thewitcher

"Power, sex. Sex, power. They both come down to one thing - fucking others" - Geralt of Rivia

You aren't following thewitcher.

Follow him to keep track of his gaming activities.

Follow

  • willguigo Willguigo
    2017-10-17 07:55:51 -0200 Thumb picture
    Thumb picture
    46
    • Micro picture
      gradash · over 1 year ago · 4 pontos

      Daqui a ponto aparece o @jorgegt falando que não queria comprar mais nada este mês kkkkkkkkkkkkkk

      6 replies
    • Micro picture
      willguigo · over 1 year ago · 3 pontos

      Now Noobing . . . : Esse The Witcher 3 Game Of the Year edition é completão, digo, tem todas as Dlcs?

      2 replies
    • Micro picture
      anderson_costa · over 1 year ago · 3 pontos

      Paguei R$100,00 na versão game of the year de XOne, e pagaria novamente!
      Jogaço!

      5 replies
  • wild_dark_shadow Nuno Gomes
    2017-05-26 21:18:20 -0300 Thumb picture
    Thumb picture
    wild_dark_shadow checked-in to:
    Post by wild_dark_shadow: <p><strong>Open Beta</strong></p><p>Agora sim goste
    Gwent

    Platform: Playstation 4
    67 Players
    9 Check-ins

    Open Beta

    Agora sim gostei mais do tutorial, com o Geralt e a Ciri a conversarem, ainda gostei mais de ver a adição de Challenges, que dão um novo desafio para além do online. 

    Fiz uma das primeiras Challenges e ate nem me dei mal mesmo ainda não conhecendo o baralho. 

    Reparei que com esta beta apareceram uns temas e avatares free. Aproveite logo para mudar o meu avatar para a Ciri e experimentei o tema, que como a maioria dos temas de The Witcher, tem música e está muito bom! 

    16
    • Micro picture
      teamblue · about 2 years ago · 3 pontos

      poderia me mostrar como colocar em PT-BR?

      2 replies
    • Micro picture
      batatadark · about 2 years ago · 2 pontos

      eu era viciado nisto em the witcher 3 rs dediquei muitas horas a isto .

  • gan0nd0rf Luis Gomes
    2017-02-04 16:50:32 -0200 Thumb picture
    Thumb picture
    gan0nd0rf checked-in to:
    Post by gan0nd0rf: <p>E acabou!&nbsp;</p><p>Geraldo pendura a chuteira
    The Witcher 3 Wild Hunt - Blood and Wine

    Platform: Xbox One
    85 Players
    64 Check-ins

    E acabou! 

    Geraldo pendura a chuteira e vai plantar uvas. 

    Simplesmente o melhor jogo da geração! 

    Depois de todas as tretas resolvidas, uma surpresa me aguardava em casa. 

    31
    • Micro picture
      xualexandre · over 2 years ago · 2 pontos

      Ahhhh parabéns! Olha ai uma coisa que não fiz ainda, um final definitivo com uma das Feiticeiras. A primeira vez naquela versão moleque do witcher 3, pós lançamento, não tinham final pra Triss. Depois terminei o Blood & Wine sem terminar o jogo e tal. Tá pendente.

    • Micro picture
      rafaelseiji · over 2 years ago · 1 ponto

      Valeu pelo spoiler

      2 replies
  • vieira_san Abdias Vieira
    2017-02-02 14:28:33 -0200 Thumb picture
    Thumb picture
    45
  • gusgeek Gustavo Francescheto
    2016-12-12 15:43:08 -0200 Thumb picture
    Thumb picture
    56
  • netobtu João Paulo Bonome Neto
    2016-12-06 22:21:08 -0200 Thumb picture
    Thumb picture

    [Meio off] Mini resenha de O último desejo

    O último desejo
    SAPKOWSKI, Andrzej
    Publicado originalmente em 1993 por SuperNova, Varsóvia, Polônia, 1993, sob o título Ostatnie życzenie.
    Edição lida publicada pela Editora WMF Martins Fontes, São Paulo, 2011.
    Tradução do polonês para o português de Tomasz Barcinski

    Meu primeiro contato com a saga The Witcher foi há um bom tempo, bem antes de todo o sucesso que anda fazendo entre os jogadores de videogame. Acredito que foi em 2008, quando comprei para o PC o primeiro jogo lançado pela CD Projekt Red, entitulado The Witcher. Lembro de ter comprado pela capa e pelas imagens atrás, era realmente chamativo o lobo desenhado em um fundo vermelho. Joguei pouquíssimo, há de se dizer.

    Bom, hoje The Witcher está na boca de todo mundo que conhece um pouco de videogames. A saga do "bruxeiro" Geralt de Rívia alcançou o estrelato ano passado, com o terceiro jogo da série, The Witcher III: Wild Hunt. Esse joguei mais, mas não conclui, e sempre me pego querendo voltar... bom, sem muito tempo para me dedicar a um jogo gigantesco de RPG, decidi me aventurar pela obra original, a que inspirou a CD Projekt Red: os livros escritos pelo senhor Andrzej Sapkowski.

    No Brasil já temos seis livros lançados da série, e na Polônia já há sete (o sétimo, por sinal, espero que já esteja em fase de tradução), e Sapkowski já prometeu um novo livro do universo The Witcher. Os dois primeiros da série são divididos em contos, enquanto do terceiro ao sétimo temos uma história própria.

    Bom, mas vamos a O último desejo. O livro, como já dito, é dividido em contos e, entre cada um deles, temos uma pequena história que vai se formando, chamada de A voz da razão. Ah, vale notar que o livro, apesar de ser o primeiro volume, foi o segundo da série lançado na Polônia, mas é tido como o primeiro, por introduzir melhor personagens e conceitos já mais amadurecidos em A espada do destino (segundo livro).

    Geralt é um bruxo, um ser humano mutante que tem como profissão matar monstros e destruir encantamentos. É importante ter na cabeça que ele exerce uma profissão. Nada que Geralt faz é de graça ou por compaixão. Não é porque um monstro está aterrorizando um vilarejo que ele vai se livrar dele por bondade. Ele precisa comer, se sustentar. Acho que aí mora um grande distanciamento de O último desejo com outros medalhões da literatura fantástica: Geralt não é nenhum herói, e segue muito mais pelo código dos Bruxos, por profissionalismo, do que por uma moral própria.

    O autor usa e abusa de diálogos em O último desejo, e não me parece muito preocupado em dar grandes descrições de cenários e nem tantos detalhes dos personagens, exceto dos que são bastante principais. Os diálogos tornam-se a narrativa da história muitas vezes, pois o autor, ao invés de estar sempre explicando conceitos da mitologia eslava para o leitor, deixa que algum personagem o faça enquanto conversa com Geralt.

    O que chama muita atenção nesse livro é a capacidade do autor de fazer um ótimo ritmo mesclando suspense, aventura e humor. O livro tem cenas muito engraçadas, especialmente depois que aparece Jaskier (no jogo é o Dandelion), um bardo que é um dos personagens mais engraçados que eu já vi em um livro, é impossível não se afeiçoar a ele e às suas piadas logo de cara.

    O último desejo apresenta uma ótima narrativa, é um livro page-turner, onde a leitura flui muito bem e também traz alguns pensamentos bastante complexos de Geralt relacionados a conceitos como "mal menor", arrependimentos e amor, tudo isso enquanto monstros estão aparecendo pelo fantástico mundo de The Witcher. O que é ótimo, afinal, Geralt precisa de um ganha-pão.

    The Witcher 3: Wild Hunt

    Platform: PC
    1009 Players
    637 Check-ins

    22
    • Micro picture
      renatolf · over 2 years ago · 2 pontos

      Acabei esses dias o "Espada do Destino" e realmente, é muito melhor começar pelo Último Desejo. Até porque é esse que introduz a Yen, e no Espada, os contos finais seguem meio que uma narrativa específica. Curti pra caramba a mitologia e vou te falar... Um dos contos do segundo livro consegue acabar com o teu bom humor em meia página, a parada tem um encerramento inesperado pra caramba.

      1 reply
    • Micro picture
      colt47 · over 2 years ago · 1 ponto

      Gibi loco

      1 reply
  • xualexandre Alexandre Schwarzenegger
    2016-12-06 16:29:09 -0200 Thumb picture
    Thumb picture

    GOTY mais uma vez.

    Que coisa boa,  nem tinha visto que o GOG tinha me dado esse jogo.  Pelo menos da mais um motivo pra jogar tudo de novo,  pegar as conquistas de novo e ter uma experiência diferente da época do lançamento após tantos patches. 

    The Witcher 3: Wild Hunt

    Platform: PC
    1009 Players
    637 Check-ins

    22
  • xualexandre Alexandre Schwarzenegger
    2016-11-10 21:12:09 -0200 Thumb picture
    Thumb picture

    Witcher 3 é Pop

    Caramba ,  que bonitinho esses bonequinhos .  Primeira vez que me interesso nesses pops.

    The Witcher 3: Wild Hunt

    Platform: PC
    1009 Players
    637 Check-ins

    26
  • netobtu João Paulo Bonome Neto
    2016-11-07 18:36:59 -0200 Thumb picture
    Thumb picture

    O último desejo

    Amigos, eu comecei a ler a saga do Bruxeiro né... com o primeiro livro da saga (apesar de não ser o primeiro escrito, pelo que li por aí), O ÚLTIMO DESEJO.

    O escritor é polonês, o Andrzej Sapkowski (já to aprendendo a escrever sem recorrer ao Google), e ele começou a escrever a saga de Geralt lá na década de 90, e o último livro lançado, do que sei, é de 1999.

    Completam, portanto, 7 livros falando de Geralt de Rivia, e vi que há uma história stand alone que se passa no mesmo universo.

    Os livros são:

    - O último desejo
    - A espada do destino
    - O sangue dos elfos
    - Tempo do desprezo
    - Batismo de fogo
    - A torre da andorinha
    - Pani Jeziora ("A dama do lago", ainda não traduzido para o português, mas certamente já em processo disso)

    Bom, eu até agora li cinco capítulos do livro, e estou quase na página 100, e devo dizer que é ótima literatura.

    Mas vou falar mais do que interessa pra galera daqui, e algo que me fez respeitar ainda mais a CDPR: como The Witcher 3 (é o que conheço da série mais a fundo, os outros joguei muito pouco para falar sobre) é fiel ao livro.

    O último desejo funciona em forma de contos, e entre cada conto há um capítulo dividido em várias partes chamado "A voz da razão", que meio que faz uma ligação entre os contos e o que Geralt está vivendo no momento.

    Sabem o lance da caça de monstros do jogo? De vasculhar por pistas, analisar, tomar poções que funcionem contra os monstros, sinais, e tudo mais? Tudo isso tem no livro.

    Sério, lendo eu via o jogo acontecendo (coisa que não gosto muito, eu gosto de ler primeiro as obras, mas fazer o que, agora o Geralt já tem a cara do jogo pra mim kkkkkk), os rituais do bruxo, as barganhas...

    Mas tem algo engraçado... o Bruxo no livro não faz as coisas de graça, no jogo a gente tem essa oportunidade, e a NOSSA humanidade acaba afetando o caráter "profissional" de Geralt no jogo... essa interatividade é o que faz o jogo transviar do livro, porque com o role play, o Geralt acaba tendo ações propriamente nossas.

    Os contos são ágeis e o autor não é tanto de muita descrição, e usa a mitologia criada por ele (inspirada na eslava) para fazer nossa mente imaginar melhor os monstros. Uma coisa que gostei é que o livro não explica de cara o que é um bruxo... conforme passam os contos, vamos conhecendo melhor Geralt, sua profissão, suas motivações... eu achei que ele lembra bem o Geralt do jogo: sarcástico, e quieto quando necessário. Tem um código de honra próprio, e um senso de profissionalismo (eu ri em um dos capítulos ele falando sobre ética profissional, visto que seu trabalho é bem marginalizado pela sociedade).

    Já vi alguns termos e nomes do jogo: os sinais (traduzidos para o português, tipo Axii virou Sinal da Axia - não gostei dessas traduções), Yennefer, Novigrad... o primeiro conto me lembrou MUITO a quest do Barão Sangrento.

    Sei lá, galera, eu to curtindo bastante o livro, e recomendo pra geral que curtiu o jogo. E pra quem gosta de fantasia medieval.

    Abraços.

    The Witcher 3: Wild Hunt

    Platform: PC
    1009 Players
    637 Check-ins

    45
    • Micro picture
      gradash · over 2 years ago · 5 pontos

      Só para constar as versões Brasileiras dos livros são as melhores depois das originais, pois o tradutor era um polonês que vivia no Brasil e resolveu por conta própria traduzir os livros para divulgar a cultura polonesa, muito antes de jogo ou qualquer coisa, e ele traduziu direto do polonês e seguindo as regras do autor para tradução, inclusive ambos eram amigos. A versão em inglês é traduzida da versão em francês, e qualquer um sabe a merda que dá quando tu faz a tradução de uma tradução...

      O último livro não foi traduzido infelizmente por que ele morreu antes de poder fazer ela.

      10 replies
    • Micro picture
      marcusmatheus · over 2 years ago · 2 pontos

      Já li os 4 primeiros livros da série este ano e tenho EXATAMENTE a mesma opinião que você. Mas aqui vai um adendo: A CD Projetk Red fez os games de forma que funcionem como sequencia dos livros. Portanto ler os livros aumenta ainda mais a imersão do jogador no game.

      Obs: Ainda não consigo escrever o nome do escritor sem consultar o google, kkkk.

    • Micro picture
      xualexandre · over 2 years ago · 2 pontos

      São excelentes né, preciso acabar ainda, parei no primeiro da saga do Bruxo. Foda que mesmo com o esforço da CD projekt, o autor condena os jogos e tal, é um velho ranzinza. Outra coisa é a localização americana do jogo que tira bem muita coisa do original, nesse quesito a localização dos livros em pt/BR são muito mais fiéis e puras do que até a americana. O tradutor é um fofo, tem uma entrevista dele em algum lugar, depois te mando se quiser.

      5 replies
  • msvalle Marcos
    2016-07-25 20:53:41 -0300 Thumb picture
    Thumb picture

    Olha só o que chegou!

    @ticianavalle, o seu também chegou! ;-)

    Ainda não abri, mas o acabamento externo e a capa dura dão indícios de uma bela obra. 

    Como já sei que tem muito spoilers do jogo, só lerei depois que jogar rs

    Detalhe do fundo do livro:

    @ostentadores

    The Witcher 3: Wild Hunt

    Platform: Playstation 4
    2328 Players
    934 Check-ins

    47
Keep reading &rarr; Collapse &larr;
Loading...