2019-04-11 09:12:47 -0300 2019-04-11 09:12:47 -0300

GameBoy: o portátil mais popular da Nintendo

Single 3715304 featured image

A série de portáteis Game & Watch era sucesso no Japão, mas a concorrência já apresentava aparelhos com premissa e qualidade superiores aos mini games da Nintendo, mesmo que nenhum tenha feito grande sucesso. A equipe que trabalhou no Game & Watch desenvolve o projeto Dot Matrix Game, que seria o novo portátil da Nintendo com cartuchos intercambiáveis. Em abril de 1989, o GameBoy é lançado no Japão e em julho do mesmo ano, nos Estados Unidos. O aparelho se tornou um fenômeno, mesmo sendo tecnologicamente inferior a concorrentes que viriam depois. A tela não emitia cores e os jogos eram simples, mas a duração da bateria e os títulos de lançamento fisgaram o interesse dos jogadores.

 O portátil vinha com as mesmas configurações de botões do NES, mas com botões de ação seguindo uma orientação levemente inclinada. Havia diais para ajustar o volume e o contraste. Além de alto-falante mono, ele vinha com entrada para fones de ouvido para som estéreo. Havia também uma porta de expansão para acessórios, sendo que seu principal uso era para uso do Link Cable, que permitia jogatinas multiplayer se conectando com outro GameBoy. A entrada de cartuchos ficava na parte traseira assim como a entrada para 6 pilhas AA. Por dentro, o processador era uma versão adaptada do LR35902 da Sharp de 8-bit, 8 kiB de RAM, 1 canal PCM de 4 bit para som e uma tela com resolução de 160 x 144 pixels e 4 tons de cinza para gerar os gráficos, mas com contraste em fósforo verde.

 Para potencializar o lançamento do novo aparelho, um jogo da série Mario se faz obrigatório, mesmo sendo bem diferente do convencional. Outros títulos incluem Alleyway, um tipo de Breakout e Baseball, um porte da versão de NES. Mas teve jogos exclusivos no lançamento para cada região. O Japão recebeu Yakuman, um jogo de Mahjong, já os americanos tiveram Tennis, outro porte da versão de NES e o viciante Tetris, que era o grande chamariz do portátil. Mesmo que Tetris já tivesse versões para computadores, a adaptação para o portátil ficou perfeita. O baixo consumo de pilhas, preço de lançamento de 90 dólares e uma rica biblioteca de títulos tornava o GameBoy a melhor opção para jogadores de portáteis.

@andre_andricopoulos, @lipherus, @cleitongonzaga, @jack234, @old_gamer, @ziul92, @mardones, @porlock, @darlanfagundes, @velhoretrogamer, @jokenpo, @darth_gama, @armkng, @lgd, @luizkorynga, @marlonildo, @joanan_van_dort, @zak_yagami, @volstag, @manoelnsn, @shuichi, @gus_sander, @willguigo, @thecriticgames, @fredson, @kb [Quem quiser ser marcados nas próximas postagens, é só botar nos comentários]

46
  • Micro picture
    artigos · 6 days ago · 3 pontos

    Parabéns! Seu artigo virou destaque!

  • Micro picture
    sirlon_retrono · 2 days ago · 3 pontos

    Portátil de maior sucesso e mais importante de todos os tempos! Simples

    4 replies
  • Micro picture
    manoelnsn · 8 days ago · 2 pontos

    Esse portátil é lendário. Ele sobreviveu até a uma bomba, foi pro espaço...

    1 reply
  • Micro picture
  • Micro picture
    leandro · 7 days ago · 2 pontos

    Jogada de mestre da Nintendo em ter adquirido o Tetris para o portátil. Vendeu como água. Alias e a especialidade da Nintendo nesse seguimento, desde os Games & Watch. Todos os portáteis da Nintendo lançados, desde então, obtiveram sucesso. O DS impressionou com seus 153 milhões de unidades vendidas. Quase batendo o Play 2. Incrível

    4 replies
  • Micro picture
    thecriticgames · 7 days ago · 2 pontos

    Joguei muito esses jogos através do Super Game Boy, os jogos iniciais dele ou launch titles, Alleyway, Baseball e Tenis estão na minha lista pra ser zerado, só não entraYakuman pois destesto Mahojng, passei um mês assistindo videos e lendo tutoriais na internet pra aprender a jogar essa merda e nunca consegui entender.

    3 replies
  • Micro picture
    jeffy01 · 2 days ago · 2 pontos

    Lindos o console e o conteúdo!

    1 reply
Keep reading → Collapse ←
Loading...