2020-05-18 16:04:26 -0300 2020-05-18 16:04:26 -0300
zyotic Fellipe Guimarães Fortes checked-in to:
Post by zyotic: <p><strong>Final Fantasy II - A new journey began..
Final Fantasy II

Platform: PSP
516 Players
75 Check-ins

Final Fantasy II - A new journey began... (Parte 2)

Precisamos impedir o final da construção do Dreadnought e para isso devemos ir até Basfk. Ao chegar na cidade nós descobrimos que anteriormente a construção estava sendo supervisionada por um Cavaleiro Negro, mas agora Borghen é quem está no comando.

Com a ajuda de um rebelde infiltrado nós entramos pelo canal debaixo da cidade e chegaos até o hangar do Dreadnought, mas já é tarde demais e apenas vemos o cavaleiro negro e Borghen partindo junto da máquina de guerra.

No caminho de volta até Hilda podemos ver um pouco da destruição causada pelas cidades onde a máquina de guerra voadora passou. De volta em Altair vemos a rainha lamentar o ocorrido e Minwu deixa o grupo para cuidar do Rei. Destruir o Dreadnought vai exigir um fogo mágico conhecido como Sunfire que deve ser usado no núcleo do airship. O único lugar conhecido por ter essa chama é em Kashuan Keep, mas desde o ataque do Emperor o lugar está trancando pelo falecido príncipe Scott.

Para piorar a situação a tranca só pode ser aberta pela voz de um membro da família real de Kashuan ou pelo Goddess Bell e o irmão covarde de Scott, o principe Gordon desapareceu justo agora que teria a chance de ser útil na vida! Sem outra opção vamos atrás do sino mágico que está guardado em uma caverna de gelo próxima a Salamand.

Para acessar essa dungeon precisamos da ajuda de Josef que nos empresta seu Snowcraft e se une a party. Josef é um monk que bate mais forte com suas mãos nuas que o resto da party com suas armas, entretanto ele não tem magias e é péssimo como mago, então deixaremos ele ser um lutar físico puro mesmo.

A Snow Cavern não é uma dungeon difícil e quando estivermos quase chegando no final dela encontraremos uma caverna cheia de castores gigantes(?) onde é revelado o maior plot twist do jogo! Spoilers à caminho, vocês foram avisados!

Depois dessa revelação chocante encontramos a passagem secreta que nos leva ao local de repouso do Goddess Bell, mas não vamos pega-lo tão fácil pois temos que cuidar  do seu guardião primeiro: Adamantoise.

Esse boss é um inimigo aleatório na proxima dungeon então ele não será tão difícil... contanto que você não tenha esquecido de manter sua magia em um lvl razoável. Pelo visto, isso acaba sendo um tema recorrente nas lutas mais difíceis desse jogo. Enquanto no jogo anterior eu recamava que magia de dano era inútil aqui ela é essencial, confirmando que minha escolha de que fazer todo mundo "Red Mage" foi uma boa ideia.

Pegamos o artefato fazendo surgir uma passagem conveniente até a saída, mas antes de Firion e cia verem a luz do Sol novamente, Borghen reaparece para tentar nos impedir em uma batalha... que leva 1 turno por que ele é um meme ao invés de ser um boss.

Entretanto antes de morrer ele revela que plantou uma armadilha na caverna, lançando sobre nós uma pedra rolante no melhor estilo Indiana Jones. Só que diferentes do explorador famoso nós não somos rápidos o bastante, porém Josef em um momento de grandeza que deixaria até Sabin orgulhoso segura a pedra com suas próprias mãos dando tempo para sairmos do caminho. Infelizmente ele não consegue a manter para sempre e acaba sucumbindo vítima da armadilha. (Press F to pay respects)

Sem tempo para luto nós voltamos a Hilda com as notícias e já partimos direto para Kashuan Keep. O sino nos permite entrar no castelo, que agora é um ninho de monstros e encontramos Gordon que estava tentando recuperar a Sunfire sozinho para mostrar que não é um inútil, mas acaba sendo um inútil mesmo assim por que precisa da nossa ajuda para faze-lo. (Eu realmente odeio o Gordon como personagem, ele me lembra um certo Príncipe Bardo de um certo jogo no futuro)

Nessa dungeon eu comecei a sentir a curva de dificuldade enfim aumentando. O jogo estava muito fácil até agora e esse foi o primeiro momento que eu tive que pensar melhor no meu gerenciamento de recursos. O boss daqui foi uma experiência bem esquisita.

Ele é um tipo de fogo demônio que absorve magia de fogo (óbvio) e também gelo. (???) Maria estava sem mana para usar Thunder então eu não sei se ele é vulnerável a esse elemento. Com um Shell na party as magias dele foram muito fáceis de tankar e depois de 4 turnos acho que acabou o MP dele por que só usou ataques físicos. Eu tive que fazer esse boss só nos ataques básicos que davam pouco dano então a batalha demorou um pouco, mas foi muito fácil me manter vivo na luta.

Conseguimos então a Egil's Torch e com ela pegamos o Sunfire. Ao sair da dungeon eis que vemos nossa carona (O airship de Cid em que Hilda estava junto) ser perseguido e capturado em uma cena digna de Star Wars - Episódio IV. (Pensando agora a franquia já tinha algumas referências a SW, pena que Biggs e Wedge só foram existir vários jogos depois)

Retornando a Altair nós descobrimos que o Dreadnought está em um hangar a norte de Fynn e essa já é nossa próxima missão. A dungeon do interior do airship é uma das partes icônicas desse jogo assim como sua música que dá um tom bem legal a toda cena. Como em Kashuan Keep a dificuldade do jogo começa a ser ajustada para algo mais desafiador do que eu vinha tendo. Firion e cia conseguem resgatar Cid e Hilda primeiro, depois chegam atém a engine da nave e usam o Sunfire para iniciar o processo de destruição.

Antes deles escaparem entretanto, o cavaleiro negro aparece de novo e Maria tem a impressão de já ter ouvido sua voz antes. (Quem será? Certamente não o irmão de alguém com amnésia que está servido o vilão)

Na segurança da base rebelde nós ficamos sabendo que a condição do Rei piorou e ele está a beira da morte.  Suas palavras finais são: Gordon (Que agora não é mais um covarde. Que character development rápido não?) deve liderar junto de Hilda os rebeldes. (Então ele meio que furou o olho do irmão e a gente é capacho dele agora?) Minwu deve ir atrás da magia lendária Ultima e quebrar o selo para que seja usada por nós. E Firion deve continuar seguindo as ordens dos outros. (Desculpa, é mais forte que eu!)

O rei mal morre e já recebemos nossa primeira missão do novo chefe: Ir atrás dos cavaleiros Dragoons de Deist e seus Wyverns a qual pensam ter sido todos mortos em batalha, mas Gordon acha o contrário. Falando nisso, cadê a Hilda que nem estava ao lado do pai em seu leito de morte?

Oh boy......

4
  • Micro picture
    zyotic · 4 months ago · 2 pontos

    Eu tô dodo para jogar o Soul of Rebirth por que ouvi que é bem legal.
    Eu sempre reafirmo que apesar desse jogo ter uma história fraca e deixar muito a desejar eu estou me divertindo com ele. Essa foi a parte mais longe que eu cheguei nas minhas tentativas de playthrough passadas, então daqui pra frente entro na parte da história que ainda não tinha jogado, vamos ver como será a dificuldade pra frente.

    2 replies
  • Micro picture
    jcelove · 4 months ago · 1 ponto

    Rapaz, eu tenho trauma dessa parte de destruir a estrela de morte em forma de navio voador medieval pq salvei deppois de entrar nele com os personagens fracos e só tava com esse save, quase perco tudo.hehe

    Depois que zerar tem um bonus legal com os companheiros caidos. E acho bem desafiador.

Keep reading &rarr; Collapse &larr;
Loading...