Você não está seguindo xch_choram.

Siga-o para acompanhar suas atualizações.

Seguir

  • pauloaquino Paulo Aquino
    2018-11-28 20:39:14 -0200 Thumb picture
    Thumb picture

    Eu de novo, né...

    Galera, quem aí tá jogando no emulador estes jogos? 

     - Pokémon Emerald 

     - Wario Ware Inc. 

     - Mario Party Advance 

     - Sonic Battle 

     - SNK vs Capcom - Match of the Millennium 

    Eu queria ver mais check-ins desses jogos. Espero não ser o único que joga eles. 

    Mas recentemente olha só o jogo doideira que eu comecei a jogar! 

    Quartet.

    --- 

    Achei bacana que a @sucodelarangela tenha voltado com mais um check-in. 

    Às vezes acho que ela não fica nada assustada com as minhas "mestrekamices". Será que ela já viu aquela andróide Haydee? (o que eu mais vejo é o pessoal fazer mod pra esse jogo). 

    Será que se a @sucodelarangela tivesse que falar de futebol comigo ela falava?

    --- 

    Pessoal, não deixem que o Alvanista acabe

    Eu mesmo seria um órfão do Alvanista, me inscrevi no Alvanista em 2013. 

    Quartet

    Plataforma: Master System
    17 Jogadores
    1 Check-in

    14
    • Micro picture
      xch_choram · 18 dias atrás · 1 ponto

      Eu tenho jogado o emerald, lembrei esses dias que ainda não tinha terminado, ainda bem que ainda tinha o save :p, quando acaba as provas da facul eu faço chek' in

    • Micro picture
      raxgmr2 · 18 dias atrás · 1 ponto

      Não to jogando nenhum desses mas tirando o Wario que não joguei e esse Mario Party (deve ser divertido mas não vou falar se não joguei) o resto é diversão pura haha xD õ/

      Boa diversão ai :D õ/

    • Micro picture
      vante · 17 dias atrás · 1 ponto

      Pokémon Emerald eu jogo às vezes

  • carlospenajr Carlos Pena
    2018-11-29 17:55:36 -0200 Thumb picture
    Thumb picture
    <p>#img#[600556]</p><p>Trombei agora pouco com a tr - Alvanista

    Trombei agora pouco com a tradução desse novel. Ainda não joguei, é bem antigo, de 2000.
    Pelo que eu sei, ele se passa em algum periodo aos acontecimentos do Suikoden 2, não sei se é antes, durante ou depois, seguindo como protagonista o Nash, um dos personagens que entra no seu grupo. Não sei mais detalhes alem de que varios personagens da série até o momento aparecem nele.
    Eu to baixando aqui e se um dia eu me empolgar pra jogar, eu comento aqui.
    De qualquer maneira, segue os links pra download:

    Vol 1: https://cdromance.com/psx-iso/gensou-suiko-gaiden-vol-1-harmonia-no-kenshi-eng-patched/

    Vol 2: https://cdromance.com/psx-iso/gensou-suiko-gaiden-vol-2-crystal-valley-no-kettou-eng-patched/

    Gensō Suikogaiden Volume 1: Swordsman of Harmonia

    Plataforma: Playstation
    12 Jogadores

    14
  • felipefabricio felipefabricio25
    2018-11-30 02:11:58 -0200 Thumb picture
    Thumb picture
    <p>QUERIA DIZER QUE ESSE NOVO UPDATE DE STAR ALLIES - Alvanista

    QUERIA DIZER QUE ESSE NOVO UPDATE DE STAR ALLIES É INCRÍVEL

    mano eu preciso comprar esse jogo em algum ponto da vida

    os caras praticamente fizeram uma sequel grátis, um puta lore dump, vários novos personagens, bosses, modos, wtf

    Kirby Star Allies

    Plataforma: Nintendo Switch
    88 Jogadores
    22 Check-ins

    12
    • Micro picture
      vianna · 18 dias atrás · 1 ponto

      Eita, não tava nem sabendo

  • edknight Eduardo Botelho
    2018-11-27 15:06:28 -0200 Thumb picture
    Thumb picture
    edknight fez um check-in em:
    <p>#img#[600169]</p><p>Comecei. E deu um mixed feel - Alvanista
    Lightning Returns: Final Fantasy XIII

    Plataforma: Playstation 3
    902 Jogadores
    82 Check-ins

    Comecei. E deu um mixed feelings aqui no começo.

    Primeiramente, a tela inicial do jogo, eu jurava que ia seguir o padrão da trilogia: Tela branca, o título escrito na fonte de sempre, com o artwork do Amano no fundo, e a música tema tocando suave numa versão piano. E a tela inicial é tudo o que eu não esperava, o fundo preto com uma fonte genérica, a musica é meio estranha e em vez do artwork lindão temos um slideshow com prints do jogo. Somando isso com o fato de o jogo ficar dando erro constante, provavelmente porque tinha conteúdo online e os servers foram desligados, a primeira impressão é bem meh.

    Claro que tudo fica bem quando surge essa deusa linda na tela. E aqui vem o ponto em que eu não achei ruim nem bom, só confuso:

    Light invade uma boate. Ela vai encarar o overlord do lugar, que é... ué, o Snow? E no meio da treta dos dois aparece uma guria que ele chama de Lumina, que basicamente é uma versão adolescente da Serah, que depois do final do FF13-2 eu não achei que a fosse ver tão cedo. E monstros que surgem do nada (ou do Chaos, conforme os personagens falam), e o Noel que sei lá por que diabos voltou a forma infantil é meio que um chefe da Light, dando as ordens e orientações para ela. Eu acho que perdi alguma coisa importante entre os dois jogos.

    E então, combates. Novamente esse jogo larga tudo o que foi feito nos anteriores, o que me deixa com uma sensação ainda maior de spinoff. Mas pelo contrário, o sistema do LR me agradou um bocado apesar de ser diferente: Você controla a Lightning livremente no campo de batalha (embora ela se mova lentamente), e pode equipar 4 movimentos nos botões do controle. A roupa, espada, escudo, acessórios e os movimentos compõem um Schemata, e você pode ter três desses, como se fossem os Paradigms dos outros jogos da série.

    Cada ataque utilizado consome um pouco do ATB, que recarrega de forma diferente dependendo dos itens da Schemata. A barra enche muito mais rapidamente quando não está sendo usada, e cada Schemata tem um ATB independente. Então o segredo é ficar trocando de Schemata em batalha o tempo todo. Usar todo o ATB, troca de Schemata, usa o ATB, troca para a terceira Schemata, usa todo o ATB, provavelmente seu primeiro ATB já está quase cheio de novo. O Timing dos ataques também importa, você pode segurar X para atacar, por exemplo, mas se você sempre apertar no momento certo o dano é aumentado, assim como nas defesas (segurar o botão de defesa diminui o dano sofrido, mas um "just guard" pode mitigar ainda mais ou até anular o dano).

    Outro fator que foi modificado foi o Stagger. Nos jogos anteriores bastava causar dano, especialmente magias. Aqui cada inimigo reage de uma forma diferente, e pelo menos no caso dos ataques elementais a barrinha de vida do monstro vai reagindo (caso ele seja fraco a trovão, eletricidade vai passando pela barrinha). E tem até multiplos níveis de Stagger, um monstro forte de uma missão que eu passei, por exemplo, era um tipo de dragão que, ao tomar stagger, ajoelhava, e abaixava a cabeça. Sendo a cabeça um dos pontos fracos dele, acertá-la causava um segundo Stagger em que o bicho realmente cai no chão e fica mais vulnerável a todos os ataques. 

    Então  uma parte meio que integral do jogo é ficar trocando roupinha da Light, tipo um Final Fantasy X-2 com mais opções de customização. E na maioria do tempo eu só equipo as roupinhas que dão melhores stats (no momento, uma pra dano físico, uma pra dano mágico, e um Red Mage equilibrando ambos), mas dá para brincar bastante com as cores das roupas e acessórios estéticos.

    A última parte que eu queria comentar nesse checkin é a exploração, e ela tá bem ligada com a história. Depois que você termina o tutorial e volta para o Hub onde o Noel está, ele te explica mais ou menos o que se passou nos 500 anos em que a Light esteve cristalizada como foi mostrado no fim do 13-2: Snow virou o overlord da cidade, Hope misteriosamente voltou a ser criança, e o Chaos tomou conta do mundo após a morte da deusa Etro. Com isso, o todo-poderoso Bhunivelze, o deus supremo no lore desse jogo, decidiu que vai esperar o mundo acabar por conta do caos e depois refazer tudo, e a Light é incumbida da missão de salvar almas para povoar esse novo mundo. 

    Basicamente, o mundo tem 6 dias restantes, e a Light deve "salvar" as pessoas fazendo missões e dando a elas esperança, o que em troca dá a ela Eradia, que ela usa para fazer crescer a Árvore da Vida, Yggdrasil, podendo extender a vida do planeta até 13 dias. Aliás, a condição para terminar o jogo é chegar ao 13º dia, se o mundo acabar antes disso, dá Game Over, mas você consegue jogar um "New Game+" com os equipamentos do gameplay anterior. Por esse motivo eu não fiquei muito desesperado com o limite de tempo, já que esse negócio do jogo que quer apressar o jogador me dá uns trigger nervoso e eu não consigo jogar direito. E também é possivel gastar EP (um recurso meio chato de conseguir mas muito útil e versátil) para parar o tempo por alguns momentos no caso de pressa ou de o tempo estar acabando e você não conseguir cumprir as missões. E na boa, é bem necessário isso porque os cenários são bem vastos e agora sim tu tem um bom tanto de chão para explorar e se perder (Só explorei Yuusnan, e um pouco de Luxerion, ainda tem dois mapas inteiros pra explorar e fazer sidequests e as 5 quests principais). Eu provavelmente não chego no 13º dia no primeiro playthough, mas quero cumprir o máximo de quests que conseguir pra ficar bem forte no NG+.

    21
    • Micro picture
      _gustavo · 21 dias atrás · 1 ponto

      Apesar do limite de tempo, ele não chega nem as pés de restrito como um Atelier por exemplo, da tempo de fazer tudo no jogo e ainda sobrar uns 2 dias se não ficar se enrolando kkkk

      6 respostas
  • 2018-11-27 11:32:36 -0200 Thumb picture
    Thumb picture
  • maironw Mairon S. Wolniewicz
    2018-11-27 10:58:23 -0200 Thumb picture
    Thumb picture

    Desenvolvendo um jogo em um microcontrolador - Parte 2

    Então, eu havia prometido no outro post que eu ia explicar um pouco como eu estava desenvolvendo um jogo em C que iria rodar em um microcontrolador em uma  tela de um Nokia 5110.

    Eis que eu acabei não falando nada mais sobre justamente por estar ocupado terminando esse e outros projetos da faculdade.

    Voltei, sem um tutorial de como programar o negócio todo, mas trouxe um trailer do jogo (bobinho, mas era parte da avaliação uahsuha) e todo o código fonte no github, que tem comentários o suficiente para quem estiver interessado:

    https://github.com/MaironW/Wings-of-Cucco

    The Legend of Zelda

    Plataforma: NES
    2695 Jogadores
    130 Check-ins

    27
  • 2018-11-26 18:00:16 -0200 Thumb picture
    Thumb picture

    Know Your Demon #98 Apis

    NOME: Ápis

    ORIGEM: Mitologia Egípcia.

    PRIMEIRA APARIÇÃO: Megami Tensei (NES)

    LORE: Ápis ou Hápis ou alternativamente Hapi-ankh é um touro sagrado venerado na região de Mênfis, tido como filho de Hator, deusa egípcia do céu, sendo inicialmente um sacrifício em homenagem a mesma, após sua morte ele ressuscitou e serviu de contato entre os homens e outros deuses como Ptá, Osíris e Atum.

    Sua história de adoração como um todo é bem confusa, seu sacrifício inicial aparentemente foi em homenagem a Hator embora haja textos que apontem o sacrifício como homenagem a deusa Bat que também tinha representação como uma vaca assim como Hator, fazendo a ligação de touros como suas crias. Há citações ainda que o apontam em dada época com o titulo de "O Renovador de Vidas" de Ptá, vindo após a morte a se tornar Osoriapís (o Ápis de Osíris) já que o mesmo assim como os mortos eram absorvidos por Osiris, na época ao comandante do submundo.

    Ápis era o maior dos três touros venerados pelo Egito, sendo os demais Mnévis e Bukhis, todos relacionados a Hator, Bat e Osíris, e eram venerado também na Grécia e em Roma. A adoração comum de bois como estes no Egito por sua vez tem ligação com algumas características desses animais como a força, vigor e fertilidade, características atribuídas aos reis.

    APARIÇÕES EM OUTRAS MÍDIAS:

    O Boi de Apis aparece em Assassin's Creed Origins.

    by @thecriticgames

    Assassin's Creed Origins

    Plataforma: PC
    83 Jogadores
    44 Check-ins

    22
  • hard_frolics David Waters
    2018-11-26 23:58:00 -0200 Thumb picture
    Thumb picture

    Eu na 365indies Jam 2018!

    Pela Mighty Kids, com a trilha, efeitos sonoros e gráficos, lhes apresento "Spooky Jones".

    E claro, o jogo que trampei a semana toda com muito empenho, ajudando a moldar os conceitos, alguns detalhes, fazendo gráficos  para uma fase, e toda a trilha e efeitos sonoros, "Incident 997"!

    Espero que curtam, tooodo feedback é bem vindo!

    Amanhã começo a postar ambas as trilhas no YouTube! o/

    33
  • 2018-11-26 12:52:50 -0200 Thumb picture
    Thumb picture

    STAGE 2 - Ecos em Valentia

    Medium 600000 3309110367

    17h e prestes a entrar em território Rigelian eu dou um save para contar como está sendo a aventura em Fire Emblem Echoes: Shadows of Valentia, e como algumas de suas particularidades me fazem apreciá-lo mais que Awakening e Fates.

    ▼ https://daibokem.blogspot.com/2018/11/stage-2-ecos...

    [@jvhazuki]

    Fire Emblem Echoes: Shadows of Valentia

    Plataforma: Nintendo 3DS
    136 Jogadores
    71 Check-ins

    18
    • Micro picture
      xch_choram · 22 dias atrás · 2 pontos

      mas gente, resetou de novo? os textos do antigo daibokém, tem algum meio de ver eles ou vc apagou?

      3 respostas
    • Micro picture
      vante · 22 dias atrás · 1 ponto

      Esse jogo se passa entre o Shadow Dragon e o New Mistery of Emblem certo?

      8 respostas
  • giancod Giancarlo Patricio
    2018-11-26 15:51:38 -0200 Thumb picture
    Thumb picture
    <p>Uma duvida tenho um HD externo do Xbox one conec - Alvanista

    Uma duvida tenho um HD externo do Xbox one conectei ele porem o One não reconheceu ele é como se ele não estivesse conectado então isso é problema do Hd ou precisa de um cabo especifico para conectar o Hd no one ?

    16
    • Micro picture
      leopoldino · 22 dias atrás · 2 pontos

      De quanto é o HD? Já foi utilizado em algum outro dispositivo? Lembra que tipo de formatação ele teve?

      3 respostas
Continuar lendo &rarr; Reduzir &larr;
Carregando...