Você não está seguindo velhoretrogamer.

Siga-o para acompanhar suas atualizações.

Seguir

  • 2018-10-23 11:43:08 -0200 Thumb picture
    Thumb picture

    Desenvolvimento de games: ferramentas e cursos

    Medium 3680614 featured image

    Desenvolver o próprio game pode parecer uma tarefa complicada, um trabalho para grandes empresas. Mas não é. Para quem é amante dos jogos, essa pode ser uma realização em muitos sentidos, como a de assumir o papel de criador e jogador, ao mesmo tempo. Construir seu próprio jogo é mais fácil do que você imagina.

    Acesse o curso completo sobre Unity, a engine que possibilita a criação de jogos.

    Geralmente o processo de desenvolvimento de um jogo passa pela mão de muitos profissionais. Programadores são responsáveis pela funcionalidade do jogo e por gerar um código-fonte; designers são responsáveis por projetá-lo; redatores criam a história do game; entre muitos outros cargos e funções. Mas se você quer desenvolver um projeto por conta própria, pode incorporar a função de todos eles. Na verdade, durante o processo de criação do primeiro jogo, o ideal é meter a mão na massa em todas essas etapas e aprender sobre cada uma delas.

    O próximo passo, portanto, é saber quais são as ferramentas certas para desenvolver seu jogo; aqui, vamos falar sobre três. Uma delas é uma game engine que permite a criação de jogos, a Unity; a outra, é uma ferramenta que permite a criação visual de um jogo old school, a Pixel Art; e, por último, um bônus: a ferramenta Raspberry, que permite a criação de uma central de jogos. Conheça mais sobre cada uma delas abaixo!

    Unity

    Unity é uma ferramenta de criação de jogos. Aliás, a maioria dos jogos tridimensionais produzidos para navegadores são feitos através da Unity. Não se preocupe se você não possui grandes conhecimentos em programação: para desenvolver seu game com este programa, é possível usar opções avançadas que realizam essas tarefas.

    É uma ferramenta paga, mas pode ser acessada de forma gratuita com algumas limitações de gráfico e licenças. A única exigência para rodá-la é uma máquina que tenha uma placa de vídeo potente e uma memoŕia RAM expandida.

    Para aprender tudo sobre o que é necessário sobre o funcionamento da Unity, indicamos o curso Aprenda Unity programando 7 jogos. Com ele, você conhece o editor do Unity, entende as principais funcionalidades e componentes, aprende o básico da linguagem de programação C# e cria projetos em 2D e 3D inspirados em jogos famosos como Angry Birds, Candy Crush e Fruit Ninja.

    Pixel Art

    Se você é fã de jogos do Atari ou Super Nintendo, também é fã da Pixel Art. Este é o termo usado para definir o design de jogos antigos, que usavam o pixel como elemento básico para a criação de artes digitais. O pixel é o menor elemento a constituir uma imagem digital e ao qual se pode atribuir uma cor. Isso significa que milhares de pixels formam o que se considera uma imagem completa ou inteira.

    A pixel art ganhou popularidade com a criação de jogos 2D. Apesar de ser um trabalho que demanda tempo e disposição para ser realizado, a criação de imagens em pixel art pode ser feita usando programas simples, como o Paint.

    Se interessou? Então se liga nessa indicação: o curso Pixel Arte para Games ensina os fundamentos desta técnica, além da criação de cenários, objetos e personagens animados. E ainda tem mais: você aprende a montar as cenas criadas para o seu projeto de game na Unity (a game engine que citamos anteriormente).

    Bônus: crie o seu próprio vídeo game!

    Você já viu que é possível criar um jogo por conta própria, mas é possível fazer o mesmo com um vídeo game? A resposta é sim, com a ajuda do Raspberry Pi. Essa ferramenta é um mini-computador, que cabe na palma da sua mão, e que permite conexões com computadores e televisores. Além disso, também é possível usá-lo para rodar sistemas operacionais baseados em GNU/Linux.

    Todas essas características permitem o uso do Raspberry Pi para a criação de uma central de jogos. Para fazer isso, é preciso ter uma versão específica da ferramenta e instalar programas como o Retropie ou Recalbox, que são configurados para exibir interfaces de emuladores, jogos e computadores antigos. Esses programas disponibilizam os principais games do Atari, Super Nintendo, Mega Drive, Game Boy, Nintendo 64 e até da primeira versão do Playstation.

    Com o Raspberry Pi, você cria o seu próprio console retrô de games! E o melhor: seu projeto final de vídeo game vai sair por um custo menor do que R$300. Para quem não tem familiaridade com o Raspberry PI, mas quer muito fazer a própria central de jogos, é indicado que assista um curso para conhecer todas as possibilidades da ferramenta. Afinal, é possível usar o microprocessador para desenvolver muitos outros programas.

    Agora que você tem todas as informações e ferramentas para criar o seu próprio império de games, é hora de colocar a mão na massa! Acesse os cursos, conheça as ferramentas e boa aventura! 

    33
    • Micro picture
      artigos · 2 meses atrás · 2 pontos

      Parabéns! Seu artigo virou destaque!

    • Micro picture
      jack234 · 2 meses atrás · 1 ponto

      Mto bom artigo! Parabéns e obrigado pelas informações! Enriquecendo a comunidade gamística!

    • Micro picture
      venomsnake · 1 mês atrás · 1 ponto

      Só mencionando que você ainda pode usar algumas IDE´s conhecidas pra desenvolver jogos, Visual Studio da MS por exemplo suporta programar em algumas linguagens, utilizar o Unity, e ainda criar UWP, versões mais antigas davam suporta a criação de jogos pro Xbox 360. Netbeans pode ser usado pra se programar jogos em JAVA e etc. Da pra explorar essas IDE´s, baixar plugins e brincar com diversas bibliotecas.

  • velhoretrogamer Paulo Rogério B. Lopes
    2018-04-11 18:24:14 -0300 Thumb picture
  • velhoretrogamer Paulo Rogério B. Lopes
    2018-04-01 23:41:46 -0300 Thumb picture
    velhoretrogamer fez um check-in em:
    Controle de DC não ajuda... tivesse adaptador pra c - Alvanista
    Super Street Fighter II X for Matching Service: Grand Master Challenge

    Plataforma: Dreamcast
    87 Jogadores
    3 Check-ins

    Controle de DC não ajuda... tivesse adaptador pra controle de Mega/Saturn

    5
  • velhoretrogamer Paulo Rogério B. Lopes
    2018-02-01 21:10:24 -0200 Thumb picture
    velhoretrogamer fez um check-in em:
    <p>Joguinho <del>bom</del> (ótimo)</p><p>Cada vez m - Alvanista
    Kirby's Adventure

    Plataforma: NES
    648 Jogadores
    35 Check-ins

    Joguinho bom (ótimo)

    Cada vez mais fã de Kirby kkkkk

     (Kirby Super Star do SNES tenho há mais de 10 anos, é otimo)

    7
  • velhoretrogamer Paulo Rogério B. Lopes
    2018-01-23 01:42:29 -0200 Thumb picture

    DESAFIO PERFIL ALVA

    Esse desafio foi proposto pelo @sugarbae e estou (com atraso) fazendo-o.

    post original aqui.

    VAMOS LÁ!

    - Quando não estou jogando... (um outro hobbie)

    Jogando futebol, umas 3x por semana, no mínimo.

    - Um Ator/atriz que gosto demais...

    Scarlett Johansson e Will Smith (sim, deixei eles, principalmente pq a Scarlett e uma lindelicia)

    - Uma banda que estou sempre ouvindo...

    Legião Urbana

    - Um baita de um filmão...

    Interestelar. Pq amo ficção cientifica

    - Uma série animal...

    The Walking Dead. pq amo tematica de zumbis

    - Um livro marcante...

    Li pouquissimos livros... não marcou nenhum. prefiro HQs e Mangás

    - Uma frase pra vida...

    "Tente outra vez"

    - Quando é pra sair...

    Vou na pior vontade do mundo (maioria das vezes)  ou fico em casa intocado (modo antisocial ligado). Mas futebolzinho, saidinha com amigos pra beber e esquecer ou algo diferente, rola \o/

    - Se eu pudesse comer algo agora...

    Uns 2 X-Bagunça.

    - Marcar um pessoalzinho pra fazer...

    @leandro2litros, @rafaelmingato,@elionazio, @julio777, @sophos, @netogermano, @luansilva2000, @juninhowii360, @mateusmassa, @lcirilu, @marviiu, @racoon, @guilherme_gondin, @alice, @santz, @fonsaca, @natnitro, @suicune, @ninfapeach, @ziul92, @jessicagdsantos, @soragamer, @allistoncarlos, @juliacmps

    caso já fizeram desconsiderem!

    34
  • 2017-12-24 21:34:38 -0200 Thumb picture
    Thumb picture
    51
    • Micro picture
      grey_hawk · 12 meses atrás · 3 pontos

      Mano essa Mamãe Noel pode trazer meu "presente" qualquer dia do ano

    • Micro picture
      santz · 12 meses atrás · 2 pontos

      Minha esposa me deu um feliz natal mais top que essa mina. :D

    • Micro picture
      wex · 12 meses atrás · 2 pontos

      Feliz Natal e que gostosinha essa safada.

  • 2017-12-17 21:28:03 -0200 Thumb picture
    Thumb picture

    Antigamente era mais díficil

    Medium 3577571 featured image

    Saudações e mais saudações para os Talkers de plantão.

    Ano de 2017 finalizando, chegando na reta final para o Natal e festividades para virada para 2018.

    E venho trazer a última leitura obrigatória para vocês amados leitores.

    Uma coisa que vejo em muitas comunidades, fóruns de games, até mesmo aqui no Alvanista, discussões e mais discussões.

    Eu sou jogador raíz, joguei na era do Atari, NES, Master System, e hoje em dia os games estão mais fáceis de finalizar. Jogador Nutella, nasceu na era de PlayStation 2 não sabe o que é jogo díficil, não sabe o que terminar Battletoads.

    Ai outros jogadores ficam falando, “Não, que jogo díficil mesmo é Dark Souls, quero ver você terminar ele sozinho sem ajuda, tem um boss que você não consegue matar ele.”

    Ai vem outros falando: “Ah, mas você viu videos no youtube, e assim fica fácil matar, quero ver passar na raça, no meu tempo não tinha isso.”

    Galera, vamos parar com isso, cada um se diverte da forma que gosta, da forma que quer.

    Não é porque a pessoa não vivenciou como foi a era dos anos 70, 80 e 90, que iremos crucificar eles. Cada um nasceu em uma época diferente, em anos diferentes, não posso dizer que amei jogar Atari nos anos 90 (quando tinha 10 anos), sendo que eu nasci nos anos 80. Os consoles de videogames na época era Atari que ali já estava quase morta, só pedindo um tiro de misericórdia na cabeça para acabar com o seu sofrimento, e tinha os milhões de derivados do NES, conheci o Master System e Mega-Drive, e eu ganhei o Super Nintendo e Game Boy Classic aos meus 15 anos. Tive o privilégio e tenho até hoje em ver a grande mudança que ocorre nos mercados de videogames. Sony PlayStation, SEGA Saturn, Dreamcast, 3DO, Atari Jaguar, Neo Geo e Neo Geo CD, Nomad, Game Gear, PlayStation 2, Nintendo 64, Game Cube, Virtual Boy, N-Gage, Neo Geo Pocket, Microsoft XBox, XBox 360, PlayStation 3, Wii, Wii U, Nintendo DS/3DS/2DS, e a atual geração PlayStation 4, XBox One e Nintendo Switch.

    Posso também ver que os PC’s também evoluíram muito (só não o sistema ruindows, pq ruindows continua sendo ruindows), até entrar a Steam, Origin, UPlay, Blizzard com seus programas para baixar seus jogos.

    O que posso comentar o porque antigamente era mais díficil, era mais fácil?

    Vamos falar da tecnologia da época, logicamente para ter um cartucho lançado para o console, tinha suas limitações, coisa que hoje em dia isso sobra até demais.

    Agora pense no programador de games, as produtoras de jogos, como colocar seu produto final nas prateleiras e serem agraciados por várias pessoas e ter um feedback positivo. Hoje em dia é muito fácil ter um erro e bug nos consoles, como estão conectados a internet, é só lançar uma correção e melhorias, pronto, problema solucionado.

    E para os consoles, NES, Master System, SNES, Mega-Drive, PlayStation, Saturn, 3DO, Neo Geo? Não existiu.

    Pois era interagir com o que os seus clientes queriam para diversão, e lançar desafios.

    Mega-Man do NES, não existem Save Points como um jogo atual existe, assim que ao término da fase aparecerá a tela de Password, anotar ela certinho, conferir antes de confirmar e pronto.

    Outro fator que é interessante, e que os games daquela época, foram espelhados igual aos games de arcades.

    Você chegando em um fliperama, primeira coisa, tenho que desembolsar uma grana, para comprar fichas. Vou escolher um jogo no qual me interesso, vamos começar a diversão.

    Você tem uma barra de vida, pontuação, números de vidas. Conforme você vai progredindo no jogo, sua pontuação aumenta, e como bonificação, ao chegar X pontuação você ganha uma vida. Alguns arcades você ganhava 1 crédito para um novo jogo.

    E quando sua barra de life chega no final? Você morre e perde 1 vida.

    E quando suas vidas acabavam? Ai apareciam as duas palavras conhecidas por players: GAME OVER

    Mas como faço para não ocorrer isso?

    Temos duas opções amigo: 1ª - ou você compra mais fichas e continua de onde parou para seguir no jogo (o que irá consumir mais grana sua); 2ª - melhore no jogo para que você possa chegar no final do jogo ou prosseguir por mais tempo.

    Os jogos em Arcades foram grandes precursores em minha vida de jogador. Até mesmo alguns jogos no Super Nintendo e Game Boy Classic, sempre procurei preservar a vida que eu tinha durante o jogo, até mesmo buscando atingir pontuação X ou caçando na fase uma vida extra para me ajudar durante as minhas jogatinas.

    O conceito de preservar vida em games atuais ficou praticamente obsoleto, pois cada jogo tem seu check-point, save-point, áreas seguras, e ao passar dela, você pode até morrer durante a jogatina, que você sabe que irá voltar para aquele ponto onde você salvou.

    A Fromsoftware desenvolveu a série Souls, onde o jogo o pune por cada morte que você tem durante sua jornada. Ela evoluiu muito seus games desde Demon’s Souls, Dark Souls, Dark Souls II, Dark Souls III, fugindo da temática Souls, um jogo exclusivo para PS4, Bloodborne, tem esta punição por cada morte que você tem no game.

    Por mais que você jogue a fase, você terá a Fogueira, que é como um ponto de partida da fase ou área, e quando você explora a área onde está, você terá seus inimigos. O jogo evolui seu nível assim como seu jogador evolui o nível, ele é balanceado. E quando você morre, você perde sua humanidade, e reinicia a fase da fogueira que você acendeu e todos os inimigos retornam dos mortos também. Qual a diferença, você terá que passar por todos, para buscar suas almas e humanidade. Jogo que quer trazer o que os antigos jogos trouxeram.

    Um outro fator que posso colocar nas dificuldades de jogos.

    A jogabilidade, isso é pelo fator da limitação tecnológica que o console possuía em sua época de lançamento. As produtoras de jogos trabalharam muito para nos trazer uma jogabilidade excelente. Nos dias atuais, você controlar um time do Real Madrid no PES 2018 ou FIFA 18 no XBox One ou PS4 e muito mais fácil, do que você pegar no PlayStation 2, XBox.

    Experimente jogar o Resident Evil 3, com os atuais Resident Evil 5, 6 e o 7, você sentirá uma diferença horrenda.

    Experimente você que jogava na época do NES e tente jogar Contra, ou pegue Shinobi do Mega-Drive.E gritante a grande diferença, pois vem a grande pergunta, como eu consegui jogar este jogo? Pelo simples fator de novidade, desafio, você leva por diversão.

    A galera que nasceu em meados de 2000 (PS2/XBox/Game Cube/Dreamcast), 2003 (PS3/XBox360/Wii/Wii U), 2014 (PS4/XBox One/Switch), vão ter a sua experiência nos jogos que é a geração deles. Temos nossos jogos nostálgicos como Top Gear, Rock’n’Roll Racing, International Super Star Soccer, a geração deles vão comentar sobre Shadow of the Colossus, Gears of War, The Last of Us, Pokémon Moon and Sun, Super Mario Galaxy entre outros.

    Em minha opinião, todos os jogos tem sua dificuldade, ou você que jogou God of War ou Devil May Cry não ficou frustado quando o próprio jogo lhe sugeriu baixar a dificuldade só para passar aquela fase?

    Dificuldade sempre haverá nos games, basta não relevar ou tentar falar que sua época foi a promissora.

    Segue um vídeo para darem risadas:

    @armkng

    Mega Man

    Plataforma: NES
    2019 Jogadores
    104 Check-ins

    56
    • Micro picture
      pauloaquino · 1 ano atrás · 3 pontos

      Maldito conflito de gerações.

      1 resposta
    • Micro picture
      lordsearj · 1 ano atrás · 3 pontos

      Excelente post. Jogo desde a época do Atari, mas o jogo que "me fez ser um gamer" foi Castlevania. A partir dali, meu interesse foi outro, mudou de forma. Principalmente para os enredos. É apesar de tb ter terminado Castlevania III, Batman like e Ninja Gaiden II que eram bem difíceis, nunca terminei Battletoads ou Gouls and Ghosts, nem nenhum Mega Man. Nunca me adaptei. É não é vergonha nenhuma. O maior barato era a diversão. Hoje, jogo 0arw terminar, os jogos te dão todos os subsídios para isso. O último que quase desisti foi o MGS Rising Revenegance. Penei para passar do senador. Mas tb não fico nessa de platinar. Respeito, mas não faço. Por. Fim, vamos jogar gente. O negócio é se divertir.

      1 resposta
    • Micro picture
      avmunico · 1 ano atrás · 2 pontos

      Texto massa...

      1 resposta
  • velhoretrogamer Paulo Rogério B. Lopes
    2017-12-12 14:27:41 -0200 Thumb picture
    velhoretrogamer fez um check-in em:
    Mais de ano depois que o leitor do Xbox morreu, con - Alvanista
    XIII

    Plataforma: XBOX
    20 Jogadores
    5 Check-ins

    Mais de ano depois que o leitor do Xbox morreu, consegui outro, vê quanto tempo esse vai durar, e vou atrás de outro só pra ficar de reserva.

    7
  • velhoretrogamer Paulo Rogério B. Lopes
    2017-12-04 00:48:53 -0200 Thumb picture
    velhoretrogamer fez um check-in em:
    Sim, primeira vez que jogo, e ja comecei xingando. - Alvanista
    Demon's Souls

    Plataforma: Playstation 3
    2887 Jogadores
    529 Check-ins

    Sim, primeira vez que jogo, e ja comecei xingando.

    8
  • velhoretrogamer Paulo Rogério B. Lopes
    2017-11-21 05:55:05 -0200 Thumb picture
    velhoretrogamer fez um check-in em:
    <p>Mega ficou uns 10 dias ligado direto, não jogava - Alvanista
    Ghouls 'N Ghosts

    Plataforma: Genesis
    691 Jogadores
    3 Check-ins

    Mega ficou uns 10 dias ligado direto, não jogava todo dia, pq eu passava raiva, aí dava uma pausa sem jogar, mas hoje comecei 00:30 fui até agora 05:55 Muita raiva passada mas consegui, Ghouls ' N Ghost's do Mega zerado na raça no Professional

    Waaataaaaaaaaaaa!

    26
Continuar lendo &rarr; Reduzir &larr;
Carregando...