2017-10-17 15:35:53 -0200 2017-10-17 15:35:53 -0200
thiones Sebá Oliveira checked-in to:
Post by thiones: <p>Check-out 1/2: Tower of Doom</p><p>E após quase
Dungeons & Dragons: Chronicles of Mystara

Platform: Playstation 3
368 Players
36 Check-ins

Check-out 1/2: Tower of Doom

E após quase 5 horas e umas 5 ou 6 "zeradas", finalmente consegui todos os tesouros do primeiro jogo sobre Mystara... E como sempre, vamos conversar sobre ele.

Falar da Capcom na primeira metade dos anos 90 era lembrar de beat'em up, mas não qualquer beat'em up, mas sim beat'em up de qualidade(na verdade pra mim falar de capcom nos anos 90, era falar de Mega man, Super Street Fighter ll, excelentes trilhas sonoras, Breath of fire II, Demons Crest e briga de rua em geral) e este aqui além de entregar o que propõe, agregou um elemento, que ao menos para mim, era algo deconhecido até então: o mundo de D&D(tá, na verdade foi com caverna do dragão, mas isso não conta). Porém este não é o primeiro jogo do estilo em que a Capcom faz essa mistura, em 91 houve The King of Dragons, que sinceramente falando, eu gosto mais, mas não vem ao caso agora. 

Mas diferente do King of dragons, Tower of Doom faz uso mais visíveis dos elementos de RPG. Por exemplo: ao enfrentar o Troll leader, caso você não o mate com um ataque que utilize o elemento fogo, ele recupera 50% do seu life e quando você acaba com esses 50%,chegam alguns soldados com alguns "molotovs" e atacam o líder troll e ainda tiram com sua cara questionando se você não sabia que trolls só morrem com fogo. Outra coisa que percebi também é que os zumbis não sofrem dano crítico, inclusive fiquei curioso e forcei vários ataques críticos, porém sem sucesso, coisa que de fato acontece nos RPGs de mesa por exemplo(caso tenha mudado algo nas regras do D&D sobre isso, me avisem. Sou da época do AD&D ainda :/). Mesmo achando king of dragons visualmente mais bonito inclusive nas evoluções dos personagens e suas armas, Tower ganha por explorar esses elementos.

    Seria este um easter egg ou Mike Haggar se cansou de ser prefeito de Metro City? 

O jogo é bem curto, como jogos de arcade costumam ser e sei disso pois terminei ele umas 5 vezes hoje pra poder fazer os loots e drops necessários pro 100% do jogo e falando nisso... Esse jogo me fez lembrar que não sei o que é pior: loot ou drop rate estilo Crissaegrim. Na verdade eu me questiono sempre nestes casos quem tem o luck menor: meu personagem ou eu? Porque olha... Eu sou pessimamente horrível em drops e loot :(

Ah sim, falando em ser um beat em up original pra arcade, podemos falar da dificuldade do jogo. Enquanto jogava e rejogava, vi centenas de fichas indo embora, mas você começa a reparar que o jogo não é tão difícil quanto parece. Por exemplo, sabe aquele fire breath do red dragon que é hit kill? Se você ficar no extremo canto direito da tela, ele não te alcança e os demais ataques dele são fáceis de esquivar. Pronto, tá morto o tal inimigo mais foda do jogo e que um NPC te faz confirmar TRÊS vezes se você realmente está certo se quer enfrenta-lo ao invés do beholder. Claro, eu não gastei 395 fichas pra aprender isso, o port tem créditos ilimitados, mas imagino que pra quem estava no bar jogando e segurando o saco de pão pra levar pro café da tarde, não teria muito tempo(nem ficha) pra se preocupar em matar o "superboss" de Tower of Doom.

Mais tarde vou pro Shadows over Mystara e completo este 100%

Bom, acabei falando demais e era só um check-in rápido hehe

Sorry galera... 

18
  • Micro picture
    fabiorsodre · about 2 years ago · 2 pontos

    Essa peça para o SEGA Saturn falta na minha coleção. É lindo demais

    3 replies
  • Micro picture
    kevinryman · almost 2 years ago · 2 pontos

    Esse cara aí da imagem me lembrou o chefe da R.P.D. -- Brian Irons.

    1 reply
Keep reading &rarr; Collapse &larr;
Loading...