2020-06-19 13:44:02 -0300 2020-06-19 13:44:02 -0300

Half-Life VR but the AI is Self-Aware (ACT 1: PART 1)

Isso aqui é bom demais. TIPO. PELO AMOR DE DEUS. É BOM.

Recomendo para quem gosta de humor do gmod e Freeman's Mind, que amo.

Vou deixar umas impressões abaixo, mas para quem gosta de assistir sem ter noção de nada da história nem de como foi desenvolvido, podem ignorar! Inclusive recomendo, porque assim o nonsense fica mais forte hahaha.

--

Isso aí foi desenvolvido por um streamer + amigos que fazem improvisação num mod de VR do Half-life. Aí usaram mod para importar modelos e mapas novos. 

É basicamente a história do primeiro HL, com elementos de horror existencial, bastante humor e completamente nonsense.

Os atores imitam genialmente bem os NPCs, tanto na voz quanto no comportamento. A pós-edição é ótima, as legendas ficaram hilárias.

O dr. Cooper, um dos personagens, tem a voz da Holly, uma mulher trans, e num vídeo recente do making of ela diz que criou o cara pensando em um NPC que responde a frase pré-programada ("Hello, Gordon!") sempre que o protagonista está por perto. Daí o Cooper interrompe as cenas sempre para falar isso, não importando o tiroteiro e o drama que esteja acontecendo em volta deles.

A voz do Benrey (o cara que usa o modelo do Barney) é a minha predileta.

E acho tudo ainda mais bonitinho porque, apesar da história toda (que tem algumas horas) ter gerado até lore, já que ao longo da trama os personagens e história ficam mais definidos, tudo começou quase 100% no improviso, e os jogadores não sabiam nem os nomes dos próprios personagens na hora de começar o stream. Daí fica ainda mais engraçado ver como todo mundo tem nome besta: Benrey, Bubby, etc.

Há easter eggs de outros jogos (tem quase uma frase do New Vegas ali no meio, aliás) e glitches constantes porque o mod vai se desfazendo a bugando em volta deles enquanto todos tentam se manter nos personagens.

Horror cósmico/existencial é um tema popular ultimamente, né? E não reclamo, gosto do gênero e ADOREI ver isso num vídeo de humor que acaba ficando mais profundo e até emocionante. O final, depois de um tiroteio e gritaria malucos, tem um trecho de voz que me tocou bastante.

Gosto também que os vídeos parecem ter se comunicado bem com a geração z. Acho que este é um dos primeiros conteúdos que eu consumo dentro de uma bolha de gente muito mais jovem, e fico feliz de estar compartilhando isso com eles.  E-sports são a primeira coisa que me vêm à mente, mas não é algo que costumo jogar, então isso aí é o meu exemplo atual mais forte.

E as artes das covers dos vídeos são bonitas demais, quero pôster, inclusive.

Half-Life

Platform: PC
4756 Players
91 Check-ins

5
Keep reading → Collapse ←
Loading...