43 Players
    2 Check-ins

    Quer aumentar o número de jogos finalizados? Toma dois games que duram 15 minutos... Mais importante é a aula de storytelling.

    ---

    Thirty Flights of Loving é um jogo de aventura, lançado em 2012, que acompanha a história de três pessoas que planejam e executam um roubo de álcool.

    Não fazia idéia do que se tratava o game e, ao iniciar, de cara o jogo já me conquistou, tanto pela sua estética, quanto pela maneira intuitiva que apresentou sua jogabilidade. A história contada de maneira não linear foi a cereja do bolo.

    Assim que o terminei - duração aproximada de 15 minutos - resolvi jogá-lo novamente com os comentários do desenvolvedor, tamanho o interesse que me despertou. Achei bem legal algumas das explicações, assim como os rápidos vídeos mostrando o trabalho que dá para fazer coisas aparentemente simples.

    Só não entendi o porquê das explicações do princípio de Bernoulli no final do jogo (mesmo sem os comentários).

    O jogo recebeu ótimas críticas, tem pontuação 88 no Metacritic e foi elogiado justamente pela maneira minimalista com que conta a história. Um crítico até afirmou que conta uma história melhor em 13 minutos do que muitos jogos em 13 horas.

    Super recomendo!

    ---

    Além de Thirty Flights of Loving, também veio o jogo anterior do mesmo desenvolvedor: Gravity Bones. Esta uma aventura com foco em espionagem, lançado em 2008, aclamado por sua história coesa, atmosfera e capacidade de prender o jogador em pouquíssimo tempo, dado sua curta duração (15 a 20 minutos).

    O jogo também é legal e vale a pena considerando sua curta duração, mas achei TFOL uma experiência bem mais única.

    16
    • Micro picture
      xch_choram · 16 days ago · 1 ponto

      Nossa lembro de ter visto na epoca, e acabei esquecendo, tenho que separar aqui pra terminar aproveitando pra aumentar a lista de zerados kkkk

      1 reply
Keep reading &rarr; Collapse &larr;
Loading...